MENU

Sereia à venda

Fantasma no Vaticano?

8 de abril de 2008 Comments (2) Views: 941 Ceticismo, Fortianismo, Ufologia

Atropelando ETs


[seemikedraw]

Se a ufologia é apenas uma mitologia moderna, onde estão os relatos sobre extraterrestres saídos diretamente de filmes de Hollywood? Bem, a resposta é que eles estão por aí. Embora sejam normalmente varridos para debaixo do tapete por ufólogos, às vezes são reproduzidos seriamente. Como este intrigante caso:

Testemunha diz que passou com seu carro por cima de uma criatura
“Sou morador da cidade de Joinville e no mês de agosto de 2007 estava voltando de Balneário Camboriú pela BR 101. Eram aproximadamente 20h30min, quando estava vindo em direção ao norte do Estado de SC, próximo da fábrica de biscoitos da Mabel. Na pista oposta havia um carro em direção ao sul e quando nos cruzamos os faróis iluminaram a pista. Na frente do meu carro estava atravessando algo que julguei serem algumas pessoas, mas de maior estatura. De repente vi uma criatura pelada e sua pele aparentava um tom marrom esverdeado. Era magra, calva e andava meio curvada, muito parecido com os extraterrestres do filme Sinais. A criatura olhou para o carro e pareceu se assustar. Também me assustei. Tentei frear e desviar, mas meu carro atravessou pela criatura. Neste momento o aparelho de CD de meu automóvel sofreu interferência e ficou com chiados. Quando olhei pelo espelho retrovisor não havia ninguém na pista.
[do CUB]

O relato pode soar pitoresco, engraçado, mas contém elementos sérios muito relevantes. Além da cândida referência Hollywoodiana, também chama atenção a imaterialidade do evento — a criatura sumiu, não foi de fato atropelada, o que teria deixado evidências físicas como um carro amassado e presumivelmente um cadáver alienígena. Uma forma não muito louvável de descobrir que não estamos sós.

O relato etéreo se mescla assim com histórias de fantasmas em rodovias, uma associação que ufólogos evitariam porque… provavelmente não acreditam em fantasmas. Afinal, não há provas claras da existência de assombrações.

Estaria a “testemunha” então mentindo? Deve-se sempre conceder o benefício da dúvida a uma testemunha. O motorista pode ter de fato visto algo na pista, e talvez confundido os objetos com os ETs do filme Sinais. Nisto, poderia ser um caso similar ao dos gnomos de Symmonds. Ou toda história poderia ter sido mesmo imaginada, mas não conscientemente. Não seria mera coincidência o fato de que haja tantas histórias sobrenaturais associadas com dirigir em estradas durante a noite.

A mais famosa história de abdução, a do casal americano Hill, por exemplo, teria ocorrido durante uma longa viagem de carro pela madrugada. Assim como os gnomos de Symmonds, as fantasmas caroneiras pela estrada, o ET na BR-101, e um sem número de outras coisas que são vistas por pessoas enquanto… dormem ao volante.

Esta é, claro, apenas uma explicação possível para todos estes relatos, e enunciada em algumas palavras nesta nota deve soar terrivelmente insatisfatória (“estão todos sonhando!”). Talvez existam mesmo um sem número de entidades diferentes que se manifestam em rodovias escuras. Por isso há ensaios mais longos sobre as complexidades da explicação hipnopômpica e sua capacidade de englobar relatos aparentemente diversos, mas essencialmente tão similares. Pode-se ler sobre a criatividade, a estrutura dramática, as influências culturais e a ausência de evidências.

Porque no meio de toda esta discussão, o fato simples é que há relatos de ETs com orelhas pontudas. Vida Longa e Próspera à mito-ufologia.

Tags: , , , , ,

2 Responses to Atropelando ETs

  1. Marcello disse:

    Olha,
    Eu já vi um gato voando ao lado do meu carro de madrugada, ele seguiu o veiculo uns 20 seg. Dai eu parei p/ dormir!!! de madrugada e cansado seu cerebro te prega peças…

  2. Doko disse:

    Matei a charada Mori. Este caso se ajusta perfeitamente a outro também ocorido aqui na região de Joinville.
    Só a uma explicação coerente. O que houve aqui no ano passado fazendo a terra tremer foi a queda de uma nave espacial (http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=926). Nada de meteorito, pedreira dinamitada ou acomodação do subsolo. O ponto relatado do atropelamento é a menos de 30 km do ponto onde o estrondo foi mais forte… A minha teoria é que um ET sobrevivente da trombada zanzava por aí procurando peças para consertar a espaçonave e como ainda tava meio zureta da trombada acabou cruzando inadvertidamente a BR. Sorte dele que era imaterial…
    Veja que o relato do avistamento foi pouco depois do tremor, o que corroba e dá veracidade à minha teoria.

    Agora falando sério, a região do relato do avistamento do ET está no meio de um pedaço de Mata Atlântica relativamente preservado e de fazendas de baixa intensidade de atividade humana , é só dar uma olhada no Google Maps – digitando (araquari, mabel) no mecanismo de buscas. Muitos animais cruzam a rodovia por ali, é comum ver quatis, cachorros do mato, tamanduás e outros bichos menos comuns cruzando a BR (ou mesmo tragicamente atropelados na beira da estrada). Adicionalmente, é uma região pantanosa, com muito material em decomposição em pequenos lagos formados por água de chuva sem escoamento (por vezes dá para sentir cheiro de “ovo podre” andando na mata do lugar). Isto levanta a possibilidade de haver queima de bolsas de gases de putrefação. Pode ser que a pessoa que relatou na realidade tenha atravessado um fogo fátuo ou coisa parecida. Ou quem sabe ter visto um bicho que não soube identificar. Difícil, mas não impossível…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *