Um vôo sobre algumas formações recentes permite constatar que são obras de arte ainda mais belas quando vistas em movimento — incluem mesmo ilusões de ótica. Obra de circlemakers, que apesar de produzirem formações como as vistas acima, por algum motivo parecem ter ficado pouco inspirados nos dois últimos anos. É sempre uma questão de gosto, mas a este autor a safra de círculos de 2007 foi sofrível em criatividade e execução.

As baboseiras sobre mensagens alienígenas, aumento constante de complexidade e afins provam-se como as baboseiras que são. De toda forma, foi um longo caminho desde Doug e Dave.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *