MENU

Evidência estabilizada

Sobre CeticismoAberto

4 de janeiro de 2006 Comments (5) Views: 1067 Ceticismo, Ciência, Ufologia

Pode haver vida inteligente em Marte? (Há 80 anos?)

Johnathan Nightingale comprou uma enciclopédia infantil, humildemente intitulada “Livro do Conhecimento”, com o detalhe de que ela tem mais de 80 anos. Entre as muitas explicações sobre o mundo, é adorável ver o quanto o conhecimento divulgado está hoje datado.
O Sol, por exemplo, não está queimando, explica o Livro do Conhecimento. Muito bem, “no século passado (a nós, retrasado), os cientistas descobriram que o calor do Sol se deve ao fato de que ele está se contraindo devido a sua própria força gravitacional“. O que era a melhor teoria para explicar o funcionamento do Sol, até que novas descobertas apontaram sérias falhas, e novos desenvolvimentos levaram à fusão nuclear. Ainda assim, a teoria de contração gravitacional é ainda hoje a explicação para a geração de calor em Júpiter e Saturno.
Mas o mais interessante aos leitores do blog deve ser a seguinte entrtada partilhada por Nightingale:

PODE HAVER QUALQUER TIPO DE VIDA INTELIGENTE EM MARTE?
É quase certo que há vida de algum tipo em Marte, e algumas pessoas acreditam que há seres pensantes em Marte — não homens, mas seres que podem vir a entender o homem, e aos quais o homem pode vir a entender quando ambos aprenderem as formas de se comunicarem.
Algumas pessoas que dedicaram todas suas vidas ao estudo de Marte estão certas de que há marcas em sua superfície que apenas seres inteligentes podem ter feito, e estão ainda mais seguras de que todos os “Marcianos” devem ser uma grande família que vive de forma amigável, e deixaram de lutar contra si mesmos como os homens ainda fazem, já que as marcas em Marte, assim se acredita, só podem ter sido feitas por uma raça de seres que abandonou as guerras e fronteiras, e trabalham em conjunto para o bem de todos. Talvez as crianças que leiam esta resposta vivam tempo o bastante para saber ao certo que é a verdade sobre os “canais” de Marte, e como eles foram feitos. Há poucas questões mais interessantes no mundo.

Adorável, não? São os canais de Marte de Percival Lowell, que quando o Livro foi publicado, já haviam sido razoavelmente descartados pela comunidade científica. Sabemos hoje a verdade sobre os canais de Marte, que é o fato de que “Schiaparelli, Lowell e muitos outros, como os astrônomos amadores que observam hoje em dia o planeta com telescópios de pequena abertura, foram vítimas de ilusão de ótica: sob certas circunstâncias a estrutura geológica complexa de Marte aparece como um complexo de linhas finas“.

Mas ainda não sabemos a verdade sobre a vida em Marte, ou em outros lugares, que permanecem uma das questões mais interessantes do mundo, como o astrônomo Carl Sagan promoveu, em sua série sobre o Universo, a milhões de pessoas por todo o mundo.

Tags: , , ,

5 Responses to Pode haver vida inteligente em Marte? (Há 80 anos?)

  1. isso lembra um livro que tenho aqui, é um dicionario, o verbete uranio esta assim: elemento inutil.
    e o livro ainda dá dicas sobre como tratar uma pessoa vitima de um raio:enterre a vitima na terra molhada com agua salgada até o pescoço e deixe-a ai por um dia.
    hilario.

  2. pedro disse:

    eu e meu pai estavamos na janela e vimos uma coisa indo no caminho de marte uma coisa que piscava de varias cores entao eu acridito em vidas em outros planetas

  3. paulo disse:

    A N.A.S.A. sabe sobre a vida em marte, as piramedes de lá se alinham com as daqui! como? marte foi quase toda destruida, quem sobrou mudou pra uma de suas luas(que é artificial), outra parte vive em abrigos debaixo do solo marciano e uma terceira parte semeou a vida aqui na terra!isso já tinha sido contado no antigo egito e grecia, não por qual motivo eles omitem da população!

  4. Marcos Vinicius Pereira Borges disse:

    Há, verdadeiramente, vida inteligente em Marte !
    Basta entrar nas fotos do departamento de fotos de alta resolução da Universidade do Arizona – HIRISE, jogar para o PhotoScape, ou outro analisador de imagens, trocando contrastes, cores (retirando o tradicional amarelo-Nasa…, mexendo no brilho, na profundidade, enfim, filtrando, tentando chegar nas cores reais.
    Foque sua visão nos detalhes e, lembre-se, as fotos que nos disponibilizam, via internet, são fotos anguladas, a esquerda e para dentro.
    Não se atenha a foto como um todo, mas aos detalhes.
    Aparecerão, principalmente, monumentos á homens e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *