Brian Sapient, do grupo “Rational Response Squad“, enviou o vídeo acima ao Youtube. No clipe, do programa “Segredos dos Paranormais”, o paranormal profissional Uri Geller é apresentado com todos os truques simples e nada sobrenaturais que pode ter usado.

Dos mais de 13 minutos do vídeo, há oito segundos de uma apresentação de Geller. Foi aqui que o suposto psíquico viu a oportunidade de alegar que o vídeo infringia seus direitos autorais ““ sim, por oito segundos. O Youtube removeu todos os vídeos de Sapient do ar por duas semanas.

A Electronic Frontier Foundation saiu em defesa de Sapient, e, boas novas, venceu. Uri Geller não só precisou voltar atrás em sua alegação de direitos autorais ““ o vídeo está de volta ao ar ““ como o trecho disputado agora está disponível para uso livremente pela licença Creative Commons, para que seja, como foi, usada à vontade com fins educacionais, não-comerciais.

O vídeo acima já foi visto quase 1,5 milhões de vezes no Youtube.

Comments

  1. Eu sou mágico(ilusionista) a 5 anos e sei que o pior é que todos estes truques estão a venda a anos em videos e agora DVDs de diversos mágicos, qualquer um que tenha boa coordenação motora pode aprender a fazer.

    E ainda insistem com este charlatanismo.

  2. Com a internet e a velocidade em que as informações são disseminadas hoje em dia não é surpresa nenhuma “afirmar” o que muita gente já “afirmava”, é tudo truque, mas ao invés de chamá-lo de charlatão e de chato as pessoas deviam reconhecer que ele foi inteligente, tendo em mãos milhões de arquivos e explicações profissionais sobre os truques é fácil falar mal, mas muita gente (inclusive que o chamam de charlatão hoje) acreditava que fossem realmente “poderes psíquicos”, pois deixaram se levar pelo intusiasmo um dia.

    Um bom ilusionista sim, mas chamá-lo de charlatão é também cgamar de charlatão todas essas figuras que aparecem nos Gugus, Faustões e Elianas da vida fazendo ilusionismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *