Faceantiface Nojo. Pelo menos em se tratando de expressões faciais. Joshua Susskind da Universidade de Toronto modelou uma vasta biblioteca de rostos expressando medo e mostrou que o oposto polar calculado pelo modelo era nojo, e vice-versa.

Se parasse aí Susskind já teria um achado curioso, mas ele foi além e sugere que enquanto a expressão facial amedrontada arregala os olhos e mesmo as narinas, a para o nojo faz o oposto.

E isso pode não ser mera coincidência. Em situações de risco, enxergar e mesmo cheirar bem podem ser de grande ajuda. Já comida estragada não convidariam a tal festival sensório, e olhos cerrados com as narinas comprimidas é o que você faz, inconscientemente, ao expressar nojo.

Um cara chamado Darwin já havia cogitado há algum tempo atrás que nossas expressões poderiam ter surgido inicialmente para modificar nossa percepção.

[Fearful facial expressions enhance our perception, e o abstract do estudo]

Comments

  1. Muito interessante. Para os Psicólogos, Neuropsicólogos, Neurocientistas, pesquisadores do comportamento, Evolucionistas, e demais profissionais da área, isso faz total sentido.

    Recomendo a leitura de Paul Ekman para maiores esclarecimentos sobre as relação entre as expressões faciais e emoção.

    Freddy Pérez.

  2. indiota isso so serve para uma materia que chato
    kkkkkkkkkkkkkkk,melhore neste saite qi
    e nuito ridiculo bando de indiotas vou denuncia vcs.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk quesaite indiots
     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *