MENU

OVNIs mexicanos: caso encerrado

Magnífica entidade brasileira

9 de setembro de 2004 Comments (0) Views: 605 Geral

Contos de Fada para Crianças com Nervos de Aço

Contos de Fada para Crianças com Nervos de Aço

Quero contar a história do Barão Von Hammer-Purstall, sétimo filho de um sétimo filho; o qual, por um erro trágico de impressão, ia para a floresta nas noites de lua cheia e se transformava num bolo.

Chacais e meninas gordinhas comiam-no durante a noite e, ao nascer do sol, o Barão acordava nu na floresta orvalhada, sem alguma parte do corpo e coberto de formigas. Enquanto seus primos se transformavam em lobos e recebiam nomes apropriados e bacaninhas como O Horror da Renânia ou A Maldição dos Cárpatos, o Barão era chamado de A Delícia Cremosa da Baviera; seus pais o ridicularizavam na mesa do jantar, e muitos foram os camponeses bávaros que acordaram no meio da noite apenas para se deparar, em seus quintais, com a cena triste de um bolo de nozes chorando.

Von Kleist conta a história do trágico fim do Barão Von Hammer-Purstall: desesperado teria se enfiado até a cintura num formigueiro, esperando que a noite caísse enquanto lia a Bíblia. Sua família compungida salvou duas cerejas do formigueiro, que podem ser vistas até hoje no museu da família Hammer-Purstall em Munique.

A figura trágica do Barão von Hammer-Purstall (1735-1758), “A Delícia Cremosa da Baviera”. Aqui o vemos nos últimos dias, quando tentava se defender da multidão de campônios lambareiros que cercavam seu quarto um pouco antes das noites de lua cheia. Parte do seu braço esquerdo já tinha sido comida, dias antes, por uma garota gordinha chamada Guilhermina Steubel (cortesia Museu Hammer-Purstall).

[via Diário da Corte de Pisuerga]

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *