Garotas (mórmons?) do pôster



Um detalhe crucial e importantíssimo que passou despercebido na mensagem comentando o bizarro plano de um excomunicado da Igreja Mórmon de programar órfãos brasileiros como assassinos. O candidato a sucessor de Joseph Smith e réu confesso de cinco assassinatos, Glenn Taylor Helzer, tteve como namorada Keri Mendoza. O que não significa nada, até que saibamos que Mendoza também ficou conhecida como “Kerissa Fare”, nome com o qual posou para a revista Playboy de setembro de 2000 (não, esse link não leva à Playboy). O caso só não é mais além da imaginação porque Mendoza se separou de Helzer antes dele promover os assassinatos, e posou para a Playboy pouco depois desta separação. O mundo esteve perto de ter um psicopata líder de um culto assassino planejando a dominação mundial (da Igreja Mórmon) aliado a uma Playmate.

Comments

  1. Estou um pouco chocado com esta historio pois este cara taylor helzer, é o meu melhor amigo nos onhecemos aqui no brasil no no de 1990, ate entao ele me escrevia,cartas que guardo ate hoje com muito carinho, mais certo dia disse a mim que iria passar um tempo sem me escrever pois tinha muitos trabalhos a fazer, mais que logo mais ecreveria, agora com seu sumiço tentei encontrar-lo por pesquisa na nete encontro noticias que ele é uma assassino estou muito triste com tudo isso e sem acreditar nesta historia pode mandr mais comentario sobre este casa obrigado vanio.

  2. amigo , a minha tristeza é muito grande em saber, desta noticia desagradavel a seu respeito, sei q vc é uma otima pessoa e q tem muito amor nesse seu coraçao,mesmo assim eu te amo muito….e jamais esqueçerei o seu lado q conheçi o lado, q vc tem de amor,de bondade, de companherismo Deus ainda te ama, acredite .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *