Há pouco mais de um ano, um congresso OVNI no Chile deu origem ao factóide de que o governo chileno estaria abrindo seus arquivos sobre discos voadores. A notícia circulou pela imprensa, e foi ecoada mesmo por ufólogos. Foi uma mentira, mas surpresa, não uma do governo: a suposta abertura de arquivos foi mera desinformação dos próprios pesquisadores OVNI.

O chileno Marcos González, do grupo Canopus, esclarece o tema em uma nota no blog de La Nave: Iker Jiménez y la desclasificación que no fue (em espanhol).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *