José Paulo Grandal, do Pará, gentilmente nos enviou a curiosa imagem de uma “Giboia”. Mesmo Grandal duvida do colossal tamanho contido na legenda, mas à primeira vista o animal parece de fato muito grande.

Consultamos o herpetólogo Chad Arment, de Strangeark.com, que gentilmente nos esclareceu que “a foto da cobra foi publicada originalmente, de acordo com a Newton’s Encyclopedia of Cryptozoology, em 28 de abril de 1949, no jornal A Província do Pará, creditada a Joaquim Alencar. A cobra supostamente media 45 metros, e foi encontrada no rio Abuna, Acre. Houve uma boa confusão sobre os detalhes ao longo dos anos, e comprimentos diferentes foram divulgados com a mesma foto. Os detalhes do local na foto [que você enviou] parecem ser outra variante”.

Com relação ao tamanho, “não há, infelizmente, maneira de determinar o comprimento da cobra a partir da foto”, Arment lamenta. “E eu não vejo qualquer indicação visual sustentando um comprimento extraordinário para a anaconda”.

Como Craig York também notou, o desfoque gradual da água em frente à cobra sugere que ela estava a pouca distância, talvez menos de um metro do fotógrafo. Neste caso, seu tamanho aparente seria apenas um truque de perspectiva.

Poderíamos acreditar em cobras grandes, mas a foto (in?)felizmente não apóia nada extraordinário.

Comments

  1. Êste espécime não parece uma jibóia, e sim uma anaconda, um ” boídae” de proporções bem maiores, (cêrca de 09 a 12 metros de comprimento).

    1. Eu vi um vídeo que passou no Gugu, onde o reporter numa canoe com outras pessoas, filmaram uma Sucuri de 10 metros. Ela estava morta dentro do lago, e ja em estado de decomposição, mas dava pra ver realmente ela toda. procurem no youtube que verão.

  2. Naverdade também acho q é,uma sucuri,jibóia não tem desse tamanho,acredito q ainda possa existir´cobras neste,tamanho,pois aqui,próximo aonde eu moro,ja vi sucuri com,5 metros e até de12;metros;por que então não pode existir maior;para mim q ja,vivi no mato;é,normal mas para quem só viveu,na cidade talvez é dificil d acreditar.

  3. uma cobra de quase 50 metros seria imposivel ,pois seria um caso muito raro de de alteração genetica deste reptil ,alem do fato que seria necessario sair para fora da’ agua para conseguir alimento suficiente para manutenção de sua estrutura fisica,ai neste caso criaria o caus visto por todos

  4. Na construção da Transamazônica mataram algumas de 20 a 30 mts!!! Eram reportagens de capa da extinta revista o O Cruzeiro; meu querido tio colecionava esta revista…

  5. nos tempos de 1956 existia ernomes sucuris de 23 metros. o clima equatorial. fauna fazia o a cobras evoluriam. anacondas sulamericanas reinavam o rio

  6. Bom a respeito dessa cobra tenho algo muito interresante a relatar.
    Sou de Sorriso ““ Mato Grosso, nossa cidade e contornada pelo rio Teles Pires bom o que isso tem a ver, perto daqui digamos longe da cidade uns 10 km tem varias ilhas neste rio em uma dessas ilhas a um ancião, um senhor que nem imagina o que seria a internet ou que nunca talvez tenha ouvido falar em computar, bom esse senhor antes morava na região do Amazonas mais na fronteira, ele era do exercito e conta uma historia em que quase toda semana sumia soldados na hora do banho no caso dentro do rio, ele conta a historia de uma cobra que ele ajudou a matar isso foi há uns 60 anos ela tinha a cor amarela e com manchas pretas nas costas segundo ele ela pesou 5 toneladas isso mesmo 5 toneladas segundo ele todo o batalhão ajudou na captura dessa gigante cobra essa historia ele me contou antes de eu ver essa foto.
    Bom agora fica a duvida o que seria isso, talvez quem tivesse mais interresse ou um biólogo fosse ver do que se trata e que fato seria real, quando ele contou a historia a galera toda riu por causa do tamanho, mas ele disse somente isso ““ vocês são jovens devem ter 20 anos eu sou um homem velho e já vi muita coisa na minha vida há 60 anos atrás no meio do mato onde eu e meus companheiros estávamos se via cada coisa que hoje é como se fosse uma enorme mentira. Bom o silencio tomou conta na hora pelo modo que ele nos olhou e falou.

  7. eu acredito na existencia da cobra grande por que no tempo meu de garoto escutei esta história do meu avô que morava na ilha de outeiro no pará.ele dizia da cobra encantada e que os olhos dela eram do tamanho do farol de um carro o nome dele era jose raimundo

  8. una especie de titanaboia. de 15 metros. era uma cobra gigantesca. mais agora tem especie quase grande de 12 a 9 as anacondas verde tem 12. as piton tem 14. as jiboia tem 6 m. raridade

  9. Meu pai fazia comentários na minha infância que na década de 50, não me recordo a localidade, mas no norte ou nordeste, o exército brasileiro matou uma cobra, que supostamente consumia com embarcações. Foto exibida e publicada no jornal. Me recordo que ele falava que a chamaram de “boiuna”. Era pequena na época, meu pai é falecido, mas gostaria de obter alguma informação. Algúém poderia me informar?

  10. Moro em Belém do Pará, terra de muitas espécies de cobras, eu mesmo crio 4 espécies diferentes e sinceramente não querendo discordar de ninguém, mas me veja obrigado a dar minha opinião diante de comentários absurdos que li aqui, a foto realmente não é de uma jibóia que chega no máximo a 4m, mas sim de uma Sucuri ou Anaconda que chegam no máximo a 12m, o fato é que desde o passado até os dias atuais, quando se trata de crocodilianos, tubarões e cobras, todo mundo aumenta o tamanho, talvez pra história ficar mais atrativa sem sequer medirem os animais.

  11. Eu acredito plenamente na existência de tais cobras gigantescas, pois existem muitos mistérios ainda por serem descobertos nesse nosso mundo. Alguns anos atrás eu soube de um ocorrido no Mato Grosso do Sul em que uma gigantesca cobra negra de mais de 25 metros derrubou o muro de um forte e engoliu dois soldados e teve de ser morta a tiros de bazuca ( é mole! Bazuca! ) imaginem o tamanho desse animal?. Também fiquei ciente que no canal National Geographic os EUA estão até hoje com uma recompensa de 500 mil doláres em aberto para quem conseguir capturar a gigantesca cobra negra existente no Amazonas ( mais conhecida como “Boiúna” )de mais 50 metros. É se existe a recompensa com certeza existe o animal. E porquê não acreditar né!…

  12. É muito folclore, até pode existir sucuri de 12 metros, mas dos jeito que andam as coisas no Brasil, vão ficar só as histórias mesmo.

  13. eu moro perto do rio abunã sempre que posso vou pescar nele;eu já vi cobras aqui grandes não de 48 metros , mais fora do comum os moradores mais antigos das margens falam que elas seguram seus barcos e até afundam. e são barcos até grandes ;com capacidade de cargade 5 a7 toneladas

  14. Sobre cobras gigantes eu acredito que nos tempos de hoje isto possanão existir, mas no passado é bem possíve. Quando eu era pequeno ouvi uma estória contada por pessoas que foram trabalhar no Amazonas. Eles disserem que saíram do rancho(morada improvisada) e foram comprar alimentos em uma cidade mais próxima. Na ida uma cobra estava cruzando o caminho. Na volta deles, a mesma cobra ainda não havia terminado de crazar o referido caminho.Segundo eles a cobra tinha uns 50 metros ou mais. Talvez muitos não acreditem! Eu não dou opinião.

  15. bem vi uma foto antiga num site de uma sucuri enorme aparecendo no jornal, morta pr soldados, “Dizem que a cobra era tão grande que o tamanha do corpo dela batia no peito de um soldado do exercito, a imagem é em preto e branco mas da pra ver atraz da cobra mesmo dois homens borrados, e eles ficam bem pequenos atraz dela” ela pode ser vista no site http://forum.jogos.uol.com.br/Fotos-escondidas-pelo-exercito-de-cobras-grandes-que-foram-reveladas_t_997746

  16. MOro no MUnicípio de Lençóis Ba, aqui tem um loca pantanoso (os marinbus) que tem relatos de sucuri (sucuiuba) com 12 metros e há quem ateste ter visto maior, eu tive que abter uma com 8 m e me disserem que era uma filhota. Acredito em cobra com 40m, talvez uma especie desconhecida da Amazonia.

  17. Senhores, eu sou do Rio de Janeiro e nunca vi uma cobra grande, mas essa foto está clara que esta cobra está morta há algum tempo e está inchada. Nenhuma cobra nada boiando desse jeito, com mais de 50% do corpo pra fora da água. Tenho certeza absoluta disso.

  18. Morei no Jari, por volta do ano 1985, quando estava tomando banho no rio algo assustador aconteceu, não vi direto o que era, mas era amarelo c/ bolas pretas, era muuuuiiiiito grande, um silêncio medonho pairou no ar, dei um salto pro trapiche, e não tinha forças nas pernas p/ andar, gritei e me socorreram, nunca esqueci…….

  19. eu moro no Pará e já tinha ouvido falar dessa cobra !! acho q essa é só um truque vê-se pela margem do rio q é rasa e n suportaria uma cobra de 48 metros !

  20. Morei em Belem ,´por 4 anos, decada de 70, e escutei relatos de cobras gigantesca. Porem no ano de 1965 , vi uma foto de uma colega , senhora alemã, na foto vários homens por detrás de uma gigantesca cobra, era imensa, o “rolo” da cobra, cobria pela altura dos cintos , os caçadores, era inacreditável, foto década de 30, na Amazônia.

  21. MOREI EM PLÁCIDO DE CASTRO (ACRE) NO ANO DE 1979/1981 E LÁ, EM CONVERSAS COM DESBRADADORES DA REGIÃO, OUVI RELATOS DE COBRAS GIGANTESCAS.
    SEGUNDO O PRESIDENTE DO SINDICATO DOS SERINGUEIROS (VICENTE CARNEIRO), HAVIA COBRAS TÃO GRANDES, QUE FICAVAM “ATRAVESSADAS” DE UMA MARGEM À OUTRA E OS BARCOS PARAVAM E ESPERAVAM ELAS SAÍREM PARA PODER PASSAR; OU SEJA, NÃO SE ARTREVIAM SEQUER A DESPERTAR AS FERAS…

  22. Oh minha jente, digo, gente…rss
    Não estão vendo nos escritos da foto que ele está falando de uma “Gibóia” e não é de uma mesma espécie de “Jibóia” que vocês estão falando! rss

  23. vi um filhote de Jibóia no telhado da minha casa mais a cobra mãe é de aproximadamente uns 6 metros, que maravilha haja ratos para as mesmas.

  24. 1º – A G – bóia… da foto é uma SUCURI.
    2º – Está MORTA (e inchada).
    3º – Podem ser bem grandes, mas se “dinossauros” de mais de 30 metros existem, como “nunca na história deste país” ninguém apresentou um prova plausível e incontestável????
    Sou paraense e conheço mais de 20 municípios do estado e em todos existem CAUSOS parecidos, mas o bicho nunca foi comprovado…

  25. jiboias só conheço de até tres metros, mas sucuris escondidas nessas locas de rios que aparecem raramente, eu acredito, 20, 30, 40 metros, pq não? na minha cidade pessoas sem noção pulam da ponte e de pedras autas todas as que se afogam ou somem na escuridão desse lado do rio tocantins não voltam, mergulhadores dizem haver cobras enormes e peixes que ninguem nunca viu e perigosos, eles procuram esses corpos durante mes e não encontram nada, não será que esses animais não os devoram no fundo do rio, tem uma loca mesmo de pedra que chega a mais de 2 quilometros para baixo da minha cidade quase no centro, pq minha cidade é pequena é claro, ñ acredito em sereias, ou coisas parecidas, mas cobras gigantes sim. e ainda bem que elas não aparecem no nosso meio, ou pelo menos raramente, em 2006 merguladores aqui colocaram uma camera na ponte para achar um pai de familia pescador que desapareu durante um mês inteiro e só durante uns 50 minutos as 2 da manhã apaceu num barranco de areia um cabeça enorme de aproximadamente 1 covado, ou seja 40 a 50 sentimentro de uma cobra, se uma sucui com a cabeça de 15 a 18 centimentros chega a 12 metros, imagine uma de 40 a 50 cent. acho que um dia isso será provado e a ciencia deveria parar de estipular só dados feitos por ela, nem todo mundo conta historia de pescador

  26. Fui marinheiro na Amazônia. Desde criança ouvia estórias e histórias de cobra
    gigante. Como tripulante do empurrador Zeus, ouvi dois relatos do cozinheiro. O
    primeiro sobre uma sucuri que foi morta no rio Urucu e içada para o convés da
    balsa. Ele disse: “Era um monstro! nunca havia visto um animal daquele tamanho! De comprimento ocupou aproximadamente metade do convés (uma balsa para 16 carretas – 4×4 carretas). O segundo sobre um marujo da Jonasa,
    porto no rio Negro (Manaus acima). Era costume ele chegar de terra bêbado e dormir no convés do empurrador que é estreito, muito baixo e aberto… Roncava como um porco madrugada adentro… Numa noite, do nada o barco(de aço) inclinou bruscamente, todos levantaram assustados, mas o barco já havia voltado a posição…. o marujo roncador, por pouco não foi para a água… só havia uma gosma numa parte do convés e um “pitiú (cheiro de peixe)” estranho e muito forte… ninguém viu nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *