MENU
1023homeopatia.jpg

Fracassa suicídio homeopático de céticos britânicos

AmazingStoriesJuly1943sma.jpg

OVNIs: Antes de serem Extraterrestres, eram Nazistas

21 de fevereiro de 2010 Comments (9) Views: 1602 Destaques, Geral

CeticismoAberto, agora em 459 tags! E muito mais!

catags

Com a reformulação do website de CeticismoAberto em setembro do ano passado, um dos recursos mais elogiados foi a nuvem animada de tags, que permite navegar com mais facilidade pelos quase 2.000 textos publicados, categorizados por palavras-chave indo de “deus” a “evolução”. Só havia um detalhe: “deus” e “evolução” ou não eram palavras-chave, ou não tinham muitos textos categorizados.

Pois bem, agora são. Experimente clicar nos termos acima!

Através da colaboração da Vetta Labs, que desenvolveu um novo software de extração inteligente de palavras-chave, todo o acervo de textos foi automaticamente analisado e rotulado em nada menos que 459 tags, multiplicando em quase dez vezes o número de tags anterior. É uma aplicação fantástica do processamento de linguagem natural, que inclui mesmo o aprendizado de máquina: para que o programa da Vetta Labs pudesse determinar melhor quais termos eram palavras ou frases-chave, nós literalmente o treinamos com um punhado textos, escolhendo manualmente as palavras-chave. A partir daí e um tanto de magia, ou melhor, tecnologia explicada melhor pelos autores aqui, um trabalho que levaria centenas de horas foi realizado em alguns minutos.

Os resultados são fabulosos e não apenas tornam mais fácil encontrar o que se procura, como acabam sendo um indicador curiosíssimo de todo o conteúdo publicado.

Será um bom ou mau sinal que a sexta tag mais usada, com nada menos que 160 artigos, se refere a “fraudes”? Devemos nos concentrar melhor em uma divulgação mais positiva, ou expor enganações deve continuar uma prioridade? E o que dizer do fato de que “espiritualismo” tem quase o dobro de textos categorizados que “Jesus”? Até mesmo “Carl Sagan” é um tema mais comum por aqui que Cristo. Considerando a vasta quantidade de alegações sobrenaturais associadas a Jesus, talvez seja oportuno publicar mais análises e pesquisas relativas a supostos milagres cristãos.

Tudo indicado automaticamente por uma tecnologia digna de Jornada nas Estrelas. E há muito mais.

cadesign01

Se você já conferiu as novas tags, ou se está lendo este texto diretamente no site CeticismoAberto, também já deve ter notado que algo mudou além das tags. Começando um novo ano, e atendendo também a sugestões de leitores, renovamos o design do sítio visando facilitar a leitura e que agora também se integra melhor com outros projetos associados, como o Fórum de Discussão e a Galeria de Fotografias Analisadas – que a propósito, também teve seu visual renovado!

cafotosdesign01

É sensacional viver no futuro, e mais do que conveniente que CeticismoAberto agora esteja mais a par destes tempos onde software livre e colaborativo facilita não apenas a publicação livre e colaborativa de conteúdo, como sua utilização das mais variadas formas. Aguardem novidades cada vez mais frequentes: a própria aplicação da tecnologia desenvolvida pela Vetta Labs seria muito mais complicada se ainda estivéssemos presos aos formatos e limitações com que começamos este sítio online há mais de oito anos – que, em tempos de Internet, é uma eternidade.

Tempo mais do que suficiente para ultrapassar 50 milhões de páginas servidas a quase 10 milhões de visitantes, números contudo mais do que respeitáveis mesmo para os padrões da rede. Tudo isso através do lema original “Paranormal e UFOlogia sem ofender sua inteligência”.

O slogan da Vetta Labs é “Tecnologia. Inteligente.” Coincidência? É uma tag, confira: “coincidências”.

Tags: , ,

9 Responses to CeticismoAberto, agora em 459 tags! E muito mais!

  1. Luís Brudna disse:

    Parabéns pelo trabalho. O site está cada vez melhor. :-)

  2. Alex Lennine disse:

    Grande Mori!

    Parabéns pelo excelente e longevo trabalho! Cada vez melhor, ótimo trabalho. Continue.

    Abraços

  3. Nossa, ficou sensacional o site.

    Parabens Mori.

  4. Kadargo disse:

    Nossa, o site ficou muito bom. Esse layout é sem dúvida melhor que o anterior. Continue o bom trabalho!

  5. […] para o site de divulgação científica Ceticismo Aberto, do Kentaro Mori, que comentou num artigo a respeito algo que nos deixou muito […]

  6. Marcio Melo disse:

    Um site tão genial e interessante merecia mesmo tudo isso que vocês estão fazendo.

    Parabéns

  7. Diane disse:

    Gostei bastante do site. As tags vão puxando o assunto e não consigo parar de ler.
    Adorei.

  8. Marcello disse:

    O ‘Ceticismo Aberto’ é excelente, e essa nuvem de tags é uma atração à parte. Site devidamente linkado lá no meu (humilde) blog. Abraço.

  9. Haddammann disse:

    12.000.000 de non-believers só no Brasil. Muitas tags, comemorações … já não somos tão poucos, e nem fracos … E pra cooperar com a turma vai aí um post-comentário pra quebrar logo a barreira da hipocrisia:

    O Folclore de Tim Maia no Rio.
    Conta-se que Tim Maia dominava a Orla do Rio traçada folgadamente Do Leme ao Pontal. Os fãs das madrugas boas afirmam que lá pelas 01:00h alguém dava o toque que o Tim acabara de chegar na casa dele; ninguém arredava pé da casa de show; e lá pelas 02:00h um recado do Tim avisava que ele não ia, que a galera tinha de voltar noutro dia. Quem reclamava? Ninguém. Nem pegavam o dinheiro de volta. Voltavam lá no dia e o Tim aparecia, e era “a Festa”. Diz o folclore ainda que numas da “night” ia o Tim embalando o Vale Tudo; botando qualquer e todo tipo de discriminação pra outros quintos, quando alguém lá do meio da balada reclama: “Pô! Tim … Tu tás dizendo que não vale hômi com hômi e nem mulé com mulé, mas tem um quinteto ali sinistro. Vê! …
    O Tim olhou a parada. Voltou-se pra Vitória Régia (que não queria nem saber botava o som quente mêrmo), e mandou: “Pára Tudo! “ … Desceu o palco, chegou , e perguntou: “Aqui, criatura, diz pra mim, na boa … Tu és viado? Resposta: “Não”. Tentou de novo: Tu és lésbica?. “Não”. Então, quê? “Sou sapatola”. O Tim rodou olhando em volta, coçou a cabeça, e viu o Neguín da Beija-a-Flor por ali; chamou-o no sapatin e disse: “Caralho, Neguín, êh agora!? O Neguín olhou a colocação do encaixe do quinteto e a coisa ficava assim: A sapatola no meio, depois uma mulher, depois um homem, uma lésbica, e mais uma sapata. Aí o Neguín falou: “Tim, o negócio tá legal; note; não tem homem com homem e nem mulher com mulher.
    O Tim voltou pro palco e acenou pra banda, e mandou: “Bota Quente! Liberou geral!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *