MENU

Hominídeos Elusivos

Codinome Carlos Allende

20 de agosto de 2009 Comments (0) Views: 1334 Ceticismo, Destaques, Fortianismo, Ufologia

A Conexão OVNI

por Roger Sandell, publicado em Magonia n.7 em 1981

Um dos livros de Donald Keyhoe nos anos cinqüenta foi intitulado The Flying Saucer Conspiracy [A Conspiração Disco Voador]. Neste livro Keyhoe alegou que o governo dos Estados Unidos estava deliberadamente suprimindo informação, uma idéia que continuou atrativa aos ufologistas desde então.

Mas se uma pessoa aceitasse a idéia de um encobrimento OVNI oficial, qual era o motivo? Muitos ufologistas sentiram que a resposta repousava em desconfiança burocrática do público e medo do possível pânico se fosse ‘revelado’ que seres extraterrestres estavam vigiando e pousando neste planeta. Mas havia aqueles preparados para encontrar explicações mais sinistras. Por exemplo, George Hunt Williamson, o contatado americano, escrevendo em Flying Saucer Review, viu o ‘encobrimento UFO’ em termos de teorias de conspiração examinadas na primeira parte deste artigo: 

… há certos interesses muito poderosos (interesses que realmente controlam o mundo, seu povo, e o que elas pensam e fazem) no mundo que sabem que o reconhecimento extraterrestre significa submissão extraterrestre… Eles sentem que reconhecer oficialmente os OVNIs significa o fim do poder e controle deles sobre as pessoas, guerras para ajudar a situação econômica [sic] e a perda da indústria (vital à continuação deles). Em resumo estão impedindo você de saber a VERDADE. Esta é a conspiração, e é o plano dos bancos Internacionais manter você ignorante, um plano que não é novo de nossa época, mas tão velho quanto a Terra e existiu em todas as eras e civilizações. [1] 

O camarada de Hunt Williamson, o contatado George Adamski, expressou opiniões semelhantes. No seu livro final, Flying Saucer Farewell, ele descreve sua audiência com a Rainha Juliana da Holanda (que freqüentemente deixou o governo holandês embaraçado estendendo sua hospitalidade a ocultistas duvidosos), e alega que ela lhe contou que a verdade sobre OVNIs estava sendo suprimida por um grupo poderoso de ‘Banqueiros Internacionais’ que temiam que os OVNIs com suas fontes de energia futurísticas representassem uma ameaça ao poder deles que estava baseado no seu monopólio dos recursos naturais. Curiosamente, a Rainha Juliana é a esposa do Príncipe Bernhard, um fundador do Grupo Bilderberg. Este é um clube semi-secreto para a nata de políticos e financistas dos EUA e Europa que aparecem proeminentemente em muitas teorias conspiracionistas. (2)

Podem ser achadas denúncias semelhantes de Banqueiros Internacionais e outras conspirações mundiais em outros lugares na literatura OVNI cultista dos anos cinqüenta e sessenta. Uma das ligações mais interessantes entre teorias de conspiração, ufologia e ocultismo é o caso da Mankind United [Humanidade Unida]. (3)

Esta organização foi fundada em 1934 por Arthur Bell, um homem de negócios da Califórnia. Bell afirmou que guerras, crises financeiras e a miséria humana eram em geral o trabalho dos Hidden Rulers [Governantes Ocultos], uma conspiração de séculos de idade de financistas objetivando uma ditadura mundial. Bell descreveu os planos dos Governantes Ocultos para sua futura ditadura em detalhes. Eles incluíram cidades em forma de pirâmides, instrumentos futurísticos de tortura e haréns vastos para os Governantes. Porém, Bell proclamou, outro grupo de homens ricos – desta vez benevolentes – tinha se organizado para derrotar os Governantes e prenunciar uma era de prosperidade universal. Estas pessoas eram os Patrocinadores secretos da Humanidade Unida. Quando a organização chegasse a 200.000.000 de membros os Patrocinadores revelariam a si e aos seus planos para o mundo.

Embora este grupo tenha chamado alguma atenção pública depois de sua fundação, pelo fim dos anos quarenta tinha encolhido a um culto minúsculo, crescentemente influenciado pelo início do cultismo OVNI. Em 1951 Bell contou para seus seguidores que os Patrocinadores tinham abandonado a esperança de derrotar os Governantes Ocultos, mas que através de tecnologia secreta eles tinham descoberto um planeta incorrupto e parecido com a Terra em outra dimensão, para a qual eles poderiam transferir todos os verdadeiros crentes no instante de sua morte.

Para Bell, assim como para Adamski e Hunt Williamson, a existência de extraterrestres benevolentes com tecnologia milagrosa ofereceu uma possível fuga do poder de conspiradores malignos. Mas para outros havia possibilidades mais sinistras: e se os OVNIs fossem eles mesmos parte da conspiração?

Desde o começo muitos cultistas estavam convencidos da malevolência dos ocupantes de OVNIs. Richard Shaver, trabalhador em uma fábrica de carros na Pensilvânia, tinha afirmado em 1944 ter conhecimento da existência dos Deros, uma raça de subterrâneos malévolos que era capaz de deformar as mentes de humanos por tecnologia complexa de controle da mente. Shaver foi rápido em ligar os primeiros avistamentos de OVNI com seu Deros, assim como seu editor, Ray Palmer.

Dos anos cinqüenta até o presente, as histórias OVNI contaram dos misteriosos Homens de Preto, figuras malignas aparentemente humanas, mas em realidade alienígenas, espalhando medo e comprometidos em algum plano insondável. Sem surpresa, estas idéias de interferência má em assuntos humanos assumiram uma dimensão política para alguns escritores. A primeira pessoa a ter feito esta ligação parece ter sido Morris K. Jessup que pergunta em seu livro The Case for the UFO

As pessoas do espaço dominaram o Império Vermelho [a União Soviética]? Os segredos do vôo antigo e levitação… têm sido preservados nos monastérios do Himalaia. Pode haver uma relação direta entre este fato e a ansiedade russa em capturar e controlar estas regiões montanhosas? 

A Igreja Jaredita alegou que os famosos ‘Filhos de Deus’, descritos como casando com mulheres humanas no Gênese, eram robôs criados por Satanás, um cientista de um sistema solar distante

Alguns cultistas estavam preparados para ampliar estas idéias em enredos até mesmo mais detalhados. Um tal culto americano do fim dos anos 60, a Igreja Jaredita, alegou que os famosos ‘Filhos de Deus’, descritos como casando com mulheres humanas no Gênese, eram robôs criados por Satanás, um cientista de um sistema solar distante. Desde então os descendentes deles constituíram The Watchers [Os Vigilantes] que têm realizado o trabalho de Satanás. Suas fileiras incluíram os Imperadores Romanos que perseguiram cristãos, inquisidores medievais e em nosso próprio tempo, o Marechal Tito, Al Capone, Kosygin, e, de forma alarmante para os Social-Democratas, Lorde George-Brown. Na Inglaterra, Os Vigilantes apareceram nos livros do contatado do começo dos anos 60, Derek Sampson, que também fundou um partido antisemita marginal, o Movimento de Reforma Nacional.

Uma variante ainda mais extraordinária na idéia de conspiração OVNI foi proposta por um cultista americano dos anos 70, Philip Argyle-Stuart, em sua publicação de nome surpreendente, The High IQ Bulletin [O Boletim Q.I. Alto]: 

Minha teoria é que uma parcela imposta extremamente diabólica foi adicionada à população Khazar [i.e. judaica [4]], consistindo em humanóides que chegaram através de discos voadores do planeta Vulcano, que eu assumo não estar em uma órbita intra-mercurial ao redor do sol, mas na órbita da Terra… atrás do sol, eternamente longe de vista…

Da mesma forma na cultura Ocidental gótica, faustiana. As correntes de população em migração inertes e sem objetivo conhecidas como Francos, Godos, Anglos, Saxões, dinamarqueses, Swabians, Alemni, lombardos, Vândalos e Vikings tiveram uma parcela subitamente adicionada consistindo de Normandos-marciano
s-Varangianos chegando de Saturno através de Marte, em discos voadores.

Depois de 1776 ela [i.e. a conspiração Vulcaniana-judaica] usou os Illuminati e a Grande Ordem Maçom. Depois de 1815 usou as maquinações financeiras da Casa dos Rothschild, depois de 1848 o movimento comunista, e depois de 1895 o movimento sionista. 

Porém, a ligação entre ufologia e teorias de conspiração não é limitada a cultistas isolados. Os artigos de Gordon Creighton na Flying Saucer Review freqüentemente contêm notas que apontam ao envolvimento de entidades OVNI em conspirações políticas. Na introdução dele para a edição britânica do livro de J. G. Bourret The Crack in the Universe ele escreve: 

À medida que a espécie humana e sub-espécies se acham cada vez mais afligidas por uma gama de dificuldades intratáveis que podem concebivelmente pressagiar nossa partida prematura de cena, fica mais fácil perceber que talvez nós homens não somos afinal de contas os mestres aqui, e que nossos governos muito provavelmente sabem quem exerce o controle. [ênfase no original] 

O falecido John Cleary-Baker, o editor-fundador do jornal BUFORA se expressou em termos semelhantes: 

Quando toda concessão é feita para tais fatores como pressão da população, as tensões e estresses da vida urbana e assim por diante, há elementos nos fenômenos sociais de hoje que parecem apontar diretamente a influências alienígenas externas, construtivas e destrutivas, em nossa sociedade. A Juventude em particular parece ser um alvo para todos os tipos de forças e influências, provavelmente não todas terrestres em origem. [5] 

John Keel foi até mesmo mais explícito em designar às entidades OVNI um plano para dominação mundial bem parecido àqueles alegados contra os judeus no trabalhos anti-semitas como Os Protocolos dos Anciões de Sião

Como você faria a respeito da captura e escravização de um planeta inteiro? O jogo já começou; e está sendo jogado em uma escala global. Aqui é como está sendo feito: Passo um, a situação econômica deve ser controlada. Isto significa que a moeda corrente, e mais importante o ouro, deve ser manipulado. Passo dois, a imprensa deve ser controlada. Passo três, todas as comunicações devem ser controladas. Passo quatro, devem ser desviadas as forças armadas e drenadas de força – o Vietnã. Passo cinco, o controle religioso (moral) deve ser usurpado. Passo seis, a anarquia deve ser introduzida. Passo sete, suprimir ou assassinar aqueles líderes que mostrem habilidade política para controlar estas bagunças. [6] 

Keel continua ao sugerir que tendo reduzido a Terra ao caos por meio deste programa, as entidades OVNI poderiam pousar e se apresentar como nossos salvadores benevolentes. Os discípulos britânicos de Keel, os escritores Anthony Roberts e Geoff Gilbertson, são ainda mais explícitos. No seu livro The Dark Gods [7] eles utilizam os trabalhos dos anos 20 da teórica anti-semita e de conspiração Nesta Webster, e descrevem os Illuminati, o Grupo Bilderberg e a Comissão Trilateral como agências para a dominação da humanidade através de entidades malignas.

Resumindo: as idéias de teoristas de conspiração parecem ter exercido alguma atração para crentes em OVNIs. Embora esporádica, e mais forte entre os contatados, a atração não está limitada a esta área. Isto é surpreendente, considerando a distância de teorias de conspiração da corrente principal da política presente. A parte final deste estudo examinará por que isto é assim.

***

Referências

1. Flying Saucer review, September-October 1959.
2. See Robert Eringer The Global Manipulators Pentacle Books, Bristol. 1980
3. See: California Cult
4. The Khazars were a medieaval Causaian tribe who became converts to Judaism, and were absorbed into the Jewish population as a whole. Antisemites often use the term to mean Jews in general.
5. BUFORA Journal, Spring-Sumer 1971
6. BUFORA Journal, Summer 1969.
7. Anthony Roberts and Geoff Gilbertson, The Dark Gods, Rider/Hutchinson, 1980.

Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *