“O encontro com um OVNI em Moscou acaba em tragédia. De quem é a culpa?”, diz a breve descrição do vídeo postado no Youtube na sugestiva seção de “Filmes e Animação”. Luis Noguez já nota que a manchete “OVNI explode sobre Moscou” é algo que você não verá na CNN ou no Jornal Nacional, porque não ocorreu de verdade.

É bem verdade: não tenho tempo de vasculhar pela rede, mas tenho quase certeza de que o vídeo é na verdade uma cena dos bastidores da gravação de um filme, em específico, Cloverfield. A cidade parece Nova Iorque, não Moscou. Repare também como toda a multidão de extras fica parada, aguardando a “explosão” que nada mais é do que um flash, para sair correndo e desempenhar seus papéis. O “OVNI” é apenas uma fonte de luz bem intensa, que no filme será subtituída por alguma outra coisa, digitalmente. Só espero que não seja substituída por um disco voador, o que já está mais do que manjado. Vida longa a Cthulhu.

Comments

  1. Na ufologia/a exposição humana/a radiação emitida pelas aeronaves oriundas do universo/causam:vomitos/lesões gradativas/pulmonares/ósseas/draumaticas.se fosse comprovada tal ocorrência/haveria como saber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *