MENU

Invasão Viral Confirmada: OVNIs de Galícia vieram do Terra

A morte de Gloria Sam: Homeopatia, arrogância e… cientificismo?

8 de outubro de 2009 Comments (17) Views: 3398 Ceticismo, Destaques, Fortianismo, Paranormal

Jordânia 400ºC: Explicações a fogos misteriosos que não cheiram bem

fogo_jordania

Do G1: Temperatura sobe a 400ºC em região da Jordânia
“Fenômeno ocorreu na terça-feira (6) na província de Balqa. Animais ‘foram completamente queimados e desapareceram.’”
Do Estado e Yahoo: “"O fenômeno foi descoberto por acaso quando ovelhas entraram no terreno enquanto estavam pastando", disse o governador. As autoridades isolaram a área e retiraram os moradores do local, acrescentou. O Governo jordaniano deixou a investigação do fenômeno a cargo de um painel formado por diversos departamentos e instituições acadêmicas. O chefe da associação jordaniana de geólogos, Bahjat Adwan, descartou a presença de qualquer atividade sísmica ou vulcânica na área. O diretor do Conselho de Recursos Naturais da Jordânia, Maher Hijazin, informou que certos materiais orgânicos podem ter se juntado e reagido sob a superfície, gerando o inusitado aumento de temperatura. Hijazin também destacou que há uma rede de água e esgoto que lança seus resíduos na região”. EFE

Mistério?! Bem… resolvido!

Gás metano provável culpado pelo incidente de Umm Jouzeh
Salt – “Fumaça e calor intenso descobertos emergindo do chão em uma área de Umm Jouzeh, próxima de Rmemin, na terça-feira, foram provavelmente provocados por uma reação química que acendeu um depósito subterrâneo de gás metano, um perito disse nesta quarta-feira.
O presidente da Associação de Geólogos Jordanianos, Bahjat Odwan, disse ao Jordan Times ontem que a área emitindo calor possuía em verdade 20 metros quadrados, adicionando que o calor emanava de um pequeno buraco.
Depois que a área foi resfriada e a terra revirada, funcionários locais cavara uma trincheira de 1,5m na área, contou. Análises iniciais mostraram que o local estava saturado com materiais bio-orgânicos acumulados e gás metano.
Devido a reações químicas, o gás, que é altamente inflamável, pegou fogo na área, produzindo temperaturas medidas em 180 graus C, disse Odwan.
Depois que o solo da área foi revirado e a área aberta com o auxílio de tratores, o gás preso no solo foi liberado. Bombeiros resfriaram a área com água, e o local tornou-se seguro, a Associação Jordaniana de Geólogos informou ontem”.
[Jordan Times: Methane gas likely to blame for Umm Jouzeh incident]

Ou seja, a explicação às ovelhas vaporizadas calcinadas é lixo, ou mais precisamente, esgoto. A própria notícia original, antes mesmo que o local fosse investigado e o perigo contido, já mencionava a provável explicação, embora o wire da EFE tenha confundido um pouco a história omitindo alguns detalhes e trocando a ordem de alguns fatos – a rede de esgotos é a fonte dos materiais orgânicos.

Gás metano, produzido pela decomposição de matéria orgânica e entrando em combustão, também é conhecido como fogo fátuo, relacionado a todo tipo de lendas indo de fantasmas a extraterrestres, neste último caso conhecido também como o infame “gás dos pântanos”.

caronias

O caso recente lembrou-me dos eventos no ano de 2004 em Canneto di Caronia, na Itália, quando fogos “misteriosos” relacionados a equipamentos elétricos, incluindo supostamente mesmo alguns não conectados à rede elétrica, teriam entrado em combustão espontaneamente. Investigações oficiais não chegaram a conclusões, chegando mesmo a sugerir a ação de eletricidade estática de “fontes externas”, com oficiais fazendo declarações duvidosas sobre a possível ação de alienígenas ou mesmo forças demoníacas. Outras especulações giram em torno de atividade vulcânica e mesmo, como na Jordânia, gás metano (em inglês).

Seria um grande mistério, não fosse o cético investigador italiano Massimo Polidoro, presidente do CICAP, que notou como no caso de Caronia “o fato de que o fenômeno só ocorre quando há pessoas presentes torna difícil acreditar que seja um fenômeno natural, ou mesmo sobrenatural”. Isto porque após a evacuação do local, os incêndios pararam. De fato, Canneto nem é exatamente uma cidade, como Polidoro contou após visitar o local, “são seis ou sete casas, com 39 habitantes todos parentes uns dos outros”. Parecem supersticiosos, incluindo o prefeito, e o contexto dos fenômenos sugere um componente social. Segundo ele, “conversamos com um técnico em telecomunicações chamado logo após o primeiro incidente. Sua opinião era de que as partes chamuscadas em vários cabos elétricos foram criadas de uma fonte externa, como um isqueiro”.

centraliasilenthill

De gases saídos do esgoto na Jordânia passando por trotes na Itália, há sim fenômenos reais, e nada sobrenaturais, em que o fogo literalmente sai do chão em grandes áreas. São os incêndios em minas subterrâneas, como o que assola até hoje a cidade de Centralia, Pensilvânia, EUA. Sim, até hoje, porque o fogo subterrâneo queima os veios de carvão desde o início da década de 1960, há mais de 40 anos. Em 1992 a cidade teve que ser evacuada uma vez que as tentativas de conter o incêndio subterrâneo falharam, e os gases tóxicos bem como o abalo a fundações tornaram a região inabitável. O fogo pode continuar ativo por mais alguns séculos.

O caso de Centralia e a cidade abandonada e fumegante que restou inspirarou por sua vez o jogo e então os enredos de Silent Hill, que por sua vez lembra ainda outro caso curioso que encerra esta nota sobre fogos telúricos.

É a “Porta para o Inferno”, localizada em Derweze no Turcomenistão. Uma região rica em gás natural, em 1971 geólogos encontraram por acidente uma grande caverna subterrânea repleta do gás combustível. O chão sobre a sonda perfuradora colapsou, deixando um grande buraco de quase 100 metros de diâmetro. Para evitar que o gás venenoso representasse um perigo, decidiu-se queimá-lo.

O gás continua queimando até hoje, e a cratera tornou-se um ponto turístico:

Um comentário final de bônus para a “porta do inferno”: não poderíamos deixar de lembrar dos sons do inferno. [com agradecimento a todos que sugeriram a história!]

ATUALIZAÇÃO 26/10/2009: O quadro Detetive Virtual do Fantástico abordou o tema da “porta do inferno”, com comentários interessantíssimos do geólogo João Françolin:

Tags: , , ,

17 Responses to Jordânia 400ºC: Explicações a fogos misteriosos que não cheiram bem

  1. Mari Nunes disse:

    Achei muito interessante a reportagem, e confesso que fiquei um tanto assustada quando vi a reportagem. E como é por causa de esgoto e da decomposição da matéria orgânica, tal fato poderia ocorrer em qualquer lugar . Cuidar do esgoto é muito importante.

  2. BossGrave disse:

    Tinha vista essa matéria primeiramente no site do “terra”, infelizmente a noticia veio meio que nem parcial nem imparcial, mas “kibada” mesmo.

    Ainda bem que existem céticos de verdade em busca da verdade e que tem condições, conhecimento e “karatê*” para o que faltar.

    Parabéns tinha ficado intrigado pela má noticia do terra, mas agora compreendi o que aconteceu, bem semelhante as bolas de fogo quando eu servia o exercito da cavalaria em DF e tinha um cemitério de cavalos que “cuspiam bolas de fogo” de vez em quando e os conscritos achavam que era assombração.

    É feio de ver as bolas de fogo subindo a noite, mas é hilário de lembrar o medo dos recrutas.

    *Karatê – o “cara tê” amigos formados em diversas areas, o “cara tê” onde recorrer quando está em duvida, o “cara tê” um canhão quando for briga feia…* etc…

  3. Sandro disse:

    Excelente site, gostei das explicações. Realmente, quando li no site G1 da globo achei muito esquisito e bizarra a notícia, mas agora parece que está devidamente esclarecida.

  4. […] 400ºC: Explicações a fogos misteriosos que não cheiram […]

  5. ADILSON SANTOS disse:

    É interessante entrar neste site e verificar a quantidade de besteiras e
    idiotices latidas pelos latifundiários do mesmo , á começar por um tal Ketaro Asno , ou coisa que o valha.

    Em sua boçal e inferior tentativa de demonstrar que nada existe fora os relatórios oficiais carimbados por “autoridades ” , ele mente, manipula , distorce e cria situações para levar os incautos á acreditarem que
    fenomênos desconhecidos e não explicados pela ciência ( a ciência real , não ceticismo de carater neural inferior ), na realidade são rotineiros, facilmente demonstraveis ou fruto de fraudes perpetradas por charlatães.

    Realmente é ridículo e risível .

    Canneto de Caronia , reuniu a nata dos pesquisadores europeus durante dois anos e eles não conseguiram explicar , como foram produzidas energias da ordem de 14 GigaWatts ( aí japones voce sabe o que é isto ?? ) , em um espaço tão curto e durante um determinado período de tempo.

    Voce entendeu , Japa ?? Cientistas (não pseudo céticos fugitivos do Jardim da Infância ) disseram isto , após pesquisa de mais de 2 anos e que custou 2 Milhões de Euros . Vá na internet e comprove , apesar de que voce não irá entender , é claro .

    Voce sabe o que é tunelamento quântico ?? Pois é , isto que pra voce é farsa , na realidade é uma das maiores verdades científica, comprovadas em Laboratórios e , contudo não existe NENHUMA EXPLICAÇÀO CIENTÍFICA ,,para este fenômeno .

    Em outras palavras , segundo o seu “raciocínio einsteniano ” Deve ser algum charlatanismo , pois se não existe nenhuma documento oficial explicando ou nenhuma “autoridade ” que o solucione é porque é , sem dúvida ,uma fraude .

    Resumo da ópera : VOLTA PRO MOBRAL !!!!! ( Se eles te aceitarem , é claro )

    • Mori disse:

      Peço desculpas aos ofendidos pelo comentário de Adilson Santos, mas faço questão de aprovar um comentário dessa natureza. Ele fala por si mesmo.

      Na nota em que escrevi, não mencionei o promotor italiano que finalmente questionou as conclusões das autoridades favorecendo idéias curiosas, quando o fato de que os fenômenos cessaram quando da evacuação da minúscula vila sugere fortemente — além da opinião do técnico chamado inicialmente — que são resultado de fraude. Como se vê, em CeticismoAberto não apenas reproduzimos declarações oficiais, de fato as questionamos quando parecem elas mesmas duvidosas.

      Outro exemplo em que as autoridades demonstram também sua credulidade é o das plataformas petrolíferas de Campeche, divulgados pela Força Aérea Mexicana como OVNIs inexplicados e entregues para análise de ninguém menos que Jaime Maussán, notório promotor de fraudes grosseiras.

      • Alvaro Rexs disse:

        Agora um ponto tenho que questionar:

        O caso de Canneto di Caronia!

        Adilson pode ser grosso, mas ele disse algo pertinente! Os fatos dessa cidade foram analisados por um corpo de CIENTISTAS que alegaram causas não-naturais!

        Ora Mori Kentauro, ou Kentaro Mori ou Monauro Kentori… não me venha dizer logo agora que a opinião de um CORPO DE CIENTÍSTAS tem menos crédito que a de um JURISTA (no caso o promotor).

        Se ainda fosse eu que contestasse, tudo bem! MAS VOCÊ??????????????

        Você tomar partido de um jurista ao invés de vários cientistas num assunto que só interessa por si só a ciência?

        Ah Kentaro! Ah Kentaro!!

        Depois você diz que suas colocações não são reducionistas! Sua opinião flui levente no leve balouço do interessa sabe-se lá de quem!

        Nota-se claremente que no caso de Canneto di Caronia, você e seus seguidores só possuem uma coisa a fazer:

        COLOCAR O RABINHO ENTRE AS PERNAS!

      • Alvaro Rexs disse:

        Ah Kentori Maro,

        http://www.youtube.com/watch?v=tV3Hj_p5Dss&feature=player_embedded#!

        Veja esse! Só se for uma fraude de proporções épicas em Canneto de Caronia!

      • Alvaro Rexs disse:

        Segundo ele, “conversamos com um técnico em telecomunicações chamado logo após o primeiro incidente. Sua opinião era de que as partes chamuscadas em vários cabos elétricos foram criadas de uma fonte externa, como um isqueiro”

        ^

        De técnico em telecomunicações para bombeiro perito em incêncios há uma loooooonga distância…

        Se o cara acredita na opinião de um técnico de telecomunicações exercendo a função deperito criminal, porque não acreditari em E.T.s?

        Ê mundo véio…

    • Alvaro Rexs disse:

      Adilson,

      Peça desculpas a “Morinho” ele viaja na maionese, mas é um cara legal!

      A única difença entre ele e nós é que enquanto nós não desacreditamos em tudo que a gente lê e vê, ele acredita em tudo que alguém escreve e carimba como “autoridade governamental”.

      Mas, até eu que acho que exagero nos meus comentários, achei o seu exagerado!

  6. RoberVall disse:

    Vai passar no fantastico isso.

  7. Roberto S. Ribeiro disse:

    É lamentável quando “cético” quer dizer apenas uma pessoa que queira uma explicação naturalística (diria natureba) para um fenômeno, qualquer que seja essa explicação. Ora, a hipótese do metano não bate!

    A queima de metano desse tipo, que não é o “fogo fátuo” (outro fenômeno ligado ao metano, mas diferente), muito comum em lixões, é lenta e de baixo poder calorífico, apesar da temperatura atingida (temperatura e calor são conceitos diferentes!) A foto da escavação, mostrando a terra preta com alto teor de restos orgânicos é compatível com essa queima subterrânea, que, como se disse a respeito da mina de carvão, pode durar dias ou anos, já que a quantidade restrita de oxigênio impede uma combustão rápida.

    Ora, como se explicam então os tais carneiros “vaporizados”? Como se explicam os 400ºC? Como se explica a repercussão? O fenômeno da queima de metano é extremamente banal, vão a qualquer lixão e verão dezenas de focos dessas queimas, logo não chamaria a atenção de ninguém. No mínimo seria preciso o rompimento de uma tubulação de gás de rua para acontecer algo como o descrito.

    Não digo que o fenômeno tenha alguma explicação “sobrenatural”, mas insisto em afirmar que aceitar a primeira explicação “natureba” não é ser cético, é trocar uma credulidade por outra.

  8. Giordanni disse:

    Céticos?? Vocês não são céticos. Eu sou e me orgulho de ser cético imparcial. Um cético que quer provar que está correta sua teoria a força é tão falso quanto um metafísico que materializa objetos do ar. Sua explicação sobre o fenômeno não atende. Um cético de verdade duvidaria até dessas explicações pseudo lógicas. As investigações que ocorreram não conseguiram atingir a explicação devida, apenas jogaram uma justificativa para atender a opinião pública. São muitos os pontos falhos, são necessárias mais pesquisas para se atingir a causa do ocorrido, o que, com certeza o governo daquele país não custeará.

    Giordanni S. C.

  9. Marcos Novais disse:

    Cada dia que passa, fico mais triste com o caminho que esse site tomou. Sempre gostei dele, desde sua criação, mas de uns tempos para cá, os editores tem exagerado em suas explicações sobre fatos estranhos, que ocorrem no dia a dia. Esse é apenas mais um exemplo, que nos deixa com a impressão que “é melhor se desfazer rapidamente daquilo que não conseguimos explicar, ao invés de tentar achar respostas plausiveis para os mesmos”. Triste, mas vou continuar tentando ler as matérias do site. Como sitei anteriormente, sempre gostei do site, mas “ceticismo cego tem limíte”!

  10. Odir disse:

    Gostaria de ver aqui uma matéria sobre auto-combustão humana. Ou sobre o que não tem explicação vocês não falam?

    • Alvaro Rexs disse:

      Pode esquecer Odir!

      Kentaro foge igual o diabo foge da cruz!

      Lê a explicação aqui no Blog sobre os hieróglifos de Abydon e sobre as Linhas de Nazca que você vai entender o verdadeiro significado da expressão: “Encher Linguíça”!

  11. Thiago disse:

    interessante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *