MENU
dyatlovpass.jpg

O Incidente da Passagem Dyatlov: verdadeiro

leukoderma.jpg

Menino-gato com supervisão encontrado?

28 de fevereiro de 2009 Comments (6) Views: 1194 Fortianismo

Explicando o peixe de cabeça transparente

O vídeo do Macropinna Microstoma, vulgo espetacular peixe de cabeça transparente, já circulou bem pela rede. Mas afinal, quando ele foi descoberto? E para que serve a capa transparente?

O biólogo Carlos Hotta, explica todos os detalhes a respeito no Brontossauros em meu jardim.

Tags:

6 Responses to Explicando o peixe de cabeça transparente

  1. MARCELO disse:

    Mais uma prova de que evolução não existe.

  2. Pablo disse:

    kkkk Comédia esse Mardcelo.
    Evolução não existe kkkkkkkkkkkkkkkkk essa foi boa

  3. Paola disse:

    Concordo com o marcelo…

  4. mayara disse:

    é lógico q a evolução existe,meu vcs ñ estudaram ñ?isso se aprende na escola!

  5. MARCELO, porém Ronconi... disse:

    O xará que me desculpe, mas ou ele brincou quanto a Evolução e a matéria ou então disse uma bobagem (e para toda bobagem sempre há alguém pronto a compartilhá-la!).

    Tristeza: desacreditar dos fatos, acreditar nas fantasias.

  6. daniel disse:

    mirabolante mesmo é acreditar q viemos de um conglomerado de mocelucas amorfa, que atravez de “reações espontâneas” (se era amorfa como reagiu?) entre moléculas que estavam longe do equilíbrio químico deram origem a seres complexos como plantas, aves, mamiferos…entre evolucionismo e criacionismo prefiro o criacionismo pelo menos tem uma visão mais filosofica da coisa.

    a filosofia esta anos luz na frente da ciencia, a filofosia ao menos explica de onde viemos e para onde supostamente iremos, já a ciencia jamais ira responder tal resposta, uma vez que a ciencia se basea apenas em fatos e evidencias!

    outra coisa que nunca me responderam com clareza, como surgio a molecula de DNA? existe centenas de hipoteses, mas veja bem o propio criacionismo é uma hipotese eu quero fatos e evidencias não quero mais uma hipoteses qualquer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *