MENU
futurama-farnsworthae32.jpg

De graça, até furo na cabeça

indianaalien321hk.jpg

Deuses astronautas: arte e ficção

26 de julho de 2008 Comments (2) Views: 1209 Fortianismo

Mistérios brasileiros: o Homem-Enciclopédico

homemenciclopedia342hjk

"Fui parar pra ler, claro. E não era a palavra de deus, ou era, porque tinha de tudo ali escrito. Várias capitais do mundo e do brasil, números, muitos números em tudo que é contexto, número da população de vários países, pessoas que foram a copas mundiais. Fatos históricos, com seus respectivos anos. Enfim, tudo do mais aleatório e variado. Tipo, genial. O cara era o Dustin Hoffman – Rain Man personificado na Gávea".

Diz a lenda que o Homem-Encilopédico da Gávea seria Andrew Carlssin. A sério, resolvi checar os números no tapume, investigando mais este mistério de nossa espécie.

Embora a área de Brasília seja em verdade de 5.802 km², a área do Brasil é de 8.514.877 km², muito próximo do valor na Gávea, de 8.511.499 km². Relendo o tapume, acredito que a área era mesmo do país, embora a forma como ele tenha escrito dê a entender o contrário.

Fui adiante: não encontrei a área da cidade de Djibuti, mas o país realmente tem 23.200 km². E aí acabou minha curta paciência. Suspeito que todos os números e dados estejam corretos, e podem ter vindo de um almanaque, ou talvez de uma apostila de conhecimentos gerais que o sujeito pode estar estudando para alguma prova.

Tags: , ,

2 Responses to Mistérios brasileiros: o Homem-Enciclopédico

  1. Juca disse:

    Estudam isso para participar desses programas de auditório. Realmente são mais inteligentes que o resto que nem isso faz.

  2. Típico personagem urbano. Conheço o homem da Av. Paulista em São Paulo, também com seus cartazes. Um outro que ficava nas proximidades da estação do metrô Santa Cruz, também em São Paulo, com várias caixas de papelão, preenchidas de números no lado interno, e seguindo um padrão crescente na numeração.E, na minha opinião, a maior lenda, o “chinês” que ficava na porta de um bar, em frente ao prédio do curso pré-vestibular Anglo,no bairro Liberdade, em São Paulo,tirando dúvidas dos alunos nas matérias de ciências exatas, corria a “história” entre os vestibulandos que o tal “chinês” era formado no Instituto de Tecnologia Aeronáutica (ITA) e que ficou louco de tanto estudar, passando a viver nas ruas da capital paulista.Lendas urbanas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *