“A imagem do Opportunity mostra algo semelhante a um ‘CD’ parcialmente enterrado no solo. Certamente, não pode se atribuir uma origem natural para este artefato marciano“.

É bem verdade. Esse “artefato” marciano é artificial, mas o detalhe que vendedores de mistérios inexistentes podem estar ocultando de você, caro leitor, é que foi a própria Opportunity que criou tal “artefato”. O círculo é produzido por um dos instrumentos do rover marciano, o espectrômetro de Mossbäuer:

O instrumento toca o solo para fazer suas medições, e deixou tais marcas em vários pontos de Marte. Incrivelmente, “ufólogos” incautos se apressaram em imaginar que os Rovers haviam fotografado inúmeros anéis enterrados no planeta vermelho, sem desconfiar ou mesmo ler os releases da NASA explicando que são imagens deixadas pelos nossos próprios instrumentos.

A confusão começou já há alguns anos, mas inacreditavelmente alguns “ufólogos” ainda parecem desconhecer tal explicação! Ou, pelo menos, não a vendem com as imagens (gratuitas) da NASA, em produtos mostrando “toda a verdade” do “lado obscuro da pesquisa espacial”. Incapazes sequer de entender as marcas deixadas por um instrumento dos próprios rovers, não é surpresa que a pesquisa espacial pareça ter um lado obscuro a tais pesquisadores.

Bem, talvez nada disso seja tanto surpresa, uma vez que ainda se promove a clássica “face” em Marte como um mistério. Nem mesmo imagens em resolução cada vez maior, tomadas por satélites diferentes, mesmo de agências espaciais diferentes não foram suficientes para demolir a idéia de que a formação geológica abaixo supostamente seria um “rosto” humano.

Claro que, se o que você procura aí é um rosto de perfil ao contrário, então sim, há um rosto aí.

Em toda esta simulação e simulacro, depois do pé-gran… digo, da estátuta marciana, acabam de serem reveladas provas de que os egípcios chegaram ao planeta vizinho:

É… o “lado obscuro da pesquisa espacial”. Na internet, é de graça.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *