MENU

Terror! Extraterrestres invadem festa de aniversário!

Roswell: Avaliando o mito

20 de julho de 2009 Comments (8) Views: 4697 Destaques, Ufologia

Houston, temos uma fraude

Kentaro Mori
 
A descoberta de uma “transmissão secreta” de 1 de abril

O que a Ufologia, Star Wars, Superman e James Bond têm em comum? Um ator chamado Shane Rimmer. Esta é a história de como um ator clássico de ficção científica foi confundido não com um, mas com dois astronautas reais: Neil Armstrong e Edwin “Buzz” Aldrin, os primeiros homens a pisar na Lua. E como Rimmer adentrou no mundo alternativo das crenças em discos voadores.

O caso foi divulgado no Brasil em rede nacional no dia 24 de julho de 2003, quando ufólogos brasileiros participaram do programa de televisão “Boa Noite Brasil”, em companhia do tenente-coronel aviador Marcos César Pontes. Os ufólogos incluíam membros do conselho editorial da revista “UFO”, publicação “dedicada ao estudo dos discos voadores”.  O tenente-coronel Pontes é o brasileiro escolhido em 1998 pela NASA e pela Agência Espacial Brasileira para ser o primeiro astronauta do Brasil[1], o que deu a temática ao programa: astronautas e OVNIs.

Na ocasião, o clímax de todo o show foi a exibição do trecho de um documentário italiano produzido por um suposto estigmatizado, Giorgio Bongiovanni: “Filmagens de UFOs no Espaço”. O documentário é vendido pela revista “UFO”, recomendado com seis estrelas pela publicação como “imperdível[2]. O trecho impactante consistia em uma suposta transmissão secreta de áudio entre a Apollo 11 e Houston, onde Neil Armstrong e Buzz Aldrin vêem algo “inacreditável” em nosso satélite natural. O áudio pode ser baixado e ouvido no sítio italiano “nonsoloufo”[3], que também o promove como originário da missão Apollo 11:

Armstrong:
– Ah! O que é isto?

Aldrin:
– Temos alguma explicação para isto?

Houston:
– Não temos, não se preocupem, continuem seu programa!

Armstrong:
– Oh, garoto, é… é… é algo realmente super fantástico aqui… você… você nunca poderia imaginar isto!

Houston:
– Entendido, nós sabemos sobre isso, você pode ir para o outro lado? Volte para o outro lado!

Armstrong:
– Bem, há algo como um topo lá em cima com uma coisa bem espetacular… ah meu Deus! O que é aquilo lá? É tudo que eu quero saber! Que diabos é aquilo?

Houston:
– Vá para Tango, Tango!

Armstrong:
– Ah! Há agora algo como uma luz lá!

Houston:
– Entendido, nós sabemos, perdendo comunicação… Bravo Tango, Bravo Tango, selecione Jezebel, Jezebel!

Armstrong:
– … sim… ah!… mas isto é inacreditável!

Houston:
– Nós o chamamos, Bravo tango, Bravo Tango!

No dia seguinte à exibição do programa no Brasil, tentei entrar em contato com os ufólogos que participaram do programa através do correio eletrônico, avisando que o áudio seria uma fraude e que o trecho da suposta conversa podia ser encontrado em um livro de ficção, “Alternative 3”. Infelizmente, à época não obtive resposta[4]. Logo enviei uma mensagem também a uma lista internacional de discussão sobre ufologia[5]. Sobre ela, recebi uma resposta, mas de Ademar Gevaerd, editor da mesma revista “UFO”. Gevaerd confirmou que o áudio é vendido pela publicação, mas que não conhecia nada concreto sobre a autenticidade ou não do mesmo. Outra tentativa que não deu resultados concretos foi uma carta enviada à Nova Zelândia para Leslie Watkins, autor do livro “Alternative 3[6], com um envelope pago de resposta, mas que não retornou.

“Science Report, 1 de abril de 1977”
“Science Report, 1 de abril de 1977”

Porém, “Alternative 3” era mesmo a resposta. O livro foi baseado em um programa de TV transmitido pela Anglia Television britânica alguns meses antes, em 20 de junho de 1977[7]. Era o último de uma série de documentários científicos sérios, “Science Report”, mas estava originalmente agendado para ser exibido em 1o de abril, como uma brincadeira. Embora tenha acabado sendo exibido em junho, permaneceu com o crédito final destacando a data original: o dia da mentira, dos tolos.

Os que assistiram ao pseudo-documentário descobririam que o misterioso desaparecimento de alguns cientistas ingleses revelava uma enorme conspiração mundial em que o governo dos Estados Unidos e a União Soviética, em um dos auges da Guerra Fria, eram na verdade parceiros que cooperavam em segredo. O plano sinistro, a “Alternativa 3”, envolvia o colapso ambiental da Terra e a morte da maior parte da população, enquanto a elite estabelecida escaparia para colônias espaciais na Lua ou em Marte. O sóbrio apresentador encerrava o programa dizendo: “nós sentimos muito que as implicações do que você viu são pouco otimistas sobre o futuro da vida neste planeta, contudo, tem sido nossa tarefa apresentar os fatos, como os entendemos. E esperar a resposta. Boa noite”. Isso, claro, seguido pelo crédito de 1 de abril.

Quando assisti ao pseudo-documentário, o que sim descobri foi que o suposto áudio “da Apollo 11” que estava investigando não estava baseado no livro Alternativa 3, e sim que era nada menos que o áudio copiado diretamente do programa de 1o de abril! O áudio original desse diálogo pode ser ouvido pouco mais de um minuto após o início da segunda parte do show[8].

Que o áudio seja originário da brincadeira de “Alternativa 3” explica todo o conteúdo da conversa. O astronauta na Lua, que não é nem Neil Armstrong, nem Buzz Aldrin, mas um fictício personagem chamado “Bob Grodin”, não está vendo discos voadores. O que ele viu quando foi à Lua foram colônias humanas já instaladas, parte da conspiração interplanetária da Alternativa 3. É por esse motivo que Houston não dá atenção a sua surpresa e avisa que “já sabe sobre isso”.

“Bob Grodin”, o astronauta Apollo que nunca existiu, e cinco anos depois de ir à Lua e descobrir a terrível “Verdade”.“Bob Grodin”, o astronauta Apollo que nunca existiu, e cinco anos depois de ir à Lua e descobrir a terrível “Verdade”.

“Bob Grodin”, o astronauta Apollo que nunca existiu,
e cinco anos depois de ir à Lua e descobrir a terrível “Verdade”.

Segundo “Alternativa 3”
, o homem não pisou na Lua apenas em 1969: o gran finale da paródia é nada menos que um vídeo mostrando o primeiro pouso tripulado de americanos e soviéticos em Marte no ano de 1962. Como se não fosse o bastante, o vídeo mostra um animal se mexendo no solo marciano.

Sucesso! Americanos e soviéticos pisam em Marte em 1962
Sucesso! Americanos e soviéticos
pisam em Marte em 1962

Os créditos finais da paródia “Alternativa 3”, se havia dúvidas sobre a autenticidade do programa, listam os personagens e os atores que desempenharam os papéis. E lá estava o ator Shane Rimmer como nosso astronauta, “Bob Grodin”. Uma pesquisa rapidamente revelou sua página pessoal[9] e a descoberta de que Rimmer é um ator com décadas de profissão que deve ser familiar a todos amantes de ficção científica. Sua estréia como ator, em 1963, foi como o “co-piloto Ace” no clássico de Kubrick, “Doutor Fantástico”. Daí em diante, Rimmer estrelou vários filmes como Fu Man Chu, com Peter Sellers, a série 007 (“Os diamantes são eternos”, “Só se vive duas vezes”, “O espião que me amava”), Superman 2 e 3 e nada menos que Star Wars, como um engenheiro Incom.

Rimmer também foi a voz de “Scott Tracy” na série animada Thunderbirds, dos anos 60. Contatei assim o ator para confirmar se ele era de fato a voz do “astronauta Bob Grodin” no áudio em que diz ver coisas “super fantásticas” na Lua. Ele gentilmente respondeu:

Sim, aqui está a confirmação de que era eu, Shane Rimmer, como a voz de Bob Grodin em ‘Alternativa 3’. Foi divulgado, como parte da promoção da exibição aqui no Reino Unido, que era gravado de um link secreto de comunicação entre a Apollo 11 e o controle da missão.

E é assim que uma brincadeira de 1o de abril, que a despeito de sua paródia, não envolvia extraterrestres, acabou sendo visto por alguns na ufologia como real. Quase trinta anos depois de criado, um trecho de “Alternativa 3” ainda é capaz de confundir, ainda mais quando promovido em pseudo-documentários que infelizmente não são, ou admitem ser, brincadeiras de 1o de abril. Porém, considerando a longa série de paranóia e credulidade que vem acompanhando “Alternativa 3” desde sua concepção – incluindo alguns que acreditam que todo o pseudo-documentário não seria nada falso – este é só mais um desenrolar da história. Nick Austin, que coordenou a publicação do livro “Alternative 3”, desabafa em seu artigo para Fortean Times: “por que uma fraude bem-feita, abertamente admitida como tal por seus criadores, deveria continuar a exercer a fascinação que tão obviamente exerce uma geração depois de sua aparição está além de meus parcos poderes de análise e explicação”.

Shane Rimmer em 007 e Star Wars

Shane Rimmer em 007 e Star Wars

Curiosamente, o suposto áudio Apollo criado por “Alternativa 3” parece ser o único áudio existente destas supostas “transmissões secretas” da NASA entre a Lua e a Terra. Há toda uma série de fraudes na ufologia relacionando a histórica missão Apollo 11 a OVNIs[10], incluindo uma conversa muito mais famosa envolvendo “bebês gigantes”, a chamada “transcrição Pepper”, mas elas parecem existir apenas em histórias e textos de pessoas que alegam ter ouvido o áudio. O trabalho de James Oberg, engenheiro espacial de Houston, EUA, entre outros, esclarece que nenhuma destas “transmissões secretas” jamais ocorreu. São fraudes comumente piores que “Alternativa 3”. Esta investigação e a descoberta da verdadeira origem do áudio apenas confirma a constatação, realizada mesmo pelo ufólogo J. Allen Hynek, que declarou em 1978 que “estas histórias de OVNI são falsas”.

Como notou Oberg: “Duas perguntas vêm à mente, mas não podem ser respondidas. Primeiro, a Apolo 11 não era excitante o bastante sem os OVNIs fictícios? E segundo, se há tantos outros casos OVNI verdadeiramente autênticos em registro, por que os ufólogos têm que confiar tanto em evidência duvidosa assim?”.

– – –

Agradecimentos
Com agradecimentos especiais ao ator Shane Rimmer pelo auxílio.


[1] [http://www.marcospontes.net/]

[2] Em comunicação privada com o autor deste artigo, o editor da revista, Ademar Gevaerd, confirmou que o trecho constaria do vídeo, vendido também no sítio on-line da publicação, com o subtítulo “Imagens surpreendentes e fatos extraordinários que a NASA esconde da opinião pública” [http://www.ufo.com.br/index.php?arquivo=videoteca.php&id=15]. Posteriormente, Gevaerd afirmou já não estar certo da presença do trecho no vídeo, e no momento em que escrevo estas linhas (15/10/2004), aguardo uma segunda (?) confirmação.

[3] Landing of Apollo 11 (20/7/1969): The voices of the astronauts and the answers from the base in Houston – [http://www.edicolaweb.net/nonsoloufo/voic_a11.htm]

[4] A mensagem integral enviada pode ser lida no endereço: [http://kentaro.mori.sites.uol.com.br/mori001.txt]. Depois que esta pesquisa já estava concluída, entrei novamente em contato com os mesmos ufólogos. Desta vez, enviei um rascunho deste trabalho, e recebi respostas.

[5] UfoUpdates [http://www.virtuallystrange.net/ufo/updates/2003/jul/m27-007.shtml]

[6] Para mais sobre Watkins e o livro, cf. “Alternative 3”, Nick Austin, Fortean Times, 121, Abril 1999 [http://www.forteantimes.com/articles/121_a3.shtml]

[7] “Alternative 3” está no Internet Movie Database: [http://www.imdb.com/title/tt0075664/]

[8] Uma versão on-line do vídeo pode ser baixada e vista pela internet: [http://www.thule.org/brains/aroundtheconspiracy.html]. O vídeo de “Alternativa 3” nunca chegou a ser vendido comercialmente, daí seu status clandestino, que alimenta as teses de conspiração.

[9] [http://www.sonopromotion.nl/stars/shane_rimmer.htm]

[10] “Os Incidentes OVNI da Apollo 11”, James Oberg: [http://www.str.com.br/ca/oberg_apollo11.htm], original em inglês: [http://www.debunker.com/texts/apollo11.html]

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

8 Responses to Houston, temos uma fraude

  1. […] No site CeticismoAberto existe um texto desmascarando a história. […]

    • Henrique disse:

      Boa noite.

      Existe sim varias bases na lua.No lado escuro existe desde a colonização da terra e o neil viu a que fica no lado claro da lua com 3 espaçonaves.Para maiores detales procure ler os livros de Robson Pineiro(Nephilis a origem e a trilogia que tem o livro O fim da Escuridã)Um abraço.

  2. Rend disse:

    Cara, seu site é muito bom, meus parabens. Faz anos que leio muita matéria que você escreve e a cada dia gosto mais.

    Simplesmente fantástico. meus parabens.

  3. eu tambem gosto do cetiscismo aberto mas costumava ir ao Acreditesequise.NET mas esse site acabou e sempre que meto o nome do site aparece wwwhats new por favor cetiscismo aberto podem-me dizer a partir deste topico como ir pro acreditesequiser?

  4. CAP. NILSON disse:

    A anos atras, +ou- 50 anos houve uma conferencia nos Estados Unidos, o qual reuniu alguns militares de exército, inclusive o Brasileiro. Não vou revelar o local nem o Pais, mas foi achado uma montanha, a qual em seu interior existe três OVNIS, enormes com dois braços e cada braço com três dedos como se fossem garras, nas paredes da caverna, pinturas de Faraós com criaturas com o dobro do tamanho de um humano, no interior das naves uma tecnologia que ainda hoje é desconhecida por nós, um exemplo é o sistema de iluminação que vem do material usado na fabricação do interios, não existe lampadas, mas é tudo claro dentro mesmo estando tudo no escuro, os ¨vidros¨ que envolvem a nave que é de formato arredondado em dois andares, é possivel enxergar tudo do lado de fora mesmo estando escuro como se fosse de dia, e de fora para dentro não é possivel se ver nada. Não é possivel retira-las do interior da montanha pois entraram pela parte superior e só por lá para sairem, ou seja…voando, quatro criaturas foram encontradas sem vidas, foram exumadas mas nunca foi revelado o laudo dessa exumação. Agora cada tire sua conclusão…

  5. Kaio Ramos disse:

    Muito bom, continue o bom trabalho!

  6. Alexandre Marcondes Machado disse:

    O ex-agente secreto da Inteligencia Naval da CIA, Milton William Cooper, ferido inicialmente, depois assassinado cruelmente, pois denunciou a sujeira das agencias secretas, do governo americano e dos famosos e perversos Bilderbergues, a respeito das bases subterrâneas, drogas, conspiração mundial e alienígenas negativos e seus acordos com o governo corrupto dos EUA, teve acesso a documentos sobre as Alternatives 1, 2 e 3 e muitos outros segredos, e além dos céticos de plantão, há aqueles que são pagos pelas tenebrosas agencias de inteligencia para negar
    qualquer afirmação, e dar explicações absurdas, incompletas e apresentar ” provas ”
    já preparadas por seus chefes, entretanto; somente os tontos acreditam nestes sujeitos cuja única função, é negar tudo que fuja do comum e corrente, ao invés de pesquisarem seriamente de forma cientifica com independencia e integridade sem se intimidarem nem se deixarem vender-se…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *