MENU

Comandantes Estelares: Somos Marionetes?

Drones invisíveis

3 de outubro de 2006 Comments (3) Views: 928 Fortianismo, Ufologia

Criador de “Jornada nas Estrelas” trabalhou para grupo que dizia manter contato telepático com extraterrestres


Gene Roddenberry, criador do universo de Jornada nas Estrelas, trabalhou nos anos 1970 para um grupo que dizia manter comunicação telepática com seres de outros mundos. Eles lhe contataram para que escrevesse um roteiro que preparasse a Humanidade para o iminente primeiro contato. David Sutton conta a história no último número da revista Fortean Times (…). Já sei que não é primeiro de abril, mas tive ler a reportagem de Fortean Times duas vezes para acreditar, além de, como é óbvio, confirmar os fatos em outras fontes; entre elas, um artigo que Lynn Picknett e Clive Prince escreveram anos atrás para a mesma revista (…).

A história parece saída de um romance de um Philip K. Dick mais ensandecido. Resulta que em 1975, quando a série original já era velha — as aventuras espaciais de Kirk e Spock sobreviveram na tela duas temporadas devido a sua baixa audiência — um tal sit John Whitmore entrou em contato com Roddenberry, representando uma organização denominada Laboratório Nove (Lab Nine, em inglês). Whitmore, piloto e motivador de executivos — foi depois autor de livros de auto-ajuda — propôs ao criador de Jornada nas Estrelas que escrevesse um roteiro televisivo que prepara-se o gênero humano para a chegada dos alienígenas a nosso planeta, o que ocorreria em 1976. O Laboratório Nove, explica Sutton, era uma organização herdeira da Fundação Távola Redonda, criada por Puharich em 1948. O grupo se dedicava a estudar o paranormal com uma abordagem crédula e, através de um médium chamado Vinod, teria estabelecido contato telepático em 1952 com algumas entidades alienígenas que se identificavam com o Conselho dos Nove, ou simplesmente Os Nove. Quando Vinod voltou a seu país, Puharich continuou em comunicação com Os Nove através de outros médiuns, um deles Uri Geller, a quem os misteriosos extraterrestres haviam dotado de seus poderes. (…)

O criador de Jornada nas Estrelas tinha fama de desconfiar das organizações religiosas e de ser um cético duro com relação a tudo que rodeava os OVNIs, embora estivesse convencido da existência de fenômenos paranormais como a telepatia, psicocinese e a clarividência.

Leia toda a história em Magonia: El creador de ‘Star trek’ trabajó para un grupo que decía mantener contacto telepático con seres de otros mundos

Tags: , , , , ,

3 Responses to Criador de “Jornada nas Estrelas” trabalhou para grupo que dizia manter contato telepático com extraterrestres

  1. paola disse:

    eu ando pesquisando coisas de extraterrestres todos achei imprecionante mas este ñ tenho nem palavras

    paola 10 anos

    bjsssss xau

  2. Paola eu tenho 40 anos e antes de eu ter a sua idade de 10 anos eu assistia na tv a série Star Trek ou Jornada nas Estrelas em 1977 e te garanto que só depois de mais de 30 anos é que foi apareçendo algumas coisas que esse cara criou nos filmes ,,do tipo celular,microscópios atômicos,lasers,instrumentos médicos avançados,tvs lcd e aparelhos de todo o tipo que vemos hoje ,mas antigamente ninguém sonhava em existir, agora me fale ,da onde ele tirou a idéia disso tudo ? Alguém muito avançado passou pra ele sem dúvida.
    Assista algum filme da série original e se imagine em 1965 que foi quando ele começou a escrever a série.
    Espero ter ajudado Paola, bejinho do tio .

  3. reinaldo disse:

    ta doido meu ,,o dono do site morreu kkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *