Vivo, em cores

Vivo, em cores



Quando foi tirada a belíssima foto acima? Resposta: há cem anos atrás, pelo fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii. Usando três filmes monocromáticos com filtros coloridos para captar cada um dos três “canais de cor” necessários, as imagens eram depois projetadas simultaneamente para resultar em imagens coloridas. O processo, a base até hoje de filmes coloridos, havia sido sugerido inicialmente por um certo escocês nerd, James Mawell, aquele q unificou duas forças fundamentais da natureza. Compare a foto acima com fotos modernas do mesmo local, e se tiver tempo (e banda larga), contribua para a iniciativa de restaurar digitalmente a cor dos triplos monocromáticos de Gorskii. É incrível, mas a despeito da Grande Conspiração Unuversal da Mídia de apresentar apenas imagens em preto e branco, antigamente as cores eram tão vivas quanto hoje (embora quem sabe um pouco mais claras, veja a mensagem acima).

[adaptado Apothecary’s Drawer Weblog]

Um comentário em “Vivo, em cores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *