Destaques figura1.jpg

Published on maio 7th, 2010 | by Kentaro Mori

60

Os OVNIs de Kumburgaz são janelas de lanchas

por Andrés Duarte, original em espanhol

kumburgazovnilancha ufologia destaques

Durante algumas madrugadas da primavera e verão de 2007, 2008 e 2009, um homem chamado Yalcin Yalman gravou dezenas de vídeos de supostos OVNIs de uma praia de Kumburgaz, Truquia, que foram documentados por Sirius UFO [1-6]. Aqui há parte dos vídeos em ordem cronológica:

 

 

Este caso é considerado como pouco confiável por vários investigadores e aficcionados por ufologia, por diversas razões que não são necessárias explicar aqui. A maioria das hipóteses sobre a origem do fenômeno faz referência a objetos situados ao nível da superfície terrestre ou marítima, como por exemplo cúpulas ou domos de prédios, barcos, submarinos, chaminés de ventilação, plataformas petrolíferas, etc. A hipótese de embarcações foi exposta em alguns fóruns desde o ano de 2008 [7-12]. Depois de uma análise detalhada, esta idéia deriva na hipótese das janelas que será discutida no restante deste artigo.

Na figura 1 há capturas da maioria dos objetos dados a conhecer publicamente, embora os vídeos gravados próximos ao amanhecer não sejam incluídos por enquanto e não se relacionem muito com os vídeos noturnos. Várias imagens podem corresponder a um mesmo objeto em diferentes condições de iluminação, mas a diversidade de aparências parece ir além de uma simples mudança de iluminação ou de orientação do objeto, pelo que podemos supor que os há de distintos “modelos”.

figura1 ufologia destaques  

Figura 1: Os OVNIs de Kumburgaz

À primeira vista parecem tratar-se de superfícies especulares [13] refletindo luz, e ao revisar as distintas imagens de um – aparentemente – mesmo objeto fica ainda mais claro que efetivamente se comportam como refletores especulares que refletem a luz proveniente de diferentes direções, sem emitir luz própria.

No entanto, há algo importante a ressaltar com relação à primeira impressão que estes reflexos provocam: poderia-se pensar que as superfícies refletem a luz desta forma devido a uma importante curvatura, mas as coisas não funcionam desta maneira supostamente óbvia em um caso como este onde as imagens são capturadas em circunstâncias pouco triviais. Nos vídeos há um grande zoom e o tamanho angular dos objetos é de cerca de 0.5°, o que equivale a uma razão distância/tamanho maior que 100. Nessas condições de visualização e de iluminação, em uma superfície especular e muito convexa as luzes refletidas seriam vistas como tênues pontos luminosos, já que a convexidade reduz o tamanho das imagens e reflete a luz em uma ampla distribuição angular, pela qual essa luz se atenua muito com a distância.

Além disso, os vídeos foram gravados com uma curta exposição, isso se nota nas vezes em que a imagem se move muito entre um fotograma e o seguinte mas quase não aparece borrada por movimento, o que significa que a exposição é muito menor que 1/30 segundo, o que é muito pouco adequado para capturar imagens na escuridão. Assim se torna ainda mais tênue a imagem do reflexo em superfícies curvas e em refletores difusos [13] a grande distância, a consequência evidente disto é que nos vídeos só se vê o objeto e a Lua, o resto é um fundo escuro com ruído de imagem e nada mais.

A conclusão de todos estes elementos é que os objetos, para poderem ser vistos nestas condições, devem ser refletores especulares planos ou com pouca curvatura, que estão orientados de tal maneira que refletem alguma luz justamente na direção do observador. Qualquer outra superfície que não cumpra com estes requisitos não seria vista, e devido a isto devemos começar a pensar na possibilidade de que esses objetos sejam apenas uma parte de um objeto maior com outras superfícies não vistas, quer sejam curvas, refletores difusas, ou planas com outra orientação.

Outra consequência de tudo isto é que as deformidades das superfícies se vêem muito amplificadas na aparência do reflexo; então essas curvas, sulcos e outros detalhes que se vêem são reais mas são apenas deformidades menores e são muito mais planas do que parecem. Para esclarecer estas idéias se conduziu um experimento muito simples ilustrado na figura 2. Pequenas tampas plásticas refletem a luz tênue de uma fonte alargada retilínea e horizontal. À esquerda aparecem as tampas fotografadas a poucos centímetros da câmera, e o reflexo aparece um pouco deformado. À direita as tampoas estão a meio metro da câmera e o reflexo aparece mais deformado.

figura2 ufologia destaques  

Figura 2: Tampas plásticas refletindo luz.
À direita as tampas estão mais distantes e a deformação da imagem refletida é maior.
Abaixo, as tampas em condições de iluminação difusa.

A curta distância e com iluminação difusa as tampas parecem quase planas, mas na outra situação as deformidades parecem se acentuar; nas condições ainda mais extremas do caso de Kumburgaz o efeito deve ser muito maior. O que se vê nessas imagens são deformidades insignificantes que não seriam notadas à primeira vista, portanto, estes supostos OVNIs poderiam ser objetos muito familiares que não podemos reconhecer simplesmente porque a situação em que os vemos é pouco familiar.

Ademais, neste experimento se nota outro efeito que já se mencionou na figura 1: o que se vê mais claramente é o reflexo na superfície quase plana que está corretamente orientada, o reflexo em outras superfícies e nas partes curvas das tampas quase não podem ser vistos, especialmente nas fotos tomadas a maior distância.

Na figura 3 há imagens de um dos vídeos que mostra um efeito chamativo, mas que resulta ser trivial uma vez que se entenda todo o explicado até aqui. A superfície se movo um pouco mudando assim a orientação do reflexo, o que por sua vez altera o destaque das deformidades. No experimento da figura 2 também se nota um pouco que cada deformidade pode acabar ressaltada em medida diferente dependendo da orientação.

figura3 ufologia destaques  

Figura 3: Sequência com uma mudança de orientação do reflexo.

A figura 4 ilustra outro efeito interessante que aparece em grande parte dos vídeos, que é a decomposição de cores. Parece quase imperceptível, mas aqui se mostram algumas das imagens mais notáveis.

figura4 ufologia destaques  

Figura 4: Casos notórios da decomposição de cores nas imagens dos objetos.

Este efeito ocorre por vezes devido à aberração cromática da lente, mas nos vídeos aparecem outras imagens, como a Lua, que não apresentam este problema só há um resplendor azul que pode ser atribuído ao recobrimento da lente. Assim o efeito deve ser causado pelos próprios objetos, mas apenas uma superfície especular não decompõe as cores, o mais provável é que isto ocorra nas placas de material transparente que decompõem as cores por dois mecanismos: por interferência entre os reflexos nas distintas superfícies da placa (iridescência), e por refração e reflexão entre as superfícies, efeito que se faz mais notória com a distância. No experimento com as tampas, estas são justamente transparentes e suas fotos exibem uma leve decomposição em algumas partes que se nota um pouco ao aumentar a saturação de cores.

Com respeito à localização, distância e tamanho dos objetos, é possível fazer alguns cálculos que não são muito preciso nem muito reveladores mas ajudarão a entender um pouco melhor a situação. Os vídeos que apresentam algum ponto de referência indicam que estes foram gravados na direção SE ou ESE, como mostra a figura 5.

figura5 ufologia destaques  

Figura 5: Imagem de Google Maps com o lugar e direção do avistamento.

Em alguns vídeos aparece um cabo situado em Karagül sitesi, destacado na figura 5, que serve para calibrar as imagens em coordenadas horizontais o que por sua vez é útil, entre outras coisas, para determinar a hora correta, já que não há boa razão para supor que a data e hora indicadas nos vídeos sejam exatas. O processo de cálculo é detalhado no apêndice, e a figura 6 exibe o resultado da calibração representada como uma escala de azimute sobre um dos fotogramas.

figura6 ufologia destaques  

Figura 6: Escala de azimute em um dos fotogramas.
A inserção é uma foto utilizada para determinar a escala.

Outro dos resultados dos diversos cálculos é que no vídeo de 17 de maio de 2009 a Lua está a 114°de azimute e o objeto está a 118°e à altura do horizonte. Isto é, de acordo com a escala da figura 6, se este vídeo também foi gravado na praia então a Lua aparece em uma direção quase paralela a ela e o objeto se vê quase na mesma direção em que há alguns botes atracados. O estranho nisto é que no vídeos só se vê a Lua e o objeto, quando se esperaria ver também as luzes de alguns edifícios. O problema é resolvido ao examinar com cuidado os primeiros instantes desse vídeo, onde efetivamente aparecem algumas luzes (figura 7A) e por alguns momentos inclusive se vê Júpiter (figura &B), mas poucos minutos depois quando se vê o objeto já não surgem as luzes nem Júpiter nem nada mais (figura 7C), com uma árvore tapando parte da Lua (figura 7D). Recordando ademais o discutido a respeito do tempo de exposição, é possível que tanto as árvores quanto a curta exposição sejam aproveitadas para ocultar tudo que possa aparecer na imagem, salvo a Lua e o objeto.

figura7 ufologia destaques  

Figura 7: Uma árvore ocultando parte da Lua e algumas luzes que aparecem no início deste vídeo.

Na raiz destas descobertas também podemos perguntar se o objeto realmente está junto àqueles botes, ou mais próximos na praia, ou talvez distante no mar, ou no cabo. O que se pode determinar analisando os vídeos são as dimensões angulares, mas as dimensões lineares só acabam determinadas de forma relativa. Isto é, o tamanho angular “t” do objeto é de cerca de 0.5°e a partir disto não se pode calcular nem o tamanho linear T nem a distância D, mas sim sua razão que em uma primeira aproximação é T/D = 2tan(t/2) = 0.01. Então o objeto pode ter o tamanho de 1 metro e estar a 100 metros de distância, pode medir 2 metros e estar a 200 metros, etc., mas não podemos ser mais específicos que isto.

Outro dos vídeos que tem a Lua como referência é de 27 de maio de 2008, onde o objeto está a cerca de 130°de azimute; segundo a escala da figura 6 isto está na direção ao mar.

Agora podemos resumir as características prováveis destes supostos OVNIs para sugerir uma hipótese específica: os objetos são superfícies especulares planas ou com pouca curvatura, há diferentes “modelos”, poderiam ser parte de um objeto maior que não é visto em virtude das condições de iluminação e gravação, possivelmente sejam placas de material transparente, provavelmente estão no mar. Tudo isto nos leva à seguinte hipótese: os objetos seriam janelas laterais do estilo “barbatana de tubarão” ou “mariposa”, em certas lanhas e pequenos iates, como as da figura 8.

figura8 ufologia destaques  

Figura 8: Algumas pequenas embarcações com janelas laterais estilizadas.

Na Turquia abunda este tipo de embarcações tal como se pode verificar em sahibiden.com [14]. A diversidade de formas destas janelas é comparável à diversidade de silhuetas da figura 1, e tal como nelas, apresentam alguma inclinação e assimetria.

Apenas as silhuetas podem ser comparadas diretamente porque o resto da aparência dos supostos OVNIs depende mais de deformidades quase imperceptíveis, tal como já se discutiu, o que requer um pouco mais de análise. Os sulcos paralelos que aparecem em vários dos objetos devem ser defeitos típicos dos processos de fabricação do material [15]. As deformidades mais localizadas podem ser efeitos da pressão dos parafusos que há ao redor das janelas, como se exemplifica na figura 9, e a deformidade central que aparece em alguns casos pode ser efeito de algum travessão, como os da figura 10.

figura9 ufologia destaques  

Figura 9: Parafusos ao redor das janelas em uma Lancia Powerboat (A), em um Cranchi Mediterranee (B) e em um Azimut (C).
Em D se destacam as deformidades atribuíveis a este efeito.

figura10 ufologia destaques  

Figura 10: A: Imagens que apresentam uma deformidade central.
B: Travessão em um Cranchi Meditarranee, na inserção se aprecia que esse é apenas interno.
C: O mesmo em um Mangusta.
D: Travessão com janela deslizável em um Azimut.

Vemos que as deformidades observadas coincidem com o que se pode esperar destas janelas. E para terminar, na figura 11 há partes de fotografias encontradas em panoramio.com [16] e em wowturkey.com [17], capturadas a não mais que 2 km do ponto de avistamento. Há uma grande quantidade de botes, lanchas e pequeno iates, muitos deles atracados. A maioria das janelas são mais retilíneas, mas com algo de paciência se encontram algumas mais estilizadas.

figura11 ufologia destaques  

Figura 11: Embarcações presentes próximas do avistamento.

* * *

Apêndice

A aparição de um cabo (ver figuras 5 e 6) em algumas imagens foi aproveitada para calibrá-las em coordenadas horizontais. Usando software cartográfico se determinou que do lugar do avistamento a ponta do cabo se vê ao redor de 124° de azimute, como está demarcado na figura 6. Para conhecer as dimensões angulares do cabo se utilizou o EXIF das fotos de Panoramio, onde há várias imagens que mostram o cabo tal como as N° 5239376, 5283202, 5283233, 13792704 e 13792810. Em particular aqui, usamos a foto 14129331, e seu campo visual é calculado de acordo com os dados do EXIF como

FOV = 2atan(d/2f) = 47.4°

Há mais detalhes sobre este procedimento de cálculo no artigo "Técnicas de observación". Já que estes 47.4° correspondem aos 1000 pixels de largura da foto, isto nos dá a escala para completar a calibração, mas a foto foi tomada em um lugar que está mais próximo do cabo por um fator 1.18 com relação ao ponto do avistamento, com o qual temos 47.4/1.18 = 40.2° por cada 100 pixels. Então fazendo coincidir o cabo na foto com um fotograma do vídeo obtemos a escala deste, como está indicado na inserção da figura 6, e isto acompanhado da marca de azimute de 124° permite completar a calibração que se mostra em marcas verdes.

No fotograma da figura 6 se vê uma estrela a pouco menos de 134° de azimute e pouco mais de 2° de elevação. A única estrela brilhante que pode aparecer nessa direção é Formalhaut, mas esta passou aproximadamente por essas coordenadas não na hora indicada mas próximo das 1:46UT, que seria a hora correta da imagem. Possivelmente a data marcada no vídeo sim é exata, já que o vídeo gravado dois dias depois aparece a Lua na fase correspondente à data.

Tendo corrigido a hora, podemos revisar com mais detalhe o que se vê no vídeo recém mencionado, de 17 de maio de 2009, que indica a hora 3:07, mas seriam 23:32 UT de acordo à correção anterior, a menos que a hora se tenha ajustado. Nesse momento a Lua se encontrava a 113.8° de azimute e 6.8° de elevação. Isto junto à orientação e ao diâmetro angular da Lua, que é de 0.5°, nos dá toda a informação necessária para calibrar as imagens onde ela aparece. No fotograma da figura 12, se vê a Lua e o objeto, e aqui podemos comprovar diretamente que a longitude angular deste é similar ou um pouco maior ao diâmetro angular dela, isto é, seria de cerca de 0.5°.

figura12 ufologia destaques  

Figura 12: A Lua e o objeto, que se vê melhor em toda sua extensão aumentando o brilho da imagem.

Da calibração que podemos fazer com as coordenadas e o diâmetro lunar fica determinada a localização do objeto a 4.5° á direita e a 5.9° abaixo da Lua, o que equivale a 118.3° de azimute e a 0.9° de elevação. Este valor concreto de 0.9° não é realmente significativo dadas as imprecisões dos cálculos, correções e medições, só podemos dizer que corresponde aproximadamente ao horizonte.

Outro vídeo que mostra a Lua e o objeto é o de 27 de maio de 2008. Não podemos esperar que aqui sejam aplicáveis as mesmas correções mencionadas anteriormente para uma gravação realizada um ano depois. Felizmente temos um vídeo gravado pouco dias antes, em 23 de maio, onde se vê a ISS passando abaixo da Lua. A trajetória da ISS pode ser determinada com estes elementos orbitais de 10 de maio:

1 25544U 98067A   08131.52526256  .00013077  00000-0  85516-4 0  4493
2 25544  51.6398 210.5080 0006288 187.4518 302.4475 15.76205275542587

Com este e com o software Orbitron encontramos que a ISS passou próxima da Lua às 1:53 UT, o que corresponde exatamente à hora local GMT+3 indicada no vídeo, como se vê na figura 13.

figura13 ufologia destaques  

Figura 13: Passagem da ISS segundo a simulação e no vídeo (inserção).

Voltando ao vídeo de 27 de maio, aqui não se vê a Lua e o objeto ao mesmo tempo, mas a câmera se move várias vezes entre esta e aquela, permitindo fazer uma vaga estimação de sua localização e tamanho relativo. A hora indicada que desta vez, aparentemente, não requer correção, a Lua se encontrava a 121.7° de azimute e 11.9° de elevação. A julgar pelo movimento da câmera o objeto parece estar a pouco graus abaixo e à direita da Lua, possivelmente a cerca de 130° de azimute, e sua longitude angular também parece aproximar-se ao diâmetro lunar.

 

Apêndice 2

Outra questão muito distinta é a dos supostos OVNIs vistos próximos do amanhecer, como os da figura 14.

figura14 ufologia destaques  

Figura 14: Objetos gravados em 16/06/2008 e em 15/05/2009

Nestes vídeos há suficientes pontos de referência para determinar sua localização e tamanho angular a partir da escala da figura 6, os resultados estão na seguinte tabela:

Data Azimute Tamanho angular
10/06/2008 128° 0.03°
16/06/2008 127° 0.08°
02/07/2008 125° 0.06°
15/05/2009 128° 0.07°

A localização e tamanho são variáveis, consistentes com a hipótese de embarcações e não tanto com outras das hipótese sugeridas, mas neste caso o sentido é muito diferente ao que ocorre nos vídeos noturnos. As características das imagens indicam que se tratariam de luzes de barcos a grande distância, e só se vêem as luzes devido à dispersão no ar e à ligeira bruma que ao longo de vários quilômetros não Permite ver a imagem do barco com a exceção das luzes que sejam suficientemente brilhantes, o que é um caso extremo, mas muito comum, do efeito conhecido como perspectiva aérea.

Além da aparência notoriamente distinta, outra diferença a respeito dos casos noturno é o tamanho angular. Embora entre estes últimos só se tenha determinado o tamanho de dois deles aproveitando a presença da Lua, está claro que a maioria dos objetos noturnos tem um tamanho aparente bastante maior os os 0.03°-0.08° dos objetos diurnos, já que a câmera utilizada é uma Canon GL1 com um teleadaptador que lhe dá um zoom máximo de 200x [6]. Com este zoom o campo visual é de cerca de 0.2°, que permite ver objetos de 0.03°-0.08° mas sem muito detalhe, em contraste com as imagens noturnas há muitas aproximações onde se vê o objeto completo ou inclusive menos da metade dele preenchendo todo o campo visual, isto é, teriam tamanhos entre 0.2° até mais de 0.4°.

Um caso particular é o vídeo de 2 de julho de 2008. Aqui aparece o objeto e o cais da marina de Güzelce, o qual está a cerca de 7 km do ponto do avistamento e pode-se ver justamente atrás do cabo como pode-se notar na figura 5. Sua cor quase se confunde com o fundo, também causa da perspectiva aérea.

figura15 ufologia destaques

Figura 15: O objeto e a marina de Güzelce atrás do cabo.

[1] http://www.siriusufo.org/tr/?fx=sayfa_ac&url=html/english/tubitak_kumburgaz.asp

[2] http://www.siriusufo.org/tr/?fx=sayfa_ac&url=html/english/istanbul.asp

[3] http://www.siriusufo.org/tr/?fx=sayfa_ac&url=html/english/tubitak_report.asp

[4] http://www.siriusufo.org/tr/?fx=sayfa_ac&url=html/english/kumburgaz_2008.asp

[5] http://www.siriusufo.org/tr/?fx=sayfa_ac&url=html/english/kumburgaz_2009.asp

[6] http://www.youtube.com/watch?v=wYr4ERffPEg

[7] http://www.abovetopsecret.com/forum/thread399855

[8] http://www.abovetopsecret.com/forum/thread462079

[9] http://www.abovetopsecret.com/forum/thread470170

[10] http://www.abovetopsecret.com/forum/thread470312

[11] http://www.esoeslodemenos.com/archive/index.php/t-162.html

[12] http://www.forosdelmisterio.es/foro/index.php?topic=6517.0

[13] Reflexión especular y difusa: http://www.educaplus.org/luz/reflexion.html

[14] http://www.sahibinden.com/search.php?b[search]=motoryat&c=5054&sGaleri=1

[15] http://www.webspec.com/Float_Glass_Inspection.pdf

[16] http://www.panoramio.com/map/#lt=41.0335&ln=28.4551&z=4&k=2

[17] http://wowturkey.com/forum/viewtopic.php?t=5495

Escrito e registrado por aduarte em 09/03/10

Publicado originalmente em espanhol em 11/03/10

Apêndices adicionados em 12/03/10 e 17/03/10

Tradução ceticismoaberto, publicada em 07/05/2010

88x31 ufologia destaques

"Los ovnis de Kumburgaz son ventanas de lanchas" by aduarte is licensed under a Creative Commons Atribución-No Comercial-Licenciar Igual 2.0 Chile License.

Tags: , , , , ,


About the Author

+



60 Responses to Os OVNIs de Kumburgaz são janelas de lanchas

  1. Dav7 says:

    tão simples como isso!

    l-o-l

    • Samurai says:

      É verdade, e foi muito bem dissecado pelo Mori.
      Mas vai aparecer alguem aqui afirmando que isso não prova nada e que não invalida a possibilidade de ter sido um ovni… falta a aplicação da Navalha de Okhan!
      Ou então a hipótese de que eram duendes marinhos mágicos, ou luminecencia do chapéu das sereias seria igualmente válido.

      • João Ferrari says:

        “Duendes marinhos mágicos”
        Huehuehuehuehue
        Cada vez que releio não consigo parar de rir…
        To entrando aqui depois de ler os posts sobre a ida do Kentaro no programa do Jô. Fico imaginando os crentes… o que dirão? Que é um complô para desmentir mais uma prova irrefutavel da presença de ETs na terra?

    • Mercador da Sabedoria says:

      Se a ciência prova tudo, alguém pode me dizer porque para chegarmos a algumas conclusões, sobre a constituição de nosso universo construíram. O Famoso LHC o maior acelerador de Partículas do mundo, quero saber mais ainda os cientistas costumam dizer que a ciência é exata mais, porque então até chegarmos a uma conclusão real sobre alguns fatos, os pesquisadores pesquisam várias vezes o mesmo fator, inclusive a eles mesmo se questionarem e abrir exceções a demais hipóteses – lhes pergunto mais ainda não acham que se a ciência é tão exata assim não poderia então, nunca de que os pesquisadores cometessem erros em seus trabalhos, os inventores não teriam que usar do método tentativa e erro para acharem falhas antes, não encontradas como também melhorar os produtos e o seu conhecimento a respeito de um fato que desconhece, .Não ainda não acabei é continuo com minhas perguntas se os céticos estão tão certos, assim deque conseguem provar que muitas das coisas divulgadas por ai são falsas, Quero saber então a probabilidade de se eu jogar na Mega-Sena os números 1-12-16-22-23-60 eu vou ganhar, quero saber mais ainda qual será o destino de todos neste planeta, Não melhor os de vocês céticos oque vão passar em suas vidas quero saber, se sabem o futuro e não venham com a conversinha de muitos que conheço que dizem a Deus pertence, até porque isso para pessoas tão intelectuais como vocês Deus não existe então não podem provar nada!
      A ciência dos céticos é uma só, é a famosa estratégia da probabilidade, apenas pegam e dão uma resposta plausivel a alguma coisa ou fatos, que como muitos pesquisadores desconhecem, falam oque pode não oque realmente seja oque vemos ou ouvimos, assim fica fácil pra qualquer um pega fazem algumas analises é depois pensa, no que mais pode ser e diz que é, não tem nada de ciência nesse recurso!

    • Rita Moreno says:

      Quem viu um ovni sabe que é um ovni. Um ovni não se confunde com nada conhecido neste mundo. Ver um ovni é imediatamente saber estar vendo algo de outro mundo… Não dá pra confundir com nada… Isso de confundir com fenômenos naturais ou balões meteorológicos e etc., é tudo história pra disqualificar o coitado que passou pela experiência estonteante de avistar ovnis. Quando avistei ovnis, acompanhada de mais 10 pessoas, todos ficamos embasbacados com o que vimos e isso já faz 22 anos… Existe algo que ninguém explica e a pergunta continua a mesma; não explica porque não sabe ou porque interessa manter o povo na ignorância? Eu tenho absoluta certeza do fenômeno ufo, mas o que é o fenômeno ufo? Não é mais preciso de provas de que o fenômeno ufo existe, mas por que nenhum governo se pronuncia de forma transparênte sobre o assunto? Existem sim pessoas sendo afetadas pelo fenômeno. Pessoas que vivem o drama em silêncio… Por quê o silêncio? Ou uma menoria sabe tudo e o resto é só “rato de laboratòrio” ou ninguém sabe absolutamente nada sobre o real fenômeno ufo, mas a pergunta é, por que não há uma grande conferância mundial para dizer claramente o que se sabe e o que não se sabe?

  2. Devorac says:

    Ja tentaram se comunicar com o dono do barco?

    Tentem, seria uma grande prova de que era o barco dele quem estava lá naquele exato instante daquele exato dia.

  3. david says:

    concordo que essas filmagens sao forjadas, mas nao acredito que sao janelas de lanchas,

  4. Paulo says:

    Falou, falou e não provou nada do que o título tendencioso afirma. Nada mais do que hipóteses, sem se chegar a conclusão nenhuma.
    O vídeo pode ser falso, mas dizer que são janelas de barcos é forçar a barra demais. Tanto quanto ele manda pesquisar nas fotos de centenas de barcos os que tem as jan elas similares aos supostos ovnis.
    Não é melhor brincar de “Onde está Wally?”

  5. Anturio says:

    Incrível.
    Vocês, céticos, tmb nunca conseguem provar nada por mais esforço que possam fazer, vc mostrou 500 calculos mas provar q era uma lancha mesmo assim vc não conseguiu provar com 100%.
    Não estou dizendo que eh um disco voador ou que é algo sobrenatural, mas assim como os ufólogos tem dificuldades para provar a existência de ovnis vocês, céticos, tmb tem essa dificuldade.
    Geralmente vocês terminam um texto falando, “tudo leva a crer que era isso, ou akilo”.
    O ser humano é muito arrogante . . .

  6. Frank says:

    Vc se superou agora Mori San… vai ter imaginação assim na …

    • João Ferrari says:

      Escrito e registrado por aduarte em 09/03/10

      Publicado originalmente em espanhol em 11/03/10

      Apêndices adicionados em 12/03/10 e 17/03/10

      Tradução ceticismoaberto, publicada em 07/05/2010

      -> Se não notaram que foi uma TRADUÇÃO, não me admira acreditarem em UFOs :o

      • Samurai says:

        heheheh….

        Não disse?!?1 Olha aí a turma dos crentes!
        Mas é verdade, o Mori não conseguiu provar 100%, mas foi a unica explicação que chegou perto.

        E a probabilidade de ser uma nave extraterrestrepoderia ser maior do que 0,1%? Resta aos ufolatras apresentarem alguma refutação, ao invés de ficar falando “eu acho” ou “eu acredito”…

        Mas é mais fácil acreditar do que pensar…

        E a minha hipótese dos duendes mágicos marinhos? Quem pode me provar que eles não existem! hehehehe

  7. Douglas says:

    Bom, se estes dados são verdadeiros é fácil provar que são lanchas, basta utilizar o mesmo material e ir lá gravar a mesma distância, pq isto deve ocorrer todos os dias, muito melhor que um monte de explicações tecnicas que no final não quer dizer muito coisa, fica a dica.

  8. Martinho says:

    Eu vejo um punhado de suposições, tratadas como fatos, em cima de uma história. Por mais que possa ser cientificista, a teoria de janelas de barcos é tão plausível quanto a de óvnis ou “chapéus de duendes”. E a navalha de Ockhan é um argumento falho para qualquer dos dois lados.

  9. Fabio says:

    Há picaretas brasileiros que provam por A mais B que esse vídeo mostra um UFO com dois et´s na janelinha… heheheh

  10. Aquino says:

    Onde no texto há a afirmativa de que os supostos óvnis são “janelas de lanchas”?
    O texto é vago, repleto de suposições, com frases do tipo:
    … a maioria das hipóteses…
    … a hipótese de embarcações…
    … podem corresponder…
    … as diversidades de aparências parece…
    … pelo que podemos supor…
    … a primeira vista parecem …
    … poderia-se pensar…
    … devem ser refletores especulares planos…
    … devemos começar a pensar na possibilidade…
    … poderiam ser objetos muito familiares…
    … o mais provável é que isto ocorra …
    … é possível fazer alguns cálculos que não são muito precisos nem muito reveladores…

    E PARA TERMINAR A SÉRIE, OBSERVEM A CONCLUSÃO DA ANÁLISE:

    Agora podemos resumir as características prováveis destes supostos OVNIs para sugerir uma hipótese específica: os objetos são superfícies especulares planas ou com pouca curvatura, há diferentes “modelos”, poderiam ser parte de um objeto maior que não é visto em virtude das condições de iluminação e gravação, possivelmente sejam placas de material transparente, provavelmente estão no mar. Tudo isto nos leva à seguinte hipótese: os objetos seriam janelas laterais do estilo “barbatana de tubarão” ou “mariposa”, em certas lanhas e pequenos iates, como as da figura 8.

    Se o objetivo desta matéria é derrubar o que certa revista vem divulgando na internet sobre este tema, como primeira chamada de capa, é melhor procurar outra matéria mais convincente.

  11. Perfeito! Mais um OVNI que deixou de ser OVNI! (Perdeu a parte “não identificado” da sigla – e, pelo visto, nem voador era!)

    Só uma explicação pro pessoal que acredita que ETs nos visitam e que OVNIs são “naves extraterrestres”: há um princípio científico que diz que quando você tem duas hipóteses igualmente possíveis para um caso em estudo, a mais fácil de acontecer provavelmente será a correta (Navalha de Occam).

    Então eu pergunto… O que é mais fácil, alguém estar passeando à noite de lancha (talvez com a namorada), ou uma nave ET vir até a terra repetidas vezes, só pra ser filmada por esse infeliz? ÓBVIO que é mais fácil o caso da lancha, então esta é a resposta que deve ser vista como correta.

    Na ciência, às vezes, você não precisa provar algo definitivamente. Por exemplo, ninguém foi até alguma nebulosa pra pegar uma amostra, mas ainda assim sabemos que existe uma formada de álcool etílico. Como? Por espectroscopia.

    Além do que, não provamos SEQUER que existe vida ET (nem bactérias marcianas encontramos), quem dirá uma civilização com tecnologia suficiente pra nos visitar…

    Então… Quem acredita em ETs nos visitando, quer PROVAR DEFINITIVAMENTE isso? É simples: derrubem um OVNI, peguem pequenos pedaços dele e mandem analisar em laboratório. Pronto, se for algo realmente extraterrestre, vocês conseguirão provar isso.

    Agora, se não quiserem derrubar um OVNI… Então parem de encher o saco e fiquem com a fé de vocês!

    • Martinho says:

      Cara, a navalha de ockhan não tem QUALUQER plausibilidade.Olhe a teoria científica do surgimento da vida na terra, e me diga se ela seria a aceita pela navalha como a mais simples. A navalha é como a mãe Diná, quando ela acerta são aplausos, quando ela erra ninguém lembra do fato.

    • magda says:

      Olá Mário,penso que vc,possiu toda seu direito de expleção.Ñ possu-o nenhum relátorio ou provas que possam contatar um OVNI.Mas tenho toda a certeza do mundo abaixo de um só Deus que é o mesmo,que tudo aquilo que criamos,afirmamos ainda que c/ algumas duvidas,só deixa claro que um dia foi visto por alguém.Que seja o bém ou o mal.Assim como a maioria dos seres Humanos se transformam,mostrando suas capacidades,então,porque ñ a existência de Seres a anus lus no espaço?Para mim é possível sim!

  12. Claudio says:

    A chamada Navalha de Occam sempre é utilizada na investigação de supostas alegações de evidências relativas a fenômenos sobrenaturais. E isso realmente é necessário para dar credibilidade ao trabalho de um assunto que muitos consideram apenas uma brincadeira de mau gosto. Estão corretos os céticos quando buscam uma explicação que se encaixe dentro de parâmetros naturais antes de se atingir uma conclusão que rotule determinados fenômenos como de origem extraterrestre. Porém buscar uma explicação natural não significa atingi-la com todas as certezas. Ao se observar um fenômeno celeste cuja explicação nos fuja totalmente num primeiro momento, a razão nos coloca diante de inúmeras hipóteses antes de dizer que não existe explicação. E quando realmente não se encontra explicação natural deve-se ter a humildade de reconhecer que no mínimo não existe explicação, pelo menos até o presente momento. No caso acima citado, alguns pesquisadores na Turquia realizaram investigações detalhadas e concluíram que nada se encaixa dentro de uma explicação natural, de acordo com inúmeros sites que divulgaram o caso. Agora aparece esse artigo querendo provar que tudo o que foi filmado nada mais era do que simples lanchas… Dentro das explicações naturais oferecidas pelos céticos, essa realmente é bem interessante. Basta prová-la.

  13. paulo6jr says:

    A emenda ainda continua pior que o soneto.

    Que texto horrível! Consegue ser pior que a suposta fraude do Ufo.

    Noto que seu ator e seus correligionários mal conseguiram e conseguem dormir na tentativa – aparentemente doentia – em buscarem desesperadamente a contra-prova.

    Noto que o cético, em sua estratégia de convencimento, incrementa antipatia em muitos ao postular a doutrina cética.

    Falando populescamente: “eles forçam a barra”.

    Será que CA está se transformando em mais uma seita?

    • Samurai says:

      Perfeita manifestação da falácia Ad Hominem!!!

      Quando não se consegue refutar o argumento ataca-se o argumentador.

      Principalmente nesse caso, que adoradores de ufos se comportam exatamente como religiosos, compram a idéia por que lhes agrada, mesmo sem nenhuma evidencia para suportá-las e não suportam quem tem opinião diferente.

      Seria mais honroso se voces tentassem apresentar alguma refutação ou apontar onde a hipótese apresentada falha.

      Ou então apresentar alguma evidencia da existencia do objeto de sua adoração.

      • paulo6jr says:

        Prezado Sr. Samurai Kid

        Ad Hominem!!! ? … Argumentador? … Navalhas de Ockham?? Crente?

        Não sou ‘Ufólatra’, tampouco ‘Ceticólatra’. Por trabalhar e conviver diariamente com (pré e pós)adolescentes e adultos de diferentes classes sociais, acesso estas páginas para efeito de aquisição e análise crítica dos novos conhecimentos.
        Achei que o supracitado texto contém argumentações enfadonhas, confusas, exageramente técnicas – muitas de difícil correlação direta com o fato – tendenciosas e desetimulantes no que tange a sua leitura e compreensão interpretativa.
        Acho também que a fenomenologia Ufo e fenômenos sobrenaturais – suas fraudes ou não – poderiam e deveriam ser investigados a luz da conhecimento e da metodologia científica, destarte a visão cética dos céticos de Ceticismo Aberto.
        Vi também que ainda não me entendeu ao dizer “a emenda ficou pior que o soneto’.
        As imagens do ‘UFO turco’ são estranhas, entretanto, a postulada argumentação de se tratar com certeza de uma fraude, mais ainda!
        Imagino as noites de sono perdidas pelo autor do texto na busca – aparentemente compulsiva – desta confusa contra-prova.
        Noto ainda que boa parte das contra-provas apresentadas por CA causam frustração e/ou indignação, além de certa – para não dizer muita – confusão entre Crentes e Não-crentes.

    • Pafouncion says:

      A primeira vista, na primeira imagem antes dos vídeos e durante alguns vídeos, me parece ser um Caça Cylon visto de frente. Não?
      Um Caça Cylon da primeira geração de Battlestar Galactica, claro!
      Mas…eu acredito, e muito, em vida inteligente fora da terra(ET’s/OVNI’s/Zeróides, etc.).
      Abraços a todos,Crentes e Céticos.

  14. Daniel Reus says:

    O cético nasce cético, e nunca vai crêr no sobrenatural. Uma luz mística é sobrenatural. Deus é sobrenatural. Espíritos, independente de ser bom ou mal, é sobrenatural. E sem saber, o cético é dominado por aquilo quê ele não crê, ou seja, um espírito, e qual espírito? O espírito de incredulidade, não acredita em absolutamente nada. No entanto, até provarem o contrário, EU CREIO NESTAS LUZES, tanto é que também creio que num dias destes, serei tomado por uma delas. Sou um louco? Que bom ser um louco…

  15. Samurai says:

    “As imagens do ‘UFO turco’ são estranhas, entretanto, a postulada argumentação de se tratar com certeza de uma fraude, mais ainda!”

    Entendo sua frustação, mas a Navalha de Okhan não se presta a atender as suas espectativas.
    Alem disso percebi que deve lhe faltar entendimento de texto para entender uma refutação convincente, e falta de capacidade de contestá-la.
    Quando se tem dificuldades a leitura parece mesmo enfadonha.

    Mas não se chateie, muita gente tem essa mesma dificuldade de entender o mundo a sua volta e com esse seu parco entendimento é natural que não tenha capacidade de refurtar o texto e tente desmerecê-lo, tipico ad hominem, mesmo assim pessoas com essas limitações ainda conseguem ter vidas funcionais.

    • Martinho says:

      Engraçado, acho que encontrei um Deus para os céticos. A navalha de ockhan. Estada cara… vc precisa…

    • paulo6jr says:

      Na minha limitada vida funcional aprendi que ‘espectativa’ é com ‘x’.
      E esse tal de Okhan? E essa navalha dele? Ele um exímio barbeiro?… Um psicopata? E, o que é ‘ad hominem’? É quando o homem é mais homem? Será que isso tudo cai no vestibular,… nos concursos da Esaf,… da Cesep/Unb… e é fundamental para a formação do cidadão comum e incomum? Não sei, mas sei que ‘espectativas’ numa prova escrita pode custar uns pontinhos a menos… e que ceticismo aberto está me cheirando a mais uma modalidade de ‘seita’ que combate outras ‘seitas’ usando o método científico como instrumento de divulgação.

    • paulo6jr says:

      Na minha limitada vida funcional aprendi que ‘espectativa’ é com ‘x’.

  16. julian says:

    Porque se dar ao trabalho de provar que esse video eh uma fraude sendo que nem da pra ver nda oq acontece no mesmo ????
    Sinceramente nao vi nda nesse video, nem nave, nem sua tripulação…. nda!
    E vcs perdem tempo tentando provar q nao eh uma “nave”?
    Q coisa produtiva!

  17. Lia¬¬ says:

    Alguém conhece esse vídeo e sabe se foi analisado?é fraude? como será que fizeram?

    http://quocientespiritual.blogspot.com/2007/10/ufo-avistamento-na-lua-em-29042007.html

    • LEx says:

      Lia,
      Isso realmente é um OVNI, pode até ser de outro planta, pode ser uma pedra, uma porca, o mosquito da Dengue ou até mesmo um raríssimo FAKE (coisa que quase não existe na net), ou seja, não é porque é um OVNI é que tem que ser inteligente e de outro planeta….

      • Lia¬¬ says:

        Tá,ovni de não identificado,mas já foi analisado?Não achei esse vídeo analisado em lugar algum.Assim como explicaram o rosto de Marte,deve ter uma explicação pra isso.Ilusão de óptica talvez,qual tipo?Se foi mamipulado,como fizeram o truque?Aff,tô parecendo o Houdini querendo pegar a loira da rua Lime num truque.Gosto de saber como forjam os fakes de UFos e fantasmas.:)
        Ser inteligente é disutível ali,hehehe,o cara comprou a CNH rsr fez um cotorno pra lá de estranho.

  18. Sharp Random says:

    Querida Lia ¬¬

    Postei o vídeo faz um tempão como ilustração de um postulado básico da doutrina, algo a ser desenvolvido com um enfoque mais filosófico.

    Até que curti encaixar um Pink Floyd.

    Se alguém pegar os “caras” no pulo, favor me avisar.

    Abraço

    • Lia¬¬ says:

      Shaaaarppppp :) de folga lá do KichuteNoturno?? rsrs
      Pois,pois.

      Vi o vídeo no seu blog e achei muito massa.Se tudo que se refere a UFos é testado pra saber se é fake,vim aqui ver se já tinham analisado.

      Mas é como comentei antes…

      Tá,ovni de não identificado,mas já foi analisado?Não achei esse vídeo analisado em lugar algum.Assim como explicaram o rosto de Marte,deve ter uma explicação pra isso.Ilusão de óptica talvez,qual tipo?Se foi manipulado,como fizeram o truque?Aff,tô parecendo o Houdini querendo pegar a loira da rua Lime num truque.Gosto de saber como forjam os fakes de UFos e fantasmas.:)
      Ser inteligente é discutível ali,hehehe,o cara comprou a CNH rsr fez um contorno pra lá de estranho.

      Saudações agnósticas!

  19. paulo6jr says:

    Na minha limitada vida funcional aprendi que ‘espectativa’ é com ‘x’.
    E esse tal de Okhan? E essa navalha dele? Ele foi um exímio barbeiro?… Um psicopata? E, o que é ‘ad hominem’? É quando o homem é mais homem? Será que isso tudo cai no vestibular,… nos concursos da Esaf,… da Cesep/Unb… e é fundamental para a formação do cidadão comum e incomum? Não sei, mas sei que ‘espectativas’ numa prova escrita pode custar uns pontinhos a menos… e que ceticismo aberto está me cheirando a mais uma modalidade de ‘seita’ que combate outras ‘seitas’ usando o método científico como instrumento de divulgação.

    • Sharp Random says:

      Seita contra seitas. Curioso ponto de vista, Paulo.

      Para mim o pessoal do ceticismo cumpre bem o seu papel.

      Mas, precisam equilibrar a emoção com a razão e perdoar a humanidade por tê-los enganado de forma tão deliberada quando eram crianças.

      Imagino o que fariam com Papai Noel se pudessem corporificá-lo.

      A rejeição peremptória, de ofício, aos aspectos de integralização do ser humano, sentimento, emoção, admiração, o sentido mais profundo e filosófico do EXISTIR adia, inapelavelmente, uma maturidade necessária à manifestação das outras inteligências.

      Inteligência emocional e inteligência espiritual devem contextualizar as brilhantes soluções dadas a tudo pela preponderante inteligência intelectual e embasar a síntese da VERDADE relativa e temporal à qual TODOS nós estamos jungidos.

      Oxalá, nossos valorosos buscadores da verdade, pela via do ceticismo, tenham tempo para olhar dentro de si e indagar da beleza do acaso que moldou também a eles e lhes propiciou uma pauta de vida tão relevante para o bem comum.

      Assim seja.

  20. Ricoxxi says:

    Belo exercício de imaginação, mas ao especular em cima de outras especulações falha miseravelmente, o que chega ser uma ofensa a inteligência.

    Quando li o título, pensei que veria algo definitivo e inquestionável… me enganei redondamente.

    Vejam, eu sei que disco voadores existem, pois já vi um a 5 metros de distância a luz do dia e colhi muitos relatos extraordinários. O problema é que não há provas materiais!

    Tem a turma que acredita cegamente e usa artifícios odiosos para “provar” esta crença e os que duvidam não ficam a trás e muitas vezes ofendem o bom nome da ciência com “explicações” loucas e absurdas.

    Não se desesperem, conforme a tecnologia avança muitas teorias consagradas caem e outras se fortalecem. O tempo vai mostrar quem estava certo, ou se estavam todos errados!

  21. Desafiador dos céticos says:

    Se a ciência prova tudo, alguém pode me dizer porque para chegarmos a algumas conclusões, sobre a constituição de nosso universo construíram. O Famoso LHC o maior acelerador de Partículas do mundo, quero saber mais ainda os cientistas costumam dizer que a ciência é exata mais, porque então até chegarmos a uma conclusão real sobre alguns fatos, os pesquisadores pesquisam várias vezes o mesmo fator, inclusive a eles mesmo se questionarem e abrir exceções a demais hipóteses – lhes pergunto mais ainda não acham que se a ciência é tão exata assim não poderia então, nunca de que os pesquisadores cometessem erros em seus trabalhos, os inventores não teriam que usar do método tentativa e erro para acharem falhas antes, não encontradas como também melhorar os produtos e o seu conhecimento a respeito de um fato que desconhece, .Não ainda não acabei é continuo com minhas perguntas se os céticos estão tão certos, assim deque conseguem provar que muitas das coisas divulgadas por ai são falsas, Quero saber então a probabilidade de se eu jogar na Mega-Sena os números 1-12-16-22-23-60 eu vou ganhar, quero saber mais ainda qual será o destino de todos neste planeta, Não melhor os de vocês céticos oque vão passar em suas vidas quero saber, se sabem o futuro e não venham com a conversinha de muitos que conheço que dizem a Deus pertence, até porque isso para pessoas tão intelectuais como vocês Deus não existe então não podem provar nada!
    A ciência dos céticos é uma só, é a famosa estratégia da probabilidade, apenas pegam e dão uma resposta plausivel a alguma coisa ou fatos, que como muitos pesquisadores desconhecem, falam oque pode não oque realmente seja oque vemos ou ouvimos, assim fica fácil pra qualquer um pega fazem algumas analises é depois pensa, no que mais pode ser e diz que é, não tem nada de ciência nesse recurso!.

  22. Guevara says:

    Interessante teoria, mas poderia explicar então o que estes seres estavam fazendo dentro da “lancha”?

    http://img821.imageshack.us/img821/674/captura1j.png

    http://img832.imageshack.us/img832/3369/captura2j.png

    http://img94.imageshack.us/img94/3025/captura3tc.png

    Pegaram o vídeo e deram um trato com filtros de imagem, e esse foi o resultado, os ocupantes não são humanos.

    Já sei até qual será a explicação dos céticos. Estava rolando uma festa à fantasia, o cabeção ali é um cara vestido de ET não é?

    Vídeo com a matéria completa:
    http://www.youtube.com/v/bzAAGTzhWqo?fs=1&hl=es_ES

    Abraço!

  23. Magno says:

    Olha, não estou refutando (ou refurtando, como diz o Samurai), mas no vídeo dá pra peceber que as luzes estão bem acima da linha do horizonte, então se eu não estiver enganado, essa suposta lancha só pode está voando.
    Parando o vídeo aos 04min e 30 seg dá pra ter uma idéia da altura que ele está em relação a linha do horizonte. Eu suponho que está no mínimo à uns 200 metros de altura, se comparado com a distância em que está sendo filmado.

    • Mori says:

      Magno, na análise de Duarte se aborda essa questão. Tem-se a impressão de que as luzes estão acima do horizonte, mas o que a Lua como referência indica é que elas estavam em verdade _sempre_ próximas do horizonte. Em nenhum momento há evidência inequívoca de que estivessem de fato acima da linha do horizonte — referindo-se, claro, às imagens noturnas que causaram comoção, não às dirunas que seriam luzes de mastros de navio.

  24. Magno says:

    Mori (ate que enfim uma resposta sobre os meus comentários), Já analisei esse vídeo várias vezes e não encontro semelhança com qualquer embarcação, plataformas petrolíferas, torres ou prédios. Veja como o padrão de luzes mudam de retilínea estática + ou – brancas, para pontos de luzes vermelhas que parecem girar no sentido anti-horário a partir de 03 min e 11 seg, não parece com nada que conheço e quanto a questão da linha do horizonte, essa explicação colocando a lua como base, também não faz sentido. É possível ver claramente a linha do horizonte a partir dos 04 min e 06 seg e aos 04:55 ver-se claramente a linha e a altura do objeto em relação a ela.
    Portanto continuo com a a minha opinão: Esse objeto ainda não foi indentificado, a menos que o vídeo seja uma montagem, o que não me parece.

  25. Magno says:

    Mori, não posso opinar muito em relação a filmagem noturna pois tudo que se ver são pontos de luz, e não posso tomar a lua por base, já que não faço a menor idéia de sua posição. Mas vamos nos concentrar no vídeo feito próximo ao amanhecer.
    Veja que eu estou me referindo ao vídeo de 06m e 52s em sua totalidade e claro, na fimagem noturna não tem como indentificar a linha do horizonte, mas no vídeo feito às 5h e 27m verifíca-se muito bem a linha e tambêm pela altura das luzes é impossível serem mastros de navios.
    Parando o vídeo em 3:47, Ver-se claramente a ponta da costa, o nível do mar e as luzes bem acima. Não tem erro, pois comparei com as fotos diurnas do mesmo local (vide figura 06) e vi que a linha do horizonte começa exatamente naquele ponto.
    Verifiquei que o vídeo do dia 13 as 02:19 tem uma duração de 01m e 36s, e 01h e 37m depois ele volta a filmar mais 58s. Ele volta a filmar a mesma imagem no dia 15 às 04:59 durante 37s, e 20m depois, começa a filmar mais 02m num perìodo de 12m as luzes que segundo o C.A seriam de mastros de navios. E no dia 17 às 3:02 ele comerça a filmar novamente a mesma imagem da dia 13 mais 2m 39s durante 05m.
    A pergunta é: por que alguém ficaria em três madrugadas e em horários diferente filmando embarcações que possivelmente, pela quantidade de lanchas mostradas nas fotos, é um fato comum?

    • Mori says:

      Magno, releia a análise de Duarte. Com relação aos vídeos diurnos, o campo de visão é diferente, e o tamanho angular dos objetos é quase uma ordem de grandeza menor. Com isso, a pouca altura com a qual eles se elevam acima do horizonte também é uma altura angular (e mesmo linear) mínima. A hipótese de mastros de navios se torna assim bem plausível.

      Você afirma ser “impossível” serem mastros de navios, mas se baseia esta impossibilidade apenas na estranheza de alguém filmar repetidamente luzes conhecidas, então estaríamos lidando com avaliações psicológicas do sujeito, e poderíamos discutir sem fim sobre como ele pode agir de má fé ou não, como pode ou não estar ciente do que filma, e tantos outros detalhes.

  26. Magno says:

    Mori, não estou querendo ser intransigente, mas nos videos diurno dá pra se ter uma idéia da altura das luzes quando é aproximada a imagem, por isso disse ser impossível ser mastros de navios (mas claro, isso é só a minha opinião), não cheguei a essa conclusão baseado na minha indagação quanto aos horários. Isso era só mais uma questionamento que na verdade deveria ter ficado comigo, já que não tinha como voce responder.

    Abs.

    • Mori says:

      Magno, o tamanho angular nos vídeos diurnos é minúsculo. Daí a impressão de que há uma grande altura das luzes em relação ao horizonte. Mas releia a análise de Duarte. A olho nu as luzes estariam quase indistinguíveis da linha do horizonte.

      Perceba que o cinegrafista usa vários efeitos que contribuem para falsas impressões. Seria isso deliberado? Só podemos especular. Mas o fato é que a explicação de lanchas e de mastros de navios são sim plenamente compatíveis com a evidência. A menos que alguém demonstre o contrário, o que não foi feito.

  27. REALISTA says:

    MAIS UMA VEZ ESTE SITE DECEPCIONA: AUTORIDADES TURCAS ´JÁ HAVIAM ANALISADO À EXAUSTÃO ESSES VIDEOS E DECLARARAM SEREM LEGITIMOS, AFINAL ELES NÃO IRIAM LEGITIMIZAR ALGO FALSO PARA CAIREM NO RIDICULO DIANTE DA COMUNIDADE INTERNACIONAL, IRIAM? CLARO QUE NÃO!E O AUTOR DAS FILMAGENS ESTAVA FAMILIARIZADO COM O LOCAL ENTÃO ELE SABERIA SE ERA OU NÃO UMA LANCHA, POIS SE PODE TIRAR O OLHO DA CÂMERA PARA TER UMA VISÃO GERAL DO QUE SE ESTA FILMANDO NÃO É MESMO? O AUTOR ESTAVA PERTO DA PRAIA QUANDOFEZ AS FILMAGENS? SE NÃO ENTÃO COMO PODERIA FILMAR LANCHA SE O ANGULO INDICA QUE O OBJETO ESTAVA A GRANDE ALTURA? SE SIM ENTÃO ELE TERIA VISTO SEM O OLHAR PELA CÂMERA O QUE ESTAVA FILMANDO E SE FOSSE MESMO LANCHA NÃO SE ARRISCARIA A PASSAR POR RIDICULO, SE ARRISCARIA? E SE AS NOITES DAS FILMAGENS ERAM DE LUAR ENTÃO ELE VERIA CLARAMENTE E SABERIA DISTINGUIR O QUE ESTAVA FILMANDO SE ERA LANCHA OU NÃO! E AS CRIATURAS DISTINTAS QUE APARECEM NA ABERTURA? SERIAM PESSOAS MINIATURIZADAS? ACHO QUE ESTE SITE ESTÁ SENDO PRESSIONADO A NÃO CAUSAR PÂNICO, TENTANDO DESACREDITAR IMAGENS RECONHECIDAS TANTO PELA TURQUIA COMO POR OUUTROS PAÍSES COMO IDÔNEAS! OS TURCOS NÃO PODERIAM FAZER SEU PAÍS SER MAL VISTO PELOS OUTROS PAÍSES SE LEGITIMIZASSEM AS IMAGENS SE FALSAS FOSSEM! IMAGINEM SE O MORI DESMENTISSE A TÃO FALADA NOITE DOS UFOS DE 1986 DIZENDO SEREM LUZES DE OUTROS AVIÕES OU ESTRELAS? NÃO SERIA RIDICULO PARA AS TESTEMUNHAS OCULARES E MESMO PARA O PAÍS? É BOM LEMBRAR QUE NEM TUDO O UQE ACONTECE A CIENCIA PODE EXPLICAR E QUANDO É ALGUM FENÔMENO QUE CAUSE PÂNICO A MESMA CIÊNCIA QUE DEVERIA ESCLARECER OBSCURECE MAIS COM TEORIAS QUE TENTAM DESCREDITAR O ÓBVIO: QUE ADMITIR A VERDADE ´PARECE SER MAIS DIFICIL DO QUE DESACREDITA-LA! MORI ESPEREO QUE OS MIB NÃO ESTEJAM POR TRÁS DESSA SUA PRETENSÃO DE “SABE-TUDO” COM EXPLICAÇÕES FORJADAS SOB MANTO CIENTIFICO!

  28. REALISTA says:

    desculpem pela caixa alta, mas é a terceira vez que este site pisa na bola quando se trata de esclarecer, mas tenta desmistificar usando um modo cientifico que não porva a teoria das lanchas, AFINAL POR QUE NÃO FAZEM NOVA FILMAGENS NOS MESMOS ANGULOS DAS PRIMEIRAS PARA VER SE SÃO OU NÃO LANCHAS? OU MELHOR UMA RECONSTITUIÇÃO DAS FILMAGENS NAS MESMAS CONDIÇÕES DAS PRIMEIRAS?

  29. chato says:

    engraçado que cada um se acha mais inteligente e esperto que o outro. no fim das contas todos são “crentes” em alguma coisa. os céticos são “crentes” de que nada sobrenatural exista. assim como não se prova a existência, também não se prova a não existência. no final tudo não passa de uma crença. por isso eu não me importo. estou até pensando em montar uma “seita”. as pessoas que não se importam com nada. acho que iria fazer sucesso.

  30. Verdadeiro says:

    É, para o pessoal que tenta provar de tudo quanto é forma que não existem EXTRATERRESTRES, acho melhor escolherem outras filmagens da mesma forma como o FANTASTICO da Rede Globo fez. Pegaram um video HORRIVEL para provarem o óbvio, que o video era montagem.

    Façam como eu, pesquisem exaustivamente no GOOGLE, YAHOO, BING e etc. sobre este assunto e com certeza vocês ficaram impressionados que não há nada que prove que estes videos são FAKEs.

    Vocês encontraram analises que comprovam claramente que esses videos realmente são geniunos.

    Importante observar:
    Como não há nenhum sinal de edição por computação gráfica, o cara teria que ser um gênio para criar isso tudo por via de maquetes, brinquedos, JANELAS de LANCHAS…rs e etc.

    Eu moro praticamente em frente ao Campo dos Afonsos (Base aérea militar aqui no Rio de Janeiro – RJ – Brasil) e na minha infância, quando não existiam muitas casas para bloquearem a minha visão da base aérea, eu avistava inumeros UFOs como pontos de luz sobrevoando a base aerea em altíssimas velocidades.

    “Abram a mente, que o mundo não é só da gente.”

  31. Eduardo says:

    nunca entendi tanta badalação com esses vídeos cretinos que pra mim não provam m… nenhuma.
    mas cara, eu não li essa “explicação” !
    pessoal, o ceticismo aberto tem uma reputação a zelar… lamentável…

  32. Eduardo says:

    nunca vi um vídeo convincente de naves alienígenas… mas essa “explicação” quase está me fazendo acreditar que esse vídeo tosco é o primeiro vídeo real alienígena…
    -
    mudem o título do texto para “EU ACHO QUE Os OVNIs de Kumburgaz são janelas de lanchas”
    -
    reação ao vídeo: mais um fakekkkkkkkkkkkk
    reação ao texto: UUUHAHAAHAHAHAHAHAAAAAAAA!!!

  33. Fabio says:

    Essa é a explicação mais estúpida que já vi sobre essas aparições……..risível para não dizer outra coisa….

  34. Deborah says:

    Passando hoje pelo site li o texto acima, e resolvi me manifestar, gosto desse site embora não me considere cética…Os videos mencionados assisti exaustivamente, ainda não houve provas de que é falso, a comunidade científica (basta procurar sobre o assunto na internet) ainda não conseguiu desmontar o vídeo nem os fatos que quem o fez contou, pois além de tudo há testemunhas. Não levando em conta os ufólogos claro, e sim pesquisadores de diversas áreas que já estudaram esses vídeos desde então e não conseguiram positivamente provar que são falsos. Falo de profissionais na área de imagens, de efeitos, que não conseguem um só furo ou prova de manipulação da película. Até as condições climáticas na época da filmagem foram levadas em consideração. O guarda noturno que fez esse e os demais já deu inúmeras entrevistas, se submeteu a interrogatórios, e nunca caiu em contradição. Trata-se de uma pessoa de origem humilde que nada ganhou pra tal, pergunto eu: Por jamais ter visto um UFO, tenho eu o direito de duvidar? Talvez eu duvide das explicações dadas ao fenômeno, mas não de sua existência! Há alguns séculos homens eram queimados em fogueiras se tentassem provar algo que a religião não aprovava, qualquer descoberta ou teoria era abafada pela tirania…muitos se calavam! A credulidade existe em todas as esferas…inclusive na vida dos céticos que creem nas próprias convicções…A nossa existência no Universo como sendo única seria desperdício demais de espaço…já dizia Carl Sagan! Nem vou entrar no mérito das minhas crenças pessoais, mas uma coisa me causa espécie, os artefatos Mayas encontrados há pouco tempo, com gravações de constelações e desenhos de naves espaciais, datadas de muito antes de Cristo, as plantas de naves que estão mais do que debatidas estudadas encontradas no “BHAGAVAD GITA” “Mahabharata” (Século 5º a.C.) Hindu…Textos Sumérios falando em planetas que só foram descobertos pelo homem moderno na década de 60, em suma, só vim dar minha opinião. Para os céticos, qualquer coisa que eu escreva aqui, seja histórica, seja meramente testemunhada por uma pessoa comum, originará uma explicação lógica e plausível mesmo que com uma “barra bem forçada para tal”, respeito opiniões, mas respeito mais ainda o direito de tê-las sem para isso ser rotulada…PS: Mesmo discordando, gostei do texto
    Parabéns…abraços!

  35. Giovanni says:

    Janela de lancha?
    Me poupe…acho que houve perda de tempo nesta exposição!!!

  36. Gigio says:

    Engraçado. Agora lancha voa? É nitido que o objeto estava acima da linha do mar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑