MENU

Palestras Reflexões 2007 – I Jornada em defesa do...

Como (não) desbancar mitos

4 de setembro de 2007 Comments (36) Views: 2920 Ceticismo

Chico Xavier, semi-analfabeto?


O blog Obras Psicografadas analisa evidências de que, ao contrário do que se acredita, Chico Xavier na verdade seria um leitor compulsivo, com boa educação, e conclui: Há vastas evidências de que Chico não só dispunha de tempo para a leitura, como possuía muito livros e de fato os lia numa velocidade espantosa. Ainda tinha o hábito de copiar trechos que mais lhe agradavam.
Curiosamente, vários trechos de suas obras psicografadas são similares, quando não idênticos, a obras de outros autores, como o mesmo blog analisou.
Atualização: O blog também analisa se “Parnaso de Além Túmulo” seria mesmo obra de espíritos.

Tags: , , , , , , ,

36 Responses to Chico Xavier, semi-analfabeto?

  1. MoonChild disse:

    Caros amigos do CA e interessados no assunto, peço permissão para novamente dar minha opinião pessoal sobre o assunto em questão.

    Já comentei a outra matéria “Chico Xavier Plagiador ?” publicada neste site, hoje me causa surpresa esta nova matéria. O Blog “Obras Psicografadas”, de propriedade da HAAAN (ver http://obraspsicografadas.haaan.com/2007/a-leitura-de-chico-xavier/) chega a dizer “Chico começou a cursar o primário no Grupo Escolar São José em 1919, terminando-o 4 anos depois (…) Tinha, portanto, um nível de cultura bem próximo ao do ensino médio de hoje.”.

    Isso é um nível de cultura avançado ? Quatro anos de primário no início do século 20 ? O mesmo site indica que Chico começou a trabalhar com 9 anos, tendo portanto muuuito tempo para estudar milhares de livros, de centenas de autores e ainda reproduzir (sem fins lucrativos para piorar) fielmente estes livros.

    Isso realmente é incrível, um homem simples, com 4 anos de estudo, pobre, com uma família totalmente desestruturada, escreve de forma eloquente, com portugues invejável centenas de livros comparáveis aos originais.

    Talvez por isso a família de Humberto de Campos o tenha processado pedindo os direitos pelas obras assinadas pelo mesmo (ver http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u53834.shtml). Dava uma boa matéria pro “Acredite se quiser…”

    Temos aqui mais um exemplo de como o Ceticismo fanático pode distorcer a realidade dos fatos. A verdade é que Chico escreveu livros admiráveis em todos os aspectos, isso não se discute, mas o que é mais improvável, que com todas as dificuldades ele tenha escrito tudo isso plagiando (o que seria incrível) ou através de outras inteligências (que também é incrível, mas só temos as 2 opções não é mesmo)?

    O site (HAAAN – link acima) vai ainda mais longe, dizendo que Chico lia muito rápido, e que era muito inteligente. Chico explica essa mesma dúvida a um Católico que faz uma pergunta parecida no programa Pinga Fogo da TV TUPI (pode ser alugado em locadoras em DVD, ou copiado pelo Emule ou Youtube). Chico, muito humilde responde que embora não tenha tido oportunidade de estudar (embora o autor deste site ache que 4 anos de primário é o que basta!), foi educado por anos por seu mentor, Emmanuel.

    O site ainda diz “Há vastas evidências de que Chico não só tinha excelente ensino, como tinha tempo para a leitura”. Excelente ensino ? Aonde ? USP, UNICAMP ? 4 anos de primário (!)? Tempo para leitura ? Quando (ainda mais para tantos livros) ?

    Convido novamente os amigos interessados a assisterem o Pinga Fogo Vol I e II para que se esclareça a verdade sobre este fato, Chico explica minuciosamente como era sua vida naquela época, as dificuldades enfrentadas, a falta de tempo, a educação recebida por intermédio de Emmanuel (ou os 4 anos de ensino médio como quer o amigo autor do artigo…).

    Ainda, o site do HAAAN não menciona fatos simples, como os motivos de Chico. Ele nunca obteve lucro financeiro, nunca aceitou autoria pelos livros (“sou apenas um instrumento”), nunca sequer se expos ao público de forma extensiva, sempre viveu uma vida humilde, sempre usando o dinheiro de seu próprio trabalho (ver no Pinga Fogo quando seu pai ficou doente e Chico se recusou a usar o dinheiro dos livros para pagar seu tratamento).

    Ainda, mais uma vez pergunto… alguém ousaria dizer que os livros de Chico não tem um conteúdo moral excelente ? Quem le Chico Xavier se torna pior, ou melhor ? Teria sido interessante o autor do artigo ter mencionado as questões dos 2 últimos parágrafos.

    Minha conclusão: Chico estudou 4 anos apenas, eu como cidadão pensante acho isso muito pouco. Chico começou a trabalhar com 9 anos, ainda tinha que ajudar em casa (tinha muitas crianças em sua casa, ver novamente o Pinga Fogo), portanto não tinha tempo. Parece difícil senão impossível um homem se inteirar de tantos autores (400!) e saber escrever como eles, a ponto de ser processado, mesmo que esse homem fosse “PHD em leitura e escrita, e plágio…” (força de expressão). Chico nunca obteve qualquer vantagem pessoal com seus livros, seja financeiramente ou mesmo por algum tipo de ego inflado (não aceitava a autoria, e nem créditos por sua mediunidade que alegava ser portador por ter feito mau uso de sua inteligência em outras vidas passadas – ver também o Pinga Foto).

    Assim, não vejo motivo para concordar com o amigo escritor desse artigo, ainda que respeite muito sua opinião e sua iniciativa de começar uma investigação sobre esse assunto. Creio, porém que o amigo poderia se beneficiar de mais neutralidade numa próxima oportunidade.

    Agradeço o espaço e espero que meu comentário seja aprovado (ontem tive que tentar 2 vezes para conseguir, mas acredito tenha sido um engano)!

    Abraços a todos,

    • Any disse:

      Caro Moon!!
      Meu Pai teve o mesmo “nivel de estudo” que Xavier e mesmo sem o “Emanuel” Foi um Homem brilhante em cultura e raciocínio, Leitor assíduo e poliglota, também pobre perdu sua mão cedo e desde 06 anos trabalhou, não desmerecendo seu comentário, mas esclarecendo q sua justificativa não é tão plausivel!

      • Patricia Mota disse:

        Any,

        Não desmerecendo seu pai ou sua opinião, mas talvez o seu pai tenha aproveitado menos o Dom que ele concebeu do que o Chico(apenas querendo deixar claro, que posso não estar certa, pois aqui podem não ter sido colocados todos os que deveriam esclarecer a situação).Talvez não sabendo ele pode ter recebido ajuda de seu mentor, ou de experiências da vida passada, porque a inteligência moral e intelectual vem de nossas experiências espirituais, o que quer dizer que nesta vida podemos não ter estudado, mas nas passadas fomos PHD em alguma área.

      • franco marcolin disse:

        Cara Any. Não duvido da inteligência e muito menos da capacidade de aprendizado de seu pai, mas faço uma pergunta?
        Ele chegou a escrever perto de 400 livros e doar todos os direitos autorais aos pobres?

  2. Carlos Magno disse:

    Prezado Moonchild:

    De pleno acordo com seu comentário. É irritante como as pessoas cépticas e irresponsáveis falam e escrevem sem base. Tenho visto nas atitudes de injustificadas críticas e mentiras, tentativas de se sair do ostracismo subindo aos ombros alheios. Ou perseguições de fanáticos religiosos e materialistas, ou mesmo oportunismos de jornalistas de má formação. Mas de todas as formas, as críticas são metódicamente construídas a fim de render aos seus formuladores algum tipo de bônus.

    O grande problema que os caçadores de fama enfrentam, é que,não podendo contestar substancial e claramente a perfeita e sã filosofia do correto viver, assinada por espíritos em comunicações mediúnicas, tentam de todas as formas manchar reputações construídas com sacrifício e trabalho honesto.

    Chico não precisa de defensores, embora você e eu estejamos aqui a tentar defendê-lo. Sua obra lançada ao mundo em conjunto com seus mentores espirituais fala por si só. Mas é demais calar diante disto. Ele jamais veio a público refutar as maldades que dele inventavam: às vezes lamentava-as, mas até onde eu saiba jamais citou seus algozes.

    Conheci-o pessoalmente; senti sua aura de suavíssima reconfortante energia e perfume de rosas. Ele foi um herói por enfrentar com bondade e amor a tantos fariseus. Mas se teve falhas,e acredito que as teve, – afinal era um ser humano, – foram ótimas como aprendizado, pois só provam que Deus não abandona quem às vezes desliza, mas que, apesar de tudo, deseja se corrigir buscando reaprender. Mas quando se trata do Chico, as possíveis falhas são super-dimensionadas para tentar demonstrar que ele foi um impostor e fanfarrão.

    O Chico precisou passar por isto!. Os hipócritas que adoram este tipo de escalada nem desconfiam que foram e são instrumentos a auxiliar o processo de aperfeiçoamento íntimo do espiritualista. O avesso deles agem-nos como mestres. Como bem elucidou Emmanuel (se não me falha a memória): “O sândalo perfuma o machado que o fere!”. Mas teimarei em defender sempre pessoas do gabarito do Chico. Nisto sou inocorrigível. Abraço.

  3. Fernando disse:

    Sábios comentários, sinceramente.

  4. montalvão disse:

    Há um equívoco no título do artigo: chico jamais poderia ser semi-analfabeto, uma vez que tal situação é inexistente. O que se pretende dizer é semi-alfabetizado.

    Muitos, quando discutem a formação escolar de Chico, não levam em conta o singular talento da figura. Tudo leva a crer que o médium era uma pessoa altamente talentosa, dotada de memória excepcional e capacidade de leitura acima do comum. Portanto, nada de extraordinário ter “psicografado” centenas de autores falecidos, desde que se leve em conta o dom com que a natureza o agraciou. Em suma, não se deve falar em mediunidade, sim um incomum aptidão.

    Assim como existem pessoas capazes de imitar centenas de vozes diferentes; de simular o estilo de muitos pintores famosos; de reter na memória páginas e páginas de texto numa única leitura, também há os que têm facilidade de reproduzir o modo com que escritores falecidos escreviam.

    O caso é que alguns atribuem essa aptidão à influência dos espíritos. Fazer o quê?

    • Any disse:

      Sabia resposta!!!!!!

    • Patricia Mota disse:

      MOntalvão,

      Como eu respondi para Any respondo á você, todos temos dons e uns usam e outros não sabem usar, o Dom do Chico também era escrever lindamente e tanto e comtanta qualidade quanto os outros tão boms quanto o mesmo, mas o dom maior era o Dom de se doar, de amara ao próximo, de ajudar sem querer nada em troca, essa é a diferença.

  5. Carlos Magno disse:

    É Montalvão, há poucos homens com dons verdadeiros.

    O seu é ao avesso, por não saber reconhecer o que sejam espíritos e espiritismo. Mas se console, há milhares como você que formam a triste romária de céticos. Muitos sem talento algum, – derrotados, rancorosos e amargurados, – que passam a vingar-se de si mesmo vivendo à sombra dos talentos naturais, extraordinários e verdadeiros com o Chico, clamando contra suas maravilhosas e inspiradoras artes.

    Eu o entendi perfeitamente, prezado, não se preocupe e receba minhas sinceras e profundas condolências.

  6. Carlos Magno disse:

    Correção: de si mesmos.

  7. Eliane Fonseca disse:

    Interessante como se discute o óbvio.
    Chico consolou, corrigiu, ajudou, retomou ao caminho do bem milhares de pessoas (espíritos encarnados).
    Chico não tomou para si nenhuma vantagem.
    Chico fez por milhares de pessoas o que nenhum desses que discutem sua mediunidade ousariam fazer nem por uma dezena de pessoas.
    Chico construiu um templo de livros que ficará para a eternidade, talvez para os netos de quem hoje discute seus valores.
    Minha opinião.

  8. Desconhecido disse:

    Chico Xavier fez muitas coisas boas alem de Psicografar cartas, ajudando próximo com seus projetos de caridade, diferente de muitos materialistas ceticos que só pensa em si, na fama e no dinheiro. Chico Xavier foi muito melhor do que ser humano do que muitos ceticos por ai.
    Obs: Não sou espirita, conheço muito pouco da Doutrina e sou ceticos sobre paranormais que entonta talheres e falam com aliens e coisa do género.
    Desculpe o meus erro de português.

  9. Anderson disse:

    Caros irmãos espíritas, apenas não podemos nos furtar a oportunidade de citar somente um dos vários fatos produzidos pelo maravilhoso dom de Chico Xavier:
    Quem não se recorda (ou nunca ouviu dizer a respeito) sobre uma Psicografia (pasmem!) em Luxemburguês !
    Queridos irmãos criadores deste Site, vocês pesquisaram se aquele menino pobre do interior de Minas Gerais possuía algum título nesta língua ? Ou até mesmo se, ao menos, teve acesso em alguma Biblioteca (será que havia alguma biblioteca na cidadezinha de Pedro Leopoldo àquela época?).
    Francamente irmãos, sabe aquela regra da Fé raciocinada ? Podemos dizer que ela também se aplica para o lado do Ceticismo ! Não é pelo fato de vocês “desejarem” não acreditar que abandonarão a razão e os fatos…
    Seria muito obtuso da parte dos criadores e extremamente limítrofe à capacidade de percepção humana olharmos para o Céu numa noite estrelada e negarmos a existência de uma Vida Maior, além desse pedaçinho de chão no Universo que ocupamos atualmente. Tenhamos “olhos de ver” meus irmãos ! Muita Paz a todos !

  10. Marco Túlio Silva disse:

    Ok. Então no entender deste site Chico Xavier não era médium, apenas um gênio literário que possuia uma fantástica capacidade de leitura dinâmica e digressão sobre o que já leu. Isto, para alguém com pouco estudo, já é algo impressionante, Não!? Qual é a explicação científica para o fato? Admitamos então, que ele não era médium. Isto anula a mediunidade em si mesma? Existe mediunidade? Para existir mediunidade é necessário haver espíritos com que comuniquem com médiuns. Há espíritos? Entendendo que os espíritos nada mais são do que a alma dos homens que já desencarnaram, perguntamos: Você, autor do site, tem uma alma? Existem algo em você, não importa o nome, que sobrevive à morte do seu corpo? Se não existe, meus sentimentos, porque quando você morrer você vai acabar totalmente. De nada valerão os teus esforços na área da inteligência e muito menos os afetos conquistados. Há, porém, um secreto pensamento que nos diz que não. Não pode ser assim. Por que viver se a morte vai me aniquilar? Esta doutrina niilista só server para criar o caos e o pânico. Mas convido o autor do site a responder estas e outras questões.

  11. Jesa Nideck disse:

    A linguagem do espírito é o pensamento.
    As letras são apenas símbolos usados para tentar expressar os pensamentos. Se ficar-mos presos aos símbolos, seremos como fanáticos religiosos que tomam os símbolos que eram usados pelas antigas civilizações, e tomam ao pé da letra modificando assim sua verdadeira grandeza e significado.

  12. Jesa Nideck disse:

    Deveríam contestar a mediunidade de Chico quando ele ainda estava entre nós, atacar sem dar o direito de defesa é covardia e desonesto.Estudem o espiritismo porque as respostas estão ali, ou pelo menos uma pequena parte delas.
    Somos crianças e não entendemos a verdade.

  13. Jesa Nideck disse:

    Conheça a árvore pelos seus frutos!

  14. ari rangel disse:

    Penso que quem tentar diminuir a obra monumental deixada por Chico Xavier não tem noção exata do que foi este ser humano maravilhoso, maior ainda do que os maravilhosos fenômenos que produzia. Há um interesse neste site, que, sinceramente, é o de fazer as pessoas descrerem… A Parapsicologia não é ciência! leia-se Herculano Pires. Eu desafio a qualquer “parapsicólogo” a psicografar ou, se preferirem, a escrever 5 sonetos alexandrinos, ou dodecassílabos, dentro das dificílimas regras poético-gramaticais, conforme o fazia Chico Xavier, aos milhares, sem nunca ter frequentado faculdade.Há neste site uma proposta subliminar de desqualificar a obra de Chico Xavier para se tentar creditar alguma coisa à decantada Parapsicologia, ao que me parece até Quevediana.
    Perdoem-me a sinceridade!
    Abraços!
    Ari Rangel

  15. Laércio disse:

    Caros amigos , no meu entender depois de jesus cristo, chico xavier foi sem duvida o melhor homem na terra psicografou 408 livros nao quiz ser o autor de nenhum. viveu com a simples aposentadoria que recebia do ministerio da agricultura, nasceu pobre e morreu pobre e todo dinheiro era doado as pessoas carentes.

  16. Linuxbr disse:

    Chico Xavier era apenas um esquizofrenico que ouvia vozes, nada mais. Ganhou muito dinheiro com isso mas, como a maioria dos que ganham dinheiro facil tinha tudo no nome dos outros, ele só tinha o usofruto. Por isso a casa, como hometheatre, piscina, a BMW, estava no nome do “filho” nunca adotado, que morava com ele. Esse mesmo que casou, mas disse na justiça que nunca consumou o casamento e que era corno de um militar. “A verdade que fere é melhor que a mentira que consola” o propio Chico admitia que era mentira.

  17. Rodolfo disse:

    O mais lamentável é ver a falta de respeito de ambos os lados. Cada um acredita ou desacretida no que lhe convém e no que lhe parece correto. Não tentem convencer ou obrigar as pessoas a mudar de opinião dizendo o que é “certo” e o que é “errado”. Esta, meus amigos, acreditem ou não, é a raiz de todo o mal desse mundo desde que surgiu o homem. A cada dia que passa sou mais anarquista…

  18. Roberto disse:

    Ao que me parece, depois de várias participações minhas com comentários, começo a entender o propósito maior do divulgador deste site de negação e ceticismo: causar polêmica atacando com argumentos casuais, superficiais e tendenciosos pessoas reconhecidamente grandiosas.
    Com a polêmica surgem os incrédulos que procurarm aclarar alguma coisa desta balbúrdia e assim como resultado imediato, aumenta a audiência do site.
    Bela estratégia, não tão nobre.
    Antes de escrever ou falar sobre qualquer coisa, em público, devemos ter o cuidado com o resultado de nossas palavras e atos.
    Calúnias, difamações, policialescas e levianas considerações sobre a vida alheia, como tudo na vida, cobrarão o seu preço no momento do acerto de contas. Ninguém foge disto. Somos herdeiros de nós próprios.
    Para ter público, em virtude da curiosidade, da abrangência histórica, dos temores que provocam, usar assuntos como “fim do mundo”, OVNI, falar com os “mortos”, etc… dá bastante, ibope.
    Não sei se é útil, acho que não, ficar dando palco para o autor do site. Eu não vou mais comentar as provocações deste site/blog.
    Fiquem em paz.

  19. André Felipe disse:

    Andei pesquisando assuntos interessantes relacionado ao assunto. Muitas universidades de reconhecimento internacional ( como Harvard), vem levantando estudos para temas como existência de espíritos e reencarnação.
    Como universidade importantes e respeitadas, com diversas mentes brilhantes, podem levar a sério tais assuntos?
    Por que os céticos não se esforçam um pouco, já que são tão espertos, para ingressar em centros importantes de pesquisas, que disponibilizam recursos materias, financeiros e científicos?
    Isso tudo é falta de capacidade?
    O simples fato de procurar informações no Google, juntá-las, sem elaborar corretamente a fonte das informações, sem questionar sua credibilidade, é algo bem inteligente.
    Está parecendo crianças ou adolescentes fazendo tarefas de escola.
    Abraço a todos!

  20. André disse:

    Engraçado…

    Mesmo que Chico Xavier tivesse “plagiado”, obras incriveis que acredito eu, seria uma tremenda injustiça com a própria boa vontade de Chico Xavier, que tentou dismistificar a doutrina, com recursos precários que ele dispunha, ele não USUFRUIU DE NADA… NADA MESMO… NEM UM ÚNICO CENTAVO… POIS TODO DINHEIRO GANHO FOI DESTINADO A OBRAS ASSISTÊNCIAIS… UMA PESSOA QUE MERECE RESPEITO PELO SÍMBOLO DE BENEVOLÊNCIA QUE FOI… Se Chico Xavier fosse católico, seria canonizado e se tornaria um SANTO… Respeito todas as religiões, os dogmas empregados, assim como Chico fez: quem quiser, assistam Pinga Fogo, disponível no youtube… Acho que um pouco de humildade cairia bem aos céticos…

  21. Diogo Menezes disse:

    Acho que tem que ter MUITA FÉ na habilidade de um ser humano comum,para acreditar que ele era um plagiador,ou apenas uma pessoa diferenciada intelectualmente!
    e impressionante como se apegam a fatos distorcidos,como disseram acima,falyta um pouco de humildade!!
    acho que neste caso deveriam ficar quietos,pois perderam muita credibilidadedepois de um texto destes,pelo menos pra mim,que adorava o site como destruidor de mitos,mas vejo que destroem apenas mitos ridiculos e estereotipos,nada alem disso!

  22. Claudio Cunha disse:

    Respeito o espiritismo como respeito qualquer religião. E como qualquer religião tem aspectos imponderáveis e que só se sustentam pela fé, e não por fatos, ficando em um campo alheio à ciência, que também não é absoluta. Mas creio que em aspectos simples, pueris, religiões como o espiritismo se fragilizam. Primeiro: se há comunicação com os espíritos, e estes como energia que estão em outra “dimensão”, não se regem por nossas leis físicas. A noção de espaço-tempo não deve existir. Portanto, para um espírito estar em 2010 ou 100.010 tanto faz. E se faz contato cá, fará lá. Então, por que não trazem visões do futuro? Dos avanços? Das curas? Ou, como diz um amigo meu, do resultado da mega-sena? Segundo: de onde vêm os espíritos extras? Ou seja, hoje somos seis bilhões de pessoas, se todos reencarnamos, pela lógica, seríamos o mesmo número daqueles que por uma mutação se tornaram humanos. Terceiro (vale para todas as religiões): quando a alma entrou em nosso corpo? Na transição de macaco para ser humano? O Australopithecus sediba tinha alma? São questões simples, nem entro no mérito das psicografias, da leitura a frio, das técnicas existentes para captar a dor alheia. Até hoje ninguém conseguiu responder ou me convencer destas três questões simples. Também a ciência não responde o que houve antes do Big Bang, por exemplo, mas pelo menos dizem que não sabem e estão tentando entender ou até refutar esta teoria.

  23. Roberto Scur disse:

    Claudio Cunha,

    A seriedade de suas indagações merecem atenção. Não sou sábio o suficiente para responder-te com toda a precisão, mas os estudos espíritas já oferecem respostas muito lógicas sobre os temas que te referistes. Vou tentar sem a pretensão de ser definitivo.

    1 – Sobre a noção de espaço-tempo:

    Inteligente observação Claudio. O tempo não existe no plano espiritual, pelo menos não na forma que conhecemos. O tempo está relacionado aos movimentos de rotação e translação do eixo da terra e da próprio Terra na órbita em torno do Sol. Em outra órbita os anos, dias, horas etc.. seriam contados de maneira muito diversa. O tempo que existe é o presente. O passado fica registrado no éter e pode ser consultado sob condições determinadas como se fôssemos expectadores invisíveis aos acontecimentos vividos, tal e qual foram e não conforme algum indivíduo o narrasse. O futuro pode ser antevisto por espíritos mais adiantados, mas não é determinístico pois o livre-arbítrio dos seres podem alterar o futuro.

    2 – Visões de futuro:

    Trazem sim visões de futuro. Os profetas exemplificam isto, recebem visões do futuro e as traduzem, mas não de interesses materiais, imediatistas e sem utilidade, como por exemplo o resultado da megasena pois isto feriria os propósitos da existência no plano físico. Reencarnamos para evoluir e precisamos, à nosso próprio bem e obedecendo um roteiro preestabelecido, passar por determinadas situações chaves onde poderemos ser ou testados (provas) em nossas disposições evolutivas ou então expiaremos erros cometidos no passado que precisam ser experimentados na forma da lei de causa e efeito que nos auxiliará à não cometermos mais o mesmo erro futuramente. Provas e expiações é o estágio que ainda estamos à braços Claudio, plantando livremente mas colhendo obrigatoriamente.

    Os avanços, as curas e o progresso da humanidade reencarnada, do planeta enfim, são de interesse da espiritualidade, e tudo o que é conhecido aqui é um parco reflexo do que já existe no plano espiritual. Todas as grandes descobertas científicas são patenteadas no lado de lá para se materializarem do lado de cá da vida. Um cientista se prepara antes de reencarnar para trazer determinados conhecimentos à luz, e fará isto mediante “esforço” próprio pois se fosse revelado para ele não haveria o mérito próprio. É da lei de Deus que sejamos coparticipes da obra da criação pois se Ele quisesse teria criado todos nós já perfeitos em sabedoria e amor, mas preferiu nos deixar responsáveis pelo nosso próprio progresso nos criando todo simples e ignorantes, com iguais pendores para o bem e para o mal, e através do livre arbítrio poderemos acelerar ou atrasar nossa chegada ao destino da perfeição relativa que nos aguarde deterministicamente. Um professor não faz a lição do aluno, mas fornece meios para que o aluno mesmo aprenda e responda-as com acerto, e é por isto que aprendemos aos poucos mediante muito esforço. “Ganharás o pão com o suor do teu rosto”, lembra desta? Se não fosse assim seríamos uma legião de vagabundos acomodados e inúteis.

    3 – População do Planeta:

    Não somos 6 bilhões de habitantes no planeta, somos em torno de 30 bilhões de espíritos, sendo que atualmente 1/5 está podendo reencarnar ao mesmo tempo, mas vamos e voltamos procurando cumprir etapas em cada reencarnação. Ficamos uma temporada em cada plano, geralmente, e assim seguimos nossa jornada evolutiva até o dia que não precisaremos mais reencarnar em corpos físico, sejam eles mais ou menos densos, só que isto se dará quando nos libertarmos nas imposições das provas e expiações, ou seja, quando formos evoluídos o suficiente para somente reencarnar em tarefas missionárias para auxiliar os irmãos que estão na retaguarda com nosso exemplos e testemunhos da verdade, qual fez Jesus Cristo, por exemplo.

    4 – Não ocorreu transição do macaco para o humano, mas o espírito pode reencarnar numa formação orgânica muito similar aos símios para lentamente promover o aformoseamento destas formas. Todos os animais possuem uma alma, um princípio espiritual que vai evoluindo até chegar no patamar hominal, ou seja, ganha uma individualidade, uma identidade que jamais será perdida, ou seja, se torna um espírito eterno. Tudo se transforma na natureza e até chegarmos no ponto que estamos hoje tivemos que estagiar desde o reino mineral, vegetal, animal e agora hominal, e através das múltiplas reencarnações chegaremos ao angelical ou perfeição relativa pois absoluto somente Deus.

    5 – Por fim, você têm razão novamente ao afirmar que são questões simples, mas são simples hoje em dia pois no passado não havia conhecimento científico suficiente para traduzir estas realidades, mesmo que de forma inacabada ainda, porém muito mais racionais do que se poderia entender lá atrás. Jesus Cristo tinha que nos falar por parábolas pois éramos muito ignorantes ainda para entender, por exemplo, que haveriam muitos planetas habitados no universo, e aí Ele nos disse que “existem muitas moradas na casa de meu Pai…” e tantas e quantas outras afirmações. Afirmou ele que enviaria o “Consolador Prometido para reestabelecer todas as coisas …” e este Consolador é o Espiritismo que é a comunicação ostensiva do plano espiritual com o plano físico, através da mediunidade, para dar o salto de progresso que necessitamos.

    São questões simples mas profundamente filosóficas, e não seria o que eu escrevo que poderia traduzir com qualidade o que foi dito nas obras básicas do espiritismo, principalmente “O Livro do Espíritos” e “A Gênese” que seriam as mais indicadas para este tipo de questões que você formulou.

    6 – Com relação ao Big Bang: Não, a ciência terrena não alcança grande coisa, em verdade. Estamos ainda engatinhando em conhecimento Claudio, e por sermos ainda tão limitados não conseguimos compreender ou suportar muito mais do que sabemos, mas termos a humildade de reconhecermos nossa pequenez é um passo firme para sairmos dela.

    Se você tiver realmente interesse em saber mais deverá estudar estes e outros livros. “Conheça a verdade e a verdade te libertará” também disse Jesus.

    Saudações.

  24. Para Informar Interessados disse:

    Claudio Cunha,

    A seriedade de suas indagações merecem atenção. Não sou sábio o suficiente para responder-te com toda a precisão, mas os estudos espíritas já oferecem respostas muito lógicas sobre os temas que te referistes. Vou tentar sem a pretensão de ser definitivo.

    1 – Sobre a noção de espaço-tempo:

    Inteligente observação Claudio. O tempo não existe no plano espiritual, pelo menos não na forma que conhecemos. O tempo está relacionado aos movimentos de rotação e translação do eixo da terra e da próprio Terra na órbita em torno do Sol. Em outra órbita os anos, dias, horas etc.. seriam contados de maneira muito diversa. O tempo que existe é o presente. O passado fica registrado no éter e pode ser consultado sob condições determinadas como se fôssemos expectadores invisíveis aos acontecimentos vividos, tal e qual foram e não conforme algum indivíduo o narrasse. O futuro pode ser antevisto por espíritos mais adiantados, mas não é determinístico pois o livre-arbítrio dos seres podem alterar o futuro.

    2 – Visões de futuro:

    Trazem sim visões de futuro. Os profetas exemplificam isto, recebem visões do futuro e as traduzem, mas não de interesses materiais, imediatistas e sem utilidade, como por exemplo o resultado da megasena pois isto feriria os propósitos da existência no plano físico. Reencarnamos para evoluir e precisamos, à nosso próprio bem e obedecendo um roteiro preestabelecido, passar por determinadas situações chaves onde poderemos ser ou testados (provas) em nossas disposições evolutivas ou então expiaremos erros cometidos no passado que precisam ser experimentados na forma da lei de causa e efeito que nos auxiliará à não cometermos mais o mesmo erro futuramente. Provas e expiações é o estágio que ainda estamos à braços Claudio, plantando livremente mas colhendo obrigatoriamente.

    Os avanços, as curas e o progresso da humanidade reencarnada, do planeta enfim, são de interesse da espiritualidade, e tudo o que é conhecido aqui é um parco reflexo do que já existe no plano espiritual. Todas as grandes descobertas científicas são patenteadas no lado de lá para se materializarem do lado de cá da vida. Um cientista se prepara antes de reencarnar para trazer determinados conhecimentos à luz, e fará isto mediante “esforço” próprio pois se fosse revelado para ele não haveria o mérito próprio. É da lei de Deus que sejamos coparticipes da obra da criação pois se Ele quisesse teria criado todos nós já perfeitos em sabedoria e amor, mas preferiu nos deixar responsáveis pelo nosso próprio progresso nos criando todo simples e ignorantes, com iguais pendores para o bem e para o mal, e através do livre arbítrio poderemos acelerar ou atrasar nossa chegada ao destino da perfeição relativa que nos aguarde deterministicamente. Um professor não faz a lição do aluno, mas fornece meios para que o aluno mesmo aprenda e responda-as com acerto, e é por isto que aprendemos aos poucos mediante muito esforço. “Ganharás o pão com o suor do teu rosto”, lembra desta? Se não fosse assim seríamos uma legião de vagabundos acomodados e inúteis.

    3 – População do Planeta:

    Não somos 6 bilhões de habitantes no planeta, somos em torno de 30 bilhões de espíritos, sendo que atualmente 1/5 está podendo reencarnar ao mesmo tempo, mas vamos e voltamos procurando cumprir etapas em cada reencarnação. Ficamos uma temporada em cada plano, geralmente, e assim seguimos nossa jornada evolutiva até o dia que não precisaremos mais reencarnar em corpos físico, sejam eles mais ou menos densos, só que isto se dará quando nos libertarmos nas imposições das provas e expiações, ou seja, quando formos evoluídos o suficiente para somente reencarnar em tarefas missionárias para auxiliar os irmãos que estão na retaguarda com nosso exemplos e testemunhos da verdade, qual fez Jesus Cristo, por exemplo.

    4 – Não ocorreu transição do macaco para o humano, mas o espírito pode reencarnar numa formação orgânica muito similar aos símios para lentamente promover o aformoseamento destas formas. Todos os animais possuem uma alma, um princípio espiritual que vai evoluindo até chegar no patamar hominal, ou seja, ganha uma individualidade, uma identidade que jamais será perdida, ou seja, se torna um espírito eterno. Tudo se transforma na natureza e até chegarmos no ponto que estamos hoje tivemos que estagiar desde o reino mineral, vegetal, animal e agora hominal, e através das múltiplas reencarnações chegaremos ao angelical ou perfeição relativa pois absoluto somente Deus.

    5 – Por fim, você têm razão novamente ao afirmar que são questões simples, mas são simples hoje em dia pois no passado não havia conhecimento científico suficiente para traduzir estas realidades, mesmo que de forma inacabada ainda, porém muito mais racionais do que se poderia entender lá atrás. Jesus Cristo tinha que nos falar por parábolas pois éramos muito ignorantes ainda para entender, por exemplo, que haveriam muitos planetas habitados no universo, e aí Ele nos disse que “existem muitas moradas na casa de meu Pai…” e tantas e quantas outras afirmações. Afirmou ele que enviaria o “Consolador Prometido para reestabelecer todas as coisas …” e este Consolador é o Espiritismo que é a comunicação ostensiva do plano espiritual com o plano físico, através da mediunidade, para dar o salto de progresso que necessitamos.

    São questões simples mas profundamente filosóficas, e não seria o que eu escrevo que poderia traduzir com qualidade o que foi dito nas obras básicas do espiritismo, principalmente “O Livro do Espíritos” e “A Gênese” que seriam as mais indicadas para este tipo de questões que você formulou.

    6 – Com relação ao Big Bang: Não, a ciência terrena não alcança grande coisa, em verdade. Estamos ainda engatinhando em conhecimento Claudio, e por sermos ainda tão limitados não conseguimos compreender ou suportar muito mais do que sabemos, mas termos a humildade de reconhecermos nossa pequenez é um passo firme para sairmos dela.

    Se você tiver realmente interesse em saber mais deverá estudar estes e outros livros. “Conheça a verdade e a verdade te libertará” também disse Jesus.

    Saudações Espíritas.

  25. LEx disse:

    OLOCO!
    Tem mais espiritas aqui do que céticos…
    O que um monte de espiritas estão fazendo em um site de Céticos? Ou é um só se fazendo passar por vários?

    Chega até a ficar chato…

    Abram suas mentes, a verdade não está somente em suas crenças.

  26. Any disse:

    O Fato é que as “cartas psicogradadas” Trazem uma falsa sensação de conforto aos corações!! Uma mãe q perde o filho suicida prefere saber a verdade Bíblica ou uma carta do além túmulo dizendo q o filho está bem no paraíso e que a perdoá por qualquer ofensa? Certa vez briguei por telefone com minha irmã q mora fora do Brasil e por birra ao ser perguntada sobre ela disse q avia falecido e mais nada, pasmem q dias de pois recebi uma carta Psicografada da minha irmã viva morta e com uma letra bem semelhante kkkk
    Quando contei a ela quase morreu de verdade mas de rir ….

  27. angel disse:

    Cara Anny….provavelmente vc foi em um charlatão, que é o que mais existe no mundo..no entanto, como se explica um médium chegar perto de vc e falar seu nome todo inclusive da pessoa morta, sem vc ter ao menos mencionado?isso acontecia com chico, ele narrava acontecimentos, segredos que só a pessoa morta saberia, inclusive chamava pessoas até por apelidos, no qual só o morto poderia chamar..ele escreveu em várias línguas, inclusive qdo era criança….abram a mente…tem coisas que não tem como questionar, simplesmente existem..nao tem sentido o mundo ser somente isso que vivemos e podemos ver..é infinitamente maior e mais misterioso

  28. Claudemir dos Santos disse:

    Chico é um fenomeno maravilhoso que encantou a muitos e continua a encantar,as vezes temos que ouvir coisas ridiculas daqueles que ainda não o compreendem,são os sabios e prudentes modernos ao qual a espiritualidade Maior enviou Alan Kardec para alerta-los e aceitarem o evangelho de Jesus e a tambem serem colaboradores da terceira revelação, mas infelismente muitos deles ainda não compreenderam essa mensagem e já não há mais tempo,pois a hora das gandes revelações já se aproxima,e aqueles que acreditam ser apenas o conhecimento a base de tudo se decpicionarão e lamentarão pelo seu orgulho. Chico veio com a missao de trabalho,pois o seu espirito já superou a fase de evolução humana,e já entrou na fase da evolução espiritual e não nescessita mais do gramur das belas palavras,portanto Emmanuel foi posto como seu guia para preenxer essa laguna,e hoje segundo o proprio Chico,Emmanuel já se encarnou para continuar a sua evolução. Muita paz e compreenção. Que Jesua nos ilumine.

  29. Pedro disse:

    A bondade independe de tudo e deve prevalecer sobre tudo, vivemos um momento muito difícil, as sociedades de todo o mundo se corrompem e se destroem, Chico é um raro exemplo de bondade, sabedoria e espiritualidade, os céticos são importantes e graças a eles verdadeiras fraudes são derrubadas, mas, Chico é brilhante e inexplicável, imaginem o universo, outras galáxias, por que o homem é racional e o macaco não ? se formos evolução dos macacos por que a estagnação desses seres ? Acredito que este assunto é muito complexo para os céticos e para os que crêem, e nenhum que postou aqui pode afirmar nada, contudo, só desejo boa sorte na crença de cada individuo deste Fórum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *