MENU

Novo blog: “Noosfera”, de Renato Sabbatini

Vídeo: OVNI explode sobre multidão?

28 de dezembro de 2007 Comments (8) Views: 1548 Ceticismo, Fortianismo, Ufologia

Siragusa e a Bíblia como fotonovela

“Os Apóstolos João e Pedro a caminho da Tumba. Foto enviada pelo viajante espacial Absu Ysmaily Swandy ao Mensageiro dos Extraterrestres, Eugenio Siragusa“.

Como comentamos em um post anterior, a idéia de fotografias in loco (e “in tempus”) de figuras e eventos bíblicos, incluindo Jesus, não soa tão absurda a alguns. Afinal, as imagens fotográficas são apresentadas, seja vindas de máquinas do tempo ou extraterrestres, como no caso do contatado italiano Siragusa.

Mas ao ver a fotografia apresentada pelo “Mensageiro dos Extraterrestres”, Ronaldo Malta nos deu a dica: a imagem seria em verdade uma pintura. Malta já havia visto uma reprodução há tempos em uma edição da Bíblia. Bastou então consultar os participantes da lista CA, e Jorge Petretski a identificou:


É “Les disciples Pierre et Jean courant au sépulcre le matin de la Résurrection“, de Eugène Burnand, original de 1898 e exposta hoje no Museu Orsay.

Isto é, o suposto mensageiro dos extraterrestres Siragusa exibe uma pintura de 1898 no Museu Orsay como uma foto dos apóstolos entregue a ele por extraterrestres. Até mesmo a descrição dada para a fotografia é tomada diretamente do título da pintura original.

Que figuras como Siragusa tenham a desfaçatez de copiar imagens conhecidas e apresentá-las como fotografias de e por extraterrestres não é novidade. O contatado suíço Billy Meier também vende fotos de livros, catálogos e mesmo de programas na TV como imagens alienígenas. Siragusa também esteve associado (ou vice-versa) ao compatriota Giorgio Bongiovanni, ainda outro contatado/estigmatizado que vende o trecho de um programa de ficção como uma filmagem autêntica da Apollo 11.

Todos eles teriam mais a temer do DRM do que dos MIB.
[Com enormes agradecimentos a Ronaldo Malta e Jorge Petretski por esclarecerem este caso]

Tags: , , , , ,

8 Responses to Siragusa e a Bíblia como fotonovela

  1. […] A fotografia dos apóstolos exibida por Siragusa é em verdade uma pintura de 1898. Veja também:Feliz Newtal! Natal significa nascimento. Há muito se comem…Feliz Newtal! […]

  2. Carlos Magno disse:

    Mori:

    Volto a minha pergunta de sempre: Por que você não mostra alguma coisa sobre fé, religião, esoterismo, budismo, ovns realizada por pessoas íntegras, onde não haja fraudes e sejam exemplos a ser admirados?

    Só mostra falcatruas? E algumas simplesmente duvidosas de provar.
    Teria você somente a sanha da destruição, da iconoclastia? Não lhe sobra nada para admirar, admitir, julgar construtivo, mostrar de bom aos blogueiros?

    É essa e somente essa sua proposta de internet?

  3. Mori disse:

    http://www.ceticismoaberto.com/sobre.htm
    “A investigação cética não ameaça a verdade real. Se uma alegação é válida, mesmo o mais ardoroso dos questionamentos produzirá no máximo uma confirmação adicional de sua validade. Se ela está errada, ganhamos uma oportunidade de descobrir a resposta correta.
    O nome ‘Ceticismo Aberto’ pretende deixar claro que o ceticismo defende a dúvida inquiridora, não a certeza dogmática, estando aberto a novas idéias e possibilidades, mas exigindo sempre provas rigorosas para a aceitação de qualquer alegação.”

  4. Carlos Magno disse:

    Palavras ao vento!

  5. joao pedro disse:

    Eu queria ver você ter coragem de comentar sobre o documentário sobre o Santo Sudário que foi veiculado pelo Discovery Channel dias atrás aqui no Brasil.

    Mas é claro você nem sabe do que estou falando não é Mori.

  6. Marcello disse:

    Caro Mori,
    Parabens por sua pagina e pela clareza de suas respostas.
    É interessante acompanhar aqui as respostas de outros, como o do Carlos Magno! São reações tipicas de quem não tem um contra-argumento a altura e reage emocionalmente por se sentirem ofendidos pessoalmente. A verdade é a verdade, não importa se gostamos ou não dela, e suas respostas mostram respeito, mesmo aos contra-argumentos mais infantis.
    A proposito, se o outro leitor (João Pedro) fizer uma pesquisa em sua pagina verá que o assunto do sudario já foi bem discutido aqui.
    Abraço

  7. Carlos Magno disse:

    Marcello:

    Você tem contra-argumentos sobre o que eu escrevi?

    Se os tiver, por favor coloque-os e discutamos friamente sem emocionalismos que você me acusa veicular aos meus comentários.

    Proponho desde já falarmos sobre o que você citou: verdade. Que é mesmo a verdade?

  8. AlexMagnus_ disse:

    Amigo, so para dizer que não se usa ´in tempus´…

    …e sim ´in tempore´, com a forma ablativa da palavra.

    Saudações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *