MENU

Fabulosa formação de “OVNIs” sobre o Chile

crucifiedalienscan432.jpg

Alienígena crucificado no ventre de mulher

11 de dezembro de 2008 Comments (13) Views: 2028 Ciência, Fortianismo, Ufologia

“OSNIs” e a Bioluminescência Marinha

bioluminiscencia43
por Luis Ruiz Noguez

Para mim, primeiro foram os OSNIs. Bem, não realmente, os ovnis OVNIs chegaram durante minha infância, mas na adolescência, quando li Vincent Gaddis e Harold T. Wilkins descobri que também havia os Objetos Submarinos Não Identificados. Pareciam-me muito mais impressionantes as “enormes roda luminosass” que giravam debaixo dos navios no Oceano Índico que os pontos de luz que voavam pelos céus.

Uma coisa é uma roda fosforescente, do tamanho de um navio, que passa justo debaixo dele, que é vista por sua tripulação a tão somente uns metros de distância; e outra, objetos distantes (no limite da resolução do olho humano) a centenas ou milhares de metros de distância.

Logo os livros de William Corliss me indicaram que, em efeito, o fenômeno existia e que tinha sido analisado em revistas como Nature ou Science. E claro que há uma grande distância entre esses livros de mistérios e estas revistas científicas.

Foi na faculdade que soube da origem deste prodígio e com isso afundou mais um de meus enigmas favoritos. O fenômeno se deve à bioluminscência marinha de diversos tipos de microorganismos dinoflagelados, como Gonyaulax polyhedra, que emitem esta luz ao sentir uma força sobre sua membrana celular. Esta força pode ser gerada pelas mesmas ondas ou pela passagem de um barco.

O fenômeno é produzido em diversas partes do mundo e está associado com a maré vermelha. Nos vídeos a seguir podemos ver o efeito filmado em Manly, Sydney, Austrália.

Continue lendo para mais vídeos.

Este foi filmado do USS Russell DDG 59, perto do Havaí.

Ondas fosforescentes na praia Surfside, Texas.

Resplendor azul na Marina Marlin, Cairns. O filme foi tomado pelo chefe de fotógrafos do Cairns Post, Marc McCormack.

Outro exemplo desta bioluminiscência marinha.

A Baía de Fogo em Porto Rico é famosa por sua bioluminiscência marinha. Jonah Friedman e Zach Phillips, fizeram esta animação apoiada na bioluminiscente da baía de Vieques, Porto Rico.

[Tradução gentilmente autorizada de Marcianitos Verdes]

Tags: ,

13 Responses to “OSNIs” e a Bioluminescência Marinha

  1. Mário César M. de Araújo disse:

    É interessante notar que não só tais microorganismos produzem bioluminscência, mas também algumas espécies de lulas (não sei se todas) e algumas são bem grandes (como você mesmo comentou em outro post).

    Então, a menos que o OSNI saia da água e vá “para o infinito e além” (HEHEHE), será bem difícil de identificar algo como tal.

  2. Gustavo S. Libardi disse:

    Opa! Para quem quiser exemplos brasileiros, o mesmo efeito bioluminescente pode ser visto na Ilha do Cardoso, com as Noctillucas! É realmente impressionante quando a onda quebra e a faixa de espumas se torna esverdeada ao longo da praia… Admirável!

  3. Dantas disse:

    É um fenomeno lindo.

    E assim como vaga-lumes eram confundidos ou considerado fadas no passado, estes também devem ter sido considerados criaturas mágicas. Eu não sei muito de suas estórias. Mas as pessoas sempre fantasiam e criam explicações absurdas e irracionais para o que não compreendem. Lendas e mitologias.

    O que não tira a beleza destes lindos animaizinhos.

  4. Danilo disse:

    Fascinante e…assustador, pra quem não sabe o que é! Fico imaginando o que se passava na cabeça dos marujos há alguns séculos (ou mesmo anos) atrás quando viam uma coisa fabulosa dessas. Eu, se estivesse lá, ia me borrar todo! hehehehe

  5. marcel disse:

    Isso não vai impedir os maçons de dizer que os andróides que criaram , que imitam o “fenótipo” gray, são seres do fundo dos oceanos.

    ri ri ri

  6. Cristian disse:

    Certo…. eu queria saber q tipo de bioluminiscência marinha sai da agua e voa?
    pois foi isso q eu vi, Deus como eu queria uma explicação para aquilo.

  7. franck disse:

    Belíssimo espetáculo…como a natureza é grandiosa quando provoca esses fenômenos.Porém,o mais fantástico é a capacidade que os “céticos” tem de utilizar-se de um fenômeno natural para ludibriar telespectadores que desconhecem a realidade da ufologia e então propagar a alienação.Parabéns!

  8. Vejam um outro fenômeno interessante, causado por um tipo de camarão:
    http://br.youtube.com/watch?v=tI2OjGSzI8E

  9. Cristian disse:

    “Porém,o mais fantástico é a capacidade que os “céticos” tem de utilizar-se de um fenômeno natural para ludibriar telespectadores que desconhecem a realidade da ufologia e então propagar a alienação.Parabéns!”

    perfeito cara, isso é tão prejudicial quanto os ufologos q fazem justamente o contrario, há de se encontrar um meio termo.

  10. Rodrigo disse:

    A quantidade de animais marinhos que produzem bioluminescência é enorme, em regiões abissais onde predomina a escuridão todas as espécies emitem algum tipo de luz para a própria sobrevivência.

    Alguns anos atrás li uma reportagem em Veja sobre isso.

  11. Mário César M. de Araújo disse:

    Jose Ildefonso:

    EI!!! Quero um camarão desses!!! :^D

  12. Claudio disse:

    Interessantíssima exposição de um fenômeno pouco conhecido e que realmente pode gerar falsas interpretações. No entanto é importante se atentar para o fato que existe grande número de casos que não se encaixam dentro dessa explicação. Como sempre, é importante não optar por generalizações.

  13. […] Se quiserem saber mais como e porque isso acontece clique AQUI […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *