MENU

O rosto de Saddam aparece na Lua

Anatomia criptozoológica de Walmor Corrêa

30 de janeiro de 2007 Comments (4) Views: 1130 Ceticismo, Fortianismo

Maravilhas (???) humanas


“O website The Human Marvels apresenta evidências factuais, plausíveis e por vezes quase impossíveis de seres humanos prodigiosos, curiosos, ecêntricos e incomuns que permanecem como exemplos da enorme variedade da humanidade”.
Na imagem acima, o faquir holandês Mirin Dajo, capaz de ter seu tórax trespassado por uma esgrima. Radiografias provariam que seu feito não seria um truque, e a maravilha (?) humana morreu pouco tempo depois de realizar seu inacreditável número algumas vezes, com a ruptura de sua aorta. Veja um vídeo no site.

Tags: ,

4 Responses to Maravilhas (???) humanas

  1. Leonardo Ferreira Fontenelle disse:

    A espada atravessou a parte direita do tórax, enquanto o coração está à esquerda. A transfixação do tórax não é necessariamente letal; o fato da espada ser fina e sem fio diminui a chance de algo grave acontecer. O maior prodígio do faquir provavelmente era suportar a dor e o desconforto respiratório conseqüentes.

  2. […] abordamos os feitos de Mirin Dajo anteriormente, mas acima você confere mais vídeos e análises em inglês. Mágicos […]

  3. Leonardo disse:

    Ele passou pelo escrutínio de doutores que não conseguiram explicar como ele era capaz de fazer aquilo. Inventar uma explicação para essa foto não elucida o caso. Ele morreu um ano depois de provar a médico que sua exibição não passava de um truque, de complicações depois de uma cirurgia para retirar agulhas que ele havia engolido.
    Ser cético devia ser diferente de inventar explicações ruins para o que não entende…

  4. Zokan disse:

    ZOKAN
    Quem sou eu
    O maior faquir de todos tempos que o Brasil teve, faquir ZOKAN. Este faquir ficou 132 dias sem comer a visitação publica 24 horas. Na época foi exigido um exame de urina para ver se ele se alimentava-se, e nada foi constatado, ficando provado que ele não alimentava-se. Sua apresentação se deu na praça Tiradentes Rio de Janeiro em 1970 . Na época era a casa dos ARTISTAS, e seu presidente era Francisco Moreno. O faquir ZOKAN exercia outras atividade bem com:era pintor de quadros a óleo,escultor, cenógrafo e poeta. Foi militante ao combate a ditadura em Porto Alegre -Rio Grande do Sul. Caso os internautas tenham reportagens da época favor colaborar enviando para o e-mail- [email protected] Pretendemos montar um site, para divulgar informações de faquirismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *