MENU

O Estranho Caso da Cobra com Perna

E-farsas entrevista Ubirajara Rodrigues, autor da “Desconstrução de um...

24 de setembro de 2009 Comments (9) Views: 1923 Ceticismo, Fortianismo, Paranormal

Watchmen e a Idiocracia

duvidabanner2

nixon_watchmen

Em 21 de setembro de 1987, o homem mais poderoso do mundo em uma das épocas mais cruciais de nossa história fez um discurso atípico na Assembléia Geral das Nações Unidas.

“Penso de vez em quando quão rapidamente nossas diferenças por todo o mundo desapareceriam se enfrentássemos uma ameaça alienígena de fora deste mundo”, pronunciou Ronald Reagan.

Não era a primeira, tampouco a última vez em que o ator de Hollywood então presidente mencionava extraterrestres como a salvação para a humanidade em seus momentos de maior perigo. E não apenas um contato com extraterrestres, mas uma ameaça alienígena.

A estranheza do evento é natural, motivo para todo tipo de suspeitas, afinal não é sempre que um episódio de Além da Imaginação chega tão próximo da realidade. <spoiler>Só não é algo mais notável que o fato do discurso de Reagan ecoar o desfecho de Watchmen, publicado apenas dias depois.</spoiler>

Continue lendo…

Tags: , , , ,

9 Responses to Watchmen e a Idiocracia

  1. Mentira alien disse:

    Quantas linhas para tentar desviar a atenção do público para a real situação da conspiração governamental que visa fazer os tolos acreditarem em Ovni. Um discurso na ONU feito por um presidente americano tem até suas vírgulas verificadas imagine seu contéudo se Ronald Reagan disse isso sobre aliens ele tinha um motivo muito forte e uma mensagem a passar e eu sei qual é ela. Essa mensagem é simplesmente : governos da Terra aliados e participantes da MENTIRA OVNI se esforçem mais para que possamos enganar os tolos e fazé-los acreditar na existência de Aliens para que num futuro possamos escravizar esses lerdos que se deixam levar pelas mentiras que criamos.

    A Mentira Ovni

    Na verdade ovnis e aliens não existem da maneira que os tolos ufólatras acreditam.
    Os governos mundiais, dominados por maçons, aproveitaram a subcultura ovni – isso se de fato não foram eles que criaram esse fenômeno – para encobrir suas pesquisas na área de armamentos e tecnologia.
    Com o tempo perceberam que poderiam usar esse fenômeno para dominar o ser humano.
    Criaram então falsos relatos de aparições em radares, recrutaram maçons para serem testemunhas desses avistamentos fajutos, escrever livros, criar filmes com essa temática, tudo para fazer uma lavagem cerebral a longo tempo que faria a pessoa nascer ouvindo falar em tais coisas até acreditar na possibilidade de existência dos mesmos.
    Concomitantemente desenvolviam aeronaves em forma de disco e com certeza já possuem muitas delas por aí.
    Veja um vídeo abaixo do primeiro protótipo de disco voador, baseado em projetos que eles conseguiram dos nazistas no fim da segunda guerra mundial.
    http://br.youtube.com/watch?v=cmPiZv4q4Ms&feature=related
    Para imitar o alien que ficou fixado como ícone na mente dos ufólatras irão utilizar andróides ou então chimpanzés modificados geneticamente.
    Veja um exemplo de andróide aqui , lembrando que o que eles criaram é muito mais sofisticado já que a tecnologia que detêm só conheceremos em 10 ou 15 anos.
    http://br.youtube.com/watch?v=6Ak3coBKBC0
    Os maçons que armaram toda essa mentira ovni vão dizer que os aliens que criaram não vêem do espaço e sim do fundo do mar.
    Que são seres que “evoluíram” nas profundezas e que os mesmos possuem uma civilização que está sendo afetada pelos humanos que estão degradando o meio ambiente.

  2. Luciano Reis disse:

    Muito interesante o texto.

  3. BRUNO disse:

    Nossa que comentário fritado este acima…

    “WINNERS DONT USE DRUGS”

  4. alexandre disse:

    acreditar em ovinis é mais lógico do que esse texto ai.

  5. Navegando nesse site fiquei com a impressão que um cético não passa de um crente às avessas. Assim como um fanático crente fundamentalista não consegue chegar a nenhuma conclusão diferente da dele mesmo, assim também acontece com um cético de carteirinha. O crente se esforça para provar que sua fé é a única resposta possível,o mesmo se dá com o ceticismo que vejo neste site. Nenhum dos dois, crente ou cético, deixa espaço, por menor que seja, para aquela humildade que deveria caracterizar a verdadeira ciência: a humildade do não saber, pelo menos por agora, com o que estamos lidando. Vivemos em um universo cheio de surpresas. O que a história nos tem ensinado até agora é que as coisas que de fato sabemos são uma gota diante do oceano que desconhecemos. Tenho muitos amigos crentes (melhor seria chamá-los de crédulos) que sempre me surpreendem com sua capacidade de aceitar sem questionar, sem provas alguma, as mais fantásticas afirmações de terceiros. São papagaios dogmáticos repetindo poderosas afirmações. Grandes afirmações exigem grandes provas universais. Também tenho muitos amigos céticos. A maaioria não consegue apoiar na ciência (até onde chegam seus limites) suas negações do desconhecido. São papagaios da negação. Sua única diferença com os papagaios da fé crédula é a cor de suas penas. De certa forma, em algum ponto de nossas vidas, somos papagaios repetindo o que alguém mais inteligente nos ensinou. Deveríamos pelo menos checar se a pessoa de quem repetimos os jargões não era outro papagaio. Enfim, sem resvalar para o agnosticismo, sugiro que sejamos um pouco desconfiados de nossas crenças e descrenças. Que não sejamos dogmáticos em nenhuma direção. Que não sejamos dogmáticos nem mesmo em não sermos dogmáticos, pois tudo é “maya”, inclusive a noção de que tudo é “maya”.

    • Marbatis disse:

      Roberto Queiroz, eu o parabenizo pelos seus comentários à luz da SENSATEZ, algo muito RARO. Hodiernamente, não se vê equilíbrio na personalidade multifacetada do HOMO SAPIENS: intelecto, emoções, espírito e corpo.
      Sinceramente, o que eu vejo em SITES como os de “JOAQUINZINHOS”, os de ufólogos, são discursos negando aquilo que ELES MESMOS afirmaram de boca cheia em um passado recente. Exempli gratia: um dos “grandes entusiastas” do CASO VARGINHA chegou a afirmar, juntamente com outros ufólogos, que os ETs que apareceram naquela cidade eram, na verdade, ITs, ou seja, INTRATERRENOS. Isso ficou escancarado na primeira página do Jornal Estado de Minas. Tudo bem, uma especulação bem intencionada. Mas os anos se passaram e o tal ufólogo mudou o seu discurso em livro recém-publicado, cujo título tem tudo a ver com a contradição na qual ele mesmo se albergara. Não tenho nada contra, já que PAPEL aceita TUDO. O que me causa espécie é um indivíduo se intitular UFÓLOGO sem nunca ter visto um ÓVNI, – como ele mesmo afirmou em uma entrevista num desses tantos SITES ufológicos espalhados pela INTERNET. Ora, o próprio Einstein, com todo o seu conhecimento, morreu sem saber nada sobre a EXISTÊNCIA de EXTRATERRESTRES. No entanto, adiantou-nos muita coisa sobre este micro-universo denominado MATÉRIA. Foi HONESTO. A propósito: – Alguém, aí no CETICISMO ABERTO, sabe alguma coisa sobre a IMENSIDÃO do UNIVERSO? O telescópio HUBBLE nos trouxe toneladas de informações; já em vias de se aposentar, apresentar-nos-á o James Webb, com High Technology ainda maior. Sendo assim, alguém já poderia nos explicar POR QUE pensamos, raciocinamos, mas, como os répteis, até hoje estamos aprisionados em uma jaula de carne como os animais irracionais??? Outra: – Quem afirma com SEGURANÇA, com HONESTIDADE, que estamos sozinhos no UNIVERSO??? Mesmo neste da MATÉRIA??? Bem, respostas especulativas muitas há a perder de vista e delas estamos fartos. Minha gente, sejamos humildes, PÉ NO CHÃO, pois só conhecemos (e muito pouco) a MATÉRIA; não estou aqui para defender nenhuma SEITA, e não me venham carimbar como espírita, porque não o sou, tão pouco católico, evangélico, crédulo ou algo análogo. Sou apenas mais um rapaz latino-americano sem dinheiro no bolso (Belchior, sic) à procura da VERDADE sobre a nossa ORIGEM neste planetinha chamado Terra, cuja superfície está repleta de formiguinhas argentinas, águias americanas, papagaios brasileiros e suas papagaiadas, “estudiosas juventudes”, mídias e sítios na Web de “conduta ilibada”, sem contar os “santos hackers”. Até o presente momento conhecemos a velocidade da LUZ, estamos na iminência de inventar máquinas que lêem o INVISÍVEL e tentando criar engenhosas máquinas para LER a MENTE humana (vide DOCUMENTÁRIOS RECENTES no HISTORY CHANNEL).
      Concordo em gênero, número, grau e caso com o pessoal do CETICISMO no que concerne às toneladas de charlatanices baratas que surgem por aí (no que eu os agracio com um DEZ na TESTA): …é Oduvaldo pra cá, Arigó e Barnabé pra lá”, “Monsieur Rael” ( contatado, “não sei das quantas”), Joaquinzinho “não sei dos quantos ” (não faz muito tempo teve a audácia de desmerecer a nobre profissão de PROFESSOR em um de seus tantos discursos “aleatórios” – vide ÁUDIO no SITE do mesmo) ; enfim, são tantos falsos profetas que surgem por aí; por outro lado, não acho SENSATA a postura do pessoal do CETICISMO ABERTO sempre a negar veementemente, de carteirinha no bolso, coisas que eles não viram e sobre as quais não têm convicção. Tudo isso nada mais é do que disseminar a VAIDADE de uma pseudo-racionalidade, de uma pseudo-sabedoria, ipso facto gerando AINDA MAIS confusão e insegurança naqueles (e são tantos) que estão por se amparar na opinião da mídia e de sites da Web.

      VAMOS COM CALMA MINHA GENTE!!! Muitos “mistérios” (que não são mistérios) estão por vir à tona (nada de 2012 e de “Monstro Adamus”, claro!). Também já fui CÉTICO de CARTEIRINHA e me dei com os burros n’água.
      Continuem seus trabalhos, mas com PONDERAÇÃO, SENSATEZ e HUMILDADE.
      Ao findar, termino por reiterar minhas congratulações ao Roberto Queiroz, cujo comentário foi profícuo, contundente, sensato, inteligente.

      Marbatis

    • Sidney Santos disse:

      Meu caro,
      O ceticismo é a chave da ciência.
      Ao contrário do que você afirma, a postura cética é sim humilde. Ser cético não é desacreditar. É duvidar.

  6. Cristiano disse:

    A coisa é mais simples que imaginam e o próprio Reagan explica:

    http://www.youtube.com/watch?v=CfejBpD_wm4

    Os “aliens” nada mais eram que a extinta União Soviética e o “Alien Treath” era apenas mais um puxão de orelhas do Reagan ao seu amigo Gorbachev (sim, ele considerava Gorbachev um amigo pessoal). Mais uma das famosas piadas e frases de duplo sentido da gestão Reagan.

  7. mr.marvel disse:

    gente,ta todo mundo muito louco nesse site varias teorias varias historias loucas para explicar coisas que nao entendemos ,vamos ler observar prestar mais atençao nas coisas simples da vida e tentar assimilar melhor, a ideia possivel de outras raças fora de nosso pequeno mundinho .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *