MENU
ovnisets.jpg

OVNIs e Extraterrestres – eles existem e nos visitam?

hetfato.jpg

O Mito da Hipótese Extraterrestre como Fato

30 de abril de 2009 Comments (30) Views: 2159 Ufologia

Ufologia “ET” na rede

fenomenum

Acaba de ser lançado um novo sítio ufológico em português que defende que somos visitados por seres extraterrestres: Fenomenum.

Embora um tanto hostil a este autor (segundo o sítio, “poucos o levam à sério”), contém uma boa quantidade de informação acessível que pode agradar aos interessados.

Ainda que o sítio divulgue vários casos e informações que em verdade já foram esclarecidos e apoiar iniciativas que não são nada louváveis, parece haver certo esforço em de fato cumprir com alguma “seriedade e objetividade”, como uma seção dedicada a expor fraudes. Os artigos sobre “fraudes” em missões espaciais são especialmente interessantes.

Talvez surpreenda a nossos leitores que indiquemos um sítio crédulo para leitura, mas estando claro que não o endossamos, sugerimos tal como um exercício aos entusiastas do tema: avaliar criticamente as informações divulgadas lá.

Outros sítios que podemos indicar para leitura e avaliação incluem o INFA, do engenheiro Claudeir Covo – um dos que admite, seriamente, que trabalha com a hipótese, não a certeza extraterrestre –, ou a revista eletrônica Vigília, do jornalista Jeferson Martinho.

Também há iniciativas mais recentes, como o Centro de Ufologia Brasileiro ou mesmo o blog de Mário César. Você conhece algum outro sítio repleto de “casuística” que gostaria de indicar? Comente abaixo.

Acreditamos firmemente que não é ocultando alegações, e sim expondo-as e avaliando-as que um esclarecimento sólido e um ceticismo saudável e bem fundamentado a respeito poderão ser concretizados. São aqueles que vendem mentiras que buscam esconder informações, a nós interessa conhecê-las e desvendá-las.

Tags: ,

30 Responses to Ufologia “ET” na rede

  1. Marcelo disse:

    É o bom e velho Mori voltando ao lar e fazendo propaganda de sites de ufologia.

    Uma vez ufólatra sempre ufólatra.

    Como eu já escrevi aqui antes o Mori pouco a pouco retorna a seu velho amor, crença na visita alien ao nosso planeta,e tenta de forma um tanto envergonhada apoiar essa tolice.

    Tolice que não passa de conspiração.

  2. Graça Souza disse:

    Marcelo,
    As vezes ao expor nossa opinião pessoal em nosso blog pessoal esquecemos que ele é lido por pessoas com dissociação.
    Eu mesma faço isso as vezes, posto algo complicado, complexo, e vejo depois que só tem 1 ou 2 comentários, enquanto outros posts tem 20-50.
    O que se passa é que os leigos não entendem, ignoram ou mal-interpretam. E esses leigos (uso não pejorativo) fazem parte da maioria dos leitores, as vezes até novos.
    Isso me faz sentir como se eu devesse expor minha opinião pessoal como se tivesse lidando com crianças, intelectualmente falando. Ilustrar.

    Raciocínio crítico é algo que leva anos para aprender. Assim como interpretação de texto.

    • Mori disse:

      Graça, é até engraçado (com o perdão do infame trocadilho nada engraçado)… neste exato momento há pessoas me acusando de ser um cético dogmático, “mestre das sombras” (sim, usaram essa expressão, a sério). Aí eu leio alguém me acusando de ser um crente em discos voadores enrustido, promovendo sorrateiramente tais idéias!

      Realmente, não se pode agradar a todos. E muitos entendem apenas o que querem entender, independente do que expressemos…

      Abraços

  3. Fabio disse:

    A propaganda de sítios ufológicos é discutível. Identifico na matéria um personagem citado que é ou foi ligado a um grupo conhecido pela pouca seriedade no estudo da ufologia.

  4. marcelo disse:

    Graça. A dissociação é sua. Além do que você deve ser expert em pronunciar tolices apenas quanto aos seus complexos e complicações o problema é seu. Gostou da minha interpretação do que VOCÊ escreveu ? ri ri ri

    Quanto ao senhor Mori ele não me engana.O plano deles é simples e ardiloso.

    Adquiriu “credibilidade” diantes dos analfabetos funcionais e ateus de internet.

    Agora usa essa credibilidade para induzir os tolos a acreditarem na Mentira Ovni.

    Ele começou sorrateiramente tentando induzir as pessoas a detectar “ovnis reais”, sim ele acredita nessas tolices só combate as mais extremas para que sua credibilidade não seja afetada,agora já começa a fazer propaganda de sites ufólatras com o cuidado de parecer crítico e ponderado dizendo “parece haver certo esforço em de fato cumprir com alguma “seriedade e objetividade”” tudo balela, pois precisa manter a aura de objetividade e de isenção, mas de fato o que ele quer é lentamente fazer com que seus leitores comecem a se perguntar “será que não há algo real por trás dos Ovnis”.

    Passada essa etapa e percebendo que seus leitores não críticam tão ferozmente a temática Ovni o senhor Mori passará a defender ( com objetividade e isenção ) o fenômeno Ovni de forma um pouco menos veladamente até chegar ao ponto de, mesmo sem provas, dizer que é uma realidade a visita de aliens ao nosso planeta. Tendo o cuidado de explicar que se tratam de seres terrestres que “evoluiram” no fundo do mar.

    Ele deve ter percebido o quanto é vantajoso alimentar tal mito para que num futuro tecnocratas possam estabelecer uma ditadura global e assim perseguir os religiosos e matá-los , sonho de todo ateu desde os tempos da revolução de psicopatas na Rússia.

    Como se vê o senhor Mori é mais uma peça na engrenagem dessa Mentira Ovni.

    O senhor não me engana, senhor Mori.

    ri ri ri

  5. Mario (ou Cheetara) disse:

    Aparentemente o Marcelo não acredita e Ovnis e esses discos voadores mas cree totalmente que tem o poder prever o futuro.

  6. Maria Rita disse:

    Esse Marcelo que hora se apresenta é o mesmo cidadão que se apresenta na comunidade Teoria da Conspiração como João.
    Não passa de um fanatico religioso católico ficcionado por maçons. Segundo ele tudo que ocorre de ruim ou misterioso tem origem na maçonaria. Por lá linguém o leva a sério. E pelo visto nem por aqui.

  7. Claudio disse:

    Parabéns ao Mori por colocar sites de pesquisadores sérios como o colega Claudeir Covo como dica para todos os admiradores do Ceticismo Aberto visitarem. É preciso realmente reconhecer que no meio do gigantesco lixo produzido com o nome de UFOLOGIA, existem pesquisas sérias realizadas por pessoas mais do que competentes.
    Agora, também é importante fazer notar que ao recomendar tais sites, não significa necessariamente que se está endossando tudo o que neles está divulgado. Porque determinadas pessoas podem ter a desvario de imaginar que talvez alguém que visita sites de UFOLOGIA apóie as teses de visitas extraterrestres ou, pelo contrário, uma pessoa que visite os sites de ceticismo não acredite nem sequer na possibilidade de estarmos sendo visitados.

  8. OPA! Fala Kentaro, beleza?

    Cara, eu ACABEI de digitar uma mensagem numa comunidade, indicando uma matéria sua, e disse “Também tem um comentário meu lá (na parte de comentários, claro, não sou ufólogo nem tão importante assim).”…. E você me vem com essa?! HEHEHE

    Mas, sério. Obrigado pela divulgação, cara. E, qualquer coisa, estamos aí. ;)

    Afinal, podemos discordar, mas discordamos pontualmente (quando acontece) e, ainda assim, de forma civilizada. ;)

    Abraço!

  9. José Américo C Medeiros disse:

    Bom, KM!
    Discutir é bom.

  10. José Américo C Medeiros disse:

    Indico a GEOCOMUNIDADE no Orkut.
    http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=8252172

  11. marcelo disse:

    Essa Maria Rita que hora se apresenta é a mesma cidadã que se apresenta na comunidade Somos uns babacas e não passa de uma fanática comunista aficcionada por bonecas barbies. Segundo ela tudo que ocorre de ruim ou misterioso é culpa dos EUA. Por todos os lugares seu nome é execrado e ninguém oferece um pedaço de pão dormido para a gordinha.

    ri ri ri

  12. Marcelo: conto pra todo mundo que você tem aparecido no CUB também? Posso contar os nicks? ;)

    Lembre-se bem: não se joga pedras no telhado dos outros quando se tem telhado de vidro. Ok?

  13. Eduardo Vianna disse:

    Não quero dar atenção a baboseiras, mas sou um cara identificado com o comunismo, aliás eu penso que a economia política do marxismo poderá um dia se refinar, de um modo totalmente renovado, com todas as páginas viradas e com toda a autocrítica feita, como uma contribuição ao pensamento crítico popular (é preciso desconfiar por exemplo das religiões na mesma medida em que é preciso desconfiar da mercadoria e sua “alma”), e confesso que poucas vezes tenho tido a oportunidade de ver um argumento antimaçônico, como se a maçonaria tivesse lá muita influência no mundo contemporâneo, misturado com argumentos anticomunistas tão ridículos para atacar uma pessoa, ainda mais uma dama, ora essa, na segurança sem hematomas da internet…

  14. Eduardo Vianna: pois é. :)

    Diz ter fé em Jesus Cristo, mas não segue o exemplo… Assim é fácil!

    De qualquer forma, sobre esse tipo de comunismo que você citou… Interessante, fiquei curioso. Gostaria de ver como seria isso. :)

    Afinal, daquilo que temos hoje em dia, o capitalismo ainda é o “menos pior”, apesar de todos os pesares. Mas, quem sabe, mesclando um pouco da idéia de ambos (democracia, igualdade, etc)… Sem sabe teríamos uma solução melhor. Mas vamos ver.

  15. Eduardo Vianna disse:

    Querido Mário César.

    Eu me sentiria à vontade conversando sobre esse assunto partindo do princípio de que, em primeiro lugar, e lamentavelmente para nós que temos um apreço pelo pensamento científico, existem dicotomias em nossa apreciação mais geral da realidade. Tenho a má impressão de que nós, os aficcionados, ou os entusiastas, fomos nos habituando a entender por “ciência” apenas os domínios da história natural e da física. Mas segundo o que podemos deduzir após uma pesquisa mais longa sobre os rumos dialéticos da civilização, a economia política como ciência está principalmente com o alemão Marx e outros que consideraram a história segundo uma premissa materialista específica para a história (o materialismo histórico). Após a imensa crise do “socialismo real”, o marxismo histórico parece ter perdido todos os argumentos de autoridade construídos ao longo do século XX, o que é bom. Sobre o que você disse de mesclar democracia e igualdade, nem o capitalismo chegou a instaurar a democracia de fato, nem o “socialismo real” chegou a fundar a igualdade como regime “natural” da sociedade. Eu parto da premissa, sustentada desde o comecinho do século XX por marxistas marginalizados pelos partidos comunistas, de que o comunismo apareceria como um sintoma da dupla crise do capital — crise da estrutura produtiva e crise da estrutura da política — sem ser necessariamente instituído por um partido ou por um governo. Segundo teóricos e ativistas interessantíssimos dos nossos dias, há talvez um precedente nesse sentido agora mesmo, diante dos nossos olhos, e esse precedente, segundo esses autores e homens de ação com quem concordo, encontra o seu cerne precisamente no terreno da ciência e da tecnologia. Pensamos possuir evidências (note bem, essa palavra não é qualquer coisa), de que um certo aspecto relativo às tecnologias cada vez mais popularmente em uso no mundo todo apontam, de modo inédito, para todo um universo da produção de riquezas e serviços para além da mercadoria, que é o que define, de fato, todos os aspectos materiais e morais das relações entre as pessoas no capitalismo. Mas não quero cansar os leitores deste blog. Estou alegremente disposto a seguir com esta conversa se você assim desejar.
    Um forte abraço e obrigado pelo seu comentário.

  16. marcelo disse:

    Comunismo onde essa desgraça brota há milhões de mortos, perseguição e opressão.

    Claro que os analfabetos históricos preferem fechar os olhos para a desgraça criada pelos malditos ateus.

    Quanto a maçonaria não ter influência cito apenas alguns fatos históricos : Perseguição e morte de milhares de católicos na “revolução Francesa” perpetrada pelos maçons,destruição de Canudos a mando do governo brasileiro dominado por maçons, a perseguição e morte dos jesúitas no Brasil pelo maçom Marquês de Pombal,a perseguição e morte dos Cristeros pelo governo maçom mexicano,a perseguição maçonico-comunista dos católicos na Espanha na Guerra Civil Espanhola,o domínio que esses malditos detêm no poder judiciário sempre encobrindo os crimes de seus afiliados, a criação dos EUA pelos líderes maçons e toda a doutrina do americanismo.

    Não sabe o que é americanismo ? Vai no Google.

    ri ri ri

  17. Fabio disse:

    O único “ismo” que pode melhorar um pouco as coisas é o cristianismo!

  18. Eduardo Vianna disse:

    Estimados Marcelo e Fábio.

    Eu estaria quem sabe disposto a concordar com vocês, se vocês tivessem, só por um momento, a boa vontade de me dizer o que vem a ser o “cristianismo”. Não sei se vocês têm algum interesse pelo que de fato amarga a paupérrima condição humana de ontem e hoje; honestamente não quero ofender nem parecer hostil, mas vocês também me parecem, assim de chofre, e é claro que posso estar enganado, alguns dos inumeráveis cristãos que tenho visto, totalmente insensíveis, ou indiferentes, aos 58 milhões de seres humanos exterminados todos os anos pela civilização capitalista na qual nascemos (eu posso discutir com vocês, se estiverem interessados, os dados, devidamente ignorados pelo mundo rico e seus admiradores, das Nações Unidas que atestam o que estou dizendo).
    Mas me expliquem aqui o seguinte: o Brasil é a maior nação católica deste pobre e louco mundo (poderia ser a maior nação protestante, daria no mesmo), e é, pensem comigo, a sociedade mais ATRASADA que há na face da Terra. Eu posso provar o que estou dizendo, não é difícil. Pois muito bem: “nós” já somos cristãos, e no entanto… Vamos lá, rapazes, vamos conversar sobre as evidências das coisas.

  19. Eduardo Vianna disse:

    Olá, deixem-me lançar só mais alguns questionamentos, tenho certeza de que vocês dois terão a grandeza moral de responder.

    Onde está a piedade cristã, de um modo mais específico, diante dos 48 milhões de INDIGENTES que há só no Brasil? Vocês pensam sobre isso? Vocês estariam dispostos a se sacrificar em nome dos massacrados e desvalidos, precisamente aqueles que, segundo disse o valente hebreu de Nazaré, haveriam de receber o reconhecimento sem fim de Deus? Vocês alguma vez já consideraram o fato de a sociedade brasileira haver sido a que mais recebeu escravos estrangeiros em toda a história da humanidade (muito mais que os estados antigos de Roma ou Pérsia, por exemplo), e que a Cristandade sempre endossou os processos comerciais e produtivos da escravidão do negro em nosso país? Lembrem-se, “o negro não tem alma”, palavras inesquecíveis da Santa Igreja, ou que pelo menos deveriam ser inesquecíveis. E que dizer das quase duzentas mil (duzentas mil!) mulheres mortas todos os anos nesta nação temente a Deus, vítimas de abortos clandestinos, muitas vezes feitos com cabides e pedaços de arame? Vocês não se compadecem dessas pobres mulheres? O que vocês sentem a respeito dessas coisas?

    E, Marcelo, por falar em Guerra Civil Espanhola, o que você pensa sobre o FRANCO (com trocadilho, desculpe, não pude resistir) apoio dado pelo Vaticano aos regimes do Eixo e seus satélites na Europa e na Ásia? A propósito o catolicismo mais castiço, e mais numeroso, foi sempre favorável ao chamado integralismo no Brasil, assim como ao regime de 64 e às oligarquias rurais e urbanas. Que tal lhe parecem essas coisas? E não fuja do assunto falando da maçonaria, meus questionamentos são sobre o credo católico, do qual você tem, agora, uma boa oportunidade de fazer a defesa. Até que os cristãos nos apresentem conceitos e provas históricas satisfatórias, nós os malditos ateus, curiosamente mais sensíveis ao pranto imenso do homem, pelo que se pode deduzir da conversa que estamos tentando entabular neste momento, continuaremos nos achando no direito de dizer que o único cristão morreu na cruz.

  20. Eduardo Vianna: vá ao meu blog e clique em “Visualizar meu perfil completo”. Na página que se abrirá haverá um link par meu e-mail, logo abaixo da minha foto. Clique lá e me mande seu e-mail, com seu MSN, que conversaremos. :)

    Estou numa correria danada nesses dias por causa da faculdade (trabalhos, provas, TCC…), mas você me mandando o e-mail te adiciono aqui e, assim que possível, conversaremos. ;)

    Abraço!

  21. Eduardo Vianna disse:

    Sim, Mário César, será um enorme prazer fazer isto agora mesmo.
    Abraços.

  22. marcelo disse:

    Cadê minha resposta que postei aqui ?

    Que diabos é CUB ?

  23. marcelo disse:

    Respondendo, novamente.

    Onde está a piedade cristã ? Não sabe ? Então digo está nas creches,orfanatos, asilos e fazendas e sítios de reabilitação para dependentes químicos. Está no apoio psicológico para todos que sofrem.

    Quanto a sociedade brasileira ter “recebido”,na verdade comprado escravos, lembre-se que a escravidão resurgiu quando os iluministas chegaram ao poder e com eles os governantes corruptos e cegos por essa ideologia gnóstica.

    Na Idade média e isso documentos comprovam não existia a posse de um homem por outro. O que os autores medíocres chamam de servidão fingindo ser escravidão era um acordo onde se por um lado o servo não poderia deixar a terra o senhor das terras não poderia expulsar esse servo sugiro que leia “Idade Média” de Régine Pernoud para aprender alguma coisa.

    Lembre-se que o rídiculo Voltaire que dizia defender o direito do indivíduo expressar seu pensamento ganhava dinheiro com o tráfico negreiro.Ele por acaso era iluminista e odiava a religião, ri ri ri.

    Quanto a dizer que a cristandade sempre endossou a escravidão não fale tolices. A Igreja lutou contra a escravidão sempre. Lutou contra a escravidão dos índios e dos negros. Mas é claro se você chama os governos maçonicos de cristãos isso são outros 500.

    Quanto a suas estátisticas de mulheres mortas por abortos dou o conselho de avisar ao IBGE sobre tal fato, já que eles mesmos desconhecem tais números. E as crianças que são abortadas o senhor não se compadece delas? Qual o crime desses seres humanos para serem mortos de maneira atroz por mulheres imbecis ?

    Franco apoio ?Quando? Realmente foi o Vaticano que assinou um tratado de não agressão com Hitler e não os comunistas russos. Comunistas que em 1933 já haviam matado 4 milhões de Ucranianos de fome.Talvez por isso líderes judeus tenham até mesmo homenageado os católicos por seus atos para salvar os judeus, estude mais pare de repetir as mentiras desses sites idiotas e de meios de comunicação ridículos. Quanto a Guerra Civil Espanhola realmente os católicos deveriam ficar ao lado dos comunistas, afinal era apenas por amar demais os católicos que os comunistas e ateus matavam e estupravam freiras, profanavam túmulos de religiosos e fuzilava os cadáveres e diziam que instalariam uma sociedade atéia onde não haveria liberdade de religião.

    Quanto ao “golpe” de 64 procure pesquisar um pouco mais e deixe de destilar os famosos slogans. Pesquise e veja o que ocorria em 62,63 e observe que em 64 a maioria da população apoiou a resposta do exército a tentativa de golpe dos comunas imbecis, pena que os militares foram tão bonzinhos e mataram apenas 300 ou 400 desses imbecis.

    Qanto a bondade atéia vamos aos números e veremos quantos religiosos morreram nas mãos dos comunistas na Espanha, Leste Europeu,China,Cuba,México.

    Como o comunismo se diz ateu podemos atribuir aos bondosos comunistas 100 milhões de mortos, mas é claro você vai dizer com toda sua demência que não foi o verdadeiro comunismo o autor de tais mortes e eu só posso rir de tal fingimento.

    Aliás, os bondosos comunistas em Cuba mataram 117 mil pessoase continuam a matar , mas ruim mesmo foi a ditadura brasileira não é ? ri ri ri.

    As provas históricas estão bem documentadas basta lê-las, coisa que duvido que você já que como bom comunista e ateu só ler o que corrobora aquilo em que acredita?

    E por falar em maçons. Pesquise sobre a revolução dos cristeros no México, sobre quem organizou a revolução francesa e quantos católicos eles mataram enquanto durou o banho de sangue que tinha como lema liberdade, etc. Pesquise sobre o maçom Marquês de Pombal e o motivo dele ter expulsado os Jesúitas do Brasil. Pesquise o que o governo maçonico brasileiro fez contra Canudos e Antônio Conselheiro.

    ri ri ri

    Sobre a tolice , ou melhor slogan, de dizer que a Igreja disse que os negros não tinham alma peço provas ( documentos ) e as peço, pois sei que simplesmente não existem. É “bullshit” criada por idiotas para mais uma vez enganar os ingênuos como o senhor que acredita em propagandas em vez de procurar informações sérias, estude pare com a burrice.

    Não precisa me responder, sei que vocês que nada sabem vivem de perguntar , mas não conseguem responder nada.

    ri ri ri

  24. Delair Rodrigues disse:

    Eu sou professora de história, com mestrado em historia política na UnB e devo contestar o que o Marcelo escreveu. Não se pode querer tapar o Sol com a peneira e negar que a Igreja Católica tenha cometido abusos de autoridade e violências de todo o tipo, entre elas escravidão. Tudo bem que religião e espiritualidade tenha seus benefícios, mas ser cego a ponto de transformar-se em um ignorante é inconcebível. Ainda mais com requintes de fanatismo conforme vistos nas postagens anti-maçônicas deste cidadão. Um pouco de cultura, conhecimento e menos fanatismo é o que eu desejo a esse cidadão.

  25. Eduardo Vianna disse:

    Marcelo, vamos lá. Vou começar pelo final.

    Vou apresentar as provas que você reivindica dizendo onde podem ser encontradas, e os interessados poderão escrutiná-las. Tem de ser assim pelo fato de eu não as possuir digitalizadas, apenas em livros impressos. Eu posso, mais tarde, procurar esses textos, ou suas apreciações, pela internet.
    Sobre o franco endossamento dado pela Cistandade à escravidão do negro no Brasil, recomendo dois autores. O primeiro é Darcy Ribeiro, em O povo brasiliero, estudo militante no qual o autor, com a devida prova histórica e com o conhecimento do Brasil contemporâneo, lança um olhar sobre os atores da construção da gente brasileira e suas relações, inclusive religiosas e judiciais. Darcy Ribeiro analisa, aliás com um grande senso de justiça, o papel da Cristandade em contraponto à vida heróica de muitos católicos revolucionários, dos quais o maior terá sido Frei Caneca. Outro volume de profunda apreciação científica é Revolução burguesa no Brasil, de Florestan Fernandes. O autor se debruça sobre processos de avanço democrático que nunca aconteceram por aqui, com grande ênfase aos aspectos raciais originais da sociedade brasileira, e sua relação com o Estado/Igreja. Ainda quanto a este assunto, o que será evidentemente mais fácil para você, recomendo a leitura do que está escrito em http://www.adital.com.br/site/noticia2.asp?lang=PT&cod=20880.

    Sobre o golpe civil-militar de 1964, vou pedir novamente licença aos leitores desta publicação para recomendar um livro. Trata-se de Presença dos Estados Unidos no Brasil, do historiador Moniz Bandeira, volume fartamente baseado em prova documental, e com grande ênfase quanto às mobilizações em favor das chamadas reformas de base, entre 1961 e 1964.

    Quanto a sua constatação de que os regimes do “socialismo real” (comunismo seria outra coisa, uma categoria de civilização sem a necessidade do Estado) foram regimes de terror, eu estou de acordo. Sou dos que consideram o socialismo, sem dúvida muito diferente desses regimes que você citou, como o desdobramento de uma democracia verdadeira, que nós também não temos — isto que está aí é bandalheira pura, um simulacro de democracia. A diferença entre o tipo de “argumentação” que você sustenta e o meu é que eu me encontraria disposto a dizer quem sou fazendo a devida autocrítica filosófica e histórica. Se não consegue entender o que estou dizendo, ignore. Os fatos históricos estão aí, à disposição de todos. Eu, como comunista, estou sempre pronto a responder por eles, mesmo sem ser de nenhum partido político e não subscrevendo nenhuma tentativa histórica em nome do comunismo, e sem posar como vítima dos maçons. Eu gostaria de ler uma defesa sua, mais bem-fundamentada, mais séria, mais honestamente militante ou simpatizante, do bom e velho RoBerTo (Roma, Berlim, Tóquio, assim se referiam os fascistas brasileiros aos regimes do Eixo).

    Quanto ao que você disse sobre Voltaire não tenho conhecimento, vou procurar me informar a esse respeito.

    E sobre a questão do aborto no Brasil. Primeiro, você está mal-informado sobre as atribuições do IBGE, as estatísticas a que me refiro estão em poder do Ministério da Saúde, que invariavelmente mantém sobre elas um silêncio sepulcral (sim, meu caro, aborto é questão de saúde pública, embora receba, neste deserto de homens e idéias, um tratamento policial). Os interessados podem inferir não só a existência das estatísticas como a sua metodologia pelo sítio http://www.redesaude.org.br, há detalhados arquivos em PDF sobre isso.

    Sobre o que você disse das creches, escolas e clínicas bancadas pelas igrejas. Bem, considero justo você lembrar essas iniciativas, sem dúvida tão benéficas para tanta gente, mas eu procuro pôr em discussão algo mais geral, sobre a sociedade mesmo, a partir do que a influência institucional do credo católico sobre o Estado brasileiro é algo inadmissível. Ou ainda, minha reivindicação é a de que o postulado de sociedade do “cristianismo”, seja lá o que isto queira dizer, ao precisar fundamentar a sua estrutura sobre a caridade organizada, não tem nada mais a oferecer além de tudo o que temos visto desde o dia em que nascemos. Talvez o atual estado de coisas esteja muito para você, não é o meu caso.

    Mas veja, Marcelo, sua argumentação é tão pobre que eu fico até constrangido. Vou lhe dar uma dica de como você poderia manifestar-se com a devida profundeza, e gerando um impacto muito superior ao que você comumente consegue gerar. Você poderia escrever simplesmente o seguinte: “Ô seu maçom ateu e comunista comedor de criancinhas, sabia que o Vaticano teve um Papa negro antes dos processos de abolição da escravatura na América do século XIX?” Eu, de minha parte, quero lembrar esse fato, tão inusitado, para dar uma idéia de como esses assuntos são exigentes e contraditórios. Tenho visto ao longo de vários anos militantes da Igreja muito melhores que você.

  26. Eduardo Vianna disse:

    E, evidentemente, faço minhas as palavras da Sra. Delair.

  27. Fábio Gomes disse:

    O fenômeno UFO não é uma certeza, mas acredito que com o tempo e investigação apropriados ele pode se tornar. Quem sabe…

    Mario, você precisa atualizar mais seu blog! Mas sei que seu tempo é curto! :-) Abraços!

  28. Falabela disse:

    Não quero me envolver com disputas ufologia ,só quero indicar um site que gosto muito e na minha opinião e um dos mais sérios da net.
    Eu indico o GUBF http://www.gubf.Net do grupo ufológico da baixada fluminense que alem de ter boas matérias ainda tem uma radio ufológica que só vi lá, eles estão de parabéns.

  29. Mardonio Jr disse:

    Um site que divulga casuísticas do piauí e maranhão abordando o tema desta matéria (Ufologia), é http://www.upupi.com.br. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *