Em 2 de março de 1999, um programa especial do canal FOX intitulado "Opening the Lost Tombs: Live from Egypt" apresentou a uma grande audiência ‘evidência gráfica de que uma civilização com alta tecnologia existiu anteriormente à Egípcia’.

A evidência eram hieroglifos presentes na estrutura do teto no templo a Seti I em Abydos, um templo da Nova Dinastia de 3000 anos. Os hieroglifos parecem representar uma exibição de diversas máquinas, incluindo principalmente um helicóptero:

À primeira vista, as figuras parecem-se realmente tanto com helicópteros e aviões que tem-se a impressão de que é uma fraude, ou uma montagem. Porém, expedições posteriores e mesmo anteriores incluindo uma disputa sobre a descoberta do ‘achado’ parecem confirmar que os hieroglifos existem da forma como é mostrada na fotografia.

O programa FOX não consultou egiptólogos sobre as figuras. Talvez porque aos egiptólogos elas têm uma explicação bem diferente:

"…., Eu temo que vocês foram sujeitos à famosa febre do "helicóptero de Abydos". Há uma explicação simples ao que vocês estão vendo, pelo menos, como nós vemos isso na egiptologia. Não há mistério aqui; é apenas um palimpsesto (… definido como "… Um manuscrito, tipicamente um papiro ou pergaminho em que foi escrito mais de uma vez, sem que a escrita anterior seja completamente apagada e freqüentemente ainda legível "…). Foi decidido na Antigüidade substituir o título real de cinco camadas de Seti I pelo de seu filho e sucessor, Ramsés II. Nas fotos, nós vemos claramente "Aquele que repele as nove alianças", que figura um pouco dos dois nomes femininos de Seti I, substituído por "Aquele que protege o Egito e supera os países estrangeiros", dois nomes femininos de Ramses II. Com parte do reboco que cobria o título de Seti I agora caído, alguns dos símbolos superpostos realmente parecem-se com um submarinos, etc., mas é apenas uma coincidência.

O que está acontecendo nas fotografias é bem claro; apenas consultem Juergen von Beckerath, Handbuch der aegyptischen Koenigsnamen, Muencher aegyptologische Studien 20, páginas 235 a 237.

Essa questão aparece de vez em quando em listas na internet acadêmicas como a Anciente Near East (ANE) e outras, então nós todos estamos bem familiares com ela.

Sinceramente,
Katherine Griffis-Greenberg
Membro, Centro de Pesquisa Americana no Egito
Associação Internacional de Egiptologistas
Univ de Akabama em Birmingham
Estudos Especiais"

A explicação de que é um palimpsesto, ou seja, a superposição de hieroglifos faz muito sentido. Basta olhar de novo para a foto olhando o diagrama, até mesmo um leigo (como eu) pode perceber a superposição, e como há reboco caindo que coincidentemente acaba dando forma a desenhos intrigantes. É preciso notar que de fato, o  helicóptero não foi totalmente identificado. Parte dos dois símbolos que o formam foi. Mas ao notar que o "submarino" e mesmo o ‘avião e dirigível’ foram, fica mais difícil acreditar que aquilo realmente seja um helicóptero.

Consideremos por um momento que aquilo seja realmente a representação de um helicóptero. Em primeiro lugar, falta ao desenho do helicóptero um contra-rotor na cauda. Tal helicóptero não voaria, ficaria girando descontroladamente. Mesmo com um rotor, ele seria incompatível com o estabilizador horizontal que, este sim, está representado. Essa não é a cauda de um helicóptero, é a de um avião.

Ainda, há uma inconsistência freqüente nessas reinterpretações de desenhos antigos. Se aquilo é um helicóptero, presume-se que foi inventado em uma cultura que nada tinha a ver com a que inventou o helicóptero que nós conhecemos. É uma ENORME coincidência que dois helicóptero inventados independentemente sejam iguais. O mesmo aplica-se a foguetes e a trajes espaciais. Se há algum desenho de helicóptero, foguete ou traje espacial de dez mil anos, nós provavelmente não reconheceríamos nenhum deles como tal.

Referências

Comments

  1. Amigos,

    A maior dúvida aí não é afirmar ou não que é um palimpsesto. A maior pergunta é o porquê de todos estes simbolos representando helicópteros, submarinos, foguetes , aeronaves… estão todos juntos? No mesmo plano de hieróglifos?

    Porque não se bate nessa tecla? Se o glifo do dito “helicóptero” estivesse sozinho… talvez a explicação do palimpsesto fosse razoável! Mas e os outros que estão juntos? Amontoados na mesma linha de informação?

  2. Mais uma vez, os céticos tem uma explicação razoável e convincente para descrever um fato. No entanto, esta explicação é uma hipótese. É científica? Claro que é, e está apoiada em fatos históricos (“Foi decidido na Antigüidade substituir o título real de cinco camadas de Seti I pelo de seu filho e sucessor, Ramsés II (…)”).

    Mas não podemos ignorar o que os olhos nos revelam, e julgar a hipótese daí decorrente pura e simplesmente absurda: a existência dos tais “deuses astronautas”. O que é muito mais absurdo é o fato de não haver nenhuma explicação de como toda aquela tecnologia desapareceu, não deixando vestígio algum, nem sequer uma coisa relativamente simples como a roda.

    A única explicação possível é que os alienígenas possuíam uma forma de apagar a memória dos nativos humanos, e que eles resolveram migrar para as profundezas dos oceanos, levando consigo toda a parafernália ultrasofisticada junto com eles.

  3. Gente, acabei de chegar do Egito. Não fui visitar este templo e não sabia que estes símbolos estavam lá, só agora é que uma amiga me falou sobre eles e vim conferir na internet.
    Mas uma coisa eu reconheço perfeitamente: estes “símbolos” estão entalhados na pedra, como tantos outros que acabei de ver; e ainda por cima, estão em baixo relevo, muito mais difícil de alterar.

    Os argumentos céticos não se sustentam:
    1 – não tem reboco caído ali, é pura pedra mesmo, igual a milhares de outras pedras entalhadas que vi e fotografei.
    2 – aquilo não é um papiro, não dá pra, simplesmente, apagar e escrever outra coisa por cima.

    E mais: não vi superposição nenhuma de figuras, e como disse o Fernando, agora já se fabricam helicópteros sem rotor na cauda.

    Pra quem se interessa pelo assunto, recomendo um livro super legal: A incrivel tecnologia dos antigos.

    Cristina

  4. Independente disso aí ser aviao ou helicopterio ou passarinho, mais interessante seria exibir as miniaturas de aviões que foram encontradas uma na tumba de um faraó e outras, mais interessantes, que pareciam aviões a jato. O Discovery fez um programa onde um aeromodelista reproduziu essas miniaturas e as mesmas VOARAM tão bem como qualquer avião moderno.

  5. Toda explicação deve ser investigada. Vejamos:
    1. helicópteros modernos possuem rotor duplo, girando para lados opostos, dispensando o rotor de calda;
    2. com as informações sobre técnicas de reboco utilizadas em diversos épocas, podem-se determinar em que período ela foi utilizada no hieróglifo. Então porque não se faz o estudo? A quantidade necessária para a prova não danificaria a peça.
    Continua achando que são o que parecem. Mas não encontro explicação. abraço!

  6. E engraçado
    mesmo :) as pessoas dizendo que a argumentação
    dos céticos não se sustentam. E o que se sustenta? Dizer que naquela época inventaram
    o helicóptero? Isso se sustenta? Ai ai ai. :)

    Essa
    necessidade desesperada que o ser humano tem de viver criando fantasias e mistérios
    para dar algum sentido a sua vida e patética. Sinceramente.

  7. Se, hoje em dia, uma borracha deixa vestígios do que foi apagado em um papel. Tintas coloridas nao conseguem cobrir totalmente algumas pichaçoes. Imagine cutucar um bloco extremamente duro de pedra e depois rasurar sobre o mesmo. Impossível! Pelo menos deixaria os buraquinhos ou arranhões da escrita anterior. Sei não, essa historia me parece mal contada.
    “Sobreposiçao de informaçao…” Humpf.

  8. o pior amigos, e ver um bando de babaca achando que isso é importante ou vendo algum sentido em algo tao imbecil, antigo, achando q tem helicoptero na pedra, vao arrumar o que fazer, tao procurando sentido no que nao existe. kkkkkkkkkkkkkkk bando de otário, kkkkkk achando que isso existe, submarino helicoptero, simplesmtemte patético…. vão come umas muié e procura o que faze ao invés de fica pensando num monte de babozeira…. kkkk bando de loco!!

  9. Se este é um site sobre Ceticismo, ele deveria se pautar pela “Dúvida Razoável” e não chegar a conclusões tão forçadas quanto algumas pseudo-explicações de fenômenos e/ou achados que permanecem inexplicados.
    Propor uma teoria alternativa é ceticismo e ciência, negá-la tão somente à partir de outras teorias tão pouco críveis quanto às que se quer negar é apenas “Negacionismo”.
    Ex: não acredito em Deus, pois não há prova científica de sua existência. Porém, não excluo a possibilidade de sua existência, dada a quantidade de pessoas que crêem nele e nas experiências “místicas” que declaram ter vivido.
    Nem tudo no mundo precisa ser explicado; a beleza está na dúvida e na busca da verdade pela prova. E ainda há muito no mundo sem uma explicação e, portanto, sujeito à qualquer teoria. Ceticismo é pôr a prova a teria e não negá-la com outra teoria também sem provas.

  10. Caro Flavio Bicalho, concordo em gênero, número e grau com vc…
    -“…deveria se pautar pela “Dúvida Razoável” e não chegar a conclusões tão forçadas…”

  11. Estou cético sobre o assunto, mas concordo que são vários desenhos juntos, o que invalida o palimpsesto. Ou é fraude ou no minimo muito estranho. Ai tem coisa sim!!! O que eu não sei, mas é muita coincidência.

  12. Tem gente querendo desacreditar as figuras, com as suposições, , pasmem dizer que o helicóptero não tem rotor. Sei lá… Para uma gravura feita por um egípcio a quanto, 3000 anos atrás, até que está muito boa! Eu que não tenho nenhum dote artístico HOJE, não “desenharia” tão bem um helicóptero!

  13. Olha eu sempre vejo os argumentos dos 2 lados sobre o assunto.Mas nesse caso acho o argumento dos céticos foi mais incompleto que tudo. Nesse caso os símbolos não dão margem a interpretação.Até minha sobrinha de 5 anos. reconheceu o contorno do helicóptero. E mesmo assim, porque essa sobreposição do acaso formariam 3 “desenhos” com o mesmo tema , 3 veículos . O avião além de ser perfeitamente identificável parece soltar bombas, como um bombardeiro. Para melhorar o seu argumento me explique:
    1- o significado do helicoptero sem o rotor?
    2- A figura logo em baixo da aeronave que pelo que vi ela foi um erro, mas vc mantiveram o desenho das “bombas”..o que é?
    3->Porque na imagem acima todos os erros são referentes aos veiculos? nada mais está errado?
    3 – E sendo os desenho dos animais tão precisos , Qual a probabilidade de um erro desses gerar 3 “desenhos”perfeitos sobre o mesmo tema? Acho que o mesmo que ganhar na mega sena….mas …
    Obrigado!!

  14. O autor considerar q o helicoptero nao tem rotor de calda,e no minimo absurdo,eu particularmente teria dificuldade de desenhar um desses num papel imagine numa pedra.imagino q o cara q desenhou isso nao deixou duvidas do q queria mostrar.
    Tambem nao acredito em sobreposiçao porque e muita coincindencia tantos aparato militar junto.

  15. Um dia o queixo desse povo vai cair de espanto, por toda existência humana fomos e estamos constantemente sendo visitados por inteligências extraterrestres, quem impulsionou nossa evolução foram os ETs, eles sabiam do nosso futuro, pois eles viajam no tempo, como acham que eles conseguiram construir momumentos que hoje pela nossa engenharia seria impossível, qual grua consegue erguer um bloco massiço de 1.000 toneladas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *