MENU

Anti-gravidade: ESA é a real?

Mais uma foto OVNI clássica explicada?

5 de abril de 2006 Comments (0) Views: 943 Ufologia

Pessoas cultas também vêem OVNIs

Noite de quarta-feira, 1 de março. Uma partida de futebol era transmitida, o que em teoria seria toda a atração. A Universidad Católica, reforçada com a presença do grande Diego Armando Maradona, jogava contra a Seleção Nacional do Chile.

A expectativa gerada pelos meios nos dias anteriores contrastava com um encontro que em verdade estava muito chocho. O final do primeiro tempo me forçou a trocar de canal e assim cheguei ao programa “La Tele o Yo” da TVN justamente quando o apresentador introduzia um convidade interessante. Tratava-se de Hermógenes Pérez de Arce, destacado colunista de El Mercurio e figura muito identificada com o regime militar do ex-general Augusto Pinochet.

Como era de se esperar, o diálogo se centrou em suas anedotas familiares e sua proximidade com Pinochet. Mas a conversa subitamente mudou de direção quando o apresentador disse algo como “E você Hermógenes, acredita nos OVNIs?”

O convidado concordou com a afirmação e de imediato começou a relatar uma experiência que o motivou a adotar tal crença. Ele foi testemunha ocular de um incidente ufológico que se encontra muito arraigado na cultura de nosso país. Refiro-me ao avistamento maciço ocorrido em 17 de agosto de 1985. O entrevistado comentou que durante vários minutos pôde contemplar o fenômeno através de um binóculo. “Era uma coisa de cor dourado-metálico, com uma antena em cima em um lado, e uma antena abaixo em outro lado (ver imagem anexa), e todo o país o viu. Então, obviamente, quando eu vejo as coisas, eu acredito nelas”, manifestou textualmente.

Os partidário e promotores do mistério OVNI começarão a usar este testemunho para dizer que “as pessoas cultas também vêem OVNIs”. Posso adivinhar. Contudo, para nós que habitamos o outro lado do espectro, este episódio implica algo completamente diferente. Sabendo de antemão que o incidente comentado foi provocado pela presença de pelo menos um balão MIR, estas declarações demonstram, mais uma vez, que figuras cultas também podem aderir erroneamente a uma crença quando esta se baseia em eventos mal-interpretados.


Imagem anexa: À esquerda, desenho realizado por uma testemunha que pode observar por um telescópio o suposto OVNI de 85. À direita, a lapidária fotografia de um balão MIR captada enquanto ele cruzava o céu australiano em julho de 1985. Esta evidência descoberta pelo investigador argentino Luis Eduardo Pacheco pôs fim a vários anos de incerteza e especulações em torno do caso.

Por Marcos González (Agrupación Canopus – Chile)

via IIEE

Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *