O buraco acima é uma de sete possíveis entradas a cavernas subterrâneas identificadas em… Marte! Apelidade de Jeanne, a imagem foi capturada em altíssima resolução — 25 cm por pixel — na esperança de que revelasse algo sobre seu interior. Mas como a imagem filtrada à direita mostra, o interior do buraco é total, completa, inteiramente negro. Um buraco negro, que pode não sugar a luz, mas é tão profundo que nenhuma luz que adentra é refletida de volta à superfície. Como Emily Lakdawalla, da Planetary Society de Sagan comenta, “[Não sabemos] como o interior desta caverna se parece. Pode bem ser uma das maiores profundidades do espaço. “Aqui há dragões”. O que há lá embaixo? Há estalactites, estalagmites e cristais, ou apenas uma vasta sala ou túnel abertos? Talvez estes locais sejam explorados por espelologistas marcianos algum dia. Mas é um dia distante, estou certa”.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *