Kentaro Mori
 
A descoberta de uma “transmissão secreta” de 1 de abril

O que a Ufologia, Star Wars, Superman e James Bond têm em comum? Um ator chamado Shane Rimmer. Esta é a história de como um ator clássico de ficção científica foi confundido não com um, mas com dois astronautas reais: Neil Armstrong e Edwin “Buzz” Aldrin, os primeiros homens a pisar na Lua. E como Rimmer adentrou no mundo alternativo das crenças em discos voadores.

O caso foi divulgado no Brasil em rede nacional no dia 24 de julho de 2003, quando ufólogos brasileiros participaram do programa de televisão “Boa Noite Brasil“, em companhia do tenente-coronel aviador Marcos César Pontes. Os ufólogos incluíam membros do conselho editorial da revista “UFO“, publicação “dedicada ao estudo dos discos voadores“.  O tenente-coronel Pontes é o brasileiro escolhido em 1998 pela NASA e pela Agência Espacial Brasileira para ser o primeiro astronauta do Brasil[1], o que deu a temática ao programa: astronautas e OVNIs.

Na ocasião, o clímax de todo o show foi a exibição do trecho de um documentário italiano produzido por um suposto estigmatizado, Giorgio Bongiovanni: “Filmagens de UFOs no Espaço“. O documentário é vendido pela revista “UFO”, recomendado com seis estrelas pela publicação como “imperdível“[2]. O trecho impactante consistia em uma suposta transmissão secreta de áudio entre a Apollo 11 e Houston, onde Neil Armstrong e Buzz Aldrin vêem algo “inacreditável” em nosso satélite natural. O áudio pode ser baixado e ouvido no sítio italiano “nonsoloufo”[3], que também o promove como originário da missão Apollo 11:

Armstrong:
– Ah! O que é isto?

Aldrin:
– Temos alguma explicação para isto?

Houston:
– Não temos, não se preocupem, continuem seu programa!

Armstrong:
– Oh, garoto, é… é… é algo realmente super fantástico aqui… você… você nunca poderia imaginar isto!

Houston:
– Entendido, nós sabemos sobre isso, você pode ir para o outro lado? Volte para o outro lado!

Armstrong:
– Bem, há algo como um topo lá em cima com uma coisa bem espetacular… ah meu Deus! O que é aquilo lá? É tudo que eu quero saber! Que diabos é aquilo?

Houston:
– Vá para Tango, Tango!

Armstrong:
– Ah! Há agora algo como uma luz lá!

Houston:
– Entendido, nós sabemos, perdendo comunicação… Bravo Tango, Bravo Tango, selecione Jezebel, Jezebel!

Armstrong:
– … sim… ah!… mas isto é inacreditável!

Houston:
– Nós o chamamos, Bravo tango, Bravo Tango!

No dia seguinte à exibição do programa no Brasil, tentei entrar em contato com os ufólogos que participaram do programa através do correio eletrônico, avisando que o áudio seria uma fraude e que o trecho da suposta conversa podia ser encontrado em um livro de ficção, “Alternative 3“. Infelizmente, à época não obtive resposta[4]. Logo enviei uma mensagem também a uma lista internacional de discussão sobre ufologia[5]. Sobre ela, recebi uma resposta, mas de Ademar Gevaerd, editor da mesma revista “UFO“. Gevaerd confirmou que o áudio é vendido pela publicação, mas que não conhecia nada concreto sobre a autenticidade ou não do mesmo. Outra tentativa que não deu resultados concretos foi uma carta enviada à Nova Zelândia para Leslie Watkins, autor do livro “Alternative 3“[6], com um envelope pago de resposta, mas que não retornou.


“Science Report, 1 de abril de 1977″

Porém, “Alternative 3“ era mesmo a resposta. O livro foi baseado em um programa de TV transmitido pela Anglia Television britânica alguns meses antes, em 20 de junho de 1977[7]. Era o último de uma série de documentários científicos sérios, “Science Report“, mas estava originalmente agendado para ser exibido em 1o de abril, como uma brincadeira. Embora tenha acabado sendo exibido em junho, permaneceu com o crédito final destacando a data original: o dia da mentira, dos tolos.

Os que assistiram ao pseudo-documentário descobririam que o misterioso desaparecimento de alguns cientistas ingleses revelava uma enorme conspiração mundial em que o governo dos Estados Unidos e a União Soviética, em um dos auges da Guerra Fria, eram na verdade parceiros que cooperavam em segredo. O plano sinistro, a “Alternativa 3″, envolvia o colapso ambiental da Terra e a morte da maior parte da população, enquanto a elite estabelecida escaparia para colônias espaciais na Lua ou em Marte. O sóbrio apresentador encerrava o programa dizendo: “nós sentimos muito que as implicações do que você viu são pouco otimistas sobre o futuro da vida neste planeta, contudo, tem sido nossa tarefa apresentar os fatos, como os entendemos. E esperar a resposta. Boa noite”. Isso, claro, seguido pelo crédito de 1 de abril.

Quando assisti ao pseudo-documentário, o que sim descobri foi que o suposto áudio “da Apollo 11″ que estava investigando não estava baseado no livro Alternativa 3, e sim que era nada menos que o áudio copiado diretamente do programa de 1o de abril! O áudio original desse diálogo pode ser ouvido pouco mais de um minuto após o início da segunda parte do show[8].

Que o áudio seja originário da brincadeira de “Alternativa 3″ explica todo o conteúdo da conversa. O astronauta na Lua, que não é nem Neil Armstrong, nem Buzz Aldrin, mas um fictício personagem chamado “Bob Grodin”, não está vendo discos voadores. O que ele viu quando foi à Lua foram colônias humanas já instaladas, parte da conspiração interplanetária da Alternativa 3. É por esse motivo que Houston não dá atenção a sua surpresa e avisa que “já sabe sobre isso”.

“Bob Grodin”, o astronauta Apollo que nunca existiu,
e cinco anos depois de ir à Lua e descobrir a terrível “Verdade”.

Segundo “Alternativa 3″
, o homem não pisou na Lua apenas em 1969: o gran finale da paródia é nada menos que um vídeo mostrando o primeiro pouso tripulado de americanos e soviéticos em Marte no ano de 1962. Como se não fosse o bastante, o vídeo mostra um animal se mexendo no solo marciano.

Sucesso! Americanos e soviéticos pisam em Marte em 1962
Sucesso! Americanos e soviéticos
pisam em Marte em 1962

Os créditos finais da paródia “Alternativa 3″, se havia dúvidas sobre a autenticidade do programa, listam os personagens e os atores que desempenharam os papéis. E lá estava o ator Shane Rimmer como nosso astronauta, “Bob Grodin”. Uma pesquisa rapidamente revelou sua página pessoal[9] e a descoberta de que Rimmer é um ator com décadas de profissão que deve ser familiar a todos amantes de ficção científica. Sua estréia como ator, em 1963, foi como o “co-piloto Ace” no clássico de Kubrick, “Doutor Fantástico”. Daí em diante, Rimmer estrelou vários filmes como Fu Man Chu, com Peter Sellers, a série 007 (“Os diamantes são eternos”, “Só se vive duas vezes”, “O espião que me amava”), Superman 2 e 3 e nada menos que Star Wars, como um engenheiro Incom.

Rimmer também foi a voz de “Scott Tracy“ na série animada Thunderbirds, dos anos 60. Contatei assim o ator para confirmar se ele era de fato a voz do “astronauta Bob Grodin” no áudio em que diz ver coisas “super fantásticas” na Lua. Ele gentilmente respondeu:

Sim, aqui está a confirmação de que era eu, Shane Rimmer, como a voz de Bob Grodin em “˜Alternativa 3″™. Foi divulgado, como parte da promoção da exibição aqui no Reino Unido, que era gravado de um link secreto de comunicação entre a Apollo 11 e o controle da missão.“

E é assim que uma brincadeira de 1o de abril, que a despeito de sua paródia, não envolvia extraterrestres, acabou sendo visto por alguns na ufologia como real. Quase trinta anos depois de criado, um trecho de “Alternativa 3″ ainda é capaz de confundir, ainda mais quando promovido em pseudo-documentários que infelizmente não são, ou admitem ser, brincadeiras de 1o de abril. Porém, considerando a longa série de paranóia e credulidade que vem acompanhando “Alternativa 3″ desde sua concepção ““ incluindo alguns que acreditam que todo o pseudo-documentário não seria nada falso ““ este é só mais um desenrolar da história. Nick Austin, que coordenou a publicação do livro “Alternative 3“, desabafa em seu artigo para Fortean Times: “por que uma fraude bem-feita, abertamente admitida como tal por seus criadores, deveria continuar a exercer a fascinação que tão obviamente exerce uma geração depois de sua aparição está além de meus parcos poderes de análise e explicação”.

Shane Rimmer em 007 e Star Wars

Shane Rimmer em 007 e Star Wars

Curiosamente, o suposto áudio Apollo criado por “Alternativa 3″ parece ser o único áudio existente destas supostas “transmissões secretas” da NASA entre a Lua e a Terra. Há toda uma série de fraudes na ufologia relacionando a histórica missão Apollo 11 a OVNIs[10], incluindo uma conversa muito mais famosa envolvendo “bebês gigantes”, a chamada “transcrição Pepper”, mas elas parecem existir apenas em histórias e textos de pessoas que alegam ter ouvido o áudio. O trabalho de James Oberg, engenheiro espacial de Houston, EUA, entre outros, esclarece que nenhuma destas “transmissões secretas” jamais ocorreu. São fraudes comumente piores que “Alternativa 3“. Esta investigação e a descoberta da verdadeira origem do áudio apenas confirma a constatação, realizada mesmo pelo ufólogo J. Allen Hynek, que declarou em 1978 que “estas histórias de OVNI são falsas”.

Como notou Oberg: “Duas perguntas vêm à mente, mas não podem ser respondidas. Primeiro, a Apolo 11 não era excitante o bastante sem os OVNIs fictícios? E segundo, se há tantos outros casos OVNI verdadeiramente autênticos em registro, por que os ufólogos têm que confiar tanto em evidência duvidosa assim?”.

– – –

Agradecimentos
Com agradecimentos especiais ao ator Shane Rimmer pelo auxílio.


[1] [http://www.marcospontes.net/]

[2] Em comunicação privada com o autor deste artigo, o editor da revista, Ademar Gevaerd, confirmou que o trecho constaria do vídeo, vendido também no sítio on-line da publicação, com o subtítulo “Imagens surpreendentes e fatos extraordinários que a NASA esconde da opinião pública” [http://www.ufo.com.br/index.php?arquivo=videoteca.php&id=15]. Posteriormente, Gevaerd afirmou já não estar certo da presença do trecho no vídeo, e no momento em que escrevo estas linhas (15/10/2004), aguardo uma segunda (?) confirmação.

[3] Landing of Apollo 11 (20/7/1969): The voices of the astronauts and the answers from the base in Houston – [http://www.edicolaweb.net/nonsoloufo/voic_a11.htm]

[4] A mensagem integral enviada pode ser lida no endereço: [http://kentaro.mori.sites.uol.com.br/mori001.txt]. Depois que esta pesquisa já estava concluída, entrei novamente em contato com os mesmos ufólogos. Desta vez, enviei um rascunho deste trabalho, e recebi respostas.

[5] UfoUpdates [http://www.virtuallystrange.net/ufo/updates/2003/jul/m27-007.shtml]

[6] Para mais sobre Watkins e o livro, cf. “Alternative 3″, Nick Austin, Fortean Times, 121, Abril 1999 [http://www.forteantimes.com/articles/121_a3.shtml]

[7] “Alternative 3″ está no Internet Movie Database: [http://www.imdb.com/title/tt0075664/]

[8] Uma versão on-line do vídeo pode ser baixada e vista pela internet: [http://www.thule.org/brains/aroundtheconspiracy.html]. O vídeo de “Alternativa 3″ nunca chegou a ser vendido comercialmente, daí seu status clandestino, que alimenta as teses de conspiração.

[9] [http://www.sonopromotion.nl/stars/shane_rimmer.htm]

[10] “Os Incidentes OVNI da Apollo 11″, James Oberg: [http://www.str.com.br/ca/oberg_apollo11.htm], original em inglês: [http://www.debunker.com/texts/apollo11.html]

Comments

  1. Cara, seu site é muito bom, meus parabens. Faz anos que leio muita matéria que você escreve e a cada dia gosto mais.

    Simplesmente fantástico. meus parabens.

  2. eu tambem gosto do cetiscismo aberto mas costumava ir ao Acreditesequise.NET mas esse site acabou e sempre que meto o nome do site aparece wwwhats new por favor cetiscismo aberto podem-me dizer a partir deste topico como ir pro acreditesequiser?

  3. A anos atras, +ou- 50 anos houve uma conferencia nos Estados Unidos, o qual reuniu alguns militares de exército, inclusive o Brasileiro. Não vou revelar o local nem o Pais, mas foi achado uma montanha, a qual em seu interior existe três OVNIS, enormes com dois braços e cada braço com três dedos como se fossem garras, nas paredes da caverna, pinturas de Faraós com criaturas com o dobro do tamanho de um humano, no interior das naves uma tecnologia que ainda hoje é desconhecida por nós, um exemplo é o sistema de iluminação que vem do material usado na fabricação do interios, não existe lampadas, mas é tudo claro dentro mesmo estando tudo no escuro, os ¨vidros¨ que envolvem a nave que é de formato arredondado em dois andares, é possivel enxergar tudo do lado de fora mesmo estando escuro como se fosse de dia, e de fora para dentro não é possivel se ver nada. Não é possivel retira-las do interior da montanha pois entraram pela parte superior e só por lá para sairem, ou seja…voando, quatro criaturas foram encontradas sem vidas, foram exumadas mas nunca foi revelado o laudo dessa exumação. Agora cada tire sua conclusão…

  4. O ex-agente secreto da Inteligencia Naval da CIA, Milton William Cooper, ferido inicialmente, depois assassinado cruelmente, pois denunciou a sujeira das agencias secretas, do governo americano e dos famosos e perversos Bilderbergues, a respeito das bases subterrâneas, drogas, conspiração mundial e alienígenas negativos e seus acordos com o governo corrupto dos EUA, teve acesso a documentos sobre as Alternatives 1, 2 e 3 e muitos outros segredos, e além dos céticos de plantão, há aqueles que são pagos pelas tenebrosas agencias de inteligencia para negar
    qualquer afirmação, e dar explicações absurdas, incompletas e apresentar ” provas ”
    já preparadas por seus chefes, entretanto; somente os tontos acreditam nestes sujeitos cuja única função, é negar tudo que fuja do comum e corrente, ao invés de pesquisarem seriamente de forma cientifica com independencia e integridade sem se intimidarem nem se deixarem vender-se…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *