Ceticismo

Published on setembro 22nd, 2005 | by Kentaro Mori

152

Ateus do Brasil

ab logo ceticismo
Organização Não-Governamental criada em setembro de 2005, tem entre seus objetivos “defender os interesses comuns e os direitos dos ateus na sociedade; advogar pela completa separação entre religião e estado; divulgar e promover o ateísmo, bem como, o ceticismo científico; divulgar o método, as realizações e os avanços científicos” e afins.

Tags: , , , ,


About the Author

+



152 Responses to Ateus do Brasil

  1. Finalmente, os ateus do Brasil tem sua associação. Agora, os jovens que abraçarem o ceticismo e o ateísmo poderão, com mais facilidade, expor seus pensamentos e realizar ações em favor da divulgação científica e da defesa do laicismo.

  2. Como não desejo colecionar futilidades, mas sim conhecimentos. E escrevi “O livro mestre do ateísmo”, “O livro negro que veio do Inferno”, “A versão do anticristo”, o primeiro livro evolutivo sobre ateísmo… Até porque tenho a pretensão de fazer com que o meu ebook Lampejos de Reflexões Filosóficas se torne o maior, o melhor e o mais polêmico livro ateísta de todas as épocas e lugares.
    E através do Google e do meu ebook ateusbr pretendo ajudar os mais lúcidos a se libertarem das religiões que justificam suas crenças só com palavras e supostos “milagres”. Pois a ciência sendo o triunfo do conhecimento sobre a ignorância. E não supostas revelações divinas, que transformam o crente num commodity. Ela tem o dever de cavar a verdade, o direito de criticar e o poder de manter a sociedade informada. Marchando à frente do meu tempo. Iluminando o caminho para os que virão depois. E visando uma divulgação gratuita e planetária do livro em tela. Até porque está na hora dos lúcidos pararem de se iludir com as versões religiosas.
    Estou tendo a coragem de investir contra as doutrinas consagradas pela tradição e que ainda valorizariam bem mais as afirmações existentes nos “Livros sagrados”, do que os fatos, as leis naturais ou as evidências que contrariariam as suas afirmações.
    Assim, para facilitar os que têm dificuldade ou pouco tempo para reunir as informações ateístas. Gostaria que você fizesse o download gratuito do meu ebook ateusbr pois não desejo que os conhecimentos que acumulei no livro virtual Lampejos de Reflexões Filosóficas se percam. Mas sim, contestar as superstições e divulgar os conhecimentos que acumulei.
    Abraços do Lisandro Hubris
    [email protected]
    ateusbr

  3. luiz lopes says:

    Município do RS obriga leitura da Bíblia nas escolas

    LÉO GERCHMANN
    da Agência Folha, em Porto Alegre

    Os pouco mais de 9.000 habitantes do município gaúcho de Entre-Ijuís, na região das Missões (437 km de Porto Alegre), vivem uma polêmica religiosa em razão de lei aprovada recentemente obrigando a leitura da Bíblia nas escolas municipais.

    Habitada na sua maioria por católicos e luteranos, a cidade, de forte colonização alemã, dividiu-se sobre o assunto, a ponto de o prefeito, Paulo Airton da Silva (PFL), mesmo depois de ter sancionado a lei, estar disposto a se reunir com os vereadores,

    Já enviei E-mail para estes idiota. Peço a todos que façam o mesmo.
    grato
    luiz guilherme

    E-Mail da Prefeitura: [email protected]

  4. André says:

    As provas contra a inerrância bíblica existem. O autor do texto abaixo se chama Ultov e utiliza várias evidências:

    AVISO ÀS IGREJAS DO BRASIL

    Peço que tenham calma, pois o assunto que vou expor é bastante complicado. Já fui católico (infância) e protestante (adolescência), conheço em boa parte a Bíblia.
    Farei aqui um ataque à hipocrisia que separou de forma oculta o mundo atual e continua achando que sairá vitoriosa. Nesse meu exercício, que mais parece uma grande queda de braço, fui afrontado com a seguinte máxima: “A Bíblia é sagrada e ninguém pode contra ela”.

    Existe um grande escalão de sacerdotes do ocultismo que se camuflam de cordeiro e suas famílias receberam dedicatórias (homanagens) nas traduçõees da maioria das Bíblias. Hoje vou deixar um exemplo aqui: O nome Jesurum (que pertence a nobres famílias européias) entrou na Bíblia por volta de 1890 (idade contemporânea), só que nesta data os meios de comunicação eram muito precários. Como consequência muitas Bíblias não receberam o nome Jesurum, o que levou discórdia a muitos impressores, pois se tratava de um nome que não constava em nenhuma Bíblia antes de 1890, seja ela hebraica (Yeshurum), católica, protestante ou quaquer Codex antigo.
    O leitor que tiver 2 ou mais Bíblias, impressas em diferentes datas, como por exemplo, de JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA pode analisar a presença ou não de Jesurum em Dt 32:15, 33:5 e Is 44:2. Faça a comparação de uma Bíblia velhinha para uma Bíblia nova, observe as datas das diferentes impressões. Devo salientar que a obra que os Irmãos iram ver no link abaixo pertence a Biblioteca Nacional e foi escrita pelo o punho de João Ferreira de Almeida em 1681. Trata-se do capítulo 1 de Lucas. Almeida escreveu Elisabeth (Lc 1:5-7) hoje só se vê Isabel, nome que também começou a ser introduzido na Bíblia de Almeida (e muitas outras) por volta de 1890. Para conferir a obra rara clique aqui http://purl.pt/12730/1/P128.html

    AS TRADUÇOES SÃO CONFIÁVEIS?

    Niccolò Marlemi foi um dos primeiros tradutores da Bíblia para o idioma italiano e seu trabalho, concluído em Veneza, data de 1490 servindo de base para os cristãos falantes deste idioma. Nesta Bíblia é clara a presença do nome Iesu, com as flexões Iesus e Iesum.
    Em 1574 é feita outra tradução para o ITALIANO em Veneza e desta vez o nome introduzido foi Giesu (também com as flexões). Posteriormente o nome a configurar nas Bíblias em idioma italiano passa a ser Gesu (flex. Gesus e Gesum).
    Concluímos portanto que no mesmo idioma ITALIANO, de 1490 em diante, temos Iesu, Giesu e Gesu. Os defençores desta lambança dizem se tratar de traduções, mas o problema é que não existe tradução de ITALIANO para ITALIANO e nomes próprios não se traduzem, se transliteram (preservação dos fonemas). Para quebrar ainda mais este cristal os ESCRITORES CRISTÃOS do Século de Ouro do Enciclopedismo Europeu (q.v.), utilizando fontes do século XIII, citam Gesum (umas das flexões de Gesu) como o nome de uma arma gaulesa. Muitas armas gaulesas davam aos soldados uma lembrança da entidade ESUS http://www.chronarchy.com/esus/aboutesus.html a mesma entidade que foi encontrada em 1710 num altar debaixo da Igreja Católica de Notre-Dame. O mais comprometedor é que o nome IESUS só começa a aparecer por volta do ano 1200, ou seja, depois da iniciativa para a construção de Catedral de Notre-Dame (1163), pois antes nas Bíblias só se via os termos Ihs, Ihu, Ihus e Ihum. Conclusão: construíram Notre-Dame sobre o altar de ESUS, aguardaram um tempo e divulgaram o nome IESUS. Este nome Iesus pertencia a muitas famílias nobres medievais muito antes de ser introduzido na Bíblia. Apartir do século XV muitos hebreus são obrigados, POR LEI, a ter os nomes Iesu, Ieshurum, Iesurum, Bixorda, Morena entre muitos outros considerados uma afronta para os ensinamentos hebreus.
    Voltando mais no passado na Gália Belga temos o topônimo VOGESUS ou VOGESUM (lembrar de Gesum já descrito) citado como um monte no livro Bello Gallico (livro 4, capítulo 10) de César. Não podemos esquecer também do bispo BLAESUS que teve seu nome mudado para S. Braz. BLAESUS existiu muito antes de Iesus aparecer nas Bíblias. São todos nomes derivados de ESUS e não adianta fechar os olhos para isto. ESUS era cultuado na bruxaria junto com Cernunnos muito antes de 1450 (tempo da primeira grande caçada aos bruxos) e hoje a grande bruxaria só pode pronunciar Cernunnos aos iniciados. ESUS pertencia aos bruxos e não à Igreja, sendo assim a caçada aos bruxos foi inevitável.
    Observem algumas evidências de Esus aqui.

    Com base nas provas existentes foram violados Mt 5:18 e At 4:12 em quase todas as Bíblias existentes.

    ELISABETH e ISABEL – Personagens distintas

    Segue agora uma seqüência com as BÍBLIAS ESPANHOLAS (ou castellanas, como queiram) que consultei:
    Bíblia Castellana em Linguagem Simples (2003), Castellana (2003), Dios Habla Hoy (Deus Fala Hoje) (1996), A Bíblia das Américas (1986, 1995, 1997), Nova Versão Internacional (1979), Reina-Valera (de 1960 e outra de 1995), Reina-Valera Antiga (de 1569 e outra de 1602) e Bíblia Castellana Latinoamericana (1972).
    Para aqueles que separam o ESPANHOL do CASTELLANO percebe-se claramente que nas versões acima temos as duas “línguas”.
    Das 10 versões acima citadas, todas têm o nome Elisabeth exceto 3:
    Bíblia Castellana em Linguagem Simples (2003), Dios Habla Hoy (1996) e Bíblia Castellana Latinoamericana (1972).
    Estas versões possuem o nome Isabel, são aparentemente recentes e têm o mesmo idioma das outras 7 versões. Trata-se de um segundo crime, pois desta vez, em determinas Bíblias dentro de um mesmo idioma houve a alteração de Elisabeth para Isabel. O pior é que se sabe que havia outro nome antes de Elisabeth. Voltando ao assunto vamos para as etimologias:
    -Elisabeth >> EL-ISA-BETH
    EL (Deus em hebraico moderno) + ISA (filho de ALAH, equivalente a Jesus) + BETH (casa em hebraico).
    -Isabel >> ISA-BEL
    ISA (filho de ALAH, equivalente a Jesus) + BEL (Baal, dono e senhor no hebraico).
    Como pode-se ver ISA é a única palavra em comum, o que torna os 2 nomes (Elisabeth e Isabel) bem diferentes. Este ISA foi introduzido no texto bíblico pelos antigos teólogos para tentar atrair uma parte do povo árabe.

    Conclusão: Por mais simples que sejam as alterações, não se deve pensar como uma simples banalidade. As Bíblias estão alteradas propositalmente e não adianta fechar os olhos para isto.

    RAINHA ISABEL DE PORTUGAL

    Isabel de Aragão nasceu no palácio de Aljaferia, na cidade de Saragoça, onde reinava o seu avô paterno D. Jaime I. Era filha de D. Pedro, futuro D. Pedro III, e de D. Constança de Navarra. A princesa recebeu o nome de Isabel por desejo de sua mãe em recordação de sua tia Isabel da Hungria, duquesa de Turíngia. O seu nascimento veio acabar com as discórdias na corte de Aragão, pelo que o seu avô lhe chamava “rosa da casa de Aragão”.
    Isabel faleceu a 4 de Julho de 1336, deixando em testamento grandes legados a hospitais e conventos. O povo criou à sua volta uma lenda de santidade, atribuindo-lhe diversos milagres e a santa foi canonizada em 1625.
    Muito depois destes eventos deu-se a introdução do nome de Isabel em algumas Bíblias. Antes dos resultados desta canonização o mesmo não era encontrado em nenhuma Bíblia, ninguém fazia menção da igualdade entre Elisabeth e Isabel e não existiam escritos sobre esta igualdade. Todos os escritos sobre a sinonimia entre Elisabeth e Isabel são muito posteriores ao evento da canonização de Isabel.

    Parece simples, mas é bastante para concluir que as Bíblias contêm erros que se caracterizam em alterações propositais.

  5. Andre Crispim says:

    Peço a direção do site que corrijam, se for possível, o nome Niccòlo Marlemi do ítem “AS TRADUÇÕES SÃO CONFIÁVEIS?”, enviado por mim em 17 de setembro de 2007. O nome correto é Niccòlo Malermi.

    Obrigado pelo espaço concedido.

  6. Lorianne says:

    Olá para todos que visitam esse site, so quero deixar aqui bem claro que NÓS cristãos não somos bitolados não , e que se acreditamos em um Deus e porque temos certeza da nossa fé e crenças, cremos em coisas que existem e quero tbém dizer que a fé vai mais além do que vcs pensam, e talvez vcs tenham esses pensamentos porque não conhecem a verdade …
    pois a bíblia diz”CONHECEIS A VERDADE E ELA VOS LIBERTARÁ ”

    ACEITEM A CRISTO COMO ÚNICO E SUFICIENTA SALVADOR DA VIDA DE VCS
    E ELE OS MOSTRARÁ COMO ESTÃO ENGANADOS!!!

  7. Sobre a existencia de Deus,isso e´ um assunto muito complexo pois falhas existem na biblia isso nao resta duvida.Porque se Deus e amor ele nao vai mandar matar seu filho mesmo ele sendo pecador. desde o começo da humanidade o homem tem necessidade de se apegar a um porder superior e acreditar nele.Todo crente diz que vai para o ceu mais ninguem quer morrer.Sabe porque?porque ninguem tem certeza de nada.

  8. Ricardo says:

    Gostaria de saber se do primeiro casal que foi Adao e Eva,pode nascer tanta gente diferente.Existe chines,japones,africano e o indio.Nao acredito que todas essas raças sejam descendentes de um casal,temos que nos conscientizar-mos de uma coisa.nao sabemos de onde viemos nem para onde vamos.E o melhor que a gente faz e tentar viver bem com as pessoas e comsigo mesmo e agradeçer a nossa existencia.

  9. tiziano says:

    Io sono un italiano e mi trovo qui in brasile da poco tempo, e anchio sono ateo.La mia opinione e che la filosofia di vita di un ateo, non ha nulla a che vedere con le filosofie religiose. Poiche` tutte le religioni indistintamente hanno come caproespiatorio della propia esistenza uno o piu` dei. Mentre gli atei sono responsabili essi stessi delle propie azioni. La filosofia di vita di un ateo e` quello di tentare di dare un contributo allo disivolvimento della vita, e speriamo anche, quello di lasciare un pianeta ancora vivibile per i nostri figli, e naturalmente al resto degli esseri viventi.

  10. tiziano says:

    alla gentile attenzine di ANDRE CRISPIM:
    Ho letto il tuo trattato e` l`ho trovato molto interressante, e` incredibile che attraverso dei nomi si riesca a ricostruire degli avenimenti, e in fondo anche la nostra storia. Io non so la tua filosofia di vita ma, e` certo che nel mio caso di ateo, vedere come un semplice nome, possa formare la base di una filosofia di massa, e` quantomeno interessante.

  11. William de Oliveira says:

    Primeiramente olá para todos que visitam o site, estou muito contente por ter achado esses sites ateus na internet, pois até hoje passo por problemas por causa de parapsicologia, e já vi outras histórias semelhantes a minha nesses sites ateus, por falar nisso estou precisando de ajuda de ateístas como eu, pois aqui ninguém aceita que eu não acredite em jesus, por falar nisso aceitar porque se já fui até crucificado também através de hipnose como o próprio jesus como relata o alcorão dos islâmicos. Só porque eu prefiro a ciência e o ateísmo que tem provas do que diz.Por enquanto é só fico por aqui.

  12. tiziano says:

    William: spero che tu intenda anche se scrivo in italiano, purtroppo io so leggere in portoghese ma ,non scrivere. Un credente per il fatto stesso di essere credente, non puo` capire un non credente, in fatti egli e` convinto che le persone se non credono in dio devono assolutamente credere in qualcosa di sostitutivo, ” ai soldi, al lusso ecc…”. Cosa che sarebbe in contrasto con il significato di essere ateo. Il fatto che molte persone per giustificarsi, e continuare a dare un senso alla propia esistenza necessitino di caproespiatorio, e che siano convite che senza non si vive, non significa che cio` corisponda al vero. La stessa immagine di dio, nonostante le rligioni cerchino in qulche modo di massificarla, e una immagine personale, e molto spesso finisce col divergere cosi tanto dal gruppo di appartenenza, da scindersi dal gruppo e creandone uno di nuovo. E` giusto rispettare chi crede, perche` la fisolofia di vita che ognuno ha e il carburante che lo fa funzionare. Essere ateo significa essere completamente noi responsabili della nostra esisteza, senza essere sottoposti al giudizio o comprensione di un terzo innesistente.

  13. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Nada contra nada. Apenas invoco o meu direito sagrado para crer, ou, ter LIBERRDADE DE PENSANENTO E CRENÇA: na ciência, pura, na evolução de tudo que há na superfície terrestre e fora dela. Quando falo em evolução digo, em primeiro lugar, no crescimento e aprimoramento da mente humana, ligados à caridade, ao amor, à humildade, à solidariedade e,principalmente, ao crescimento intelectual permanente e outros procedimentos semelhantes. Tudo sem guerras, dispuas injustas, preconceitos e outras fraquesas que tanto contribuem para o retrocesso da humanidade. Ser ateu é uma opção, tão nobre como crer en qualquer coisa, desde que acuda e não prujudique os interesses alheios. Feliz dia das mães para todos.

  14. Aline says:

    Ei, gente, a bíblia é cheia de discrepâncias terríveis, incita a matar, à vingança, uma série de barbaridades! Raciocinem, como pode alguém crer numa publicação que foi criada pelos homens? Quem prova que foi inspirada por um ser superior? NINGUÉM! As igrejas dizem que Deus é áz e amor, que é preciso perdoar nossos inimigos, dar a outra face, etc. e tal…..Isso é uma contradição terrível como aquilo tudo que está escrito na bíblia! Digo com todas as letras – não creio em nenhuma religião e nem gosto da bíblia – e digo ainda mais: se ela foi inspirada por um ser superior, cruzes! – este ser superior é mau!!!!!!!!!

  15. roberto says:

    esses crentes são loucos de fato, acreditam em folhas de papel que foram escritas por quem ninguem sabe quem.

  16. JONAS says:

    para esses discrentes de tudo á humanidade nessessita crer em algo o ateismo não é religião é uma rebelião contra deus é o tipico caso de se não vejo não existe se não acreditam pelo menos não impliquem com quem acredita

  17. Jairo says:

    Caro André, excelente sua matéria, mas não é para “chão de fábrica”. Se os ateus desejam se comunicar com os crentes precisam mudar a forma de interação. A quase totalidade dos crentes são pessoas de baixíssimo conteúdo intelectual, de pouca ou nenhuma capacidade de raciocínio e isto deve ser levado em consideração. Precisamos desenvolver o Ateismo Primário, algo como conteúdo para ensino básico. A maioria dos crentes não entende quase nada do que os ateus falam, devido a grande diferença de cultura e conhecimento. Precisamos simplicar o ateismo ao extremo para torná-lo compreensível a maior numero de pessoas.

  18. Thorlivre says:

    Concordo com o Jairo, no entanto acho que a maioria dos crentes está perdida. Os ateus devem focar seus esforços nas crainças. Por outro lado as crianças possuem pais crentes que de forma sistemática levam seus filhos aos seus cultos que de forma invariável doutrinam as crianças…

  19. Aline says:

    Ocorre exatamente como os dois anteriores disseram. Os “crentes” já estão perdidos. Compreendi isso há anos, depois que uma vizinha cheia de problemas graves, inclusive doença braba do marido, ainda jovem, me disse: “Não tem importância, Jesus me ama!” É fanática frequentadora de igreja evangélica, onde os “pastores” fazem lavagem cerebral nos coitados infelizes. E o pior – levam as crianças, seres indefesos, a ir pelo mesmo caminho! É muito triste…….

  20. Aline says:

    Outro aspecto – a maioria das pessoas se assustam quando alguém diz que não crê em nenhuma religião e nem em Deus, sentem como se isso fosse sinonimo de maldade, decepção com tudo na vida, etc. e tal. Nada disso é verdade! Conheço muita gente boa, alegre, competente, que trabalha e faz o bem, gosta da vida, mas…… simplesmente tem CAPACIDADE DE RACIOCÍNIO!!!!!!!

  21. Ricardo says:

    DE fato vcs tem toda razao.Conheco alguns evagelicos,que por favor eles pegam pesado mesmo.Querem ser o dono da verdade,so eles sabem tudo.Pobres coitados.Um certo dia,eu conversando com um crente,ele me disse que todo aquele que clama a deus e ouvido e seu clamor e atendido. Ai eu perguntei a ele, se os judeus e um povo temente a deus, ele disse que sim, ai eu falei pra ele que Adolf Ritler comandando o nazismo exterminou mais de seis milhoes de judeus, sendo crianças inocentes velhos e adultos. Seis anos passaram e esse povo nao clamaram a deus para ele atendelos? Acho que se decepcionaram muito.Um abraço e vamos procurar viver em paz com os outros e com nos mesmos ajudando quem precisa com açoes e nao com palavras.

  22. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    TEMOS FÉ
    Cretinos são esses padres e pastores. Embusteiros, nacionais e importados.
    VEJAMOS: – “Qual a sua profissão?” – perguntei certa vez a um pastor evangélico o que ele fazia. Com um ar de superioridade, mas pouca dignidade, firmado sobre uma aparência ilusória, respondeu-me: “Vivo arrebanhando ovelhinhas para o reino do Senhor”. Com indignação, mas com boa dose de sarcasmo, sugeri ao finório: – “não quer por um bode velho no meio dessas ovelhinhas?”
    Obscenos! Vendedores de ingressos pro céu. Céu da sua medíocre imaginação. Inferno também só nas cabeças de vocês!
    Enganadores! Bíblia que nada. São 66 livros, 1189 capítulos, 31.173 versículos e mais de 773.000 palavras. Escritos há milhares de anos, em hebraico, aramaico e grego, até chegar aos nossos dias, passando por várias gerações de povos ignorantes e atrasados, próprios das suas épocas e civilizações.

    Pela complexidade do seu conteúdo, diversidade de interpretação e precariedades dos meios reprodutivos existentes às épocas, como pedras, peles de animais, pergaminhos, etc, facilmente se conclui que nada do original da bíblia existe mais.

    A presença constante de parábolas, nos textos bíblicos, também reforça este argumento, vez que se caracterizam por narrativas alegóricas e transmitem mensagens indiretas, por meio de comparações ou analogias, uma forma açucarada, portanto, para o pregador levar aos irmãos, “anestesiados”, a interpretação que melhor lhe convier em cada situação. Ausente a linguagem clara e direta, corre tudo na base do faz-de-conta.
    Aliás, nas suas origens, aqueles escritos também nada continham de especial, eram narrações de acontecimentos e histórias, vividas nas suas respectivas épocas e regiões. Fizeram adaptações, inventaram fatos e valores inexistentes. Mentiras a cerca da terra, do céu e do inferno, para conquistar a submissão dos fiéis em busca de benesses, dízimos, poder político e suntuosidade econômica. Ah, tem até um tal de purgatório, no meio desse negócio. Tudo partindo da imaginação desses impostores, para “fazer a cabeça” formar greis de incautos, ignorantes e sugestionáveis.
    E os recibos das várias obrigações e dos dízimos pagos pelos fiéis? Não dão. De documentos escritos os abnegados “fiéis-escravos” têm que se conformar apenas com as Sagradas Escrituras, nas suas ― repetimos ― convenientes interpretações: “Deus disse, Jesus fez, Deus mandou, Jesus isso, Deus aquilo.” — “Está na Bíblia, são mistérios, os pecadores não alcançam e não se discute mais! etc e tal” — é só o que se ouve. E note-se que todos esses engodos nada produzem, não dão emprego. Todo mundo é “Voluntário do Senhor”. Nada de carteira assinada, registros, etc. O INSS, o Imposto de Renda, o ICMS, o FGTS, o IPTU e outros impostos, taxas e encargos, que todo mortal tem de pagar, passam batidos, isto é: ninguém paga nada a ninguém. É tudo isento de tudo, menos do cinismo e da exploração.
    E onde andam os PROCONS que nada fazem? Também lá estão pastores e bispos, como no Congresso Nacional, Assembléias Legislativas e Câmaras Municipais. Centenas de parlamentares, eleitos com suas campanhas milionárias financiadas por essas gangues, com a missão de segurar as barras: votarem conforme suas determinações e conveniências.
    Não cremos, mas respeitamos os que crêem e sentem-se felizes ao recorrem aos seus deuses e às suas santidades nos momentos de dor. Seríamos igualmente abruptos se condenássemos as religiões e as crenças, nas suas formas livres e sadias de serem exercidas. Abominamos, contudo, a exploração do homem por esses “vermes” que usam de recursos enganosos, em nome dessas crenças, para, repetimos, submeter e explorar os incautos, ingênuos e de boa-fé.
    Igual indecência ocorre com outro flagelo, chamado de Bancos. Remuneram o dinheiro suado do povo, povo pobre, rico está fora dessa, a uma taxa vergonhosa de menos de 1% a.m. e o empresta, ao mesmo infeliz, a mais de 15%, chegando a mais de 1.000 aa. Um lucro superior a 1.000%, numa mercadoria alheia, apenas consignada. Não há atividade comercial, lícita, no mundo, que renda estas taxas de lucro. Todos explorando um povo já tão explorado, ingênuo e miserável, que precisa ler mais, além da bíblia, em busca de legítimas verdades.
    NATUREZA, poder único e verdadeiro, vinde em nosso socorro! REVERTE O PROCESSO E LEVA DE VOLTA ESSES CANALHAS À SUAS FORMAS PRIMITIVAS, RETIRA-LHES O “HOMO SAPIENT” DE QUE NÃO MERECEM.

  23. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    PS - Poupem nossas crianças!

    Por amor à vida, a sociedade clama aos poderes constituidos do Brasil no sentido de pouparem nossas criancinhas dessa praga, chamada evangelização irresponsável,que só induz à ignorância e ao fanatismo. Liberdade de crença e expressão sim, fanatismo pernicioso, fábrica de doidos, não. É caso de polícia!

  24. Ricardo Alves da Silva says:

    Por um Brasil mais livre de crenças idiotas e mais cultura. Ricardo Alves da Silva

  25. Claudio says:

    O Brasil nunca se verá livre de crenças e idiotas, Ricardo. Mesmo porque a crença que você considera idiota pode ser chamada de cultura para outra pessoa e vice-versa. Vivemos num país livre e podemos acreditar no que queremos, mesmo em crenças que o sr. considera idiota. Portanto, quando uma pessoa faz um juízo de valor como esse, estamos mais perto de um regime de excessão do que da liberdade de informação que tanto lutamos dia-a-dia para que exista. Abraços a todos os que acreditam em Deus e aos ateus, lutarei para que suas opiniões sejam sempre levadas em consideração e divulgadas devidamente. A reflexão humana e o seu progresso dentro da cultura precisa de opiniões opostas como essas.

  26. R.Calva says:

    O que o senhor Ricardo deve ter pensado sr. Cláudio, é quanto ao fanatismo e a polarização do cansativo assunto “crença”. Ora, a humanidade precisa de muito mais além dessas falácias religiosas. Que se creia em qualquer coisa, mas pegando leve, pois, desculpe, ouvido não é pinico para receber tanta bobagem sobre crenças. Leiamos mais, variemos mais, precisamos, isto sim, de mais cultura. O resto é deixar o barco navegar: quem tiver fé “salvar-se-á”. De mim, já sei, vou para o inferno. Os “pastores”, irão todos para o paraíso, não o bairro paulistano, o outro mesmo, aquele junto ao Deus que vv teimam em mantê-lo presente, sem nada provar. Boa noite e cuidem bem da Natureza, esta sim, nossa Mãe Suprema, visível. R.Calva

  27. Jairo says:

    Regime de excessão? Não seja idiota. A morte da crença é resultado de abertura mental, de raciocinar com clareza e não de excessão. Nada pode impedir o avanço da inteligência ou a morte das crenças. Nem deus, o idiota mor.

  28. Jairo says:

    TODA FÉ É CEGA, POIS AO ABRIR OS OLHOS, MORRE!

  29. ALEXANDRE MARCOS DE PAULA says:

    Foi Jesus Cristo quem disse: “Ide a todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura, aquele que crer e se batizar, será salvo, aquele que não crer já está condenado”. Portanto arrependei-vos, reconheçam seus pecados…pensem em Jesus ….entreguem seus corações a Jesus…vivam Jesus…tenham comunhão com ele…e verão o que ele fará por vós.
    Também está escrito: “Naquele dia ( dia do juizo final), todo o joelho se dobrará e toda a lingua confessará, que Jesus cristo é o Senhor”. Irão para o inferno ( hades) e mesmo assim terão que encarar Jesus face a face e ainda confessar….Arrependam-se…Arrependan-se…enquato é tempo

  30. R.Calva says:

    Quanta falta de Deus eu senti, quando uma multidão faminta implorava por um pouco de água para beber. Aconteceu, e continua, lá no Acre, aqui dentro do nosso Brasil querido. Onde Ele está? R.Calva

  31. Roberto de Sousa Fagundes says:

    E se nossa esperança acabar? Talvez seja tarde!

  32. Jairo says:

    Ô ALEXANDRE MARCOS DE PAULA, ACORDA, O SONHO ACABOU.

  33. Jairo says:

    Se deus existisse, os primeiros hipócritas a serem mandados para o inferno seriam os crentes egoístas e interesseiros que pensam em ir para o céu subornando deus com dízimo e orações hipócritas que não servem para nada. Consideram deus tão estúpido que lhes venderia um lugar no céu em troca de puxação de saco de religiosos imprestáveis. Vão ser burros assim no inferno! Pensam que são importantes a ponto de deus precisar deles para algo. Se deus existisse, precisaria dos crentes para que? Para nada, a menos que fosse mais imcompetente do que um ser humano. Transformam o próprio deus num mercenário que negocia favores em troca de orações e dízimo.

  34. ALEXANDRE MARCOS DE PAULA says:

    JAIRO!!! JESUS TE AMA FILHO!!! VEJA:
    (João 3:16) – Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

    SÓ que você tem que crer…..para que isso seja verdade.

    Jesus também disse: ” Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim”

    Deus precisa de você sim Jairo e precisa também dos crentes, para levar o evangelho a todos os que não crêem…

  35. ALEXANDRE MARCOS DE PAULA says:

    R.CALVA;

    QUER SABER ONDE DEUS ESTAVA??? ELE SEMPRE ESTEVE LÁ. SÓ QUE DEUS É UM DEUS DE AMOR. E POR SER AMOROSO E MISERICORDIOSO, TAMBÉM DISCIPLINA AS PESSOAS QUE NÃO O QUEREM OUVIR. PESSOAS QUE SE ENTREGAM À IDOLATRIA, FEITIÇARIA, COM CORAÇÕES DUROS, REBELDES…DEUS CASTIGA SIM….RICHOTEIA O LOMBO DE QUEM PRECISA. “TUDO ME É LICITO, MAS NEM TUDO ME CONVÉM”, APÓSTOLO PAULO…VOLTEM-SE PARA CRISTO…VIVA CRISTO…RESPIRE CRISTO….SUAS VIDAS MUDARÃO COM CERTEZA….E VOCÊ R.CALVA VERÁ QUE NUNCA MAIS FALTARÁ ÁGUA….AH!!! SE VC BEBER DESSA AGUA DA QUAL ESTOU LHE FALANDO, NUNCA MAIS TERÁ SEDE…BEBA….BEBA….E SUA ALMA SE SACIARÁ….

  36. Jairo says:

    1.Deus não pode existir para continuar existindo.
    2.Deus deixa de ser deus ao ser encontrado. Vira uma leizinha qualquer assim como a gravidade.
    3.Nenhuma religião deseja a existência de deus, pois não poderiam mais enganar os crentes

  37. Jairo says:

    Para que levar o evangelho se os que morrerem sem conhecê-lo vão direto para o céu?

    Se ninguém conhecer o evangelho, vai todo mundo para o céu.

    Melhor é destruir o evangelho para garantir que todo mundo vá para o céu.

  38. ALEXANDRE MARCOS DE PAULA says:

    jAIRO, ESCUTE…NÃO É ASSIM NÃO…NEM TODOS QUE MORRERAM ANTES DO EVANGELHO FOI PARA O CÉU….EXISTIA UMA LEI E TINHA QUE SER CUMPRIDA….QUEM A CUMPRIU RIGORASAMENTE…ANDOU NOS CAMINHOS DO SENHOR…AGORA SIM FOI JUSTIFICADO…APÓS A MORTE DE CRISTO NA CRUZ….MAS SÓ PARA OS QUE OUVIRAM E OBEDCERAM A DEUS…

    DEPOIS, SIM….VEIO O NOVO CONCERTO…A NOVA ALIANÇA……O EVANGELHO ( BOAS NOVAS),,,, RESUMINDO JESUS CRISTO….O DEUS VIVO QUE VEIO EM CARNE E MORREU NAQUELA CRUZ, PARA SALVAR A MIM E A VOCÊ…

    QUEM NÃO SEGUIR ESSE EVANGELHO NÃO VAI PARAO CÉU NÃO MEU AMIGO
    VAI PARA O INFERNO….VAI QUEIMAR NA GEENA…LÁ VAI HAVER MUITO CHORO E RANGER DE DENTES…

    Ele disse:” Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vai ao pai senão por mim”….Ninguém…Jairo….mas ninguém se não for por Jesus….pelo Evangelho….entende agorA…..

    Vou oraR muito por você meu querido…paRA que essa dor que está em seu peito se desfaça…para que Jesus possa abrir seus olhos espirituais…
    Jesus te ama querido, acredite…. fique na paz do senhor…

  39. henrique says:

    Arrepender-se do que?? Nesta vida trabalho ,pratico o bem ao próximo e tenho bom senso, vivo em harmonia, ai vem um cidadão e diz que já fez tudo de errado legalmente ,mas se arrependeu , converteu-se e depois quer dar exemplos de bom cristão,,, asssim fica facil!!!chega de hipocrisia !!!nesta terra aqui existia muito mais paz,harmonia ou até mesmo o que se pode chamar de DEUS ,antes do navio de Cabral e sua turma!

  40. Jairo says:

    A doença que você tem chama-se crença. É uma patologia que impede você de usar o seu próprio cérebro. Outra pessoa o usa e você acaba pensando que esta pessoa quer.
    Mas alegre-se! Tem cura! A cura chama-se estudo. E o remédio chama-se livro, que é um calhamaço de folhas de papel coladas de um lado e cheias de desenho que chamamos letras. Essas letras trasmitem uma coisa chamada conhecimento e que tem o poder de devolver o seu cérebro a você de novo. Mas como todo remédio, tem que ter cuidado, especialmente com remédios “paraguaios”, sem marca, sem procedência e sem o nome do autor na capa. Pois você não sabe quem fabricou. Há um muito perigoso e que contamina as mentes fracas, chamado Bíblia. Esse é o mais “paraguaio” de todos.

  41. Jairo says:

    Várias pesquisas científicas já provaram que oração não serve para nada. É o mesmo que falar com as paredes e esperar que elas respondam. Algo irracional em todos os sentidos.

    E você mesmo sabe, pois suas orações nunca foram atendidas e jamais serão porque não há ninguém para ouvir, exceto as paredes.

  42. Jairo says:

    Contra a teoria ética dos mandamentos divinos
    Simon Blackburn
    Universidade de Cambridge

    O desafio clássico à ideia de que a ética pode ter um fundamento religioso é fornecido por Platão (c. 429-347 a.C.), no diálogo conhecido como Êutífron. Neste diálogo, Sócrates, que está prestes a ser julgado por impiedade, encontra um tal Êutífron, que se apresenta como alguém que sabe exactamente o que é a piedade ou a justiça. De facto, Êutífron está tão seguro de si mesmo que está prestes a instaurar uma acção contra o seu próprio pai por ter causado uma morte.

    ÊUT. Sim, eu diria que o que os deuses amam é pio e sagrado, e que o oposto, que eles odeiam, é ímpio.

    SÓC. Devemos investigar a verdade disso, Êutífron, ou aceitar simplesmente a mera afirmação com base na nossa própria autoridade, ou na autoridade alheia? Que dizes?

    ÊUT. Devemos investigar; e penso que a afirmação irá resistir ao teste da investigação.

    SÓC. Assim o veremos, meu bom amigo, já de seguida. O primeiro aspecto que eu gostaria de começar por compreender é se o pio ou sagrado é amado pelos deuses por ser sagrado, ou se é sagrado por ser amado pelos deuses.

    Uma vez colocada esta questão Sócrates não tem dificuldade em chegar a uma das suas alternativas:

    SÓC. E que dizes da piedade, Êutífron? Não será a piedade, de acordo com a tua definição, amada por todos os deuses?

    ÊUT. Sim.

    SÓC. Por ser pio ou sagrado, ou por outra razão?

    ÊUT. Não, a razão é essa.

    SÓC. É amado por ser sagrado, e não é sagrado por ser amado?

    ÊUT. Sim.

    SÓC. E o que é apreciado pelos deuses é por eles amado e está num estado que lhe permite ser por eles amado?

    ÊUT. Sem dúvida.

    SÓC. Então o que é apreciado pelos deuses, Êutífron, não é sagrado, nem o que é sagrado é amado pelos deuses, como afirmas; mas estas são duas coisas diferentes.

    ÊUT. Que queres dizer, Sócrates?

    SÓC. Quero dizer que reconhecemos que o sagrado é amado por Deus por ser sagrado, e não que é sagrado por ser amado.

    A ideia é que Deus, ou os deuses, não devem ser concebidos como algo arbitrário. Os deuses têm de ser encarados como seres que seleccionam as coisas certas para permitir e proibir. Têm de captar o que é sagrado ou justo, exactamente como nós o fazemos. Eles não podem fazer isto simplesmente por serem poderosos, ou por terem criado tudo, ou por terem o dom de prescrever castigos horríveis e recompensas deliciosas. Isso não faz deles bons. Além disso, obedecer aos seus mandamentos só por causa do seu poder seria servil e interesseiro. Suponha-se, por exemplo, que eu tenho em mente fazer algo mau, como trair a confiança de alguém. Não basta que eu pense «Bom, vejamos, os ganhos são estes, mas agora tenho de ter em conta a hipótese de Deus me castigar fortemente se eu o fizer. Por outro lado, Deus é indulgente e é bastante provável que eu o consiga trapacear através da confissão, ou arrependendo-me mais tarde, à hora da morte…» Estes não são os pensamentos de quem tem um bom carácter. Quem tem um bom carácter é de esperar que pense «Seria uma traição, por isso não o vou fazer». Fim da história. Entrar numa análise de custo-benefício religioso é, numa expressão que o filósofo moral contemporâneo Bernard Williams tornou famosa, ter «um pensamento a mais».

    Assim, o desvio pelos caminhos de um deus externo parece pior do que irrelevante. Parece distorcer a própria ideia de um padrão de conduta. Como o filósofo moral Immanuel Kant (1724-1804) afirma, encoraja-nos a agir de acordo com uma regra, mas apenas por medo do castigo ou por causa de outro incentivo qualquer; mas o que realmente queremos é que as pessoas escolham agir por respeito com a regra. Isto é o que a verdadeira virtude exige.

  43. Jairo says:

    A religião é como um túnel escuro com uma luz lá no fundo. A maioria permanece na escuridão, orando, acreditanto e esperando que a luz venha e os ilumine. Os poucos que decidirem ir buscá-la terão uma surpresa inimaginável. A luz lá no fundo era apenas um reflexo da entrada do túnel.

  44. R.Calva says:

    É maravilhoso ser ateu. Lava a alma das sujeiras das pregações, recebidas nos tempos (séculos) em que não crer em deus, e nos seus penduricalhos, era imoral, dava até cana. Queimavam vivos os coitados.

  45. raimundo says:

    List item

    O pior desatre da humanidade é o pensamento divino, que levou o homem ao atraso absoluta, a violencia, a discriminação e a perda do uso do raciocínio que obviamente se atrofia sem o exercicio da logica, tornando a grande maioria verdadeiros homoídes,deficientes e sem argumentos lógicos, preciso tanto de deus, quanto um peixe de uma bicicleta.

  46. Claudinei says:

    Ateus,materialistas misantropos,citam filosofos,codigos morais,demonstram certa erudiçao.Mas nao vao um passo alem disso.Confundem debilmente criador com criatura,mas isso tem cura,a doença se chama analfabetismo espiritual,a cura(sem dor)humildade.COM DOR, desencarne.

  47. raimundo says:

    Para os que não enxergam a vida humana como ela é igualzinha a todas as outras, apenas como uma matéria animada em um determinado lapso de tempo, existe apenas uma saída aprender a raciocinar, para poder criar sua propria realidade interna e não se emprenhar com crenças externas, que leva a uma realidade virtual, hipócrita e cheia de medos do inexistente e com certeza perde um dos grandes sabor da vida humana, que é o de raciocinar.

  48. Claudinei says:

    Misantropos e miopes…

  49. Rildo says:

    Como pode um pai sacrificar, ou deixa-lo sacrificar-se, o seu próprio filho em oferenda a ele mesmo? coisa de doido. Essa historinha cristã é no mínimo mal contada e, ainda, esperam que uma pessoa, em sã conciência, acredite em tamanha asneira.

  50. Zibeon Albquerque Teixeira Júnior says:

    Rildo. Se, meu caro, vc reler com critério e observância, seguindo a cronolgia necessária à compreensão, seja lá do que for, perceberá que o cristianismo nada tem haver com esse relato, porquanto, tratar-se de um fato, hipoteticamente, ocorrido com Abraão.Porque, logicamente, ocorreu bem antes do nascimento Do Filho de Deus.

  51. rogerio says:

    qual a ideia, de deus em relacao a mudar o nome de abraao e sara,?mudaria o q?

    outra coisa. como caim apos matar abel foi expulso do jardim do eden. nesse tempo so existia os 4- no mundo. quando foi expulso ele conheceu uma mulher em outro lugar, como se nao existia ninguem no mundo.? deus falou tmb que matar caim sete vezes sera castigado, quem o mataria a nao ser os seus pais. ne? por favor me respondam.

  52. rogerio says:

    dddddddddddd

  53. rogerio says:

    uma pergunta aos crentes de plantao.apos matar seu irmao, caim foi expulso do jardin do eden. saindo ele para outro lugar. como ele casou e edificou uma cidade, se so existiam eles quatro no mundo.? vcs acham q uma serpente falava.?

  54. Rildo says:

    Zibeon Albquerque Teixeira Júnior. Justamente a que me refiro é o cristianismo, a estória que até hoje nos contam sobre Jesus Cristo. Sua suposta morte em sacrificio ao seu próprio pai – Deus.

  55. Claudinei says:

    Rogerio,vai estudar um pouco ciencias,filosofia,esquece a biblia.
    Tem de ter muito bom senso para interpreta-la,coisa que vc nao tem,ao que me parece.

    Posso estar enganado.

    Duvido

  56. rogerio says:

    claudinei, se vc interpreta tao bem a biblia. ou acha,. como deus fez vista grossa com o assassinato q abraao cometeu. nao houve nenhum castigo para ele pelo contrario.talvez todos nos tenhamos de estudar ciencias , filosofia etc. por q se estudarmos a biblia. certamente chegaremos a conclusao q ela e uma farsa.

  57. Claudinei says:

    Rogerio,vai ler voltaire,santo agostinho,sao tomas de aquino,william lane,e outros tantos que leram a biblia e deram maiores argumentacoes a favor da existencia de Deus que a biblia.

    Voces ateus nao mudam nunca o discurso,tao piores que crente fanatico,quer provar que Deus nao existe vai criar um universo,boa sorte

  58. rogerio says:

    se eu criar um universo, todos vao saber o q eu fazia antes desse acontecido. e deus o q fazia? so lembrando eu nao sou ateu. so q o meu deus e diferente . eu procuro ele na minha mente nao em templos de loucos.q so falam em demonios e entra na mente de senhoras e analfabetos em dezespero.

  59. Elton says:

    Poste aqui, claudinei, as grandes descobertas deles!

  60. Claudinei says:

    Rogerio,dificil acreditar que voce acredita em Deus,se lesse Santo Agostinho saberia que ele respondeu a sua questao sobre o que fazia Deus antes da criacao DESSE universo.O tempo simplesmente nao existia,passou a existir depois que fez se a luz.

    Estranho,mas plausivel,eu particularmente acredito em infinitos universos,no tempo e no espaco,portanto pra mim Deus nao comecou a trabalhar a meros 13,5 bilhoes de anos atras.E eu tambem nao procuro Deus em templos de loucos nao,voce eh que parece obcecado com essa ideia

    Elton,esse caminho que vc segue eh muito facil,religiao nao deve e nem tem competencia pra fazer o papel da ciencia,como diria o grande Einstein,religiao sem ciencia eh cega,ciencia sem religiao eh manca.Cada macaco no seu galho.

    Mas se vc quiser saber de algumas contribuicoes de crentes para a ciencia vai estudar sobre Newton,Pasteur,Kepler,o proprio Einstein,etc etc etc.Todos eles acreditavam em Deus,e olha so o que aprontaram,voce nao acredita,e dai,o que fizeste para o progresso da ciencia,nada.

    Muito facil mesmo sua argumentacao,quanto a Santo Agostinho,Voltaire,Sao tomas de aquino e atualmente Willian Lane,eles fizeram e fazem o favor de mostrar um Deus imprescindivelmente,irredutivelmente necessario para a existencia de tudo o que existe,atraves da logica,claro

    A ciencia faz a mesma coisa,mas voce prefere se fingir de cego,fazer o que

  61. Claudinei says:

    Rogerio,dificil acreditar que voce cre em Deus.

    Eu acho que nem voce nem qualquer outro ateu hipocrita que vive a negar Deus seja capaz de criar sequer uma semente de arroz,imagine um universo,mas se sua desculpa pra dizer que Deus nao criou o universo eh perguntar o que ele fazia da vida antes disso,eu te aconselho novamente a ler os caras citados acima.

    Eu por mim to dando a minima pra isso,mas acho que Deus nao comecou a trabalhar a meros 13,5 bilhoes de anos atras,acredito em infinitos universos,no tempo e no espaco.

    Elton,alguns crentes que fizeram muito pela ciencia respondem pelo nome de Newton,Pasteur,Einstein,queiram voces ou nao,Galileu,Kepler,etc etc etc.
    Voce nao acredita e fez o que pela ciencia,nada.

    Voltaire,Santo Agostinho,Sao tomas de aquino,e atualmente William Lane demonstram atraves de uma logica arrasadora,o quao imprescindivel e irredutivelmente necessario Deus eh para exista ALGUMA COISA,logico que aquele ridiculo do Dawkins ainda tenta mostrar que eles estam errados.Mas nem voces botam muita fe nele

  62. Claudinei says:

    O Mori me ajuda responder os meninos ai,po!

  63. Claudinei says:

    Valeu mori

  64. Sirlene says:

    O cristianismo nos afirma que há um homem invisível, que vive no céu e vigia tudo o que fazemos, o tempo todo. O homem invisível tem uma lista de 10 coisas que ele não quer que a gente faça. Se você fizer qualquer uma dessas coisas, o homem invisível tem um lugar especial, cheio de fogo, fumaça, sofrimento, tortura e angústia onde ele vai lhe mandar viver, queimando, sofrendo, sufocando, gritando e chorando para todo o sempre. Mas ele ama você!
    A idéia de um Ente supremo que cria um mundo no qual uma criatura deve comer outra para sobreviver e, então, proclama uma lei dizendo “Não Matarás” é tão monstruosamente absurda que não consigo entender como a humanidade a tem aceito por tanto tempo.
    Não sou uma ateia total, todos os dias tento encontrar um sinal de Deus, mas infelizmente não o encontro.
    A necessidade que as pessoas religiosas têm de proclamar sua crença com tanta frequência e tão alto é em si mesmo um sinal de dúvida. Elas tentam sufocá-la através da repetição e dos decibéis.
    A Igreja vive da certeza de que os fatos revelados pelas pesquisas modernas sobre Jesus não são de conhecimento público.
    Se Deus existisse, a fé se tornaria desnecessária e todas as religiões entrariam em colapso.
    Aqueles que proclamam sua fé com orgulho em geral têm medo ou preguiça de procurar a verdade.
    “Fé é render-se à ignorância e chamá-la de deus, significa não querer saber o que é a verdade é não admitir a racionalidade.”

  65. ALEXANDRE MARCOS DE PAULA says:

    Sirlene, você diz que passa a vida tentando encontrar um sinal de Deus…mas não encontra. Sabe o que é isso querida? É um vazio enorme dentro do seu peito… um vazio do tamanho do mundo. Só Jesus Cristo pode preencher. Você procura respostas em todos os lugares e não encontra. Então pensa que Deus não existe. Mas ele existe e é Deus vivo. E ele é do tamanho exato do buraco no meio do seu peito.
    “Ele diz: buscai e achareis, batei e ser-vos-á aberto, e eu entrarei e cearei contigo… e você comigo. Mas você tem que dar espaço em sua vida para Deus tabernacular em vós… senão nada feito. Como você vai achar algo… se você não procura… Jesus te ama filha. Acredite

  66. Anderson Moura says:

    Jeusus slava…. toca pra Marcos que amortece desvia pra Judas que chuta e é gooooooollllllll.

  67. Sirlene says:

    Alexandre Querido! Você está enganado quando diz que dentro do meu peito está vazio, porque não está! Muito pelo contrário, está cheio de sabedoria! Só os verdadeiros sábios conhecem e aceitam a verdade com a maior naturalidade, enquanto que os religiosos se acovardam e se escondem num Deus imaginário só por temerem sua finitude. O religioso tem mania de dizer que a vida dos ateus é vazia, sem sentido, mas os maiores exemplos que temos de pessoas com depressão, síndrome do pânico, ataques suicidas é de pessoas religiosas. Onde está o Deus destas pessoas?…..Enquanto que o ateu quer mesmo é ser feliz e tirar todo o proveito desta vida, enquanto ele a tem, e ninguém precisa de Deus para fazer isto!

  68. Sirlene says:

    Alexandre me explica uma coisa…. quer dizer que para os religiosos o sentido da vida está num ser imaginário, invisível; e que o seu peito está cheio de amor por um ser patético desfigurado numa cruz, que mais assusta as crianças e nos dá um sentimento de repulsa do que qualquer outra coisa. Que triste deve ser a vida de vocês! Para nós que não vivemos presos na maior superstição que o próprio homem inventou, vivemos felizes e satisfeitos com a vida que temos, que graças a naturaza nos proporcionou, não despediçamos nosso amor para doá-los a seres imaginários, amamos nossa família, nossos filhos, nossos amigos e tudo que há de belo na vida, ajudamos também a quem precisa, sim praticamos a caridade, a verdadeira caridade, porque a caridade em nome de Deus não é caridade é “interesse” para que Deus depois lhe dê uma recompensa. Só acho o seguinte, o religioso não tem moral para falar do “Ateu”, ele nem sabe direito o que significa isto! O verdadeiro ateu é geralmente uma pessoa intelectualmente muito desenvolvida, uma pessoa que lê, estuda, pesquisa, uma pessoa de mente aberta e que usa o bom senso e razão para enxergar as coisas, diferente do religioso que não precisa nada disto, basta fechar os olhos e acreditar, como já dizia Voltaire “Fé é render-se à ignorância e chamá-la de deus.” Quer um conselho? Leia mais.., Há tanta literatura boa para ser lida dos grandes gênios e sábios do nosso tempo, não se prenda num livro arcaico escrito a mais de 2000 anos, sem autor, baseados nas cópias, das cópias, das cópias…. e infinitas cópias de escrituras encontradas, você como religioso deve saber, que não existe um documento original da bíblia, somente cópias de centenas mãos, e comprovadamente alteradas, como podemos confiar neste livro. É possível que Deus tenha dado a sua igreja livros que lhe serviam de regra e que tenha, ao mesmo tempo, permitido que os originais desses livros se perdessem. Que Deus mais relapso não! É por isso meu caro que lhe digo! “Deus provavelmente não existe. Agora, pare de se preocupar e aproveite a vida.” – Esta frase é um slogan de propaganda utilizado na Inglaterra em ônibus de transporte público.

    Agora….. Se Jesus me Ama eu não sei! Pelo menos ele nunca apareceu na minha frente para me dizer isto. Ao passo que… as pessoas que me cercam e que são importantes para mim, disto eu tenho certeza, assim com também são muito amadas por mim.

    Só mais uma coisa, não gaste suas energias para tentar me convencer de que ele existe, deixe que ele mesmo se encarregue disto! Com tanto poder isto não lhe custará nada, e se ele o fizer, você será o primeiro a saber. Prometo!

  69. ALEXANDRE MARCOS DE PAULA says:

    Ok. Sirlene. Só tem uma coisa. Não sou religioso como vocÊ pensa. Sou autodidata, sem exaltações. Apenas encontrei um sentido real e verdadeiro para minha vida. Pode ter certeza, que Deus lhe mostrará o seu poder, você o verá pelo desafio que fez, Mas quando ele lhe mostrar não resista, renda-se a ele, pois naquele dia… o dia do julgamento final… toda joelho se dobrará e toda a lingua confessará que Jesus Cristo é o Senhor…mas vai ser tarde… terão que confessar e em seguida serão lançados no lago de fogo e enxofre e muita….muita..dor e ranger de dentes. Não permita que isso realmente aconteça contigo, pois está escrito.

  70. Rivaldo Guedes Cavalcanti - R.Calva says:

    Dona Sirlene, muito bonito, na objetividade e bom raciocínio, tudo o que disse acima. Parabéns. Também estou por aqui há bastante tempo! (V. “TENHO FÉ” – um pouco acima: 07 de fevereiro de 2009)Continue. Estamos presentes, dando-lhe apoio e aos outros ateus, sempre! … nesta correntes maravilhosa, combatendo tanta “esperteza” dos oportunistas sobre os pobres “crentes”. Universal do Reino de Deus, a praga maior! A propósito, veja que eles passam longe da Noroega – (1º lugar no IDH recente) e uns dez paises seguintes. Um dia chegaremos lá!!! Bom dia. Rivaldo

  71. Rivaldo Guedes Cavalcanati - R.Calva says:

    Em tempo: Leia-se NORUEGA em lugar de Noroega, na mensagem acima. Obrigado pela compreesão. Viva todos os ateus, honens livres,
    deste nosso Brasil. R.Calva

  72. SIRLENE says:

    Olá Alexandre Marcos, acho que você se confundiu um pouquinho, eu não sou religiosa, apenas acredito na “Inexistência de Deus” e isso não é religião, isso é “Liberdade e Sabedoria”, agora se você encontrou um sentido para sua vida num ser invisível, que bom para você! Porque os sentidos da minha vida são reais e concretos, que bom para mim! Agora quanto ao fato de eu ir para o inferno e você para o céu, de certa forma me deixa feliz, por não estarmos indo para o mesmo lugar.

  73. zibeon Albuqueque teixeira junior says:

    Rildo, desculpe se o compreendi de forma equivocada, mas, se me permite, procure entender a história essencial de Jesus e a Sua importância para nossa maneira de viver e pensar no mundo ocidental. Afirmo que é impossível negar que estamos todos “contaminados” de mensagens cristãs e suas conotações pacifistas,o que nos faz muito bem.Tenho certeza que a Bíblia esconde e cria muitas versões, mas se temos senso crítico,podemos extrair e resgatar a energia benéfica que Cristo possuía. É um livro para ser intepretado .com a razão, mas, sem prescindir, fundamentalmente da sensibilidade. Não esqueça Jesus enfrentou uma geração de altas castas Judaicas, a Bíblia,várias.

  74. zibeon albuquerque teixeira júnior says:

    Sirlene, o fato de acreditar na inexistência não a faz sábia. Eu tenho certeza que acreditar numa só verdade ou inverdade é uma maneira obtusa de encarar a vida. Não pense que sou devoto de alguma religião, apenas prefiro manter meus sentidos alertas (é o mínimo que posso fazer para manter saudável meu senso crítico).

  75. zibeon albuquerque teixeira júnior says:

    Sirlene, se vc deseja defender o ateísmo combatendo as versões bíblicas da existência de Deus, acredito que terá grande sucesso.Só não confunda! a Bíblia é apenas uma versão, combatê-la chega a ser tarefa fácil, mas a abragência de Deus é bem maior que um livro ou várias versões deste,os fundamentos de sua possível inexistência também. Não perca tempo combatendo argumentos simplistas, frágeis e ultrapassados.

  76. Sirlene says:

    Zibeon, você pode ser mais claro por favor quando se refere a abrangência de Deus, até onde eu sei a humanidade só conheceu Deus através da escrita, por meio deste livro pernicioso e infame, e como você mesmo diz derrotá-lo é muito fácil, pois ele não se sustenta em nada, por isso quando este livro cair e deixar de ser referência para a existência de deus, deus também cairá com ele, porque não terá onde mais se sustentar. Também não me considero sábia, apenas mantenho uma mente aberta para novas idéias e procuro sempre ampliar meus conhecimentos, sábia é a nossa ciência que conseguiu se libertar da paralisante ameaça da religião, violar os editos bíblicos proporcionando desde então enorme progresso para a humanidade com incalculáveis benefícios a vida humana, o que ciência fez pela humanidade em apenas dois séculos é insuperável perto do que fez a religião em milhares de anos que apenas atravancou o progresso e o desenvolvimento intelectual do homem. Por isso é nosso dever fazer de tudo que esteja ao nosso alcance para cessar a desmoralizante e paralisante influência deste livro sobre a vida das pessoas, foi estabelecido por evidências verificáveis que a religião embrutece o cérebro e é um grande obstáculo no caminho do progresso intelectual. Se não quisermos parar as rodas do progresso; se não quisermos voltar à Idade das Trevas; se não quisermos voltar a viver sob uma tirania – então devemos proteger nossa liberdade e não permitir que a Igreja tome o controle de nossa mente. Um conselho para você, “Seja corajoso o suficiente para viver e corajoso o suficiente para morrer, sabendo que, quando a hora derradeira chegar, você fez o melhor que pôde e que o mundo é um lugar melhor porque você viveu.”

  77. zibeon Albuquerque says:

    Sirlene, procure entender, ao longo de nossa existência, já percebemos o mundo de várias formas, baseados nessas percepções, formamos convicções que viabilizaram nossa vida no planeta,no início, em pequenos grupos,depois grandes coletividades e,hoje,somos uma grande massa. Porém,as mesmas nos levaram,sucessivamente, a grandes infortúnios,a cada nova descoberta,o consenso anterior é abandonado, é uma tendência inevitável, assim como os afastamentos das galáxias. Nosso entendimento da realidade vem antes,muito antes, de podermos traduzir em linguagem humana,pelas suas limitações conceituais, nesse mesmo sentido temos os estímulos sensoriais, que precisam ser compreendidos por nós mesmos,decodificados, afinal,tudo que tocamos,vemos, cheiramos, sentimentos são processos cerebrais em contínua evolução.Desculpe, mas vc,inconscientemente, está medindo apenas suas limitadas percepções, “passeando” dentro do seu próprio mundo sensorial e cognitivo quando tenta dimensionar o conceito abstrato da existência ou não de Deus,lembre-se,cruzar oceanos já foi uma abstração,entre outras intuições que,mais tarde,confirmaram sua viabilidade.Quando penso na possibilidade de algo ter planejado a existência da matéria, e esta, transformar-se em tudo que nos cerca,inclusive, nós, percebo-o intuitivamente, tento transceder todos os interesses humanos que nossa inteligência e nosso “estômago” é capaz de forjar,nesse propósito, não tento combater correntes ideológicas, científicas,religiosas, não há sectarismo nenhum embutido em meu questionamento.A propósito, aceito o fim da minha existência, juntamente com minha individualidade, a morte, concebida como não existência, é muito familiar, todos nós,como indivíduos, passamos até agora, muito mais tempo inexistindo que “vivendo”,e não tenho nenhuma lembrança ruim da época de Colombo, portanto,aceito o que voce chama de morte,tranquilamente,pode ter certeza disso. Quanto a necessidade de combater a religião para fazer progredir a ciência,concordo, apesar de entender que em todo combate,em ambos os lados,há falta de respeito pela liberdade de pensamento do oponente, mas a ciência já teve grandes vitórias,temos a bomba atômica como grande exemplo. Finalmente,quero dizer a você que intuo que Deus,se existir,provavelmente, está completamente indiferente ao resultado dessa guerra ideológica,portanto eu O deixo fora disso,tente fazer o mesmo, é o meu conselho.

  78. zibeon says:

    Leia-se,transcender.

  79. Zibeon Albquerque says:

    Sirlene, quero especialmente falar sobre a abragência e a sustentabilidade da ideia de em Ser Supremo. Na minha intuição,Deus abrange esses 97% da capacidade cerebral que ainda não desenvolvemos, no sentido real da existência, na motivação e no destino indecifrável de tudo. Para onde caminhamos? Por que estamos aqui? Somos partículas de uma estrela, brilhamos aos olhos do universo, e nessa perspectica somos uma coisa só, mesmo insignificantes possuimos uma capacidade cognitiva de longo alcance, se considerarmos que nosso horizonte visual é de apenas 111 quilômetros. Nossa veia filosófica nos conduziu a desenvolver hipotéses,teorias e registrar toda uma sequencia de acontecimentos desde invenção da escrita, desde lá,temos nos esforçado para transcrever tudo que percebemos do mundo,esse processo é essencialmente humano,permeado de fraquezas, interesses, limitações, etc,até agora foram várias tentativas de se chegar a uma compreensão consistente do que é a existência, como funciona, e qual a melhor maneira de conduzi-la, a própria escrita é fruto desse esforço e outras criações que têm,digamos assim,facitado a vida de algumas pessoas aqui no planeta,se considerarmos que muitas comunidades mundiais ainda vivem de maneira primitiva (original). Cientificamente,concluí-se que o universo possui 14 bilhões de anos, isso nos dá uma idéia da extensão dos fatos que aconteceram sem a nossa presença, mergulhando no passado, terreno e cósmico, nosso alcance ainda é muito pequeno,apesar de nos parecer aceitáveis algumas conclusões sobre o funcionamento de alguns processos, nessas explicações, percebemos grandes lacunas; voltando-se para o futuro, percebemos o quanto é incerto nosso destino, infinitas são as possibilibidades,mesmo que tentemos extrair da biblioteca algumas tendências,restará,sempre,uma sensação de insegurança sobre o desenrolar dos acontecimentos daqui para frente. Baseado nesses argumentos,creio que a bíblia será esquecida, nós talvez sejamos descartados,mas a força vital permanecerá, e com ela a sensação confortadora,as vezes, e em muitos momentos perturbadora,de que existe um Ser onipotente,onisciente e onipresente – em linguagem humana,na versão portuguesa desta, DEUS.

  80. zibeon says:

    Sirlene, estou aguardando os seus argumentos: os que sustentam vossa convicção de que Deus não existe.Boa noite!

  81. Zibeon Albuquerque says:

    O Deus que combatemos ou defendemos é, conceitualmente, primitivo. Deus, assim como a ciência, evoluirá em nivel conceitual, então, perceberemos que Ele é a Fonte inesgotável de energia vital – respeitando as mulheres – que Ela é a Emissora originária de ondas cognitivas universais compatíveis de serem capitadas e decodificadas por algumas formas mais desenvolvidas de vida espalhadas pelos universo. Somos conspirações vitais e antenas cognitivas renováveis.

  82. zibeon says:

    leia-se,captadas.

  83. Sirlene says:

    Zibeon, é muito simples chegar a esta conclusão, só precisa de um pouco de Bom Senso e Coragem e entender que as coisas precisam ser explicadas e que Deus não explica nada, felizmente temos a ciência e a filosofia que buscam descobrir as leis da natureza, e tem a virtude adicional de ser verdadeira, nos últimos séculos nos proporcionou conhecimento jamais imagináveis, evidentemente que todo este conhecimento ainda é muito pouco perto da imensidão e do grande mistério que é o cosmo, mas estes poucos conhecimentos já foram o suficiente para nos fazer entender um pouquinho da nossa origem, criando um abismo intransponível entre as religiões e a ciência, pois não conseguimos detectar no universo nenhum sinal ou evidência de uma mente dirigente, portanto seria uma enorme ilusão imaginar que aquilo que a ciência ainda não nos pode dar, podemos encontrá-lo em Deus, isto siguinifica apenas que ainda não desenvolvemos a nossa inteligência o suficiente para atingirmos a compreensão de todas as coisas.
    Zibeon, não sou contra Deus, mas a idéia de um Ente supremo que cria um mundo no qual uma criatura deve comer a outra para sobreviver e, então, proclama uma lei dizendo “Não Matarás” é tão monstruosamente absurda que não consigo entender como a humanidade a tem aceito por tanto tempo. “Vejo o nosso planeta como um enorme banquete, onde todos os convidados comem os pratos e são os pratos”. Agora imaginar que alguém fez isto propositadamente é tão repugnante que prefiro acreditar que este alguém não existe. Não devemos nos curvar diante daquilo que não vemos. Penso o seguinte, se Deus ou qualquer outra forma de Inteligência que governa este mundo existe é que ser obedecido, então ele deve se expressar melhor. Pessoas sensatas vão esperar até que ele diga claramente o que deseja antes de lhe dar atenção.

  84. zibeon says:

    Sirlene, percebo a imensa frustração em que vive alguém que necessita de uma mente superior dirigente falando ao seu ouvido o tempo todo, nosso senso crítico é uma grande ferramenta para transpor, transcender esse obstáculo, o fato de entendermos as consequências de nossos atos é tudo que temos contra os resultados espúrios e nefastos de nossas atitudes diante do mundo em que vivemos,nós, os seres humanos podemos refletir sobre o alcance de nossas ações, e colocá-las na medida certa no sentido de interferir no equilíbrio do todo. Equilíbrio, este é o destino a que seremos conduzidos se alcançarmos desenvolvimento suficiente para entender que só o amor incondicional é capaz de vencer nossas frustrações humanas. Nosso senso crítico nos dá diretrizes, já temos certeza que enquanto não houver respeito pelo semelhante haverá conflitos, enquanto nos dividirmos em grupos,com a intenção de auferir privilégios, sejam eles quais forem, haverá conflitos, temos uma maneira distorcida e limitada de por em pratica esse amor de que vos falo, ainda não estamos habituados, ainda somos,sobremaneira,institivos,o que nos leva a tomar posturas egoístas e autodestrutivas diante das coisas, cuidamos de nossos filhos, e esquecemos dos filhos dos outros semelhantes, incentivamos uma nova geração de desigualdades, perpetuamos a injustiça encarada como a exploração do homem pelo homem. Sei que o Deus transcrito na bíblia não nos conduzirá a isto,o sofrimento,somente ele será capaz de sedimentar o amor entre todos os habitantes do mundo. Quanto ao julgamento que fazemos ao observar um predador que come sua presa, é antropocêntrico, contaminado da idéia de bom e mau, de bem e mal, fico surpreso de encontrar tanto romantismo em alguém com o discurso tão permeado de objetividade. Você disse
    que Deus tem que se expressar melhor, você precisa de algo mais enfático que uma criança nigeriana? que todas as doenças que produzimos? que a poluição de tudo? que a prioridade materialista do funcionamento das colônias humanas? que a destruição das florestas? que as guerras? Tudo isso e muito mais é a maneira que Deus se faz soberano e impõe seus limites, é a forma que Ele nos diz: parem! Você reinvica uma lingua com articulação e sonoridade familar? uma voz que virá dos céus? desculpe,mas não será assim, ela virá, sob a forma de uma bomba ou de uma brisa agradável, isso depende de nós. Acredito que pessoas sensatas são capazes de entender essa,digamos assim,linguagem divina.

  85. zibeon says:

    Sirlene, só quero acrescentar que bom senso (no sentido de senso crítico aguçado) e coragem, são conflitantes no campo analítico.Louvo o senso crítico,tento usá-lo da melhor maneira, através dele encontro respaldo para ser cauteloso quanto ao conjecturar sobre exitência ou não de uma inteligência superior e originária. Quanto à coragem,parece-se um termo demasiado parcial, essa qualidade esclusivamente humana – um animal irracional enfrenta seus perigos por necessidade – nasce impregnada muitas vezes de rancor, de subjetividade, e muitas vezes de precipitação,a mesma,de forma alguma tem alguma contribuição na questão em tela. Podemos considerar que precisamos tê-la para superarmos alguns dogmas religiosos paralisantes,mas,de nada,serve-nos para apoiar qualquer arguição neste tema,que deve ser debatido com bastante lucidez e tranquilidade.Não posso fazer uma afirmação sem lastro,somente para combater o sectarismo,ou para facilitar as coisas para a ciência,isto seria contraproducente para uma abordagem filosófica legítima.

  86. zibeon says:

    leia-se,parece-me.

  87. Sirlene says:

    Zibeon, você está querendo me dizer que toda a desgraça do mundo, todo o sofrimento da humanidade, todas as doenças e guerras são dadas por Deus, na intenção de nos fazer percebermos o seu poder, sinceramente se este “ser” existe a única coisa que ele merece de nós humanos é o nosso desprezo, mas sinceramente não acredito que o homem é um ser depravado, não acredito que há um Deus tirano e nem que há um inferno em que o homem irá sofrer as dores e punições do tormento eterno. Não acredito que devemos tornar-nos tão miseráveis quanto possível aqui na esperança de assegurar alguma felicidade no “além”. Não acredito que a enfermidade é uma punição pelo pecado. Acredito que a enfermidade é uma conseqüência natural dos processos da vida e que são conseqüências inevitáveis do fato de as formas de vida viverem umas às custas das outras, mas é através da compreensão da natureza da enfermidade que o homem tem sido capaz, mesmo que em pequeno grau, se proteger contra a sua própria destruição. O uso da oração para curar doenças foi responsável por epidemias que, em muitas ocasiões, quase exterminaram a raça humana. A oração não tem mais efeito sobre a doença do que tem sobre a saúde, ela simplesmente permite que a doença siga seu curso e aumente o sofrimento da vítima. Não há uma “voz da natureza” para dizer ao homem o que é verdadeiro e o que é falso, nem para alertá-lo sobre os perigos da vida. O homem deve encontrar a verdade ele próprio, e isso apenas após amargas experiências. O universo compartilha as mesmas leis da natureza, as questões de “grande importância” e questões de “pouca relevância” estão no mesmo nível, uma não é “favorecida” em detrimento da outra. É a sobrevivência do mais apto, não do mais desejável. Quando as condições são favoráveis aos animais “selvagens”, eles prosperam matando outras formas de vida, com as quais sobrevivem, e, quando as condições são favoráveis ao homem, ele mata e sobrevive graças às formas de vida que julga existirem somente para seu prazer e benefício. Para a natureza, os germes patogênicos, enquanto formas de vida, são tão importantes quanto as outras formas de vida que “respiram e têm espírito”. Na natureza existe extravagância em todos os graus – desde o completamente ridículo até o monstruosamente assustador. Esta é a prova da ausência de “design”. Quando o homem perceber que não é o “favorito” de Deus, que não foi especialmente criado, que o Universo não foi feito em seu benefício e que ele está sujeito às mesmas leis naturais às quais estão todas as outras formas de vida, então, e apenas então, ele compreenderá que deve colocar em si mesmo, e apenas em si, toda a responsabilidade por quaisquer tipos de benefícios que pretende conquistar; e devotar seu tempo e sua energia para ajudar a si e aos seus semelhantes. Somos os descendentes e os herdeiros de todos os defeitos de nossos ancestrais primitivos, somos o produto de milhões de anos de evolução cega. Enquanto houver injustiça na humanidade; enquanto houver dor e sofrimento; enquanto houver miséria, fome, guerra – a adoração de Deus será uma humilhação desmoralizante. Não há no mundo amor e bondade bastantes para que ainda possamos dá-los a seres imaginários. O homem busca alívio para si e para seus semelhantes das dores e sofrimentos da enfermidade, enquanto que os crentes em Deus estão satisfeitos com o fato de o sofrimento do homem ser ordenado, e assim aceitam a vida e suas adversidades e tribulações como uma punição por estarem vivos. Se toda a energia e saúde desperdiçadas com a religião – em todas as suas variadas formas – tivessem sido gastas para compreender a vida e seus problemas, hoje estaríamos vivendo em condições que pareceriam mais uma utopia. Com o reconhecimento de que tudo acaba com a morte, ninguém deveria conscientemente impedir atos que trariam benefícios, alegria ou felicidade aos outros. Enquanto o homem amar um fantasma no céu mais do que ama seu próximo, nunca haverá paz sobre a Terra; enquanto o homem adorar um tirano como sua “Paternidade Divina”, nunca haverá a “Irmandade dos Homens”. Quando a teologia governava o mundo, o homem era escravo. Os países cujos governos são dominados pela religião e pelas instituições religiosas são os mais atrasados, em contrapartida, os países cujo povo é mais esclarecido e cujos governos baseiam-se em princípios de secularismo – separação da Igreja e do Estado – são os mais progressivos. É muito mais importante aprender como viver do que aprender como rezar. Da minha parte categoricamente não acredito em Deus, mas nada impeça que eu venha acreditar algum dia, desde que alguma entidade me dê alguma evidência verdadeiramente comprovada, mas infelizmente como ninguém conseguiu isto até agora não tenho porque acreditar, o que temos são muitas evidencias no caminho inverso, onde fica claro que provavelmente Deus não existe, e sinceramente não tenho motivos para duvidar da ciência. Não sei se você já estudou o suficiente as religiões e a ciência, isto pode te ajudar muito em suas conclusões, existem obras maravilhosas tanto na ciência como na filosofia que vale muito a pena ler, tenho uma relação de títulos interessantes de autores muito respeitados, se você tiver interesse posso de indicar algum.

  88. zibeon says:

    Sirlene, desculpe se me expressei de maneira pouco literal,mas quiz dizer,ao contrário do que você entendeu, que Deus não interfere em mais nada, que o nosso destino depende de nós, que existem opções, tendências consistentes e sustentáveis que estavam aí antes da nossa existência e ainda estão,e hoje somos capazes de entendê-las. O possível Deus que menciono é responsável por essa disponibilidade infinita e pelas diretrizes viáveis,cabe-nos saber quais são. Penso que vossas crenças elencadas,desculpe, são tão utópicas quanto qualquer um dogma religioso, seu posicionamento é polarizado, omite o caráter instintivo do ser humano entre outras coisas, que vossa visão antropocêntrica e romanticamente humanitária do funcionamento salutar do mundo a faz perder o rumo do cerne da questão,apesar de reconhecer que há pragmatismo positivo,objetividade no seu enfoque,necessários para superar a fase estagnante, alimentada por crenças de influências fetichistas,mas suas conclusões são pendulares,e as vezes paradoxais. Se você tiver tempo, releia o que escrevi,procure os termos pecado, punição, intenções e imposições divinas, vc não os encontrará. Quando uma criança nasce com deficiência congênita pelos efeitos da radiação,quando um ser humano perde uma perna na explosão de uma mina, quando alguém sofre queimaduras de bombas do nepal, quando alguém morre por overdose de cocaína, entre outras diversas doenças existentes pela interferência direta ou indireta da ciência que você tanto venera, percebo que não importa o que conhecemos,mas o que somos capazes de fazer com isso.Acredito em transferência, em permuta, em ação e reação, em todas as regras que estavam aí antes de nós, e mantinham todas as coisas num estado de equilíbrio capaz inclusive de proporcionar nosso surgimento. Acredito que desejo e aptidão nunca se confundiram nas leis naturais, entender isso chama-se aceitação. Quanto aos efeitos das orações, encaradas como o desejo coletivo expresso em sentimentos e palavras, acredito que forjam, inclusive, atitudes coletivas positivas, se considerarmos que também posturas coletivas semelhantes fizeram o ser humano visitar a lua. A vida é representação da vontade, alguém disse isso há muito tempo, procure saber quem foi, verá que filosofia,ciência e religião,trabalham com os mesmos elementos,combinando-os da maneira que acreditam ser mais fiel à realidade, esse processo ainda está acontecendo. Um grande cientista do século passado disse que quanto mais se aprofundava na ciência, mais próximo ficava de Deus, e muitos religiosos combateram dogmas internos da igreja,mas as “muralhas sarcedotais” sufocaram suas existências e suas versões. Acredito que há uma mercenarização nefasta de todas essas forças produtoras de conhecimhecimento, renderam-se ao capital, curvaram-se ao estômago, corromperam-se. Se você acredita que a política de um grande laboratório é, antes, salvar a humanidade que a si mesmo,lamento vossa ingenuidade, se você acredita que a produção literária é imparcial,mesmo as científicas, lamento mais ainda. Você precisa desenvolver um despreendimento superior para transitar livremente nesses três campos do conhecimento humano sem preconceitos,sem reservas, sem recalques. Não me importa o Deus dos religiosos, ou a Soberania da ciência, o que realmente me interessa e se as convicções que elas nos oferecem são capazes de nos tornar mais felizes,mais sensatos coletivamente,e isso, até agora nenhum foi capaz de nos oferecer.Até agora,sinceramente,não sei quem foi mais infeliz na tentativa de melhorar a vida dos seres humanos. Temos uma produção ciêntica elitista e uma sociedade religiosa presa a um passado que lhe é conveniemte. Se a sociedade humana fosse um automóvel, a ciência seria o acelerador, a igreja,o freio, os dois são capazes de salvar e destruir,depende de como os manejamos. Insisto o meu Deus possível situa-se nas possibilidades, não nas escolhas. Quanto às leituras, aceito-as e agradeço, se você tiver novidades para mim, sempre serão bem vindas pode citá-las. Principalmente, se houver alguma que explique a origem das diversas formas de energia que conhecemos.Até hoje,não criamos nenhuma, apenas as usamos, combinamos-as e as permutamos da maneira que as encontramos na natureza. Então, queria saber que energia gerou a contração das partículas, e a posterior explosão que gerou o universo, de onde surgiram essas partículas, que espaço estas percorreram, se este não existia. Ajude-me.

  89. zibeon says:

    leia-se, desprendimento.

  90. Sirlene says:

    Ok Zibeon, o seu discurso é muito bonito, mas cheio de palavras difíceis e incompreensíveis, você está tentando explicar algo que você não sabe por algo que você sabe menos ainda, mas valeu a intenção! Só que infelizmente não me convenceu. Quanto a mim estou muito satisfeita com o nível de compreensão e conhecimento que adquiri sobre o universo e a vida, mantenho a mente sempre aberta para as novas idéias, desde que estas estejam devidamente fundamentadas em fatos observáveis. Em outras épocas já fiz tentativas na busca por Deus, mas o meu bom senso e razão sempre prevaleceram. Concluí que até onde o nosso conhecimento domina podemos afirmar que o Universo não apresenta nenhuma evidência de uma mente dirigente; e caso ele possa realmente existir então é algo ainda incompreensível e indefinível para a raça humana, portanto não temos condições de classificá-lo e muito menos de entendê-lo, talvez seja necessário dezena de milhares de anos de evolução da raça humana para que possamos descrevê-lo com segurança, não fico triste em saber que não farei parte deste grupo, meu desejo é que depois de viver, pretendo ter um longo e feliz descanso debaixo da terra.

  91. zibeon says:

    Obrigado pelo elogio ao meu humilde discurso,são meras conjecturas de alguém de reconhece não ter instrumentos para afirmar categoricamente nada conclusivo a respeito da existência de uma mente criadora e dirigente. Quanto ao fato de minha linguagem ser imcompreensível, discordo, todos os meus argumentos estão ao vosso redor,ou nos livros, procure relê-los, talvez uma segunda leitura, com a mente mais aberta faça você ter outro entendimento. Minha intenção é apenas flexibilizar convicções radicais, é fazer as pessoas perceberem a limitação do “terreno sensorial e cognitivo. A propósito, a primeira citação é de Schopenhauer, e a segunda de Einstein, respectivamente. Ps: A última afirmação diz respeito a teoria do “big bang”, muito aceita no meio científico como explicação do inicio do universo. Feliz estada no planeta, vida longa e saudável (se é que isso é possível), e que seu momento final seja curto, indolor e surprendente, acredito ser a melhor forma de morrer, já que você fala tanto sobre ela.

  92. R.Calva says:

    Como se perde tempo discutindo religião!Há tanta coisa importante para se defender.Como é feliz um povo que lê e se esclarece além dos Testamentos: Linguagens arcáicas, chatas e inoperantes, que não levam a nada além da burrice. Viva os ateus assumidos, e, porisso,desacreditados. Perseguidos como outras aberrações.

  93. zibeon says:

    Sem comentários……

  94. fabio.R.S says:

    hoje em dia sou muito mais feliz por ser ateu acho esse negócio de religião de desse cara que chamam de deus e diabo são coisas inventadas pela sociedade desde o tempo Romano, por isso os ateus são tão discriminados. acredito sim no poder de raciocínio que tem o ser humano e no seu modo de agir em prol da sociedade sem essa coisa de religião, e desse cara que chamam de deus.
    Resumindo o ser humano muita das vezes precisa de algo para se apoiar ou seja uma bengala religiosa. VIVA O ATEISMO VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO SEM RESTRIÇÃO NENHUMA. SOU ATEU COM MUITO ORGULHO. SOU LIVRE.

  95. RICARDO RJ says:

    O ATEÍSMO É UMA OPÇÃO QUE O LIVRE ARBÍTRIO FACULTA A CADA UM,CRER OU NÃO CRER EIS A QUESTÃO.SÓ QUE SER ATEU DE FORMA AGRESSIVA,MENOSPREZANDO TODA E QUALQUER CRENÇA RELIGIOSA,NÃO É ÉTICO.E ESSA POSTURA DE MUITOS ATEUS ACABA SE TRANSFORMANDO NUM FUNDAMENTALISMO IDEOLÓGICO,VAMOS COMBINAR ASSIM:SEJAM ATEUS,MAS RESPEITEM AS IDÉIAS DE QUEM NÃO É,AFINAL,O SOL NASCEU PARA TODOS,CRENTES E ATEUS.

  96. Sirlene says:

    O problema Ricardo não é o Ateu que não respeita a crença dos religiosos, mas sim, os religiosos que não respeitam os Ateus, além de não respeitar têm um preconceito enorme, pois a maioria desconhece profundamente o fundamento do ateísmo, mal sabem eles que para ser Ateu, a pessoa deve ser profundamente esclarecida, voltada aos estudos, leituras e pesquisas científicas, ao passo que para ser religioso o único requisito básico é “ACREDITAR SEM QUESTIONAR”, acreditar nas histórias que os pais contam, que os amigos contam, que os padres e pastores contam e principalmente num livro sem autor, feito a centenas de anos através de cópias de documentos comprovadamente adulteradas. Ser Ateu significa simplesmente usar a Razão e o Bom Senso, e não entendo porque os religiosos vêem isso como algo proibido e imoral.

  97. zibeon says:

    Afirmar que ser religioso é acreditar sem questionar é ser acima de tudo taxativo, é tentar resumir de maneira simplista e obtusa algo de grande complexidade. Talvez menos sonoro seja ouvir que todo ateu é um estudioso,ora, francamente!Basta ler algumas “pérolas” escritas nesse site que é fácil perceber o grau de conhecimento de alguns ateus.

  98. Sirlene says:

    Concordo plenamente, nem todo Ateu é realmente um estudioso, são Ateus por “SIMPLES BOM SENSO!”

  99. Alexandre Marcos de Paula says:

    Enquanto vocês ficam com seus corações endurecidos e com os ouvidos tampados à voz de Deus. Deus está trabalhando. Sua justiça está acontecendo. Vocês estão brincando com coisa seria. Não estão preocupados em abdicar do pecado e estão fugindo da face de Deus. E DEus não está para brincadeira. Veja os acontecimentos recentes. Será que não conseguem enxergar. Acordem… acordem… Jesus está voltando. Arrependei-vos. Quem não Nascer da água e do espirito não poderá entrar no Reino dos Céus.É preciso de uma reconciliação com Deus. É necessário. Voltem seus corações para Deus e ele é bom e misericordioso.

    • Reginaldo says:

      Alexandre, porque o teu Deus não defendeu pelo menos aquele pessoal que morreu soterrado sobre os escombros da IGREJA a qual estavam ORANDO no momento do terremoto no Haiti?

      me diga, tua Igreja tem para Raios, ou já viu alguma que tenha? Se tua resposta é afirmativa, com certeza tu n~confia no teu Deus.

  100. Sirlene says:

    Alexandre acorda você…. Os últimos acontecimentos são só mais uma prova da total inexistência de Deus, ou será que você pensa que o terremoto no Haiti é um castigo enviado por Deus contra os pecadores e incrédulos, se for, seria mais justo se ele enviasse este terremoto para a Europa, onde um terço da população é atéia, porque escolher um país atolado na miséria e sem infra estrutura nenhuma, só o sofrimento que já vivia esta gente antes da tragédia, já era o suficiente para pagar os pecados de toda a nação, porque enviar mais?….É assim que ele quer chamar a atenção dos humanos?…. Será que ele não tem uma forma mais digna e mais humana para fazer isto?…. Um Deus capaz de matar milhares de inocentes e causar enorme sofrimento a um país inteiro, somente para chamar a atenção, não é digno de ser chamado de Deus!

  101. zibeon says:

    Ok,já que,de acordo com algumas opiniões, ser ateu trata-se de “bom senso”. Vamos recorrer à lógica para analisar se tal hipótese é correta, nesse caso temos um pequeno primeiro obstáculo: Entender o significado da expressão “bom senso”. Senso,no dicionário,significa faculdade de sentir, de julgar. O que seria um bom julgamento de crença (ou descrença)? Quanta subjetividade há quando agregamos ao sm,senso, um adjetivo. Quando afirmo que não crer é bom, estou fazendo um juízo sobre o juízo, ora, julgando o julgamento. Se encarado como sentido, é incabível sentir bom ou sentir mau, ou sentimos ou não.O certo é que nada podemos afirmar sobre o assunto em questão sem recorrermos a nossos limitados sensores que nos conduzem,evidentemente, a uma limitada cognição universal. A descrença é muitas vezes desistir de pensar.

  102. zibeon says:

    Desculpe, mas é engraçado alguém dizer que Deus mandou um terremoto para tal lugar.Essa noção primitiva é realmente parcial e ingênua. Mas podemos afirmar que se não fosse a ação predatória e egoísta do ser humano, esse povo nem estaria lá. Essa catástrofe é um desfecho terrível de uma história de exploração,escravidão e abandono.Ressaltamos que temos tecnologia para evitar,ou pelo menos atenuar os efeitos desse fenômeno. Adquirimos esse conhecimento,porque nascemos habilitados para isso,nosso discernimento sabe muito bem o que fazer para isso não acontecer,mas ainda não percebemos que cuidar de si é cuidar do outro.

  103. Alexandre Marcos de paula says:

    Sabe o que acontece. Vocês não leêm a Biblia. Porque se procurassem examinar as escrituras iriaam achar lá que Deus sempre castigou os povos idolatras e descrentes.De Genesis a Apocalipse Deus trata com o povo com mão pesada. Esse povo do Haiti não tem nada de inocente e coitadinhos não. Praticantes e Vodu e Magia Negra. Só querem o mal. Procuram as coisas do mal, sacrificios de crianças e coisas do genero que Deus odeia… Vocês acham que Deus vai ter dó porque são miseráveis Sirlene. São miseraveis porque plantam o que colhem. A Justiça de Deus está acima dessas coisas. Quanto ao Zibeon ter achado engraçado o que eu disse, só tenho pesar, vou orar a Deus que ele compreenda, pois parace ser boa gente. Porém é necessario que entendamos a justiça de Deus na sua plenitude. Sirlene, se concderte minha filha, ainda dá tempo. DEixe Jesus Cristo vivificar você. Ele quer entrar e fazer morada em seu coração. Ele vai te fazer feliz. Ame-o, Ame-o. Esse Deus que eu prego ele é vivo… vivo… vivo…. cheio de amor pra dar querida. OLha estou dizendo isso porque para Deus uma alma vale m ais quem o mundo inteiro. Que Jesus Cristo possa morar com vocês

  104. zibeon says:

    Alexandre, respeito vossa opinião, digo mais,pode parecer paradoxal,mas acredito sim que há uma energia original, fonte de vitalidade e cognição universal, mas vou ser franco, discordo de tudo que vc afirmou. Agradeço,mas dispenso vossas orações a esse Deus bíblico, humano e vingativo. Sei que não vou conseguir explicar a vc o que significa o Deus em que acredito, mas posso lhe afirmar que Ele só atua no campo da disponibilidade,não das escolhas,estas cabem a nós. Por exemplo, o povo Haitiano é formado de descendentes de seres humanos que foram aprisionados por seus semelhantes, muitas vezes, em guerras tribais. Nosso ascendentes europeus, mantiveram-nos presos e os trouxeram para as américas “sem alma”, para servirem de mão-de-obra escrava. Esses mesmos europeus divulgaram e deram credibilidade à versão de Deus que vc prega e venera. Veja só, se o vaticano abrisse mão de parte dos saques históricos que usaram para comprar ações da Coca-cola, da Fiat, entres outras atividades exclusivamente comerciais,talvez pudessem resolver o problema da miséria no Brasil,onde não há prática tradicional de feitiçaria, tenho certeza que ainda sobraria dinheiro para salvar e converter o povo do haiti,vc não concorda? Talvez seja conveniente para a igreja o mundo produzir distorções cruéis como a do Haiti,para, a posteriori, sair nas fotos dos jornais internacionais como um grupo altruísta patrocinador da caridade humana.

  105. Sirlene says:

    Alexandre, tenho pena de você, acho que você precisa de ajuda psicológica.
    Cuidado! Ler demais a bíblia pode ser prejudicial a saúde mental.

  106. Alexandre Marcos de Paula says:

    Ok, Zibeon, concordo em gênero, numero e grau coma questão financeira corrupta da igreja. Sistema que escraviza, subordina e mata pessoas pelo mundo a fora. Mas não falei disso contigo. Não sigo e nunca segui placa de igreja. Não acredito que religião nenhuma salve ninguem. Falei sim de um Deus vivo. Um Deus de Justiça e da sua palavra, que pe poderosa para discernir mentes e corações, e do Amor incondicional que Jesus tem por vocês. Quanto a questão da justiça divina, isso sim, divergimos bastante. Deus é justo. Deus é bom. DEus não aceita adorações a outros Deuses, macumbaria, vodu, magia negra e coisas do genero. E não me venha alegar pobreza ou miseria quanto a isso não que não cola. Deus não tem ninguem por inocente.

  107. zibeon says:

    Caro alexandre,imitando o poeta: “tudo vale a pena se alma não é pequena”. Percebo boas intenções em vc, mas delas o inferno está repleto. Vossa energia é grande,mas precisa ser lapidada, estude a história das civilizações, procure enterder a lógica das ciências naturais e exatas. Somente a partir daí, leia a bíblia,ou releia, extraia suas referências históricas, mas nunca se afaste do senso crítico – isso somente é possível se vc for capaz de situá-la no contexto em que foi escrita e composta,isso somente é possível com uma leitura profícua e diversificada de todos campos do conh. A Biblia não está sozinha no mundo, ela mesma é uma versão ampliada do Torá. Entenda: há mais na Igreja da bíblia do que vc possa imaginar. Esta é o suporte ideólogico de todas as igrejas que existem pelo mundo.Vc acha que sua interpretação desta é original, mas é um engano insanável. DEUS não é bondoso, maldoso, vingativo etc. Elé apenas é. Um leão quando herda a prole de outro – isso é resolvido através de um combate,em que o mais jovem e mais forte vence o mais velho e debilitado – mata todos os filhotes pertencentes ao deposto. Parece cruel e desnecessário aos olhos humanos, mas pense bem…quem determina que ele faça isso? Quem impõe que ele,a partir daquele ponto faça pravalecer a sua genética? Se vc for capaz de responder essa pergunta,perceberá que DEUS estabelece diretrizes, mas fica fora dos detalhes de execução. Cada espécie tem,adisposição infinitas possibilidades de manter sua existência, aí vale a regra de quem faz as melhores escolhas.Fomos,como espécie,ameados de extinção, fomos vítimas da ação predatória de outras espécies – leia sobre o tigre dente de sabre -mas prevalecemos diante das outras,hoje,somente somos predadores de nós mesmos. Para chegar a conclúsão de que nós só alcançaremos a paz quando cuidarmos de tudo que nos,sobremaneira, o semelhante, seja ele preto, branco, mulato, católico, ateu,cético,ubandista, hindú, maometano,judeu etc,pode ter certeza que continuaremos sofrendo. Exercite respeitar a opinião do outro, se discordar,procure convencer sem ofender, sem agredir, se não conseguir convencê-lo, seja capaz de perceber que talvez seja vc que esteja equivocado, seja humilde. Espero que vossa energia espiritual evolua e a de todos que buscam respostas aos mistérios desse mundo.

  108. zibeon says:

    Caro alexandre,imitando o poeta: “tudo vale a pena se alma não é pequena”. Percebo boas intenções em vc, mas delas o inferno está repleto. Vossa energia é grande,mas precisa ser lapidada, estude a história das civilizações, procure enterder a lógica das ciências naturais e exatas. Somente a partir daí, leia a bíblia,ou releia, extraia suas referências históricas, mas nunca se afaste do senso crítico – isso somente é possível se vc for capaz de situá-la no contexto em que foi escrita e composta,isso somente é possível com uma leitura profícua e diversificada de todos campos do conhecimento. A Biblia não está sozinha no mundo, ela mesma é uma versão ampliada do Torá. Entenda: há mais na Igreja da bíblia do que vc possa imaginar. Esta é o suporte ideólogico de todas as igrejas que existem pelo mundo.Vc acha que sua interpretação desta é original, mas é um engano insanável. DEUS não é bondoso, maldoso, vingativo etc. Elé apenas é. Um leão quando herda a prole de outro – isso é resolvido através de um combate,em que o mais jovem e mais forte vence o mais velho e debilitado – mata todos os filhotes pertencentes ao deposto. Parece cruel e desnecessário aos olhos humanos, mas pense bem…quem determina que ele faça isso? Quem impõe que ele,a partir daquele ponto faça pravalecer a sua genética? Se vc for capaz de responder essa pergunta,perceberá que DEUS estabelece diretrizes, mas fica fora dos detalhes de execução. Cada espécie tem,a disposição infinitas possibilidades de manter sua existência, aí vale a regra de quem faz as melhores escolhas.Fomos,como espécie,ameados de extinção, fomos vítimas da ação predatória de outras espécies – leia sobre o tigre dente de sabre -mas prevalecemos diante das outras,hoje,somente somos predadores de nós mesmos. Para chegar a conclusão de que nós só alcançaremos a paz quando cuidarmos de tudo que nos cerca,sobremaneira, o semelhante, seja ele preto, branco, mulato, católico, ateu,cético,ubandista, hindú, maometano,judeu etc,pode ter certeza que continuaremos sofrendo. Exercite respeitar a opinião do outro, se discordar,procure convencer sem ofender, sem agredir, se não conseguir convencê-lo, seja capaz de perceber que talvez seja vc que esteja equivocado, seja humilde. Espero que vossa energia espiritual evolua e a de todos que buscam respostas aos mistérios desse mundo.

  109. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Senhor Ricardo RJ
    Ser ateu, meu caro, é, literalmente, não crer em nada que não se toca, mas inteligente e rasoável o suficiente para respeitar o espaço dos que creem, sempre que houver recíproca, é claro. Uma pequena diferença: Quem crer vai para o céu e só os ateus vão para debaixo do chão.SIMPLES!!!

  110. zibeon says:

    Meu caro, vc quiz dizer RAZOAVEL (com Z e sem acento).Só mais uma coisa, o correto seria vc ter escrito: Quem crê vai para….Se é para ir para algum lugar ou não ir, aconselho que fique ou vá, mas seja onde for, chegue escrevendo corretamente.
    PS: Quanto ao mérito, sem comentários…..

  111. zibeon says:

    Boa noite a todos, estou mais uma vez visitando este site, porque acho válido o assunto,porém há algo que me incomoda há algum tempo: a afirmação de que um país laico é, indicio de um país desenvolvido. Importante frisar que a laicidade veio depois,muito depois da hegemonoia do Estado teocrático,este sofria uma influência determinante da religião na política e no destino dos povos. O laicismo veio para separar Estado e Religião, sem, necessariamente, optar por uma visão ateísta do Universo. Podemos afirmar,inclusive,que o desenvolvimento econômico e de qualidade de vida de alguns países está relacionada a visão luterana do cristianismo que, em algumas versões, não via no acúmulo de riqueza um pecado capital.

  112. zibeon says:

    leia-se: 1) hegemonia; 2)estão relacionados.

  113. R.Calva says:

    Boa-noite Ateus do Brasil. RC

  114. jorge luis luz de queiroz says:

    Há um provérbio chinês que diz “Pensar dói”
    Infelizmente, muitas pessoas preferem até
    mesmo morrer a pensar e, consequentemente,
    só comem prato-feito. Não questionam nada,
    pois sabem tudo. Repetem o que os outros di
    zem sem usar o lógico, o racioanal. Pior, a
    única fonte de referência é o livro das verdades “verdadeiras”, que afirma ter a
    terra 5.571 anos. Isso é um acinte à menta
    lidade humana. Parabéns Zibeon, porém o
    mérito dessa visão pertence ao calvinismo.

  115. zibeon says:

    Caro Jorge, aconselho vc a pesquisar sobre Calvismo. Obrigado.

  116. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Seu ZIBEON,
    Liga não seu ZI, um S zinho ou um acentinho a mais, ou a menos, não modifica o que v. já sabe a nosso respeito: Não somos burros para crermos em bobagens. A propósito: Vá ao inferno e traga uma brasinha para acender minha churraqueirar ou ao céu e traga uma anjinha como dama de companhia. Aí sim, etarei contigo e com a tua “FÉ”. RC

  117. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    “O cristianismo nos afirma que há um homem invisível, que vive no céu e vigia tudo o que fazemos, o tempo todo. O homem invisível tem uma lista de 10 coisas que ele não quer que a gente faça. Se você fizer qualquer uma dessas coisas, o homem invisível tem um lugar especial, cheio de fogo, fumaça, sofrimento, tortura e angústia onde ele vai lhe mandar viver, queimando, sofrendo, sufocando, gritando e chorando para todo o sempre. Mas ele ama você!” R.Calva

  118. zibeon says:

    Aqui a comunicação é escrita caro Rivaldo, nesse campo da linguagem, um “essezinho”, a mais ou a menos, faz bastante diferença, portanto, releio e corrijo, não me envergonho, o erro é obstáculo exclusivo de quem percorre esse mundo pensando. Faço isso por respeito às pessoas que entendem a importância entre certo e errado, aliás esse princípio serve a todas as discussões, ideológicas ou não. Sem auto-crítica, meu caro, sem cultura, sem noção, fica difícil livrar-se dos
    clichês, do medíocre, do lugar comum.

  119. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Meu caro Zibeon: Dá para se notar que você é um cara culto e inteligente. Junte-se a nós, portanto! Ser-nos-á muito útil. Gostei de tudo que você escreveu!… Não faria igual! Perdoe-me palos “ESSES” e pelos “ZES”,(é assim que se escreva mais de um “Z”?) desgovernados, tadinhos: “clichês, do medíocre, do lugar comum”. Fica em paz e continue lendo a bíblia.

  120. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    JÁ ASSISTI A UM ASSALTO A MÃO ARMADA, EM PARÍS, EM PLENO DIA: AFRICANOS COLONIZADOS. QUESTÃO DE ORIGEM, COLONIZAÇÃO E RELIGIÃO TAMBÉM.
    Também vejamos:
    Noruega, Islândia, Canadá, Suécia, Suíça, Bélgica, Japão, Alemanha, Holanda, Dinamarca e Reino Unido estão entre as sociedades menos religiosas da Terra. (note que a França, tá fora).
    De acordo com o Relatório do Desenvolvimento Humano das Nações Unidas (2005), essas sociedades também são as mais saudáveis, segundo os indicadores da expectativa de vida, alfabetização, renda per capta, nível educacional, igualdade entre os sexos, taxa de homicídio e mortalidade infantil.
    Teremos espaço neste clube um dia,sem Deus!

  121. GLADSTON says:

    Eu considero esse tipo de discussão algo sem sentido. Deus não existe e ponto final. Agora, tem pessoas acreditam que um ser mágico apareceu do nada e fez tudo. Não foi deus quem criou o ser humano mas o humano quem inventou Deus. por mais sem sentido que essa idéia me pareça eu digo: ok, tudo bem! odeio bate-boca com os religiosos, agora porque que um religioso não pode dizer ok, tudo bem também e convivermos harmoniosamente independente do posicionamento ideológico?

  122. Zibeon says:

    Rivaldo,vc tb é uma pessoa inteligente, descanse um pouco,talvez esteja viajando muito.(Ps: Os africanos colonizados estavam nas colônias, ainda há negros colonizados nas américas, a França é dos poucos países que mantém esse absurdo .A propósito, podem ter sido franceses da Guiana que vc viu no aludido assalto, são departamentalizados,visto que tal território é um departamento ultramarino. Mas isso não importa pra vc, afinal, se todos os esses são iguais, imagina todos os negros, não é assim que vc pensa? Mas não os condene,estavam apenas recuperando o que lhes saquearam.

    Continue viajando!

  123. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Vamos dar força ao movimento nacional contra a discriminação dos ateus no Brasil. Vamos dizer ao Datena que existimos e que ele e a sua emissora têm sim que responder por atacar os ateus.
    Quem puder ajudem e divulguem. Chega de submissão e de religiões burras.

    CC 4378-8 da agência 3572-6 do Banco do Brasil, em nome da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, CNPJ 10.480.171/0001-19.

  124. Zibeon says:

    Rivaldo, não perca vosso tempo, ateus são por excelência descrentes. Concordo com você que a atitude do referido comunicador é reprovável, absurda, mas ninguém acreditaria que fariam correto uso desses recursos, ainda que sejam as melhores intenções. Seja realista!

  125. Zibeon says:

    Por que não me calo senhor e deixo tudo acontecer simplesmente?
    Por que me cravaste no peito o vil incômodo de sentir a dor alheia?
    Razão e pensamento! saque-os com um corte, quero ser indiferente.
    Sinto-me preso no mundo das idéias, sinto-me só, preso numa teia.

    Faz-me viver dos prazeres efêmeros, quero gargalhar uma desgraça.
    Ensina-me a sorrir da injustiça, cuspir nas atrocidades deste mundo
    Assim terei a paz e sabes disso, então me liberta que o tempo passa
    Logo serei velho e o que ganhas com isso? Um troféu nauseabundo?

    Flertei com os canalhas, feri princípios, o que reservas senhor a mim?
    Uma vida de lembranças enraizadas, o autoflagelo é a minha prece?
    Faz-me Interessar futilidades, saborear os frutos proibidos do jardim!
    Seja lá o que quiseste, fujo! Considerando que função e fim houvesse.

    Se não me calas, calo a mim, acorrentado estou ao imaginário reino seu,
    À versão de um eterno paraíso que apaziguará os conflitos de uma vez!
    Sou as convicções, nelas me tornei, mulçumano não me sinto, nem ateu.

    Difícil reconhecer tal heresia, mas o cristianismo para mim é uma lenda
    Hospedarás muçulmano, hindu, cristão e judeu? Isso é pura insensatez!
    Não sei o que intentas e qual o real objetivo, deixa-me fora e entenda!

    Zibeon Albuquerque

  126. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    A “BOA-FÉ”

    Cretinos são esses padres e pastores. Embusteiros, nacionais e importados.
    VEJAMOS: – “Qual a sua profissão?” – perguntei certa vez a um pastor evangélico o que ele fazia. Com um ar de superioridade, mas pouca dignidade, firmado sobre uma aparência ilusória, respondeu-me: “Vivo arrebanhando ovelhinhas para o reino do Senhor”. Com indignação, mas com boa dose de sarcasmo, sugeri ao finório: – “não quer por um bode velho no meio dessas ovelhinhas?”
    Obscenos! Vendedores de ingressos pro céu. Céu da sua medíocre imaginação. Inferno também só nas cabeças de vocês!
    Enganadores! Bíblia que nada. São 66 livros, 1189 capítulos, 31.173 versículos e mais de 773.000 palavras. Escritos há milhares de anos, em hebraico, aramaico e grego, até chegar aos nossos dias, passando por várias gerações de povos ignorantes e atrasados, próprios das suas épocas e civilizações.

    Pela complexidade do seu conteúdo, diversidade de interpretação e precariedades dos meios reprodutivos existentes às épocas, como pedras, peles de animais, pergaminhos, etc, facilmente se conclui que nada do original da bíblia existe mais.

    A presença constante de parábolas, nos textos bíblicos, também reforça este argumento, vez que se caracterizam por narrativas alegóricas e transmitem mensagens indiretas, por meio de comparações ou analogias, uma forma açucarada, portanto, para o pregador levar aos irmãos, “anestesiados”, a interpretação que melhor lhe convier em cada situação. Ausente a linguagem clara e direta, corre tudo na base do faz-de-conta.
    Aliás, nas suas origens, aqueles escritos também nada continham de especial, eram narrações de acontecimentos e histórias, vividas nas suas respectivas épocas e regiões. Fizeram adaptações, inventaram fatos e valores inexistentes. Mentiras a cerca da terra, do céu e do inferno, para conquistar a submissão dos fiéis em busca de benesses, dízimos, poder político e suntuosidade econômica. Ah, tem até um tal de purgatório, no meio desse negócio. Tudo partindo da imaginação desses impostores, para “fazer a cabeça” formar greis de incautos, ignorantes e sugestionáveis.
    E os recibos das várias obrigações e dos dízimos pagos pelos fiéis? Não dão. De documentos escritos os abnegados “fiéis-escravos” têm que se conformar apenas com as Sagradas Escrituras, nas suas ― repetimos ― convenientes interpretações: “Deus disse, Jesus fez, Deus mandou, Jesus isso, Deus aquilo.” — “Está na Bíblia, são mistérios, os pecadores não alcançam e não se discute mais! etc e tal” — é só o que se ouve. E note-se que todos esses engodos nada produzem, não dão emprego. Todo mundo é “Voluntário do Senhor”. Nada de carteira assinada, registros, etc. O INSS, o Imposto de Renda, o ICMS, o FGTS, o IPTU e outros impostos, taxas e encargos, que todo mortal tem de pagar, passam batidos, isto é: ninguém paga nada a ninguém. É tudo isento de tudo, menos do cinismo e da exploração.
    E onde andam os PROCONS que nada fazem? Também lá estão pastores e bispos, como no Congresso Nacional, Assembléias Legislativas e Câmaras Municipais. Centenas de parlamentares, eleitos com suas campanhas milionárias financiadas por essas gangues, com a missão de segurar as barras: votarem conforme suas determinações e conveniências.
    Não cremos, mas respeitamos os que crêem e sentem-se felizes ao recorrem aos seus deuses e às suas santidades nos momentos de dor. Seríamos igualmente abruptos se condenássemos as religiões e as crenças, nas suas formas livres e sadias de serem exercidas. Abominamos, contudo, a exploração do homem por esses “vermes” que usam de recursos enganosos, em nome dessas crenças, para, repetimos, submeter e explorar os incautos, ingênuos e de boa-fé.
    Igual indecência ocorre com outro flagelo, chamado de Bancos. Remuneram o dinheiro suado do povo, povo pobre, rico está fora dessa, a uma taxa vergonhosa de menos de 1% a.m. e o empresta, ao mesmo infeliz, a mais de 15%, chegando a mais de 1.000 aa. Um lucro superior a 1.000%, numa mercadoria alheia, apenas consignada. Não há atividade comercial, lícita, no mundo, que renda estas taxas de lucro. Todos explorando um povo já tão explorado, ingênuo e miserável, que precisa ler mais, além da bíblia, em busca de legítimas verdades.
    Só livre de crenças absurdas a humanidade terá uma convivência mais pacífica e feliz, como já ocorre com os vinte países mais ateus do mundo: Alemanha, Bélgica, Bulgária, Canadá, Coréia do Sul, Dinamarca, Eslovênia, Estônia, Finlândia, França, Hungria, Inglaterra, Israel, Holanda, Japão, Noruega, República Tcheca, Rússia, Suécia, e Vietnã, onde as religiões, sem fanatismo, não submetem nem escravizam, por isso são respeitas.

  127. Pérsio says:

    Rivaldo,
    gostei das coisas que você escreveu. Acho que já era hora de alguém dar um BASTA nos mandos e desmandos das igrejas! Crer em Deus nos torna melhores? Os “crentes” precisam pôr a mão na consciência e pensar nas vítimas da Inquisição; nas vítimas de padres pedófilos; nos pastores que levam dólares nas malas e cuecas; nos rabinos que roubam gravatas; e por aí vai. Pelo menos, os ateus não ficam ansiosos para ir pro céu, ou tremendo de medo de ir para o inferno. Se você for um ateu sincero, você será um HOMEM LIVRE! Livre das mentiras, dos medos, das meias-verdades…
    Sucesso!

  128. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Senhor Pércio, Obrigado pelas palmas! E a luta continua. Feliz 11,sem gerras e sem fé!

  129. Renato says:

    É necessário entrar com ações diretas de inconstitucionalidade no S.T.F. contra a violação do artigo 19 da Constituição Federal: crucifixos em recintos públicos; missas no parlamento e nos tribunais; festa de santo no Senado etc.

  130. zibeon albuquerque says:

    É necessário salientar que a ideia da existência de Deus não é exclusividade de nenhuma igreja; que Deus está sendo hostilizado pelos crimes cometidos por seres humanos vestidos em trajes sacerdotais e pelos bispos de ocasião. Portanto esse ataque a Deus busca, na verdade, atingir religiosos; entretanto, há caminhos filosóficos tão consistentes, ou inconsistentes quanto qualquer argumentação contrária. Respeito vossos tantos anos, porém é um questionamento de uma profundidade mais complexa que a argumentação simplista e, com razão, buscando criticar o comportamento de pessoas que se apropriam das ilações a respeito da existência de Deus. Nós somos a igreja de Deus, cada um de nós: rascunhos de seres possíveis, mas esse caminho se percorre em milênios, não em décadas, além de que não é tarefa individual, seja o indivíduo quem o for.

  131. Alceu Redmann says:

    Já fui cristão, hoje sou ateu.
    90% dos humanos dizem que acreditam em deus, porém, nosso mundo é desse jeito, violência, fome, doenças, etc. Já sei é coisa do satanás, mas não se esqueça que satanás foi criado no céu, foi expulso de lá por mal comportamento e agora quem paga a conta é você. Antes de criticar, pense nisso. Mas se você é crente cuidado pensar tal coisa pode ser pecado.

  132. zibeon Júnior says:

    Crença e comportamento são coisas distintas.

  133. zibeon Júnior says:

    Respeito todas as crenças, tenho as minhas que sedimentei ao longo de quatro décadas, uma insignificância diante do tempo que existem as colônias humanas, mas o advento da escrita e um pouco de boa vontade permitem que compreendamos precariamente o funcionamento da dita sociedade mundial de pessoas e bens manufaturados. Aqui nesse site permeado de descrença em relação a Deus e seus derivados terrenos: literatura, seguidores, liturgias etc. Percebo que há, nas entrelinhas, uma estratégia covarde que ataca e denigre um Ser Supremo, possível mentor e criador de tudo que há. Entretanto, este Ser a quem ofendem, menosprezam, criticam e desferem ofensas de todas as maneiras não revida, não comenta, nem mesmo se manifesta para defender-se, o que é previsível, pois se trata de Entidade metafísica, idealizada para suprir a incompreensão, não a existência, porque esta é definível como a reta, o plano, o espaço e outras menores grandezas do plano tangível que são aceitas como verdadeiras, mas difíceis de descrever. Portanto, essa limitação cognitiva em traduzir em linguagem humana o que é e do se trata cria suposições grosseiras, menores, que se utilizam da ignorância ou da emotividade para auferir benefícios pessoais e assim, tornaram-se poderosas, fortes e ricas, suprimindo argumentos contrários muitas vezes de maneira violenta e cruel. Esse fenômeno faz com que os ditos ateus fujam do cerne, porque receiam queimar na fogueira da inquisição tardia, mas ainda presente na memória e bem guardada nos cofres da “santa igreja”.

  134. pedro v souza says:

    Novos Tempos, Novos Rumos
    Fico horas lendo e acompanhado as varias posiçoes colocadas neste site e aprendendo e adquirindo cada vez mais conhecimento e ao mesmo tempo muito otimista com os avanços da humanidade e principalmente com aqueles que lutaram contra a opressao, intolerançia, discrinaçao e racismo. Pois entendo que base fundamental para avançarmos cada vezx mais eo conhecimento e a pesquisa sem dogmas, sem fanatismo e o verdades absolutas, sendo assim, a liberdade de pensamento fundamental para conquistarmos cada vez mais a justiça social, Alèm disso a muitos que em epocas medié.vais e absolutistas, foram vitímas de barbaries e de grandes atrocidades.

  135. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Há pessoas honestas e em paz consigo mesmas e com a humanidade, independentemente de crer ou não em um Deus e os penduricalhos que o acompanham. Como acho pobre a atitude de discriminar pessoas em razão da sua posição religiosa! Isso só acontece em civilizações primárias! Não creio em nada que não consiga ver ou sentir, fisicamente, logo….lamento não ficar entre os felizes “salváveis”. Paz e equilíbrio para todos, principalmente para os que não creem, como eu. Rivaldo

  136. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    NÃO, À FALSIFICAÇÃO!
    Cuidado:
    Você sabia que o Brasil é o maior consumidor, per cápita, de produtos falsificados (made in China) do mundo?
    …eletônicos, roupas, utensílios domésticos, DVDs e tenis, estão entre os campeões? E, também, o maior fornecedor dos insumos para a consumação destes delitos?
    Pense nisto:
    São muito baratos, mas todos de péssima qualidade e nos fazem mal, na medida em que tiram nossos empregos e o sustento digno de nossos filhos.
    SÓ EM PAÍSES INTELECTUALMENTE ATRASADOS ESTA PRAGA GANHA FORÇA, JUNTO COM AS CRENÇAS ABSURDAS, QUE TAMBÉM DRENAM A NOSSA DIGNIDADE. SE SOMOS GENTE, PRECISAMOS DESTA DIGNIDADE E DA INDEPENDÊNCIA PLENA PARA VIVER.
    Mande este assunto pra frente!… É o mínimo a fazer.

  137. Zibeon says:

    Os tupinambás habitaram a América do Sul por longos 10.000 anos, os europeus chegaram há pouco mais de quinhentos. Os segundos dominaram os primeiros; aqui no Pará, canhões ingleses foram usados contra indígenas, tribos foram dizimadas; com acesso livre à floresta e munido de um ideário mercantil, que logo “evoluiria” para um capitalismo global, iniciou a devastação a um ecossistema singular, amadurecido ao longo de milhões de anos e graças a reunião de fatores que, até onde se sabe, não encontramos em lugar nenhum da galáxia; o índio, por sua vez, com sua inteligência tribal e primária, manteve tudo como encontraram seus antepassados, retirando da terra seu sustento, mantiveram o equilíbrio do meio. O colonizador europeu, entretanto, em apenas metade de um milênio já demonstra a capacidade de extinguir tudo ao seu redor, inclusive a si próprio, diz-se inteligente, civilizado e segue queimando, matando, grilando, ceifando flora e fauna impunemente. Mas que nada! O que importa é o superavit, a balança comercial, a taxa desemprego. O planeta que aguente! O planeta que se f……..! É isso!?

    ZATJ

  138. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    SEJA LIVRE PARA SER LIVRE

    - Creia em qualquer divindade, mas duvide antes

    - Valorize e defenda mais a Natureza do que a você próprio

    - Leia muito, de tudo que lhe faz crescer na sabedoria

    - Dê a cada centavo a importância de um milhão

    - Ria e faça rir, a toda hora! Ria até das calamidades: poderiam ser piores e lhe deixam lições

    - Não peça, mas dê muito amor

    - Não espere gratidão, mas seja grato

    - Não ofenda a ninguém

    - Seja paciente com todos

    - Não buzine o seu carro

    - Respeite o pedestre, mesmo fora da facha

    - Cumprimente antes de pedir por favor

    - Não dê dízimos a ninguém, doe aos pobres

    - Em vez de orar, cante ao seu coração

    - Adote uma criancinha. Dê preferência às negras e às defeituosas: as mais rejeitadas.

    - Se ainda restar um pouco de amor, dedique-o a um amimalzinho

    - E, se preferir, seja um bom Ateu

  139. Zibeon says:

    Se posso acrescentar mais um:

    - Escreva faixa e não facha.

  140. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Que bom que você entendeu, seu Cebion, digo, Zibeon. Então pediria para acrescentar mais uazinha: “Corra dos chatos”. Amém! Rivaldo

  141. Zibeon says:

    Tudo bem Rivalfo,aqui há discussões somente, acho isso profícuo,sem rancores. Um abraço.

  142. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Senhor Zibeon,
    Sou ateu,já disse!
    Crenças à parte, as maiores forças da humanidade continuam sendo o amor, a solidariedade e o perdão. Rivaldo

  143. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Engraçada a briga dos “dois tempos” da vida!

    VI NO POSTE:

    Do moderno eu pouco sei
    Só vejo o povo falar
    Procurei mas não achei
    Já cancei de procurar
    Por isso vai meu palpite
    Pra quem quizer escutar:

    Bem faz quem no mundo fica
    Bem de fora a expectar
    Um cara com um pen gigante
    No centro das tuas bandas
    Um bluetooth enfiar

    R.Calva

  144. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    Corrigindo: onde se lê “cancei” leia-se “CANSEI’…fruto do cansaço.Obrigado. R.Calva

  145. Rivado Guedes Cavalcanti says:

    Alô, seu Zebion, onde anda o senhor, meu caro pastor. Volte ao nosso aconxego, com “X” mesmo, para o seu deleite.
    A propósito, você sabia que os ateus no Brasil chegaram a 23 milhões de indivíduos. Um aumento de 12% de 2009 para 2011. Logo, muito logo seremos o que é a Suécia: 85% de ateus. Quanto ao 0 % “zero por cento” de analfabetos, fica para quando as igrejas abrirem as porta para educar em lugar de apenas lerem as parábolas chatas da Bíblia. Boa noite.

  146. zibeon says:

    Caro Rivaldo, voce sempre preso as letrinhas, posso te dizer que sei o certo e por algum motivo escrevi de maneira incorreta…. talvez seja o vinho. Mas vou lhe falar uma coisa: Voce amigo e um caso perdido.

  147. Rivaldo Guedes Cavalcanti says:

    NUNCA SE PECOU TANTO
    Os templos, outrora lugares de meditação, oração e da prática do bem, viraram currais de conveniências, territórios espúrios. Rola até franquia de igrejas, como se fora fast-foods, padarias, açougues, coisas assim. E a ignorância dos fiéis o combustível propulsor das máquinas dos “negócios”.
    Doam-se de tudo: De bens materiais à honra, passando pela própria vida, em traca da “cura”, da “prosperidade” e da “salvação eterna”.
    Mas o óbvio há de aflorar às mentes dos inocentes-provedores, para banir os oportunistas-exploradores, os vendedores da fé, que hão de engolir o progresso, único hospedeiro da verdade absoluta, sem retoques, sem parábolas e sem analogias, que confundem para satisfazem os interesses escusos. Está irreversivelmente consignado nos conceitos da sociedade contemporânea: transparência, competência, lisura e respeito no trato com seus interesses. Os Datenas e os Bispos vão ter que se enquadrar às novas realidades e trabalhar para ganhar seus “dízimios” com o suor dos seus rostos, como o fazem os outros “pecadores”.
    Os templos imundos, assepciados, serão transformados em escolas e hospitais, aí sim, livres de tributos, para tratar das feridas deixadas pelas famigeradas agressões religiosas, em nome do Pai, que certamente chora.

    Bom dia e muita paz. R.Calva

  148. aloisio de jesus oliveira says:

    gostaria de mais esclarecimento sobre o que ser ateu

  149. Rivado Guedes Cavalcanti says:

    Ser ateu é mundo sem ódio, nada além da matéria e tudo pelo amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑