Acima você confere a imagem de uma condensação Prandtl-Glauert envolvendo um bombardeiro B1-B. Mais imagens espetaculares aqui, aqui, aqui ou aqui.
Imagino se não seja possível que meteoritos em reentrada na atmosfera não acabem gerando condensações dessa natureza, e que sejam eventualmente confundidos com discos voadores. Ou não, seriam de fato discos voadores.
[via Apothecary’s Drawer Weblog]

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *