MENU

Discos Voadores ou Moscas Voadoras?

Ressonância de Schumann: Quando o holismo se tornou reducionista

15 de agosto de 2009 Comments (3) Views: 1899 Fortianismo, Ufologia

Os Gnomos de Symmonds

Aaron Sakulich, tradução gentilmente autorizada
Original in English

Há algum tempo tive notícias de uma grande amiga com quem falei por um tempo. Parece que desde a última vez em que falei com ela, ela arrumou um emprego naTravelocity, uma companhia de planejamento de viagens. O mascote da Travelocity é um pequeno gnomo, que aparentemente permitem que você leve como acompanhante em viagens. Ouvi dizer que o escritório tem uma enorme coleção de fotografias do gnomo em todos os tipos de locais exóticos.

Mas este não é o ponto. O ponto é que, assim que ouvi a palavra “gnomo”, eu tive que morder minha língua para não começar a contar uma longa história sobre como algumas pessoas acreditam que gnomos de verdade existem. Mas não posso manter estas coisas presas para sempre, então aqui vão elas.


As legendas dizem, do topo, "como garras", "nenhuma boca",
"muito indistinto para ver ‘pés’", e "close do gnomo /
Incidente Stockton GA/ Desenhado por (nome obscuro)
28 de agosto de 1956"

O ano era 1955. Uma certo senhora Margaret Symmonds e seu marido estavam a caminho para a Flórida para, eu assumo, umas férias de verão longe de sua cidade natal de Cincinnati. Mal sabiam que antes de suas férias na Flórida, eles tomariam um desvio passando tanto por Stockton, Geórgia, como pelo terror.

Ao redor das 3:30 da manhã a senhora Symmonds estava dirigindo, enquanto seu marido dormia na parte de trás do carro. Enquanto dirigiam, ela se deu conta de quatro figuras pequenas na estrada à frente dela. Tinham ao redor de 4 pés de altura, pouco mais de um metro, eram cinzas, pareciam usar capuzes e estavam paradas de pé, juntas. Ela pensou que havia interrompido os pequenos homens que cavavam um buraco na estrada, já que um deles parecia estar carregando uma vara. Uma das figuras se distanciou do grupo e ela conseguiu dar uma boa olhada nele: o homenzinho estava usando um chapéu com abas para baixo, tinha uma cabeça em forma de nabo, um nariz pontudo comprido e boca pequena, olhos enormes que ardiam vermelhos, pernas curtas e braços longos, finos, que terminavam em garras.


As legendas dizem, do topo: "duas figuras ao fundo estavam
de costas e eram indistintas", "corpo dobrado ou corcunda"
"(obscuro) nenhuma face visível" "detalhes obscuros" e
"Desenho de impressão/ por (nome obscuro)
28 de agosto de 1956"

Naturalmente, a senhora Symmonds deixou escapar um grito que despertou seu marido enquanto ela desviou dos pequenos monstros. Quando ela se acalmou o bastante para lhe contar o que tinha visto, o marido quis voltar e investigar, mas ela tinha tido bastante bastante aventuras com monstros para uma só noite. Assim eles continuaram para a Flórida, deixando os homenzinhos ocupados com seus negócios.

A descrição dos homens-gnomo (ou anõezinhos, ou duendes, ou como quer que você queira chamá-los) é semelhante a um punhado de outros casos que foram relatados, como o caso dos Duendes de Hopkinsville, daquele mesmo terrível ano de 1955. Geralmente, gnomos são relatados como tento de um metro a um metro e vinte de altura, têm pés curtos que terminam em garras ou ventosas, braços longos que terminam em garras, enormes olhos brilhantes, orelhas grandes como as de um elefante, bocas minúsculas e narizes longos, pontudos. No caso de Hopkinsville eles foram descritos como usando trajes prateados “como placas de metal”; um caso no Canadá alega que os pequenos sujeitos estavam usando macacões verde-limão.

Há duas teorias sobre os pequenos gnomos. A primeira é a de que eles são algum tipo de extraterrestres. A “prova” para isto é a de que eles parecem agir muito como os ocupantes OVNIs — curiosos de uma forma meio entediada, distante, eles parecem gostar de se ocupar do que parece a nós como atividades absurdas, e embora não sejam agressivos, eles se defenderão com grande zelo. Ocasionalmente, como nos casos de Hopkinsville ou aquele canadense, os gnomos são vistos entrando ou saindo de discos voadores. Um problema com esta teoria é que às vezes os gnomos são relatados quando não há nenhum OVNI em evidência, como no caso da senhora Symmonds.

Isto nos conduz à segunda teoria: que os gnomos são monstrinhos definitivamente estranhos, mas são monstrinhos estranhos da Terra, não do espaço exterior. Em termos de histórias em quadrinhos, penso eu que eles seriam chamados INH, isto é, Indígenas Não-Humanos, algo como os Homens-Toupeira de Super-homem.

De qualquer maneira, a teoria diz que estes pequenos sujeitos evoluíram na Terra do mesmo modo que os seres humanos fizeram, mas que não há muitos deles e eles desfrutam de sua privacidade ao ponto de que conseguiram manter sua existência mais ou menos secreta por toda a história. Eu digo mais ou menos porque os proponentes desta teoria dizem que todos os contos de fadas em que nós ouvimos falar de gnomos e homens minúsculos são reais. Eles são eventos reais que aconteceram, e se você é o tipo de pessoa que acredita que uma raça inteira de homens minúsculos poderia evoluir ao lado da humanidade sem ser notada, eu imagino não é ir longe demais acreditar que um deles poderia ter sido chamado Rumplestiltskin em algum ponto.

Quando eu disse que havia duas teorias sobre os gnomos, o que eu pretendi dizer foi que há duas teorias para aqueles que acreditam gnomos existem. Há dúzias e dúzias de teorias que podem explicar sua não-existência. A que eu acho mais interessante envolve corujas.
Eu não sabia disto antes que começasse a buscar por imagens de corujas na internet, mas corujas são monstrinhos arrepiantes. Quando ameaçadas, elas podem se elevar até uma altura de mais de um metro. Elas têm topetes de penas sobre seus olhos que, quando são excitadas ou ameaçadas, elas erguem e podem se parecer com a borda de um chapéu, orelhas gigantescas, ou antenas. Elas têm pés curtos que terminam em garras, e se elas abrem suas asas pode parecer que usam uma capa e têm garras em suas "mãos". Mais importante, elas têm olhos gigantescos, laranjas que, se pegarem a luz corretamente, parecem brilhar.

Estou eu dizendo que a família Sutton em Hopkinsville e a senhora Symmonds na Geórgia confundiram alguns terríveis e enormes pássaros monstros com pequenos homens-monstro? É claro que não. Eu nunca conheci a senhora Symmonds, eu nunca fui mesmo para a Geórgia, e eu só vi fotografias de corujas. Eu espero nunca conhecer uma pessoalmente. De qualquer maneira, há alguns problemas com esta teoria. Primeiro, eu não posso acreditar que uma família inteira de fazendeiros em Kentucky confundiria um grupo de corujas com alienígenas do espaço. Da mesma forma, não posso explicar po
r que a senhora Symmonds disse que um daqueles monstros estava segurando uma vara. Eu suponho que se ela dirigia rapidamente e teve apenas um olhar rápido das coisas, ela poderia pensar que havia uma vara quando não havia, mas se este era o caso, eu não sei por que as corujas simplesmente não teriam fugido voando. Ornitólogos, me ajudem aqui.

Quando eu copiei este quadro do internet, alguma mensagem de wierd em francês surgiu. Eu assumo significou algo ao longo das linhas "corujas são pequenos monstros voadores inacreditavelmente arrepiados."

Olhemos para o quadro maior. O que temos para mostrar que Gnomos existem de verdade? Temos alguns casos dispersos onde, freqüentemente, apenas uma testemunha os viu, normalmente no meio da noite em locais rurais desertos. Qual destas duas coisas é mais provável: que na calada da noite, depois de um passeio de carro longo, uma pessoa cansada pudesse confundir em relance rápido algum animal perfeitamente normal com um pequeno monstro gnomo, ou que estas pequenas coisas existem genuinamente e se mantiveram em segredo durante milênios?

Eu não posso dizer com certeza o que aconteceu todos esses anos atrás naquela escura estrada da Geórgia. Mas eu posso dizer com segurança o que é mais provável: uma pessoa cansada confundiu algo natural com algo sobrenatural.

Nos vemos por aí.

– – –


Uma coruja assustada

Tags: , , , , , ,

3 Responses to Os Gnomos de Symmonds

  1. NOX disse:

    sem comentarios para essa comparacao! :P

  2. Wednesday disse:

     Nunca será um gnomo. Gnomos são seres espirituais, também chamados de elemental, alem de medirem mais ou menos um palmo. Se for um elemental, deve ter sido um pigmeu, mas eu creio que tenha sido um ser intradimencional. Um ser cinza, para ser exato.

  3. st.Hemp disse:

    Eles existem.
    Todo santo dia somem com meus isqueiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *