MENU

In.só.li.to

31 de janeiro de 2002 Comments (9) Views: 2923 Ceticismo, Fortianismo

O Fantasma de Três Solteirões

O filme americano de nome “Three Man and a Baby”, no Brasil chamado de “Três Solteirões e um Bebê”, lançado em 1987 provocou um grande interesse do público por uma cena na qual muitos diziam ser possível observar um fantasma parado ao lado de uma janela. Logo o mito cresceu e várias pessoas correram até as locadoras para constatar tal aparição.

Já havia boatos de que o menino teria morrido no apartamento onde a cena fora filmada. Tal boato é falso, já que todas as cenas do apartamento foram rodadas em estúdio. Muitas pessoas cobraram também uma posição oficial dos produtores já que eles se mantinham imparciais quanto ao fato, mas finalmente ela veio: o garoto na verdade é uma figura de papelão em tamanho real, um cartaz, que foi deixado atrás da cortina por descuido da produção do filme.

A imagem onde o suposto fantasma aparece atrás da cortina. Porém o menino não passa de um cartaz de papelão.

Como se pode ver na imagem ao lado, existia no local das filmagens uma figura em cartão do ator Ted Danson criada para ser usada numa cena que envolvia um anúncio comercial de uma marca de comida para cães, cena esta que foi cortada na versão final do filme.

Ficha TécnicaTítulo Original: Three Men and a Baby
Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 121 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1987
Estúdio: Touchstone Pictures / Interscope Communications / Silver Screen Partners III
Distribuição: Buena Vista Pictures
Direção: Leonard Nimoy
Roteiro: Jim Cruickshank e James Orr, baseado em peça de Coline Serreau
Produção: Robert W. Cort e Ted Field
Música: Marvin Hamlisch
Desenho de Produção: Peter S. Larkin
Direção de Fotografia: Adam Greenberg
Edição: Michael A. Stevenson

* Texto extraído do website Arquivo I

Tags: , ,

9 Responses to O Fantasma de Três Solteirões

  1. Rafael Sousa disse:

    Tá, e onde está a publicação sobre as afirmações dos produtores sobre o menino ser mesmo um cartaz de papelão?

  2. Elton disse:

    Essa é antrológica…

  3. dinny disse:

    não sei vou alugar o filme e depois digo oq acho….eu posso dizer e capaz de ser real

  4. Fabio Oliveira disse:

    Sei não, na imagem do cartaz a calça parece ser de cor clara enquanto que na imagem que aparece na cena do filme a calça é de cor escura (preta, sei não, e além do mais os produtores podem ter fabricado o cartaz após o fato ter sido divulgado, sei não.

  5. Marcio disse:

    Porque a imagem de papelão so aparece quando a camera volta?
    Quando a camera vai nao tem nada no local…

  6. lauro fontes disse:

    Essa imagem foi ampliada mil vezes e remasterizada na versão final no dia 15/02/2011 constatou que realmente era o menino que tinha morrido após 15 dias da gravação do filme alugada pela produtora na época.
    Existe em arquivos em sites americanos fotos do garoto após ter morrido de atropelamento na porta da casa onde foi gravado.
    Os vizinhos falam que até hoje o espírito do garoto aparece andando de bicicleta na rua.

  7. Shayane disse:

    Nada a ver esse cartaz de Papelão,eles colocaram só pra cobertar a Aparicão, e tbm eu ouvir dizer que a própria mãe reconheceu o filhoo e disse que ele morre naquele apartamento

  8. Hellen disse:

    Posso ser sincera? Eu acho ridículo! O papelão é maior do que a figura fantasmagórico. . .O cabelo no menino não é tão grande assim quanto o cartola! Além do papelão ter uma curva na blusa debais do blaser. . .Enquanto a blusa do menino é lisa. . .Analisem as duas coisas, reflitam e vejam se não estar certo meu ponto de vista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *