MENU
Himmelserscheinung_ber_Nrnberg_vom_14._April_1561f.jpg

Novo Fenômeno Natural Faz Luzes Dançarem no Céu

cet_maos.jpg

O Mais Antigo Debate do Ceticismo: Uma Pré-História de...

17 de julho de 2011 Comments (38) Views: 5974 Ceticismo, Fortianismo

Pseudo-Psicoterapia: OVNIS, Cloudbusters, Conspirações e Paranóia na Psicoterapia de Wilhelm Reich

por Richard Morrock, publicado em eSkeptic, 12 out 2010

Traduzido por colaboração de Lisângelo Berti

As idéias do psicanalista dissidente Wilhelm Reich tendem a ser encontradas na costa mais distante da vida intelectual americana, onde abundam as teorias de conspiração, OVNIs assombram os céus, e a esquerda radical começa a confundir-se com o ultra-direitismo. Ofuscado ainda na década de 1960 por seu rival, Herbert Marcuse, Reich continuou a ser um herói e mártir para um pequeno mas fragmentado grupo de seguidores, e uma grande influência sobre o pensamento de um grupo muito maior de não-conformistas políticos e sexuais que podem não se intitular como Reichianos.

Wilhelm Reich nasceu e cresceu no remoto interior oriental do Império Austríaco por volta da virada do século. Após mudar-se para Viena ao fim da Primeira Guerra Mundial, ele envolveu-se com o crescente movimento da psicanálise de Sigmund Freud, e logo veio a ser considerado como o seu discípulo mais produtivo. Ao mesmo tempo, Reich envolveu-se com a política marxista; ele era um membro do Partido Comunista da Áustria, e mais tarde foi um membro do Partido Comunista Alemão por um breve período.

Reich não era de longe o único a combinar uma profissão psicanalítica com uma ocupação proletária revolucionária, embora tivesse uma propensão peculiar para discutir com outros, tais como Marcuse e Otto Fenichel, que compartilhavam essas duas orientações. Reich, entretanto, combinou o político e o pessoal de tal forma que o distinguiu até mesmo de seus colegas psicoanalíticos mais radicais. Ele argumentou que a repressão sexual era a base da opressão classista, e que só a libertação do indivíduo do seu complexo de Édipo poderia preparar o caminho para o surgimento da justiça social após a revolução vindoura.

Essa teoria estabelecia um desafio tanto para os fundamentos comunistas como para os psicanalíticos. Dos primeiros, Reich exigiu um compromisso com a revolução sexual que, após um curto período de experimentação, no levante da revolução bolchevique, os seguidores de Lenin não estavam dispostos a fazer. Dos últimos, Reich exigiu apoio tanto à revolução sexual como social, mas os psicanalistas não estavam preparados para exigir a eliminação de toda a repressão sexual, e a maioria estava muito confortável em sua vida profissional para erguer barricadas em nome da classe trabalhadora internacional. Consequentemente, em 1935, Reich tinha sido expulso das fileiras tanto do movimento comunista como da Associação Psicanalítica Internacional.

Apesar de seus seguidores ignorarem o fato, há uma contradição na prescrição de Reich para a sociedade. Se, como Reich argumenta, a repressão sexual é essencial para a sobrevivência da sociedade classista opressora e se, como ele também afirma, a sociedade classista opressora impõe a repressão sexual, então por onde é que se começa a eliminar a opressão? Não pode ser através da psicoterapia, porque a classe dominante não permitiria, nem pode ser feito através da revolução, porque os trabalhadores sexualmente reprimidos não seriam capazes de criar uma sociedade verdadeiramente livre – basta olhar para a Rússia. Dadas as hipóteses de Reich, progresso social significativo é quase impossível. Não deveria ser surpresa, então, que seu grupo mais ativo de adeptos, o Colégio Americano de Orgonomia, já se afastou das idéias originais esquerdistas de seu fundador e apoia uma variedade linha dura de ultra-conservadorismo. O próprio Reich, no final de sua vida, idolatrava Eisenhower e apoiou a Guerra da Coréia, mas mesmo ele teria hesitado em pedir mais autoritarismo nas escolas públicas ou insinuar que a queda do comunismo na Europa Oriental era na verdade uma conspiração comunista.

A ascensão do nazismo na Alemanha e na Áustria obrigaram Reich a emigrar para os Estados Unidos, após uma curta estadia na Escandinávia onde, mesmo na relativamete liberal Noruega, seus pontos de vista sexuais radicais levaram-no a ter problemas com as autoridades. Chegando em Nova York, Reich estabeleceu-se na região classe média Forest Hills e fundou uma escola de pensamento psicanalítico que posteriormente ampliou para incluir as opiniões sobre tudo, desde a educação sexual até as origens do universo. Depois de sua morte, seus seguidores dividiram-se em facções rivais. Existem agora três organizações Reichianas “ortodoxas” que lutam ferrenhamente entre si, enquanto ao mesmo tempo desprezam os “neo-Reichianos” como Alexander Lowen, fundador da bioenergética.

Para seu crédito, Reich foi o primeiro teórico a levar o corpo humano para dentro da psicoterapia, continuando um processo que foi iniciado, de modo algo hesitante, por Freud. Reich argumentava que as emoções reprimidas foram enterradas no que ele descreveu como armadura muscular. Algumas vezes ele ilustraria o que chamava de “segmentos” do corpo – cabeça, tórax, pélvis, etc – em mapas notavelmente parecidos com aqueles usados por médicos hindus para retratar os chacras, ou centros de energia. Essencial para a terapia Reichiana é a liberação de emoções reprimidas através da manipulação física do corpo do paciente, em conjunto com a psicoterapia de orientação mais ou menos freudiana. Às vezes isso teve resultados dramáticos, mas nem sempre positivos. Nos casos em que o paciente não está preparado para aceitar os sentimentos que são liberados, os efeitos são semelhantes a uma “bad trip” de LSD. Após sua experiência, o paciente começa a acreditar em algumas coisas bem estranhas.

Paradoxalmente, maus resultados na terapia Reichiana apoiam suas teorias, tanto quanto o ouro transformado em chumbo, ainda que sem proveito, ao menos prova que os alquimistas foram de fato capazes de transmutar metais.

Anna Freud, que bem conheceu Reich durante seus dias em Viena, considerava-o psicótico. Não se pode aceitar sem reservas essa afirmação, desnecessário dizer, já que basta lembrar que a defesa de Reich pela liberação sexual pode não ter se encaixado muito bem com o celibato da Sra. Freud. Mas nos últimos anos de sua vida, Reich estava mostrando sinais de paranóia, que até mesmo seus seguidores mais devotados foram duramente pressionados a negar. Dois de seus últimos livros, “Escute, Zé Ninguém” e “O Assassinato de Cristo“, podem ser lidos como sermões bizarros, onde Reich expunha a perversidade dos tolos tacanhos que não o reconhecem como o messias secular. Estas duas obras fazem Reich soar como a quintessência dos cientistas loucos.

Mas nenhum destes livros se compara com seu último, Contact With Space. Enquanto Reichianos acusam o governo dos Estados Unidos de táticas totalitárias porque a Food and Drug Administration (FDA – Administração de Alimentos e Remédios), em um excesso de zelo burocrático, queimou os livros de Reich quando fecharam seu laboratório, os Reichianos têm mantido Contact With Space impublicado, para garantir que o público permaneça sem conhecimento das curiosas noções de Reich sobre discos voadores hostis.

Diferentemente de grupos conhecidos pelos céticos, como MUFON e CUFOS, Reich não se limitou a sustentar que a Terra estava sendo visitada por alienígenas. Ele chegou até a alegar que os OVNIs eram hostis, pilotados por seres que ele chamava de “povo CORE” que vinha para roubar a energia orgônica de nosso planeta. Ele até mesmo divagou se seu pai não seria um desses “povo CORE“, que faria de Reich o produto de miscigenação interplanetária. Pela maneira hesitante na qual ele expressou esta opinião, parece que sua formação psicanalítica alertou-o sobre a possibilidade de que esta noção seria ilusória.

Seus seguidores nem sempre tiveram essas dúvidas. Um graduado em terapia Reichiana, Jerome Eden (já falecido), fundou um grupo chamado Conselho de Cidadãos Planetários Profissionais, cujo título pretensioso disfarçava o fato de nunca ter tido mais de oito ou dez membros. Eden não só alardeava a teoria de que a Terra estava sendo atacada por discos voadores hostis, como ainda afirmava ter traduzido um manual de “Combate Cósmico“, supostamente encontrado em um local de pouso de OVNI junto com um conveniente dicionário bilíngue, entregando os planos dos alienígenas para subjugar a Terra através de dissimulação e trapaça. “Se alguém detectar a nossa intenção“, as supostas criaturas espaciais furtivamente declaram: “a melhor defesa é publicamente afirmar que tal alegação é absurda e tachar essa pessoa como obviamente insana“. O autor do documento cita o grande teórico militar prussiano Clausewitz , levantando algumas suspeitas em minha mente de que ele/ela (ou ser) deve ter sido do nosso próprio planeta, embora alguém possa se opor a tão precipitadas conclusões!

Reichianos relataram enfrentamentos com OVNIs, usando seus “Cloudbusters” (arrasa-nuvens) – dispositivos de controle climático de valor não comprovado. Em fevereiro de 1955, um grupo de cientistas reichianos alegou ter expulsado OVNIs invasores de Tucson, Arizona, sofrendo uma baixa de um heróico defensor ferido por uma explosão radioativa. Os invasores nunca retornaram. O próprio Reich uma vez disse ter rechaçado um OVNI com seu próprio cloudbuster perto de seu laboratório em Rangeley, Maine.

Reichianos não têm enfatizado a ameaça dos OVNIs em anos recentes. No entanto, Peter Robins de Nova York tem falado em reuniões do Colégio Americano de Orgonomia sobre os visitantes espaciais, e parece aspirar ao título de Eden como principal autoridade reichiana sobre OVNIs.

Uma questão controversa sobre a qual Reichianos têm muito a dizer é o controle climático. Reichianos, com os seus “cloudbusters” baseados em “energia orgônica”, exigem reconhecimento cada vez que uma seca termina no Ocidente, embora grupos reichianos rivais frequentemente briguem entre si sobre quais experiências realmente causaram a chuva. A alegação não comprovada de controle climático tende a afastar algumas pessoas que poderiam ser atraídas para as idéias reichianas; salvar o mundo é uma coisa, brincar de Deus é outra. Reichianos de carteirinha, no entanto, esperam que suas experiências de fabricar chuva obriguem os céticos a aceitar toda sua cosmologia.

Outra teoria aceita pelos Reichianos é a geração espontânea. Reich argumentava que formas de vida poderiam surgir de matéria inorgânica em tubos de ensaio lacrados e esterilizados, contendo entulho de quintal comum fervido em água. Se isso fosse verdade, invalidaria todas as pesquisas biológicas dos últimos séculos. Reich desdenhou dos críticos que argumentavam que o surgimento de amebas e outros micro-organismos nos tubos de ensaio era devido a seus controles inadequados, que permitiram que esporos sobrevivessem no composto. Seus seguidores alegam que os cientistas convencionais são incapazes de apreciar as descobertas de Reich porque estão “blindados” por suas neuroses – uma espécie de equivalente moderno à Roupa Nova do Imperador. Dizem que se outros cientistas passassem pela terapia orgonômica, veriam os mesmos fenômenos que o Reichianos relatam em seus próprios laboratórios. Isso pode até ser verdade, se assumirmos que a terapia reichiana é tão prejudicial que frequentemente leva as pessoas a ver coisas que não existem.

Reich terminou sua vida na prisão, morrendo de ataque cardíaco pouco antes do prazo para ser liberto. A acusação original contra ele era vender “acumuladores orgônicos” além da fronteira estadual, o que o levou a ter problemas com a FDA. No entanto, ele poderia facilmente ter se livrado desta acusação se assim quisesse. Reich recusou-se a contestar a acusação em tribunal, alegando que suas doutrinas “científicas” não poderiam ser discutidas em uma corte de justiça. Ele foi condenado não por fraude ou charlatanismo, mas por desrespeito ao tribunal.

Seguidores de Reich sustentam que seu líder foi enquadrado como parte de uma conspiração comunista e que o governo americano, no auge da Guerra Fria e depois de anos de histeria macarthista, estava atuando como instrumento de Moscou, quando processou ​​Reich.

Ironicamente, o objetivo original de Reich era eliminar da doutrina de Freud sua bagagem metafísica e colocá-la numa base científica sólida. Mas enquanto sua escola de pensamento desenvolvia-se, ela passou a incluir mais e mais teorias há muito descartadas e histórias populares, vestidas com terminologia pseudocientífica e confirmadas através de experimentos duvidosos que não-Reichianos não foram capazes de repetir. A geração espontânea é revivida nas descrições de Reich dos “Bacilos T”. Magnetismo animal se transforma em energia orgônica e o Yin e Yang do Budismo Mahayana são retrabalhados na teoria de Reich sobre a sobreposição cósmica.

Com o quê Reich nunca rompeu na psicanálise foi a noção de reducionismo, que vê os eventos sociais como nada mais do que o reflexo da realidade psicológica. Reich, de fato, levou-o ainda mais longe, tentando reduzir a psicologia à biologia e física, sendo esta última, como Martin Gardner salientou, um assunto sobre o qual Reich tinha muito pouco conhecimento. Juntamente com o seu autoritarismo e sua própria aparente incapacidade de distinguir o objetivo de fenômenos subjetivos, o reducionismo de Reich levou-o a desenvolver uma psicoterapia pseudocientífica que excede todas as outras, tanto em seu âmbito e dogmatismo como na intolerância de seus adeptos.

Tags: , , , , ,

38 Responses to Pseudo-Psicoterapia: OVNIS, Cloudbusters, Conspirações e Paranóia na Psicoterapia de Wilhelm Reich

  1. Cláudio Sampaio disse:

    Belo artigo, mas você ainda erra nos pronomes…

    “toda sua cosmologia” não existe, porque “toda” sem artigo tem o sentido de “qualquer”; se você quis falar da “cosmologia inteira”, a expressão certa é “toda a sua cosmologia”. :-)

    Pelo menos não colocou “ao invés” sem complemento dessa vez! :P

  2. Filmantes disse:

    Uma coisa que estou querendo falar a tempos é se seria possível voltar a listagem de artigos(nas seções “fortianismo”, “ciência”, ect) no estilo do site antigo. 
    Esse estilo “blog” deixa muito poucos artigos a vista por cada pagina da lista e ficar indo de pagina em pagina é cansativo pra quem busca um texto antigo pra ler.

    Enfim, uma listagem de artigos antigos que tenha mais artigos ou uma listagem de artigos populares ao invés de ordenado por tempo.

  3. Alvaro Rexs disse:

    Faz tempo que não apareço por aqui…

    Noto que cada vez mais esse site está esotérico demais! 

    Tanto fenômeno para tentar desmascarar ou confirmar, mas não: Tome-lhe blá blá blá filosófico-cético! 

  4. […] Pseudo-Psicoterapia: OVNIS, Cloudbusters, Conspirações e Paranóia na Psicoterapia de Wilhelm Reic… […]

  5. paulotrin06 disse:

    Eu faço parte dessa percentagem.

  6. Alvarorexs disse:

    Que soninho…  ahhhhhhhh… nham nham…

  7. paulotrin06 disse:

    Acho que também vou dormir…

    E o OVNI de Embu?  E as aparições de Medjugorje?

  8. paulotrin06 disse:

    Acho que também vou dormir…

    E o OVNI de Embu?  E as aparições de Medjugorje?

  9. paulotrin06 disse:

    Alô!!! Tem alguém aí? … Alguém me ‘escuta’? … Tem alguém aí?…

  10. Jojg disse:

    eu  nunca vi embu se tão azedo. =(

  11. Alvarorexs disse:

    Parabéns Cosmonauta…
    Só um herói conseguiria discorrer tantas palavras a respeito de um tema tão inspirador quanto Wilhelm Reich e pseudos-pseudos-pseudos?

    Veja que informação “xuper” importante:

    “Reich não era de longe o único a combinar uma profissão psicanalítica com uma ocupação proletária revolucionária, embora tivesse uma propensão peculiar para discutir com outros, tais como Marcuse e Otto Fenichel, que compartilhavam essas duas orientações. ”

    Otto Fenichel? Lógico!!! Uma figura singular na história da humanidade! 
    O que seria o fenômeno de Canneto di Caronia perto de Otto Fenichel? Hã hã hã????

    Frase do milênio:
    “Mapa de Piri Reis? Não era tão acurado assim!”

    • Emilzz disse:

      Alvarorexs, que falta de respeito gratuita, onde tu quer chegar com isso?
      O cosmonauta se prestou a oferecer outras informações bem relevantes ao assunto, como qualquer cetico deveria fazer, ao invés de expressar suas “neuroses” e gostos pessoais mais basais, atitude nada científica numa pesquisa. 
      E tu realmente espera convencer alguém, ou ser levado a serio com esse tipo de texto sem um argumento e cheio de desinformação, volte a dormir e a praticar seus nham… nham por ai amigo, pelo menos não atrapalha quem quer discutir.
       Se aqui não fosse um site “xético” ia estranhar esse seus (pelo menos isso) hilários comentários desinformados mostrando o melhor do “pseudo-xeticismo”
      Achas mesmo que a psicologia não influenciou os movimentos politicos do séc XX e XXI, só se fala disso nos circulos históricos há mais de um século, daime paciencia, é exatamente porque vivemos num totalitarismo psicológico endocrinizado disfarçado de democracia política que tu pensa desse jeito basal, e pior ainda, não tens mais força para questionar essa xiencia positivista que acreditas com muita fé. 
      Além do mais, que movimento xético vai gostar de Reich já que seu Magnus opus é intitulado Über die Psychoanalyse als Keim einer zukünftigen dialektisch-materialistischen Psychologie (Sobre a psicanálise como um germe de uma futura psicologia materialista-dialética). 

      Quanto a tua frase xética do milênio, eta frase da geração Wiki, haja comprometimento com as desinformações de internet em amigo. 

      • Emilzz disse:

        Errata:

        Onde se le “…Reich já que seu Magnus opus… ”
        leia-se “… Fenichel já que seu Magnus opus…”

  12. paulotrin06 disse:

    Debates de conteúdos muito complexos para um cidadão comum como eu. No momento só queria saber sobre o suposto OVNI de Embu e as aparições em Medjugorje.
    Acho que vou voltar a dormir… 

    • D.R. disse:

      Parece que o OVNI de Embu era mesmo apenas uma pipa iluminada com leds; faz
      tempo que pensei em fazer uma dessas, mas fiquei com receio do alvoroço que
      poderia causar na minha cidade! Mais um caso espetacular de OVNI que, na
      verdade, tinha uma explicação natural. Por isso, por enquanto, não acredito em
      OVNIS; já que a Ciência oficial sempre os negou e os casos mais espetaculares
      sempre se revelaram fraudes, enganos, ou algum fenômeno natural.

       

      Quanto às aparições de Medjugorje, depois de muito pesquisar, hoje acredito
      que é mais uma fraude, provavelmente, com interesses financeiros por trás. Em
      alguns sites se fala de muitos prodígios, conversões e milagres lá, mas o
      próprio bispo local listou mais de vinte motivos para não acreditar nas
      aparições de lá; inclusive, mentiras, escândalos sexuais, heresias contrárias
      aos ensinamentos da Igreja, desobediência e falta de humildade por parte dos
      videntes e responsáveis pelo local, etc. A Igreja Católica ainda não deu um
      veredicto final sobre o assunto; mas, infelizmente, parece ser mais um caso de
      falsas profecias apocalípticas de fim de milênio, como as do Pe. Gobbi, Vassula
      Ryden, Cruz de Dozulé, etc.

       

      Principalmente no caso de milagres e aparições, é bom a gente não sair
      acreditando em qualquer ‘profeta’ que surge por aí; supostas mensagens da Virgem
      Maria ou do próprio Deus tem muito peso na nossa mente e não é difícil tornar-se
      um fanático religioso seguidor de algum falso profeta por aí que, na grande
      maioria das vezes, ou é um charlatão interessado em fama e dinheiro ou
      esquizofrênico mesmo; principalmente, quando são profecias assustadoras e
      escatológicas! Com o tempo, você passa a acreditar mais no suposto profeta do
      que na própria Igreja fundada por Cristo e isso faz muito mal à fé a à alma! E a
      decepção depois das falsas profecias não cumpridas é pior ainda, já que você
      pode passar a duvidar das verdadeiras aparições e milagres (como as de Lourdes,
      Fátima, Guadalupe, Lanciano, Santo Sudário, Corpos Incorruptos de Santos, etc.)
      e até mesmo de Deus e da sua Igreja.

       

      Te aconselho a fazer como eu, pesquise a fundo (pela Internet mesmo) os ‘dois
      lados da moeda’, os prós e os contras; e, com um bom senso crítico,  tire as
      suas próprias conclusões!

      • Cifra disse:

        Olha pra mim continua sendo “nçao idenfificado”, mas…

        Para quem acredita numa reportagem xinfrim onde se afirma que o “sujeito”- o autor do OVNI oh desculpe.. “da pipa” – não quer se identificar e que não vai mostrar a dita cuja, nem como fez e nunca vai fazer de novo porque tem medo do INSS ai ai…

        Tu é muito pseudocético mesmo!

      • Reges disse:

        Isso é o que eu chamo de SURREAL:

        “Te aconselho a fazer como eu, pesquise a fundo (pela Internet mesmo) os ‘dois lados da moeda’, os prós e os contras; e, com um bom senso crítico, tire as suas próprias conclusões!”

        Precedido de:

        “”…você pode passar a duvidar das verdadeiras aparições e milagres (como as de Lourdes, Fátima, Guadalupe, Lanciano, Santo Sudário, Corpos Incorruptos de Santos, etc.)”

        Faça-me o favor, né?!?!? o.O

  13. Jojg disse:

    eu nunca vi embu se tão azedo.

  14. Não é que a terapia leva as pessoas a ver coisas que não existem, é próprio da condição da psicose paranoica isto. Ninguem se torna paranoico porque quer. Se muitos se socorrem às teses reichianas de ovnis e outras tantas teses que nos confortam com respostas sólidas sobre o mundo (como muitas seitas religiosas hoje em dia) é porque há muitos buscando por essas questões. A psicoses paranoica não é tão incomum assim.

  15. paulotrin06 disse:

    Querer saber sobre uma eventual fraude do suposto OVNI de Embu é ser chato? Que tipo de fundamentação científica é essa? Já sei: “O fundamentalismo cético” que espera a manifestação da mídia em geral para depurar o fato. Eu não acreditava que fosse um ONVI; nunca acreditei. Já havia recebido, por email (de embu), e antes da mídia, a informação que o suposto ONVI se tratava de uma pipa. Mas você esperou a manifestação da mídia para chamar de chato que quer se informar sobre. Você resolveu postar só em 29/07. Uma pergunta:o que de interessante você tem a opinar sobre o tema aqui (nessa página) em questão?

  16. paulotrin06 disse:

    Adriano, desculpe te incomodar. Agora estou curioso sobre as pipas de Medjugorje. Você poderia me enviar algum link revelando a fraude em Medjugorje.

  17. paulotrin06 disse:

    Adriano, desculpe te incomodar. Agora estou curioso sobre as pipas de
    Medjugorje. Você poderia me enviar algum link revelando a fraude em
    Medjugorje??

  18. Adriano disse:

    Não frequento esse site todos os dias e faço comentários no dia que ler e puder escrever, e ainda assim se achar que isso acrescenta algo. Apenas colei uma reportagem, se não gostou, me desculpe.
    Quanto a pipas de Medjugorje não sei do que você está falando. Apresente os links e os estudos sobre isso e posso tentar procurar me informar.  Se for sobre aparições de santas eu passo, não sei refutar isso nem conheço quem consiga, são aparentemente aparições legítimas, única pena é que não tenho provas, assim como quem diz que são legítimas…

  19. Cifra disse:

    o mesmo conselho que dei D.R. pseudo:

    Olha pra mim continua sendo “não idenfificado”, mas…

    Para quem
    acredita numa reportagem xinfrim onde se afirma que o “sujeito”- o
    autor do OVNI oh desculpe.. “da pipa” – não quer se identificar e que
    não vai mostrar a dita cuja, nem como fez e nunca vai fazer de novo
    porque tem medo do INSS ai ai…

    Tu é muito pseudocético mesmo! 

  20. Jojg disse:

    eu nunca vi umbu ser tão azedo

  21. Dionisio Catalani disse:

    VOCÊS JÁ ESTÃO PARTINDO PRA OUTRA COISA, CUIDADO!
    O tema era sobre uma pseudo-psicanálise, e agora está partindo pra aparições de santa…
    Não devaguem demais sobre o tema!
    E se alguém acredita em aparições de santos, ou coisa assim, tenho uma má notícia…
    O texto bíblico de Gálatas 1:8-9 já derruba qualquer aparição de santos ou supostas mensagens, desde a época dos apóstolos!

  22. Emilzz disse:

    Cade o post do cosmonauta com o link de seu artigo sobre Reich, deletaram?

    • Mori disse:

      Não deletei nada, mas na transição de volta ao sistema de comentários antigo talvez algumas coisas tenham se perdido.

      Todas minhas respostas, por exemplo, aparecem como “Anônimo”. Seria muito trabalhoso corrigir ou mesmo conferir tudo, mas o público do site pediu para voltarmos, e voltamos!

  23. Rafael disse:

    Estou impressionado em como um site que se pretende “científico” publica um artigo tão parcial e repleto de interpretações tendenciosamente distorcidas que mantém toda a discussão do texto no nível do senso comum.
    A princípio já fica claro que não existe entendimento do que seja repressão sexual, ou mesmo o próprio conceito de sexualidade dentro da psicanálise. O termo é citado deixando a entender que trata-se de um absurdo imensurável, mas gostaria de lembrá-los que Freud foi massacrado ao apresentar sua teoria da sexualidade infantil, exatamente por que os primitivos da época não conseguiram compreender exatamente do que se tratava, talvez a palavra sexualidade traga esse equívoco aos desavisados, no entanto reluto em acreditar que ainda hoje as pessoas estejam tão atrasadas no compreensão de temas um pouco mais complexos como este.
    O autor aponta uma contradição na prescrição de Reich a respeito da repressão sexual, no entanto a pergunta elaborada é a perfeita afirmação de que a teoria não foi compreendida, na verdade nem ao menos deve ter sido pesquisada. Infelizmente a explicação dos termos aqui questionados gerariam um texto muito maior que o próprio artigo, mas basta aqui a compreensão de que o poder circula e não está nas mãos de um ou outro grupo privilegiado, a repressão sexual é intrínsica a nossa construção cultural, é um processo histórico que envolve “n” fatores a serem analisados e o caminho para a eliminação da repressão sexual é a psicoterapia. Os fatores que apontam o adoecimento psiquíco produzido por tal repressão nem msm são mencionados, mais um triste indício da tendenciosidade do texto.
    Um pouco a frente o autor deixa a entender que a teoria de Reich seria na verdade um plágio da teoria energética dos hindus, no entanto não menciona que os chineses, japoneses, e vários outros cientístas e pensadores ocidentais já especularam sobre as mesmas questões, diferindo apenas em questões filosóficas. Fala em psicoterapia de “orientação mais ou menos freudiana” mais um vez ressalto que freud foi massacrado pela teoria da sexualidade infantil, a mesma que embasa a teoria reichiana e que também é comum a vários outros discidentes da psicanálise.
    “Paradoxalmente, maus resultados na terapia Reichiana apoiam suas teorias” QUAIS? cade as referências que confirmam essa afirmação?
    Existe dentro da psicanálise os chamados “casos inclassificáveis” e inúmeros casos sem a solução desejada, é FATO que a psicoterapia reichiana obteve mais sucesso do que a psicanálise nos seus processos psicoterapêuticos, mas isso é informação para quem estuda e de fato produz ciência.
    “Dois de seus últimos livros, “Escute, Zé Ninguém” e “O Assassinato de Cristo“, podem ser lidos como sermões bizarros, onde Reich expunha a perversidade dos tolos tacanhos que não o reconhecem como o messias secular.” QUE? AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!
    Em “O Assassinato de Cristo” Reich usa a figura de Jesus como metáfora para exemplificar o que seria o chamado “caráter genital” considerado por ele como o ideal de saúde. (como em todo o resto não espero a menor compreensão a respeito desse termo)
    É feita a afirmação de que o Cloudbuster não tem comprovação, no entanto o esperimento foi replicado por metereologistas e outros profissionais que obtiveram resultados positivos.
    O experimento dos “bions” relatado como “geração espontânea” foi enviado a Einstein, que supos através da intervenção de um auxiliar de laboratório que uma variável estaria provocando tal resultado, Reich lhe enviou uma carta de vinte e cinco páginas orientado como isolar todas as variáveis possíveis e não obteve respostas, por que?. O mesmo Einstein “viu” a energia orgono através de um outro experimento de Reich e não foi capaz de afirmar o que seria aquilo.
    Eu quero por favor referências de pessoas que após submetidas a psicoterapia corporal passaram a enchergar coisas que não existem, alguém aqui é capaz de conseguir isso?
    “Com o quê Reich nunca rompeu na psicanálise foi a noção de reducionismo, que vê os eventos sociais como nada mais do que o reflexo da realidade psicológica.” A psicanálise não considera os eventos sociais como reflexo da realidade psicológia uma vez que o inconsciente se funda na relação do sujeito com o mundo a sua volta, são os eventos sociais que deixam marcas que constituem o inconsciente, na vida adulta o inconsciente tem tais marcas como referência ao lidar com a realidade social. Tal equívoco é mais um sinal da falta de cientificidade no texto em questão, essa é uma das críticas mais ingenuas que existem a respeito da psicanálise.
    Reich de fato teve um período de desequilíbrio psiquico em sua vida, no entanto, em nenhum momento o texto menciona o desastroso experimento oranur, que junto com a perseguição da FDA consistiu num dos principais fatores de estresse psíquico a que Reich foi submetido nesse momento de sua vida.

    Em linhas gerais, o artigo é tendencioso, baseado em afirmações do senso comum e não possui uma referência bibliográfica sequer. Que crédito vocês esperam de alguém que realmente esteja envolvido com a ciência? Espero sinceramente que este não seja um site de senso comum que fala ao senso comum assinando como ciência.

    Eu sou psicólogo e estou aberto a discussão mas espero no mínimo a compreensão daquilo que se pretenda criticar, bem como argumentos coerentes com os temas em questão.

  24. Ludwig Henríquez disse:

    Realmente me comoveu esse artigo publicado com um quê de detrimento, se for a acepção para as colocações sobre assuntos ímpares como é: a dúvida reichiana. Creio saber e entender, o ser humano, mesmo criador de linguagens e modus operandi nas diversas áreas do conhecimento humano, sempre terá suas quedas suas incertezas e alguns equívocos que enquanto sejam revisadas leituras e passem por um filtro, descobertas o que se há de fazer com maior ênfase é colaborar para melhorar as instâncias do presente. Sou leitor assíduo de psicologia e psicanálise e até hoje ninguém como Reich conseguiu vibrar no cerne da civilização em torno aos problemas nevrálgicos da grande massa pobre e miserável que se espalha pelo planeta incluindo o Brasil. Se lermos Reich com os olhos do HOJE AQUI E AGORA veremos que ainda a miséria sexual e a carga civilizatória são grandes empecilhos para a felicidade humana mesmo com todo o avanço da tecnologia à serviço do capital. As crises econômicas são o fiel reflexo de um sofrimento humano introjetado pelo consumo desenfreado, o marketing dos governantes, a implosão das corporações de um neo-ortodoxismo judaico-cristão que também faz uso da máquina propagandística manipulada pelos consórcios mediáticos. Precisamos de mais educação para a Psicologia, precisamos ensinar aos pais a serem pais, precisamos de mais responsabilidade civil em torno à questão da miséria global, precisamos de rumos certos para a educação infantil onde se inclua a filosofia e as ciências como forma de preparar as crianças como o “Mundo da vida” como dizia Husserl. Enfim, precisamos primeiro mudar o meio em junção com o individuo; depois veremos se as mudanças são horizontais ou verticais. veremos quens são os bons quens são os medíocres que são os antônimos dos bons.

  25. Ghostbuster disse:

    Os supostos agentes da FDA, já observavam Reich por meses e curiosamente se vestiam como agentes da então recém fundada Companhia de Assassinos, e não como agentes de saúde…
    As ligações de Reich com o partido comunista também “motivaram” os fatos, já que era a época da caça aos comunistas…
    Atualmente é inegável a existência da energia de cada ser vivo, humano inclusive, como já diziam os orientais há milênios…
    A acupuntura, yoga, artes marciais, também se baseiam nisto, e não são nenhuma “aberração”…
    Reich parece sim ter se esgotado mentalmente nos últimos três anos de sua vida, mas no lugar dele muitos se esgotariam.
    Reich passou por acontecimentos muito graves, como a morte da mãe e do pai, pela guerra, a perda de sua fazenda para os Russos, sendo ainda muito jovem e mesmo assim conseguiu estudar e se formar médico, e ter a atenção e o respeito de Freud. Creio que o pior mesmo foi agüentar os americanos…
    Reich disse que tinha medo de morrer na prisão, e olha que coincidência, morreu… Isso apesar de gozar de boa saúde e não ter histórico de doença grave, nem idade tão avançada…
    W. Reich foi ao que tudo indica, “eliminado”, assim como outras pessoas na época, e nos anos seguintes.
    Considerando que a única coisa que realmente interessava ao governo de lá eram suas declarações sobre OVNIS, então…
    Depois, suas anotações foram confiscadas, e seu laboratório foi vasculhado, devassado e destruído pela… FDA? Creio que não, outra sigla sim, estaria correta.
    Bem, mas cépticos não acreditam em bactérias, digo, óvnis, então deve ser tudo apenas mais uma graaaaaaaaaannnnde coincidência…
    Opa, mas cépticos acreditam em grandes coincidências?

    Have a nice Day.

  26. PauloFRC disse:

    Legal. Convido voce a construir um cloudbuster ou um simples chembuster e depois ver o que acontece se voce tocar nos tubos enquanto o bicho trabalha. Ah..pode ser que algum drone de plasma te faça uma visitinha também por conta da experiencia. Desafio-o a tentar. Chamar Reich de psicotico é um pouco forçado. O cara era apenas um visionário, como Tesla, e ao contrario dos dissimuladores como Einstein, foi reprimido porque nao servia à causa da guerra e nao se dobrou. Muito provavelmente sua tecnologia integra os arquivos top secret de varios paises.

  27. mindigon disse:

    Experimente estudar pelo menos 1 livro sobre reich e fazer terapia reichiana, se tiver coragem, claro. Vai ver que sua visão está equivocada, pelo menos no que concerne a efetividade do método terapêutico dele.

    http://reichiantherapy.net/ e http://tribes.tribe.net/cshyatt/thread/f7ee7df4-b873-4e10-8e0e-1242a843f26b e http://homepage.ntlworld.com/n.totton/reichian1.htm

  28. MIg disse:

    bioenergética é uma fraude é isso?

  29. Eloi disse:

    Onde estão as fontes das afirmações?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *