Bizarros animais marinhos

Acima, um peixe-remo (clique para ampliar), que pode chegar a 11 metros de tamanho. Mas não se preocupe em encontrar um na praia ““ vivo, pelo menos. O peixe costuma viver a grande profundidade, e mesmo que se aventure em águas mais rasas, se alimenta primariamente de pequenos organismos.

O primeiro vídeo do animal ainda vivo foi feito apenas em 2001, mas graças à Internet podemos conferir vários vídeos como este ou este. E falando em vídeos:

É um sifonóforo, que se assemelha a um monstruoso tipo de medusa, mas é em verdade uma colônia de diversos organismos. O problema é que, ao contrário do peixe-remo, a colônia de organismos é ainda mais perigosa que águas-do-mar. Seus longos tentáculos podem provocar sérias lesões.

Estes organismos lembram a lula gigante Magnapinna, as medusas gigantes, o gigantesco tubarão-baleia ““ o maior peixe do mundo natural ““,  o tubarão-cobra ou os vermes marinhos gigantes e fosforescentes.

Boa praia! [via RicBit e Pink Tentacle]

9 comentários sobre “Bizarros animais marinhos

    1. nao acreditei quando vi mas quero saber em que pais ele foi descoberto pois estou vazendo um trabalho sobre ele
      bjs me mandem a resposta !

  1. A natureza realmente pode nos surpreender com espécies curiosas e com formas as mais extravagantes. Não precisamos de Nessie para tornar a natureza interessante…. esses animais nos mostram o quanto o nosso mundo pode ser incrivelmente rico e prolífero em espécies, muitas ainda esperando serem catalogadas pela ciência. Interessantíssimo.

  2. Fiquei pensando agora no seguinte… Já imaginaram os tipos de criaturas que a ciência encontrará, por exemplo, em Europa?

    Pensei nisso pelo seguinte: apesar da profundidade do oceano de Europa, pelo que a NASA diz, não deverá ser muito grande, porém nele chegará tanto sol quanto chega nas regiões abissais de nossos oceanos (quase zero – se não for zero), além da pressão ser, provavelmente, ainda maior (devido aos cerca de 25KM de gelo sobre o mesmo – segundo a NASA)…

    Enfim, seria interessante mandar uma sonda para lá, contudo esta teria de ser movida a energia nuclear, claro.

  3. Só um adendo: de pensar que já temos tecnologia suficiente para construir tal sonda e enviá-la para lá… Tudo o que ferra é o… “monei que é goodi nós num héve”…

  4. Mori, quero ver você explicar a operação prato!e também o caso dos ovnis no Brasil onde a força aérea afirma ter visto objetos sobrevoando em volta dos aviões caças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *