MENU

Uma máscara para todos seus encontros

Rods, ou skyfish

15 de fevereiro de 2006 Comments (58) Views: 8402 Ceticismo, Fortianismo, Ufologia

Orbs, Rods e Covos

O ufólogo Claudeir Covo (INFA) e sua esposa Paola (INPU) estão enviando uma série de mensagens sobre “orbs” e “rods” a listas de discussão, reproduzimos abaixo algumas delas com sua gentil autorização:

Desde que o José Escamilla divulgou esse assunto, em 1994, passei a acompanhar tudo que é publicado à respeito. Hoje existem várias dezenas de sites sobre ORBs e RODs, nos mais diversos países, com milhares de fotografias, com as mais diversas conclusões.

Nesse tempo todo fiz as mais diversas experiências, e ainda estou fazendo, bem como tenho trocado muitas idéias e conceitos com outros pesquisadores.

Tenho duas fitas de vídeo do Escamilla. Tenho também um documentário sobre Obliteração Solar. Fiz muitas experiências com Obliteração Solar. Analisei essas inúmeras imagens, paradas e em movimento, além das imagens que eu obtive.

Basicamente, existem duas correntes ao redor do mundo:

1 – Que são uma nova espécie de vida. Alguns dizem serem de outra dimensão.
2 – Que são simples insetos, pássaros, poeira, gotas d’água, pólem, etc…

Como Ufólogo, gostaria muito que os ORBs e os RODs fossem realmente algum tipo de sonda ufológica ou algo inexplicável, mas as evidências dos fatos me levaram a conclusões bem conhecidas, felizmente ou infelizmente, não sei.

A minha conclusão é que os ORBs e os RODs são bem terrestres, envolvendo insetos, pássaros e micro partículas em suspensão na atmosfera.

Também não vejo nenhuma diferença entre ORBs e RODs, pois os resultados finais nas imagens são semelhantes, variando apenas nas aletas laterais nos RODs.

A grosso modo podemos definir como ORBs a imagens em fotos, envolvendo círculos (não são esferas) transparentes (partículas em suspensão na atmosfera), totalmente fora de foco.

Da mesma forma, podemos definir RODs os cilindros com aletas (insetos batendo as asas), em foco, envolvendo filmes.

Lamento que os defensores de que ORBs e RODs são uma nova espécie de vida, ou algo inexplicável, em suas colocações, não entram em detalhes técnicos sobre os equipamentos que capturam essas imagens e os equipamentos que reproduzem as mesmas.

É fundamental ter conhecimentos técnicos sobre as máquinas fotográficas, bem como as videográficas. As pessoas que estudarem isso, com certeza vai ter outros elementos para entender o que realmente acontece com as imagens finais de ORBs e RODs.

Historicamente falando, o primeiro dispositivo de ver imagens foi a CÂMARA ESCURA, conhecida desde a época de Cristo. Tudo indica que essa câmara foi utilizada por Leonardo da Vinci para fabricar o Santo Sudário, mas essa é outra história.

Em 1826, o francês Joseph Nicéphore Niepce conseguiu, pela primeira vez, fixar uma imagem, com o auxílio de sais de prata e com o princípio da câmara escura, após 8 horas de fixação. Depois disso, várias pessoas perceberam que uma seqüência de fotos podia dar a falsa sensação de movimento. Após inúmeras tentativas, chegou-se ao Kinetoscópio, no final do Século IXX.

Tiveram que usar uma exposição de fotos acima do tempo de retenção da retina humana, de aproximadamente 1/18s. Utilizaram 24 quadros por segundo e cada quadro é apresentado 2 vezes, tendo assim 48 campos por segundo. Assim nasceu o cinema.

Já no século XX, a televisão partiu para o mesmo conceito, utilizando 30 quadros por segundo, sendo que cada quadro é apresentado 2 vezes, tendo assim 60 campos por segundo. Também temos que saber que o feixe de elétrons emitido pelo cinescópio varre na freqüência horizontal de 15.750 Hz e na freqüência vertical de 60 Hz.

Assim, temos o efeito estroboscópico, o batimento de freqüências, entrelaçamento de imagens, etc…, que afetam a visão humana e nos dá a falsa sensação de algo que não está acontecendo, como a roda de uma carroça que gira para trás, mesmo ela indo para a frente.

Também temos que levar em conta a movimentação da câmara, a movimentação da partícula ou inseto e a movimentação das asas de um inseto. Tem inseto que chega à velocidade de até 60 Km/s. Tem inseto que bate as asas na incrível freqüência de 1.000 (mil) vezes por segundo, que é o caso da libélula. Fotógrafos profissionais só conseguiram fotografar uma libélula com as asas “congeladas” (sem movimento), utilizando velocidades do obturador em 1/25.000s. Temos também que levar em conta a abertura, o tempo de exposição, a distância, o foco, a sensibilidade do filme, etc… O mesmo conceito também se aplica nos equipamentos digitais.

Com esse dados em mãos, já podemos começar a fazer as nossas próprias experiências e ter elementos concretos em mãos para se chegar a uma conclusão CORRETA.

Com um tempo de exposição convencional de 1/60s, uma simples bola de bilhar em movimento, deixará de ser uma bola e passará a ser um ROD.

O tamanho do ORB e do ROD não importa, pois podemos conseguir o mesmo efeito utilizando micro ou macro elementos. Por exemplo, fiz a foto de um “ROD” com mais de 30 metros de comprimento, a uma distância de 150 metros. O resultado final é o mesmo. Trata-se de um avião.

Se esse gigantesco “ROD” (avião) estivesse batendo as asas, teríamos ao lado do falso cilindro movimentos helicoidais.

Se no tempo de exposição de um fotograma, o inseto bater 5 vezes as suas asas, iremos ter uma figura do seguinte tipo:

Se fazermos 4 cortes transversais no ROD acima, à direita, e sobrepor as 5 imagens resultantes, iremos ver claramente que são iguais, ou seja, o inseto foi capturado 5 vezes no mesmo fotograma.

Outro detalhe importante é conhecer um pouco de IMAGENS FORA DE FOCO

Nesse caso, quando a partícula em suspensão na atmosfera ou inseto estiver totalmente fora de foco, o tamanho final vai ser aumentado em dezenas de vezes. Nessa primeira figura do site acima recomendado, vemos que um simples ponto fora de foco (O2) vai ter o enorme tamanho definido por F’1 e F’2 (vide figura).

Assim, com imagens fora de foco, um simples micro objeto vai ter um tamanho bem grande e transparente, como nessa foto onde um ORB aparece sobre a cabeça do nosso colega Marco Antonio Petit.

O ORB sempre será CIRCULAR quando o diafragma estiver totalmente aberto. Se o diafragma estiver ligeiramente fechado, o ORB terá a forma da quantidade de palhetas do diafragma, que pode ser tetragonal, pentagonal, hexagonal, etc…

Bem, podemos também pegar ORBs parados e em movimento, inclusive com a decomposição da luz branca no espectro colorido.

Um simples pássaro irá gerar o seguinte ROD:

O incrível é que quando as pessoas conseguem algum ORB ou ROD em um cemitério, o assunto passa a ser alma, alma penada, espírito, assombração, etc…

Quando o objeto está ligeiramente perto do foco, a imagem final pode ser bem sugestiva, como esse ORB “apaixonado”.

Bem, não sou o dono da verdade e sim um simples pesquisador. Todas as minhas teses eu procuro reproduzir em laboratório, que normalmente é a sala da minha casa ou quintal. Quando consigo reproduzir, então concluo ser a tese verdadeira. Quando eu não conheço um certo assunto, eu procuro pessoas que entendem para, assim, aumentar os meus conhecimentos, antes de lançar uma hipótese aleatória, sem nenhum sentido e sem embasamento científico.

Se o José Escamilla provar que a sua teoria está certa, certamente ele vai ganhar o PRÊMIO NOBEL. Depois de 12 anos isso ainda não aconteceu, e eu tenho certeza que nunca vai acontecer. Se eu estiver errado e ele me provar, saberei humildemente pedir desculpas.

Tags: , , , , , , ,

58 Responses to Orbs, Rods e Covos

  1. WILLIAM MORAES CORRÊA disse:

    As fotos que vocês mostram e os textos apresentados são brinquedos e efeitos de luz. nada tem a ver com os fenômenos, objetos e máquinas tecnológicas que estão espalhados pelo planeta.

    Ou seja, vocês não passam de funcionários “contratados” de gabinete, que nada fazem a não ser ficar sentados, coçando, falando mal da vida alheia, sem se perceber que nos corredores a vida segue normalmente, e que, um dia, os concursados sempre virão.

    Deve ser tão vazia a vida de vocês, que só enxergam o umbigo e pensam que a vã existência termina na esquina. Que a vida se resume a ir de casa pro trabalho, ganhar pouco num país pobre, de governo lascado e corrupto, esperando a morte chegar, banguela, deitando-se numa cama de colchão duro.

    O site de vocês nada tem de científico. É ridículo. Vão estudar e procurar fazer desta droga de Terra um lugar mais decente para viver. Quantas crianças passam fome e vocês apenas querendo aparecer.

    Será minha última mensagem para voc~es, hipócritas fariseus. Espero que aproveitem.

    E que tenham sucesso. Ao menos, tentem ser felizes!

  2. + q porra disse:

    é isso ai william

  3. WILLIAM MORAES CORRÊA disse:

    Repito: Uma coisa é estudarmos naves espaciais e fenômenos cósmicos; outra, é perder tempo explicando meros efeitos luminosos que alguns “espertos” utilizam para enganar tolos.

  4. Coyote disse:

    Que comentário mais inútil, acabei de ler um excelente trabalho para chegar ao final dele e me deparar com um moleque que inveja o intelecto alheio…

    VÁ LEVANTAR SUAS PRÓPRIAS PAREDES, PARA NÃO PRECISAR VIVER ENCOSTADO NAS DOS OUTROS.

    Fora isso a matéria é bem interessante, esclarece alguns dos mistérios que uma fotografia pode capturar, embora ainda há muitos outros sem explicação…

  5. cristiano gonçalves gomes disse:

    Concordo com tudo que o Claudeir Covo disse. Acho que “rods” e “orbs” como os apresentados aqui não passam de ilusões. Disco voadores existem, mas fotos falsas também.

  6. Neon lie disse:

    Os ”rods e ”orbes” existem desde sempre; são fenômenos em abundância na terra, ocorrem constantemente, só precisam ser estudos a fundo e compreendidos.

  7. vc sabe quem sou eu disse:

    meu eu acredito agora é so vc vc quem sabe se vai acreditar ou nao!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  8. rufini disse:

    tbm acho, querem ver anormalidade num efeito de luz

  9. Jonas Neto disse:

    vcs soh mostraram possiveis efeitos para eganar pessoas, mas isso nao prova q rods naum existem, apenas prova q podem ser fraudados.. acho q foi mais ou menos isso q vc quis dizer neh william. bom alem disso, pq alguem inventaria do nada a teoria dos rods, e tambem, se rods sao mentiras, porque escolher justo este efeito optico para inventar uma criatura em torno disso….. se jose escamila quisesse criar uma criatura do nada, ele simplesmente usaria outro efeito mais convincente. alem disso, voce soh levou em conta as fotos normais, mas e as polaroids q nao odem ser editadas? fica aki essa duvida para os ceticos… (e sim, eu plagiei esta frase do filme espiritos para quem estiver se perguntando, mas ela seencaixa bem aki)

  10. Jeff disse:

    Prá quê, em sã consciência, alguém forjaria “RODs”? Não é mais lógico que, se todos os RODs são idênticos aos efeitos mostrados aqui (E SÃO!), que todos os RODs e Orbs SÃO APENAS ESSES EFEITOS, mas que por desconhecimento, ou má fé, foram divulgados por alguém como sendo “UM TAL MISTÉRIO” até que a moda pegasse? Essa dúvida entre RODs verdadeiros e reais não existe! São todos verdadeiros! Todos efeitos de velocidade, luz, sombra, reflexo, e um bocado de desconhecimento de como funcionam máquinas e equipamentos de fotografia. Quero ver alguém conseguir registrar um RODzinho sequer com uma filmadora de alta velocidade, do tipo que faz 10mil quadros por segundo!

  11. Marcos disse:

    Para os céticos eu sempre digo:
    “Meu amigo se prova vale alguma coisa MÉDICO NÃO FUMAVA !”
    É verdade que os orbs podem ser forjados. Todavia há registros de orbs sem as ocorrêcnias expostas acima, como por exemplo uso de flash, falta de iluminação, poeira e etc.

    Sinceramente prefiro a humildade de “A mais coisas entre o céu e a terra do que supõe nossa vã filosofia”.

  12. tiago disse:

    seguinte está teoria de orbs dizendo que são poeiras ou flash da camera estão totalmente ´´errados´´. isso está na forma ciéntifica mais em formas religiosas ou espírita é totalmente diferente.
    são orbs são esferas super brilhantes não tem caminhos a ser perseguidos,estão em vários lugares onde vc está..
    os orbs podem ser vistos a olho nú sem cameras sem nada,é somente você saber de concentrar na hora e no dia apropriado. orbs podem ser seres que tenham medo de nós por isso não aprecem, eles são a fonte energia que fica dentro do nosso espírito. rods é diferentes não há formas significativas é como se fosse abrir um caminho preto na tua frente,mais esse caminho ele fica em super movimentos ,e se vc se concentrar muitoo mesmo vc consiguirá perceber isso,mais pra vc conseguir mesmo você não pode pensar em absulutamente em nada pois atrapalhará
    quem quiser mais comentários ou dúvidas deixarei meu email: [email protected]

  13. Leo disse:

    Pude ver certa vez uma esfera do tamanho de 5mm de diãmetro a minha frente, quando a vi a “orb” parecia que também havia me visto e tentei deviar da luz e ela parecia com vida e tentava desviar de mim.

    Eu estava caminhando em uma calçada em São Leopoldo RS logo à noite quando retornava da faculdade.

    Quando a “orbe” surgiu eu estava caminhando e ela apareceu do nada na altura dos meus olhos na minha frente.

    Foi o único fato inexplicável que presenciei até hoje.

    Era da cor vermelha neon.

    Perguntei para especialistas em luzes de infravermelho de armas para uma resposta porém me disseram que a luz do infravermelho não se projeta no vácuo e que necessita de um ponto para se projetar.

    Fica aí meu depoimento que asseguro verdadeiro.

    Agora vi que não foi somente eu que presenciei tal fenômeno que deve ser estudado.

    Léo.

  14. Marcos disse:

    Sempre tiro fotos da minha filha, em diversas situações, lugares, exposições e nunca tinha aparecido nada. A maioria tenta explicar o fato do aparecimento a particulas suspensas no ar então por que não apareceram antes já que minha casa estava no auge das obras?. A primeira foto apareceu no quarto, e minha filha estava olhandoc pra dentro dessa esfera, parecia que ela estava vendo aquilo, as que se seguiram foram proximas a ela sempre que ela estava bem alegre. dizem que as crianças percebem o mundo espiritual até os sete anos, vivendo entre dois mundos, inclusive elas tem seus amigos invisiveis. Pra mim essa explicação é a que mais me convence já que tirei umas fotos na igreja e apareceu muitas delas sobre as pessoas e tambem sobre a imagem de Cristo.

  15. Witch disse:

    epá, o k eu costumo dizer é k kem n sabe k se cale a boca!

    isto são obres e kem sabe é kem vive nesse mundo…agora os tais cepticos k se calem pk se são cepticos é pk n acreditam e se n acreditam n têm k vir pra aki gozar e insultar as pessoas k acreditam!

    mta gente n sabe o k há por aí e qdo se depara com numa foto teve ficar de tal modo assustado k dps só dizem é merda!

    os tais gajos k meteram aki comentarios a gozar ou a insultar é k deve arranjar alguma coisa k fazer em vez de tar a fazer e dizer estas cenas com kem sabe!

    isto é verdade! tb eu tenho fotos de orbes e espectros ao pé de mim e pode se dizer k kem sente passa um mau bocado qdo sente k as coisas k tão á volta têm uma energia negativa…

    vá calem lá a bokinha oh senhores ignorantes!

    e sim grandes fotos..cda um tem a sua… :)

    Adeus

  16. Roberto Pesserl disse:

    Lamento que tudo sempre tenha que ser transformado em grandes desconfianças de que tudo é trucado, não pode existir, etc…etc….
    Ser cético sim, ingênuo, não. Não é um contra censo? Sim. Por que?
    Por que a simples existência de vida na Terra já prova que existem outras vidas. Deus não seria imperfeito em sua perfeição se assim não fosse? Nossas condições são tão precárias, nosso equilíbrio tão frágil, que o fato de existirmos na superfície da Terra já prova que há vida em outros mundos.

    E se somos tão arrogandes de pensar que somente aqui pode existí-la então merecemos ser considerados de ingênuos e infantis.

    Concordo que existem truques e mais truque de imagens e que a computação tudo pode.

    Mas no caso específico dos Rods( e porque não, dos UFOS) os filmes feitos por Escamilla e outros, são e foram determinados como autênticos por mais de uma especialista nos Estados Unidos e Europa. Além evidentemente, de outras pessoas os haverem filmados com maior ou menos acuidade visual.

    Acho que isenção e equilíbrio ficam mais adequados do que o ceticismo puro e simples.

    Investigar e apurar, sim; simplemente ” meter o pau” para se dar ares superiores, intelectualóide de botequim, não gera o efeito desejado…
    Lamento

  17. Wagner Luiz disse:

    Sacudindo-se um tapete e tirando-se uma foto registrar-se-ão milhares de ORBs e RODs, que alguns também conhecem por “emanações ectoplasmáticas” e por “fantasmas”. Se foto tivesse áudio é provavel que se pudesse ouvir um BUUUUUUU… enigmátio e sinistro de fundo.

  18. wladmyr disse:

    O meu comentário é sobre as luzes em cemitérios.
    Os orbs não são a única explicação possível para luzes fotografadas em cemitérios,existe um fenomeno chamado fogo fátuo que também ocorre em cemitérios e tem o mesmo efeito, a diferença é que os orbs, pelo que entendi só aparecem em fotos enquanto que o fogo fátuo pode ser visto a olho nú.

  19. Odan disse:

    Acho as conclusões precipitadas. Hoje, dia 22 de Julho de 2008 o History Channel apresentou um documentário a respeito do assunto, com grande quantidade de filmes e análises, de céticos, crentes, cientistas e pesquisadores.
    Em alguns casos o fenômeno pode ser reproduzido ou mesmo ser um engano, mas em outros, não é tão simples assim.
    A caso do para-quedista e da caverna chinesa, por exemplo, merecem melhores estudos e conclusões. Certamente não se quer dar um caráter misterioso ao assunto, mas precisamos de explicaçoes melhores do que essas apresentados em seu site.
    Boa noite.

  20. José Luís Santana disse:

    Cara! Pra que explicação de uma coisa tão óbvia??

    É de cair o queixo!

    Mesmo com toda a paciente explicação sobre um tema tão idiota e auto-intuitivo que até uma criança é capaz de desvendar alguns panacas ainda defendem a existencia dessas besteiras…
    Como se perde tempo com tolices

    • zekona disse:

      Deves de andar a dormir ó santana.

      Orbs. Poderão ser , em minha opinião, tanto seres de outros planetas como de pessoas já falecidas em seus corpos de desejo, astral etc,. podem ser inclusivamente pessoas vivas ( com corpo fisico ) com capacidade de projectarem o seu corpo astral.

      se investigares vês milhares de fotos , filmes e relatos de pessoas que o presenciaram.

      e já agora tenta tú tirar fotos a qualquer local da tua casa , e verás essas esferas de Luz em muitos lugares.

      e depois amplia.

  21. Fernando Antonio disse:

    Uma vez minha mãe estava muito doente e falava até em morrer, quiz deitar na sala e ficou perto da janela que estava fechada, fui para o meu quarto, já tinha levado ela para o hospital e feito vários exames e já tinham passados vários dias e ela só piorava. No meu quarto fui para o computador e de repente vi no monitor de segurança numa câmera voltada para o quintal uma esfera faiscante que ficou por 30 minutos perto da janela onde minha mãe estava pelo lado de dentro da sala. Fique intrigado e acabei apagando todas as luzes da casa e a esfera de luz continuou lá subindo e descendo perto da janela. Eu ainda nem sabia nada sobre essas esferas de luz, só sei que no dia seguinte minha mãe que estava muito doente por vários dias levantou como se não tivesse nada. Totalmente boa de saúde. E era somente uma esfera que ficou a dois metros dela, como aquela esfera ficou perto da janela faiscando por 30 minutos e como minha mãe levantou completamente com saúde após essa aparição???

  22. Banana disse:

    Ufologia é uma coisa, crendice é outra…Acreditar em tudo, sem crítica, é sinal de estupidez. Tanto é verdade que a maioria dos comentários contrários aos do post são de pessoas que nem mesmo conseguem escrever direito (fora os erros de gramática) e nem organizar suas “idéias” num texto que dê pra se entender…
    Façam o seguinte: acreditem em tudo, monstro do lago Ness, abominável homem das neves, fantasmas, vampiros, duendes, fadas, padres, rabinos, pastores, rods, macumba, magia negra, feitiçarias, Lula e políticos, etc.
    Realmente devem existir os rods. E devem ser muito hábeis pois até hoje ninguém engoliu nenhum ou achou um grudado no para-brisas de seu carro, caminhão, avião… Devem se alimentar de energias muito sutis e também não fazer côco. Ou devem ser pequenas engenhocas extra-terrestres que vem aqui nos espionar, saber como vivemos, e fazem isso dentro de cavernas e nas florestas, e transmitem milhares e milhares de informações que obtem (já que seu número é enorme) dos mesmos lugares, para uma raça superior que, apesar de ter essa tecnologia, não tem coisa melhor para fazer do que ficar espionando uma categoria de vida tão inferior como a nossa…

    Fora o pessoal que acredita em tudo que sai do monitor da TV ou do computador. Amigos, TV = audiência, TV+Sensacionalismo = Muito $$$, e esse $$$ todo sai do bolso de otários como vocês.

    Ao Fernando acima: E como nem sua mãe nem ninguém mais viu a esfera que ficou meia hora pra lá e pra cá, perto da janela? E porque, já que voce tem uma câmera de vigilância ligada ao computador, não gravou o fato?

  23. Davi Figueira disse:

    Algumas imagens de Rods me fazem lembrar de microorganismos vistos em um microscópios. Podem ser casos de mera sobreposição de imagens.

  24. clea marcia disse:

    ..minha cam é uma sony cyber shot 8m
    sempre sai as esferas..fico muito intrigada com isso..em lugares que tem luz ou nao tem luz elas aparecem….com flash ou sem flash..sempre aparecem…
    nao acredito que seja poeira iluminada perto da cam..porque ja levantei muita poeira com a luz do sol batendo no local e as esferas não aparecem..mas lugares nitidamente carregados de enrgia positiva ou negativas la estao as esferas..

  25. clea marcia disse:

    bom.esse assunto sempre me intrigou..ontem estive no parque da vila prudente visinho dos tumulos do cemiterio da vila alpina..estive por volta das 21 horas.e tirei varias fotos da divisa do cemiterio com o parque..apreceram inumeros orbs..se fosse umidade do ar porque so apareceram na divisa com o cemiterio e nao no resto do parque? no resto do parque em nenhuma foto apareceu os orbs…detalhe,,enquanto fotografava os orbs..minha cam deu uma pane e nao funcionou mais..qdo sai do parque ela voltou a funcionar….tenho essas fotos disponiveis e tinha gente de tetemunha..bjo….queria apenas entender melhor sobre os orbs…vou tirar fotos agora da garagem do edificio joelma..não quero provar nada..mas umidade do ar nao é.se nao sairia em todas as fotos que tiramos ontem a noite.poeira? não é..inseto contra a luz tirei de varios e nada..enfim…kkkkkkk um misterio gostoso de se pesquisar.

  26. Van disse:

    Gente, Deus nos deu o livre arbitrio e isto nos dá o direito de acreditar ou não naquilo que vemos, sentimos ou cremos como verdade.
    Portanto quem não acredita simplesmente respeite a opinião alheia!
    Quanto aos rods e cia eu os vejo em minhas fotografias ha muitos anos. acredito que muitos aparecem principalmente em lugares onde a “frequencia”, a energia é MUITO positiva. Participei de um evento onde reunimos mais de 300 pessoas para vibrar durante um dia inteiro mantras e emanar o seu poder em prol da nossa terra. Simples assim.
    Dias depois quando fui descarrregar as fotos percebi que havia muitas destas esferas luminosas sobre nós. Isto foi em 2004.
    Ainda hoje eu as observo em minhas fotos, pois elas continuam aparecendo cada vez mais, até mesmo em lugares comuns como dentro do quarto de minha antiga casa.

  27. Mario (ou Cheetara) disse:

    Não é questão de acreditar, é questão de provar.

    se só acreditam, não precisam ficar falando “ah! mas existe”, apenas sentem em suas cadeirinhas, acreditem e tentem viver felizes com uma (possivel) mentira.

    o ambito dessa materia (e do site) é que, pra muita gente (gente com sanidade) o simples contar “ah! eu vi” não é o bastante. se alguem aqui conseguir provar que Rod ou Et ou Deus existe (e provar siginifica que o mesmo teste que você fizer eu faço e chego na mesma conclusão) ai o site vai fazer uma materia dizendo que a coisa em questão existe (alem de, é claro, você ganhar todos os Nobel’s)

    agora, se vem escrever besteira aqui, sem nem conseguir organizar ideias ou montar um texto inteligivel, e vem pra falar “ah! eu acredito! parem de tentar mostrar que estou errado”, é muito melhor ficar quieto e ver TV FAMA

  28. […] mas escorrega talvez ainda mais feio ao mencionar que seriam insetos desconhecidos. Em verdade são apenas insetos comuns capturados em vôo. Os apêndices oscilantes vistos nas imagens ocorrem porque os insetos batem suas asas várias […]

  29. Victor disse:

    Ok,eu concordo na parte de orbs e rods serem defeitos de cameras fotograficas e filmadoras qto ao foco e velocidade,porém,como explicar os rods gravados em aeroportos,nos quais os aviões aparecem perfeitamente,e um rod passa em alta velocidade de maneira que nem o cara q estava gravando percebeu a sua presença,e depois o fbi tomou a fita,alguns se supõe q são insetos mas as pessoas dizem nao ter os visto,entao eh bom se repenssar bem alguns casos,lógico,o lance de velocidade e imagens comuns eh relevante sim,pra mim como as aparições extraterrestres,90% eh falso e o resto deve-se analizar bem os fatos…

  30. Jader disse:

    Muitos ficam a malhar pesquisar de outros, vejo de manieira diferente de todos. Enquanto não nos conhecermos como espirito ou seja Força e materia e é o que tudo existe no Universo, ainda viveremos na escuridão.

  31. Luis disse:

    A mancha luminosa circular sobre cabeça do Marco Antonio Petit é bem conhecida dos fotografos – chama-se “flare”. É causada pela incidencia de uma fonte luminosa sobre o conjunto optico da objetiva. Normal. Mas eu realmente gostaria de um exemplo que produza o MESMO efeito que é visto caso dos ROD’s. E o que dizer dos vídeos? Assisti um documentario onde parapsicologos filmaram um fenomeno muito parecido no interior de uma residencia onde ocorriam manifestações paranormais. Neste documentario o “rod” realizava evoluções entrando e saindo da cabeça de uma pessoa, indicando assim sua natureza sutil (energetica). Bizzaro. Por favor, vamos pesquisar mais antes de julgar e condenar.Não vejo problema em admitir um engano. E voces?

  32. Saudações .Quando tirei as primeiras fotos com a digital,me deparei com bolas ou círculos inexplicáveis.posteriormente fui pesquisar com fotógrafos profissionais,ouvir comentários do Claudeir Covo, e de outros pesquisadores,realizei experiências com partículas em suspensão e outras observações.A explicação do Claudeir sobre insetos pequeníssimos e frequência de movimentos das asas,é a mais lógica que percebi.Isto explica 100% de figuras anômalas em fotos? Claro que não,pois a sensibilidade das máquinas irá aumentar, e notaremos que estamos rodeados de “anomalias” de todo tipo.Mas enquanto isto não acontece…Se clicar a página do jornal Gazeta de Caçapava,de 28 de jan/2010 ou nas páginas da http://www.farrapo.com,veremos dois “orbs” bem interessantes.Não existe acasos,sorte ,azar,coincidências,existe desconhecimento dos inúmeros processos.P.S>Casos ufológicos aqui na cidade de Caçapava do Sul,são inúmeros.Atenciosamente,Elver.Telef; 55-32814678.

  33. Gustavo disse:

    Claro que não devemos acreditar em tudo que vemos ou ouvimos por aí. Devemos estar abertos à todas hipóteses possíveis, analisá-las, assim como o sistema (no caso, os rods e orbs) em questão. Se à partir das experiências e análises uma hipótese mostrar-se falsa, ela deve ser descartada (e aproveitar alguns pontos dela, se necessário).
    O fato é que o documento aqui apresentado diz bastante coisa. É baseado em experimentos e informações. Mas, ainda assim, a maioria das imagens parecem obviamente falsas, efeitos que vemos facilmente em vídeos e fotos. Dessa forma, muitos fenômenos que acontecem por aí ficam sem explicação, por parecem, realmente, VERDADEIROS.
    Orbs a gente vê de monte, fato. Mas, falando especialmente dos rods… Não tem como negar que alguns vídeos são intrigantes. A gente, na verdade, percebe que muitas coisas são falsas, naturalmente. Mas, algumas outras coisas, parecem difíceis de se negar que são reais. Não por ter conhecimento ou não, mas sim por simplesmente sentirmos e percebermos através de nossa própria natureza e experiência que aquilo parece verdadeiro. Algumas coisas podem nos deixar confusos e levar-nos à confusão, por parecer tão real, mas possuir um padrão tão diferente do que estamos acostumados que nos deixa com uma sensação de ser falso.
    Mas, existem coisas que precisam ficar claras:
    1 – A ciência não é onipotente. A ciência não é tudo que temos. É uma ferramenta poderosíssima e essencial para o desenvolvimento humano, mas JUSTAMENTE pelo fato de estar sempre se desenvolvendo, mostra que sempre há coisas que são, para ela, desconhecidas.
    2 – Mais importante que tudo isso, é a vida. Se estamos aqui, vivos, é porque herdamos o gene da vontade de viver. Caso contrário, seríamos facilmente extintos há muitos anos atrás. Queremos viver, naturalmente, mas viver trás sofrimento. Cabe a cada um de nós decidir: Fazer o próximo mais feliz, não fazendo, pelo menos, aquilo que não queremos para nós mesmos (apesar de que nem sempre aquilo que você não quer, o outro também não vai querer). Mas, enfim. Você gostaria de ser desacreditado quando viesse contando uma experiência? Se sentiria feliz? Hm, acho que não. Pelo menos é assim que eu me sentiria. Assim sendo, por favor, não fiquem esculachando os outros só porque suas vivências não são provadas. Eles não querem provar que algo existe, querem apenas compartilhar suas experiências em comum para chegar em alguma resposta palpável.
    3 – Um engraçadinho disse, literalmente, que quem acredita em coisas não provadas através da ciência, são pessoas burras, por não escreverem direito, por exemplo. O que que é isso? As pessoas querem respostas, só isso. Elas não se contentam com algumas respostas que, realmente, são fracas. Se nos contentássemos tão facilmente, será que nosso conhecimento acumulado através da ciência estaria aonde está hoje? Acho que não. E qual o problema de elas não escreverem muito bem? Acho que sei a razão disso. Você se embasou no método científico e, obrigatoriamente, precisa escrever direito. Acontece que, nem todos são cientistas e nem todos tiveram a mesma base educacional e, consequentemente, não escrevem certinho. Às vezes porque nem querem mesmo, não porque não sabem. Mas tanto o cientista como o “leigo”, estão vivendo e sentindo. Eles, obrigatoriamente estão adquirindo experiências, mas de formas diferentes. Então, me poupe dessa ignorância.

  34. Se fizermos uma atenta leitura dos livros “espíritas” que tratam de “materializações” e “fenômenos “luminosos” ocorridos durante as “sessões”, iremos encontrar descrições, fotos e desenhos que se enquadram perfeitamente nos fenômenos “OVNIs” e “ORBs”. Por isso, acho que deveriamos voltar a nossa atenção também para os chamados “fenômenos espíritas” quando estudamos o assunto “OVNI”. O comportamento das “naves” também tem certa familiaridade con o que se refere ao comportamento do ectoplasma durante as supostas “materializaçõs”. O avistamento de globos e círculos de luz que flutuam pelo ambiente é citado durante inúmeros relatos de “sessões” espíritas, tanto aqui quanto no exterior.
    Não sou espírita, mas acredito que os relatos contidos na farta literatura “espírita” poderiam nos fornecer algumas valiosas pistas em relação a “UFOs” e “ORBs”.

  35. Avany disse:

    acreditar ou não fica a critério de cada um(livre arbítrio).Mas quando se tem experiências reais,é muito pessoal.porque a maioria das pesoas só acreditam quando presenciam fatos.Só depois passam a acreditar.Eu posso dizer com toda minha convicção q já presenciei muitos fatos,e nao fico perdendo meu tempo pedindo pra aparecer ou procurando meios q isso apareça! simplesmente eles acontecem! certa manha desse ano 2010,derrepente me acordei do nada e presenciei uma bola ,parecia sólida ,como um cristal e nao estava junto a parede ,havia uma distancia de aproximadamente uns 20cm da parede.Ela se movimentava de acordo com o contorno d parede num quadrado,e eu olhando ,quando se aproximou da porta q esta estava fecha ,acima da porta ela entrou na parede e sumiu,e na minha cortina bege estava uma faixaa de quase meio metro de largura ,com uma cor vermelho ,nossa vermelho sangue,foi tao forte isso! que vc nao pensa no momento em tirar fot e nada pra nao perder esse fenomeno,foi o q fiz fiquei olhando com os olhos bem fixos pra nao perder nenhum detalhe.Eu passei varias xs as mãos no olhos pra ver se nao era sonho ,mas eu estava bem acordad mesmo,tornei a deitar pq eu estava sentada logo após q vi,peguei no pano da cortina e nossa parecia ser do proprio pano a cor vermelha, e meses depois tireiumas fotos à noite de meu quarto e de minha mãe e apareceu umas bolas ,tirei de imediato outras mais nao aparecia como as que aparecia na primeira.gostaria de saber oq realmente será que foi ,como se explica isso?

  36. angélia disse:

    Bem amigos, O que posso falar que no dia da lua cheia de agosto, fizamos um mentalização para ajuda ao planeta. Pois fotografamos todos reunidos e apareceram bolas de Luz (orbs)em volta do grupo, aí pedi para que tirassem fotos indivuduais para saber de quem eram aquelas bolas, e foi feito como pedi. Todas as pessoas que foram fotografadas aparecem as bolas em intensidade diferente, deixo saber que eu fui a única que não apareceu as bolas e pergunto a voces. Será porque?

  37. angélia disse:

    Mas uma coisinha tenho as fotos gravadas para estudo no meu computador.
    Uma coisa eu sei não foi problema da máquina.

  38. Marcos Silva disse:

    Parabenizo o Sr. Covo pela matéria apresentada.
    Sou afcconado da astronomia e sei que praticamente todas as centenas de trilhões de estrelas que compõe a Via Lactea abrigam planetas e, creio que a vida é abunante no universo mas não creio na existencia de ovnis visitando a Terra.
    Quanto as orbs, fenomenos registrados apartir do advento de das máquinas fotográficas, também são amplamente relatados pelos meus avós, pais e contemporaneos deles que falam de esferas se movendo fatasmagoricamente sobre as arvores, campos e rios.
    Não creio, porem, serem orbs manifestações terrestres e muito menos extraterrestres mas sim manifestações de mundos paralelos, mundos dentre os quais somos os mais inferiores.
    Em Hebreus 11.3 o Apostolo Paulo diz que o mundo visivel foi criado partir do invisivel.
    Pesquisei muito sobre isso, aparições, abduções e contatos e chequei a conclusão de que são manifestaçòes espirituais, excetuando-se as fraudes e as distorções como as citadas com muita propriedade pelo Sr. Covo.

  39. claudia disse:

    Se você gosta de fazer as próprias experiências no fundo do quintal, arrume uma camera infravermelha, coloque-a aparelhada lado a lado com uma normal de modo que as duas consiga captar o mesmo quadro com uma margem mínima de focalização. Ligue as duas e espere…Assim que tiver um bom numero de Rods, coloque as duas pararodar juntas..Veja ao Rod na camera normal, e o inseto na infravermelha…blz

  40. horacio disse:

    ola cara pesquisador, como vc tambem tenho buscado respostas,porem ao outro lado da moeda,em observacoes cheguei a concussao que orbs materializam estado do espirito do ambiente e das pessoas. gostaria de lhe enviar umas fotos aonde a teoria das particulas suspensas se e contradita

  41. Luiz disse:

    Vi há pouco um programa no natgeo onde um entrevistada contava sua experiência com um orb, ocorrida nos E.U.A, fiquei surpreso na hora, parecia que ela estava narrando o que ocorreu comigo, quando eu tinha uns cinco ou seis anos de idade, no começo da década de 70. Eu nunca soube o que fora aquilo ao certo, eu estava deitado de bruços dormindo, de repente algo me fez acordar, eu me virei e para o meu assombro tinha sobre o meu berço, a uma distância de um metro e meio, uma bolha de luz parecendo um gás, era brilhante e ficava virando em torno de seu eixo suavemente, levei um susto danado e comecei a gritar, era de madrugada e meu berço ficava ao lado da cama de meus pais, continuei olhando aquilo, então o objeto se afastou, passando pela porta do quarto e atravessando a janela da sala que dava para a rua. Minha mãe acordou e me acalmou, disse que tinha sido um pesadelo, mas eu comigo mesmo sabia que havia presenciado uma coisa muito especial e que um dia iria de alguma forma entender o que seria. No dia seguinte até perguntei para minha mãe sobre o assunto, me lembro dela estendendo roupas no varal e dizendo que não era para eu me assustar, que fora um pesadelo e que era para eu fazer uma oração antes de dormir, que isso não aconteceria mais. Mas aquela experiência solitária minha me causou tanto medo que por muitos anos eu não dormi de bruços, acho que foi a pouco mais de dez anos que voltei a dormir de bruços, mas mesmo assim quando me pego nessa posição fico com um pouco de curiosidade de olhar para trás e ver aquilo de novo. Saber que o relato daquela mulher na NatGeo fora parecido ao meu, com a única diferença que isso lhe aconteceu na idade adulta e que ela tentou por a mão no objeto e ouviu uma voz em seu pensamento dizendo “-se me tocar vai morrer” não me faz sentir único a ter experimentado isso. Portanto, quando vejo pessoas tentando explicar esse fenômeno que agora descobri se chamar “orb”, como algo pertencente ao mundo da física, um fenômeno ótico, eu discordo, pois o objeto que entrou no meu quarto naquela madrugada da década de 70, parecia ter inteligência própria, pois ao me ver gritar se afastou imediatamente.

  42. joão disse:

    Já sei que com o que vou dizer pode gerar comentários menos agradáveis, mas eu sempre fui céptico, não sou baptizado, não tenho educação religiosa e sempre me considerei agnóstico, mas á uns tempos vi com os meus olhos e não numa fotografia em minha casa três círculos de luz esverdeados em movimento a interagirem entre eles, este fenómeno duro na minha percepção durou 4 ou 5 segundos, não estava bêbado nem drogado e o que eu vi parecia ter massa- isto provocou-me um susto enorme. entendo que quem ler isto ache que estou maluco ou a mentir, mas que vi vi e numa escala de tempo em que considero não só que vi como que observei! se por acaso alguém teve um fenómeno idêntico diga alguma coisa pf estava mesmo a precisar de saber se isto só me aconteceu a mim!

  43. Sidney disse:

    Tenho questão também com esses círculos que aparecem nas fotos de câmeras digitais. Sou busólogo e sempre vou à rodoviária de Belo Horizonte tirar fotos de ônibus rodoviário para colocar no meu blog. Acontece que de cada dez fotos noturnas que tiro no local duas costumam sair com esses círculos transparentes sendo que já deletei inúmeras fotos. Dizem por aí que essas esferas só saem em fotos tiradas de lugares considerados sinistros. Rodoviária não é um local sinistro, então porque das fotos por mim tiradas vem acompanhadas com os tais círculos? Pra tudo se tem uma explicação ou teoria. Todos acreditam no que quiser. Portanto esses círculos que saíram nas minha fotos só pode ter explicação na tecnologia da câmera. Do contrário esse mundo ele é tão espiritual que o ser humano vem se desenvolvendo tão rápido tecnologicamente e tão aquém no que diz respeito ao mundo espiritual, ao oculto e imperceptível que se torna tudo aos olhos humanos de uma maneira geral como indefinido.

  44. Montana disse:

    Com humildade nos mostrou a verdade em que chegou! Parabens! Eu nao acredito jamais em tudo que leio por ai, mas eh pesquisando que se chega a uma conclusao ou perto da verdade, eu talvez nao,

  45. Adriana Malara disse:

    Olá à todos, tenho alguma curiosidade com relação a este assunto, pois há alguns anos eu ví algo que se identifica com um orb, em meu quarto, e não foi em foto, ou uma luz parada em algum lugar sem explicação, a luz que eu ví , me pareceu ter noção do que estava fazendo, Vou descrever este fato…Era uma tarde tranquila, e resolvi ficar no quarto e tentar dormir um pouco, não cheguei a dormir, mais estava muito relaxada, quando tive uma sensação de estar sendo observada, estava deitada de lado, e minha cama ficava encostada na parede, eu estava virada para o outro lado, e quando me virei rapidamente para a parede, ví um globo de luz branca, mais ou menos do tamanho de uma bola de futebol, que descia ao meu encontro, e na hora em que virei ela subiu rapidamente pela parede, depois pelo teto, circulando todo o teto, como um animal procurando uma rota de fuga e saiu pela fresta do telhado, na hora não sabia o que era, sentei na cama e tentei entender, parecia ser aqueles reflexos que fazemos com espelhos , para brincar com animais, crianças, etc…. Mas o estranho que o tamanho era grande, não tinha como alguém fora do quarto fazer este tipo de brincadeira, pois a janela estava do lado totalmente oposto e fechada com cortinas o quarto estava com a claridade do dia, mais sem nenhum raio de sol, além disto a casa tinha muros altos, e não havia casas ao redor, era uma casa isolada na época……não tinha como alguém ter feito isto, e a posição que este globo de luz se deslocou, parecia muito mais com de um animal fugindo pelos cantos da parede e teto, e apesar de ser rápido consegui acompanhar com a visão seu trajeto e, na saída, ele escapou como uma fumaça, meio que se encolheu e saiu aos poucos….Imagine, era dia , não era noite, eu fiquei me perguntando o que era aquilo,..mais nunca me passou na cabeça ser fantasma ou algo do tipo…pois minha família é evangélica e somos criados para nunca acreditarmos em fantasmas de pessoas desencarnadas….apesar de sermos alertados o tempo todo sobre o “ inimigo “ que são espíritos do mau que tentam entrar em nossas vidas em momentos de fraqueza….e a fé é nossa arma contra estes espiritos…..
    Mas não tive nenhum tipo de medo ou angustia, me parecia algo que tinha muito mais curiosidade, do que maldade…..pois fugiu tão rápido que parecia estar com medo de minha reação….ou melhor eu não tive reação alguma, e demorei muito a falar sobre isto com alguém…..pensei até que era coisa de minha cabeça , e segui minha vida, mais depois da internet, programas voltados para esta área, estas imagens descritas são muito parecidas com o que vi….então passei a ficar novamente curiosa….isto faz mais ou menos 15 anos e tenho nitidamente a imagem, o brilho, e a luz que emitia…..

  46. Artemis disse:

    A princípio não sabia que orbs existiam até que vi. São inteligentes, mas não sei o que são. Parecem, como o que li acima numa declaração, reflexos, ou algo abstrato, não concreto, como que feito de energia, a flutuar no ar. Talvez sejam expressões de seres inteligentes que acompanham alguns de nós, seres humanos. Talvez possam ser formas de vida das quais ainda não conhecemos e que estão aqui, entre nós. Estaríam querendo se comunicar conosco e não sabendo como fazê-lo, sem amendrontar, se igualam a nós como faríamos com camuflagem? Talvez ainda não saibamos o que são …, mas existem filmagens de orbs fazendo desenhos em plantações na Europa. São inteligentes.

  47. camila disse:

    assiste o vídeo trinta anos rede globo vesgo e Silvio essa não foi pro ar ! e gugu tema: mulher viveu no cemitério # anos depois me fala se isso é prova ou poeira fanhosa com tinta por cima que colocou pintura e esmalte eu acredito, sem nosso espirito não se movimentamos e não se movemos e com ele que nós fazemos no dia a dia. Nosso corpo é só bem material ;.espirito é que faz agente fazer as coisas e se movimentarem dentro de nós.

  48. Vaneli Ferreira da Cruz disse:

    Eu sempre fiquei muito curiosa com esses orbs, uma vez que eu tenho várias fotos em que eles aparecem. Fui passear em Minas Gerais e nas fotos tiradas na Gruta de Maquiné apareceram muitas esferas luminosas em mim. Trabalho numa escola de mais de 100 anos e algumas fotos que eu tirei lá tb aparecem os orbs. Fico na dúvida o que isso significa?
    Vaneli

  49. Carlos disse:

    Tenho uma curta filmagem feita a noite, em celular e por acaso! Nela aparece uma esfera aparentemente sólida, que inclusive reflete a luz da camêra se deslocando a grande velocidade com movimento que aparenta ser controlado e inteligente. A esfera aparece por duas vezes de forma muito curiosa e interesssante! Mas não foi vista a olho nú!
    Não faço idéia do que seja. Pode ser um ORBs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *