Fotos de Alienígenas et-porto-rico

Published on novembro 18th, 2009 | by Kentaro Mori

9

As muitas histórias do ET de Salinas

salinas monkey1 e1289754394830 fotos de alienigenas

“Em 1979 ou 1980, um homem chamado “Chino” Zayas encontrou e matou esta pequena criatura em uma gruta, perto de Santiago no Porto Rico. Rafael Berga tomou uma série de fotografias do ser, que foi retirado de seu pote de formol na ocasião”.
[Patrick Gross, “Photographs that could be genuine”]

Gross geralmente faz um bom trabalho, incluindo ao comentar sobre fotos de supostos alienígenas, mas em sua categoria de fotos “possivelmente autênticas” ele de fato apresenta a mesma história como dois casos diferentes. Porque o caso Salinas indicado em sua página em verdade apresenta a foto de um brinquedo, enquanto o caso Zayas é o mesmo caso Salinas. Explica-se: Santiago é em verdade o Acampamento Santiago, em Salinas, Porto Rico, de onde se vê que os casos Salinas e Zayas são versões diferentes da mesma história.

A confusão é compreensível porque, como Luis Ruiz Noguez compilou, há pelo menos três histórias diferentes acompanhando esta série de fotografias. Uma delas foi publicada na revista, de acordo com a qual duas crianças no Porto Rico teriam visto um disco voador pousando e pequenos alienígenas saindo de seu interior. Os homenzinhos não-verdes logo agarraram suas calças, uma das crianças tomou um galho de árvore e acertou um homenzinho na cabeça, matando-o. Daí porque o crânio teria esta grande depressão.

Sintomaticamente, não há nenhum nome para nenhuma das pessoas envolvidas neste conto.

Novilhos voadores

Outra versão vem de Scott Corrales, outra vez sem nomes. É uma história tão inacreditável que a reproduzirei na íntegra:

“Um fazendeiro do norte de Porto Rico ficou assustado com o número crescente de mutilações de animais em sua propriedade, decidindo montar vigília uma noite com dois de seus amigos, todos armados com rifles 30-30 para capturar o culpado. Os mutiladores mostraram ser quatro estranhas criaturas pequenas que emergiram da fonte de uma montanha próxima. Os humanos estupefatos observaram enquanto as quatro criaturas entraram no estábulo e extraíram um pequeno novilho por levitação. O animal pareceu anormalmente imóvel e flutuou sobre as outras criaturas.

O fazendeiro então atirou nas pequenas entidades repetidamente, acertando uma delas em cheio, fazendo com que caísse no chão emitindo ruídos agudos. O novilho caiu no chão enquanto as outras três criaturas tentaram socorrer a ferida, que tentava se levantar. Antes que conseguissem, o fazendeiro e seus amigos atiraram novamente contra os seres, que fugiram na noite, abandonando seu companheiro. Um dos amigos do fazendeiro então desferiu um golpe fatal na cabeça da criatura com um pedaço de madeira, matando-a.

O ser misterioso tem estado dentro e fora de congeladores pela última década, removido em uma ocasião para ser fotografado por um dos parentes do fazendeiro. O próprio recusou vir a público ou permitir que especialistas examinassem sua valiosa posse com medo de que ‘as autoridades americanas na ilha tomem alguma ação contra ele para encobrir esta evidência’”.

É preciso dizer, Corrales menciona que há ainda outra versão para a história, mas a do novilho voador é a que seria “a versão da história com maior credibilidade”. Mesmo sem nenhum nome. Ou qualquer sinal de ferimento a bala nas fotos da criatura. Imagina-se que um ferimento de rifle em uma criatura pequena seria um tanto evidente.

E a NASA levou

Uma das únicas histórias que possui nomes vem do ufólogo porto-riquenho Jorge Martín, e é muito parecida com a primeira envolvendo crianças, mas sem nenhuma criança ou discos voadores. Ao invés, envolveu José Luis “Chino” Zayas, que uma bela manhã teria ido às cavernas Cayey, localizadas atrás do Acampamento Santiago em Salinas. Segundo se conta ele teria ido em busca de artefatos arqueológicos e era acompanhado por… um amigo do qual não é informado o nome. Provavelmente não era uma criança.

Dentro da caverna a dupla teria se deparado com estas pequenas criaturas. Elas estavam brincando, e havia bolas de luz flutuando ao fundo. Um dos seres então atacou Zayas pelas costas e agarrou sua calça. Ele tentou capturá-la, mas a criatura tentou morder seu dedo. Ele então tomou um pedaço de pau e atingiu a criatura na cabeça.

Como Noguez ressalta, onde poderia haver pedaços de pau dentro de uma caverna? Não seria mais fácil usar a lamparina que já deveria estar segurando?

De qualquer forma, com o golpe Zayas matou a criatura, enquanto as outras fugiram. O que ele dez então? Correu como nunca para sua casa. Mas não antes de se assegurar de tomar o corpo da criatura consigo. Faz muito sentido.

Então há mais histórias envolvendo a irmã de Zayas, Elizabeth, sua mulher Ada (que em ainda outra versão seria em verdade mulher de um policial), um de seus amigos, José Luis Pizarro, comentando como a criatura não seria um feto porque teria “um grande órgão sexual masculino”, e o gran finale:

Homens falando inglês da NASA levaram a criatura embora.

Ainda mais versões

Recentemente, outro ufólogo porto-riquenho, Reinaldo Rios, relatou que o alienígena estaria sendo disputado “no que que pode bem ser o primeiro caso de custódia judicial de extraterrestres“. Como você já poderia adivinhar, Rios dá ainda outra história para a criatura, envolvendo um segurança chamado Serges.

O importante aqui é que Rios publicou o que parece ser uma foto mais recente do espécime:

et porto rico fotos de alienigenas

E notou como teria agora em torno de duas polegadas de tamanho. Pouco mais de cinco centímetros. Considere que Jorge Martín nunca viu o espécime diretamente, apenas fotografias tomadas por Rafael Baerga, de forma que repetiu o tamanho não confirmado de doze polegadas de tamanho. Mesmo considerando uma possível diminuição de tamanho por ressecamento, a criatura era provavelmente muito menor, e a medida mencionada por Rios parece fazer bom sentido.

O que era o ser? Quase todas as histórias têm um ponto em comum: a certa altura mencionam a possibilidade de que fosse um feto, humano ou de macaco, apenas para tentar descartar a possibilidade com base em testemunhos de pessoas que teriam observado a criatura — incluindo a menção a grandes órgãos sexuais.

Este esforço em negar a possibilidade é evidente porque esta é a explicação mais evidente para o espécime, algo um tanto menos interessante que intraterrestres levitando vacas.

“Tem arco zigomático, portanto é um mamífero”, identificou o professor Eduardo Bessa, zoólogo da Universidade do Estado de Mato Grosso consultado por nós.

“Pela barra pós-orbital e formato do crânio apostaria num primata. Pela posição das narinas chutaria um platirrine, macaco do velho mundo (o que ainda incluiria a nós mesmos), mas como o espécime está todo contorcido pode mesmo ser um catarrine, um macaco do novo mundo”.

Um mamífero, provavelmente um primata, possivelmente mesmo um feto humano. O que seria realmente trágico. A depressão no crânio não deve ser resultado de um golpe à cabeça, e sim efeito da má conservação do feto, que deve ter morrido muito, muito cedo.

Mas, o que seria exatamente? Apenas através das fotos, é difícil dizer.

“Não sei o que é, mas se for um alien o criador é muito pouco criativo”, concluiu Bessa.

Tags:


About the Author

+



9 Responses to As muitas histórias do ET de Salinas

  1. Pingback: Aleshenka, o “anão de Kyshtym” | fotos.ceticismoaberto

  2. Tassiana says:

    Me parece ser má formação, um bebê com anancefalia, que nasce sem cérebro. Nesse caso o bebê nasce vivo, mas não sobrevive muitas horas.

  3. Giovani Costa says:

    Interessante, qualquer forma aparentemente humana e fetal para um extraterrestre deve ser descartada, vou ser mais específico: A formação óssea depende de ações hormonais e vetores de força, logo, o cálcio para ter uma fixação na matriz orgânica do osso necessita de alterações elétricas entre íons causadas por forças como a gravidade (hidrixiapatita (Ca10(PO4)6(OH)2)), atividade muscular sobre as alavancas ósseas, o 1,25 dihidroxicolecalciferol (vitamina D ativa)função da 1 alfa hidroxilase renal, osteblastos, osteoblastos, osteocitos em si, calcitonina etc. Assim, se um ser qualquer é oriundo de um local onde a gravidade seja diferente do planeta terra, só o fato das forças físicas serem diferentemente imputadas sobre o organismo isso determinaria um esqueleto diferente do humano, não seria biomecanicamente interessante esses indivíduos possuirem um complexo úmero rádio e ulna, haja vista que esse componente tendo como bíceps e braquial músculos para movimento de um sistema de alavanca com braço de potÇencia e força, ou seja, não justificaria qualquer similaridade biomecÇanica dessas criaturas, a prova cabal acerca dessa estruturação óssea denominada lei de Wolf, podemos observar em astronautas expostos a ausÇencia de gravidade e que experimentam problemas como osteopenia e ou osteoporose. Abraços Costa GB

    • Paulo says:

      Nunca li tanta besteira pseudocientífica junta,nem escrita de forma tão amadora e gramaticamente incorreta. O amigo já pensou em ser escritor de historinhas infantis ?

  4. Este era um site sério... says:

    Este era um site sério…

  5. [email protected] says:

    Histórico: No dia 11 de maio de 2007, em um subúrbio de Toluca chamado Metepec na cidade do México, um estranho animal de aproximadamente 30 centímetros foi encontrado ainda vivo e preso em uma ratoeira de ferro. Segundo testemunhas e o dono da fazenda, Marao Lopez, o animal era muito arisco e apresentava ser bem violento, além de soltar gritos estridentes tentando sair da armadilha, porém o animal não morria. Segundo Marao, após 3 dias, ele resolveu tentar matar a criatura tentando afogá-la em um reservatório de água, mas esta era muito resistente e não morria. Apenas após deixá-la muito tempo dentro da água que o animal finalmente morreu e teve seu corpo preservado para testes. A mais famosa foto da criatura é esta abaixo, supostamente tirada enquanto a criatura ainda estava viva. Porém não foram feitas filmagens desta criatura viva, aumentando ainda mais o mistério
    A cidade também é famosa por ser local de avistamentos de OVNIS e estranhos seres humanóides voadora, o qual a crença local acredita serem antigos demônios moradores das montanhas e até bruxas! Eu que não queria morar lá… PESQUISEM SOBRE O ASSUNTO. ESTE NÃO FOI O ÚNICO.

  6. tinho says:

    Gente é o seguinte, por volta de 96/97 eu andei comprando umas
    revistas UFO, e numa delas tinha a historia do ET de Salinas, a versão
    apresentada na revista era a história dele ter sido abatido numa caverna
    cheia de outros seres semelhantes e luzes misteriosas. pouco tempo
    depois acredito que foi em 99 ou 2000, minha professora passou um documentario sobre vida animal e nele mostrou um feto de macaco
    exatamente igual ao ET de Salinas… pra mim essa historia foi desmascarada naquele dia…

    So uma coisa : segundo a UFO de 96/97 o tal ET tinha sido levado embora por agentes americanos… entao como pode ter fotos recente dele ??????

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑