MENU

Eram os Deuses Astronautas?

Phobos 2 e a Guerra dos Mundos

17 de outubro de 2009 Comments (23) Views: 4323 Ceticismo, Destaques, Fortianismo, Paranormal

Basava Premanand (1930-2009)

BPremanand

Do CFI India:

Basava Premanand, fundador do movimento racionalista na Índia, já não está mais entre nós. Ele deu seu último suspiro no dia 4 de outubro de 2009 em Podannur, Tamil Nadu. Tinha 79 anos. De acordo com seu desejo, seu corpo foi doado à faculdade de medicina local.

Nascido em 17 de fevereiro de 1930 em Kozhikode (Kerala), Premanand foi um dedicado observador de fenômenos paranormais desde sua infância. Na adolescência, se aproximou de vários swamis e gurus para obter conhecimento espiritual mas rapidamente se afastou deles quando descobriu que eram todos fraudes. Em 1969 ele se encontrou com o grande cético do Sri Lanka, o doutor Abraham Kovoor, que estava na Índia para seu tour de palestras “Denunciando Milagres”. Este foi um evento transformador na vida de Premanand, que imediatamente mergulhou de cabeça na tarefa de denunciar enganadores espirituais. Depois da morte do doutor Abraham Kovoor em 1978, Premanand deu prosseguimento a seu famoso desafio oferecendo um Lakh de rúpias a qualquer um que pudesse demonstrar poderes psíquicos sob condições à prova de fraude. Notavelmente, houve poucos desafiantes.

Durante sua tumultuosa campanha estendendo-se por três longas décadas, Premanand visitou quase todas as vilas e cidades da Índia expondo homens-santos e seus milagres, conduzindo workshops de ciência para os graduados e leigos, oferecendo palestras e demonstrações públicas. Ele visitou 49 países com sua missão de disseminar o ceticismo e pensamento crítico. Recebeu a Honra do Conselho Nacional de Ciência, Tecnologia e Comunicação do governo da Índia por seus esforços em disseminar a ciência.

O alvo mais famoso de Premanand foi, claro, Puttaparthi Sai baba, o charlatão espiritual número um na Índia há décadas. Certa vez Premanand entrou com uma Moção Pública na Suprema Corte de Andhra Pradesh contra Sai Baba sob o Ato de Controle do Ouro! Ele queria que o governo agisse contra Sai Baba por materializar ouro a partir de puro ar porque isso violaria a seção 11 do Ato de Controle do Ouro, que tornava mandatória a permissão do Administrador de Controle de Outro para a fabricação do material! Dado o apoio que os homens-santos possuem em todos os níveis da sociedade indiana, não é grande surpresa que o caso foi arquivado pela corte. Premanand compilou uma maciça coleção de registros sobre o infame assassinato de seis indivíduos no ahram de Sai Baba em 6 de junho de 1993 e os publicou como um livro (Assassinatos no quarto de Sai baba), com mais de 800 páginas. Este livro é um ‘item de colecionador’ para aqueles que querem descobrir a verdade sobre os obscuros atos no ashram.

Por mais de duas décadas, Premanand publicou a Indian Skeptic, uma revista mensal, dedicada a disseminar racionalismo e a abordagem científica. A revista foi a ligação inestimável entre vários grupos e indivíduos racionalista em nosso país esmagadoramente religioso. Através de seu Clube do Livro Cético, ele publicou vários livros expondo homens-santos e suas peripécias. Seu livro mais popular, Ciência contra Milagres, dá explicação natural a em torno de 150 ‘milagres’ incluindo aqueles comumente praticados por homens-santos na Índia.

Em novembro de 2006, Premanand foi diagnosticado com câncer, e se submeteu a uma extensa cirurgia. Mas isto não o impediu de continuar com sua missão. Apenas duas semanas depois de sua cirurgia, Premanand compareceu a um encontro de racionalistas em Bangalore em janeiro de 2007, quando a Associação Racionalista de Bangalore foi fundada. Ele compareceu à Sexta Conferência Nacional da Federação de Associações Racionalistas Indianas (FIRA), da qual ele foi fundadormembro-fundador, realizada em Pune em abril de 2007 e aceitou a honra (por sua contribuição ao movimento racionalista na Índia) concedida a ele por Maharashtra Andhrashraddha Nirmoolan Samithi. Ele visitou a 25a Conferência Estadual da Associação Racionalista de Kerala realizada em dezembro de 2007 em Thiruvananthapuram. Premanand continuou a publicar a Indian Skeptic todo mês, sem exceção até o fim de 2008, e publicou vários livros sobre racionalismo através de seu Clube do Livro Cético. Apesar de sua saúde, completou e inaugurou seu projeto nutrido carinhosamente há muito, em 5 de março de 2009, uma exibição permanente sobre a Metodologia Científica em Podannur, Tamil Nadu.

Seu testemunho em leito de morte feito há pouco menos de duas semanas atrás, em 20 de setembro de 2009, reafirmou seu comprometimento com o ateísmo e outras convicções racionalistas pelas quais viveu. Este documento tem sido publicado em vários websites racionalistas e continuará a ser uma inspiração”.

Traduzimos também seu testemunho:

“Eu, B. Premanand, de mente sã, embora sofrendo de complicações físicas, desejo registrar o seguinte:

1. Tenho estado intimamente associado ao movimento racionalista desde 1975 e tenho sido um racionalista convicto desde então – e continuo a sê-lo.

2. É comum que promotores de superstições e forças anti-racionais comecem a espalhar rumores sobre racionalistas voltando-se a deus e outras forças sobrenaturais ao final de suas vidas, tornando-se devotos de deuses e gurus de vários tipos.

3. Também se diz que em tempos de crise, nós racionalistas ferrenhos pela maior parte de nossas vidas nos voltamos para o espiritualismo e religião.

4. Desejo deixar claro que hoje, vinte de setembro de 2009, permaneço um ferrenho racionalista e é minha vontade registrar o seguinte:

a. Continuo ser um racionalista convicto.

b. Não acredito em nenhuma força sobrenatural. Todas as forças que encontramos estão no campo da natureza e nada existe além disso.

c. Não acredito na existência da alma ou reencarnação.

d. Não me voltei a nenhuma religião, deus ou qualquer tipo de buscas espirituais.

e. Quando falecer deixarei meu corpo para ser doado à faculdade de medicina e nenhuma alma ou espírito causará problemas aos que vivem.

Desejo expressar a todos que a luta contra a exploração por gurus e as ditas forças sobrenaturais é dura e longa, mas que a vitória final será nossa.

Minha própria sobrevivência tem sido um desafio a astrólogos e sua dita ‘ciência’ da astrologia, já que previram que eu morreria pouco depois de nascer e se recusaram a traçar um horóscopo para mim.

Desejo expressar a meus colegas do movimento racionalista que continuem o trabalho que tenho feito com vigor renovado e que este será o melhor dos tributos a mim.

(B. Premanand)
Hospital Abhirami, Podanur”

Por fim, traduzimos a nota da BBC por ocasião do programa “Secret Swami” em 2004, com mais detalhes da vida desta grande figura:

Sai Baba: guru ou charlatão?

por Tanya Datta, repórter, Secret Swami

Basava Premanand é o maior caçador de gurus da Índia. Ele acredita que o maior líder espiritual do país, Sri Satya Sai Baba, é um charlatão e deve ser exposto.

A casa de Basava Premanand foi arrombada… de novo.

É a terceira vez em apenas um mês. Mas ele não tem dúvidas sobre os motivos dos ladrões.

Ele suspeita que estavam procurando por evidência que ele tem coletado por mais de 30 anos contra o maior guru espiritual da Índia, Sri Satya Sai Baba.

O senhor Premanand acredita que essa evidência prova que o auto-intitulado “guru”, Sai Baba, é não apenas uma fraude como um perigoso molestador sexual.

“Sai Baba não é nada além de um mafioso, enganando pessoas e enriquecendo”, ele diz.

Como o maior caçador de gurus da Índia, Basava Premanand é a pedra no sapato de todos os milagreiros.

Ele é o fundador da Federação de Associações Racionalistas Indianas e o editor da revista mensal chamada The Indian Skeptic.

Ele acredita que seu dever é lutar contra “a maldição da credulidade assolando este país na forma de mito e superstição”, substitituindo-a ao invés pelo “evangelho da pura compreensão científica”.

Desde 1976 Premanand tem estado em uma feroz guerra contra Sai Baba, um homem que comanda milhões de seguidores tanto na Índia quanto no exterior. Seus devotos acreditam que ele seja um Avatar, ou encarnação de Deus em forma humana.

Mas para Premanand, este Deus não é nada sagrado.

Alegações

Rumores sobre Sai Baba abusar sexualmente de meninos devotos têm circulado por anos.

Em 1976 um ex-seguidor americano, Tal Brooke, escreveu um livro chamado Avatar da Noite: o Lado Secreto de Sai Baba. Nele, referiu-se à exploração sexual do guru.

Mas as alegações de Brooke foram ignoradas de pronto pela organização rigidamente controlada de Sai baba.

O doutor Michael Goldstein, presidente da organização internacional Sai Baba, admitiu que ouviu os rumores, mas nos disse que não acredita neles. Ele disse: ‘Meus coração e minha consciência dizem que isso não é possível’.

Mas nos últimos quatro anos, e com o crescimento da internet, a maré de acusações contra Sai Baba tem aumentado.

Antigos devotos como Alaya Rahm e Mark Roche, entrevistados no filme da BBC Secret Swami, têm vindo à tona com histórias cada vez mais gráficas da séria exploração sexual do guru.

Suas próprias experiências têm uma semelhança assustadora, embora se estendam a um período de quase 30 anos.

Ambos foram sujeitos a Sai baba esfregando óleo em seus genitais.

‘Ele me escolheu’, disse Alaya Rahm, ‘colocou óleo em suas mãos, disse para que eu abaixasse minhas calças e esfregou meus genitais com o óleo. Fiquei perplexo’.

Todas as alegações contra Sai baba até agora foram feitas por ocidentais.

Mas o senhor Premanand diz que há muitos indianos que também dizem ter sido abusados mas têm medo de contar o que lhes aconteceu.

Bem conectado

Não é surpresa que as vítimas indianas tenham medo de represálias. A influência de Sai Baba sobre a elite na Índia é impressionante.

Primeiros-ministros, presidentes, juízes e generais, todos vieram ao ashram (retiro religioso) em Puttaparthi no sul da Índia para demonstrar seus respeito.

O antigo primeiro-ministro da Índia, o senhor Atal Vajpayee, certa vez divulgou uma carta com seu selo oficial chamando os ataques contra Sai baba de “selvagens, irresponsáveis e inventados”.

Sai Baba também mantém relação íntima com a polícia. Um antigo chefe de polícia já foi seu chofer pessoal.

Nada disso, contudo, detém o senhor Premanand que tem obstinadamente perseguido Sai Baba ao longo dos anos pelos tribunais, mídia e vários livros.

Não surpreende que sua campanha tenha enfurecido alguns dos seguidores do homem santo.

Até hoje, Basava Premanand sobreviveu a quatro tentativas de assassinato e leva as cicatrizes de vários espancamentos selvagens.

Em 1986, foi preso pela polícia por marchar a Puttaparthi com 500 voluntários para um confronto bem divulgado com Sai baba.

No mesmo ano, ele levou Sai baba ao tribunal por violar o Ato de Controle do Ouro ao produzir colares de ouro do puro ar sem a permissão do Administrador de Controle do Ouro.

Quando o caso foi arquivado, o senhor Premanand apelou com base no fato de que o poder espiritual não era uma defesa reconhecida pela lei.

Invasão

Em junho de 1993, a paz do ashram foi quebrada quando um violento incidente ocorreu.

Quatro devotos, que eram próximos de Sai Baba, invadiram de madrugada os aposentos privados do guru armados com facas.

Seus motivos não são claros. Alguns dizem que eles avisariam seu guru da corrupção nos altos escalões do ashram. Outros dizem que eles pretendiam raptar ou mesmo matar Sai Baba.

Eles foram detidos pelos ajudantes pessoais de Sai Baba e na violenta luta que se seguiu, dois dos ajudantes foram mortos e dois seriamente feridos.

Sai Baba Conseguiu escapar através de uma escada secreta e deu o alarma.

Pouco antes da polícia chegar, os quatro homens escaparam para o quarto de Sai Baba. Foi lá, diz a polícia, que os quatro foram alvejados pelos policiais em auto-defesa.

O senhor Premanand diz que houve um encobrimento e foi à justiça.

“O governo central interrompeu a investigação, porque se ela tomasse lugar muitas coisas seriam reveladas, como delitos econômicos e sexuais”.

Ele ficou ultrajado porque Sai Baba – uma das testemunhas chave nos eventos daquela noite – não foi sequer interrogado.

Ao longo dos próximos três anos, ele levou o caso até a Suprema Corte, onde foi finalmente derrotado.

Hoje, este spetuagenário está tão ocupado como nunca, coletando e organizando mais informação. O senhor Premanand está se preparando para outra batalha.

“Este”, ele diz cheio de intenções, “será a maior luta de minha vida”.

Como comentou James Randi, citando W. Aikman:

“Os mortos falam através de suas vidas, seus trabalhos e suas palavras”.

[imagem via Massimo Polidoro]

Tags: , , , , , , , , ,

23 Responses to Basava Premanand (1930-2009)

  1. Juan Matus disse:

    Mudam-se os termos e conceitos, mas os charlatões e suas trapaças são os mesmos em qualquer parte do planeta.

    “Para o triunfo do mal, basta que os bons não façam nada.”

    Aqui no Brasil tem um a cada 5 quarteirões. Curandeiros líderes de seita usando um famoso deus ocidental como pretexto e proteção legal. Fraudando e extorquindo cidadãos ingênuos e desesperados.

    Ninguém faz nada, ficam esperando a pessoa ao lado ter a iniciativa.

  2. Carlos Soares disse:

    Olá.

    Tenho acompanhado na medida do possível, o esforço hercúleo que muitos homens realizam a fim de tentar provar que tal coisa guru, médium ou lider religios não passa de uma grande fraude.

    Precisamos usar o bom senso em tudo, para separar o joio do trigo, sem cometer nenhuma injustiça que, no fim, acaba sendo publicada e divulgada na mídia, causando gravíssimos danos à imagem daqueles verdadeiros gurus, médiuns ou líderes religiosos.

    Todos sabemos que aqui no Planeta Terra, em todas as regiões do globo, proliferam os maiores canalhas, seja na área política, econômica, social ou religiosa. O resultado é que temos uma vasta legião de enganadores se beneficiando da credulidade, eu diria da “inocência” – de muita gente -completamente alienada e sem rumo na vida, pronta para ver “milagres” em tudo e um mago por trás dos supostos fenômenos.

    Mas não devemos nos esquecer de que os fenômenos espirituais e ou psíquicos acontecem, são fatos irrecusáveis e a maioria deles, estudados e analisados cientificamente, restam comprovados, embora os governos e instituições científicas não divulguem os resultados, ou divulguem de forma lacônica, porque eles derrubariam muitos erros (apresentados como “verdades” pela (falsa) ciência oficial secularmente estabelecida.

    No caso específico de Sai Baba, motivo deste comentário, apesar de todos os esforços de Basava Premananda, ao longo dos anos, nada conseguiu provar contra esse líder espiritual da Índia, tendo perdido as demandas na Justiça e, mesmo escrevendo livros-denúncias, suas provas são sempre de ex devotos (nem sempre confiáveis) que alegam ter sofridos “abusos sexuais” por parte dele.

    Se Basava Premananda colecionou durante trinta anos evidências que incriminam Sai Baba, por que elas nunca foram levadas em consideração nos tribunais, como provas concretas judiciais, contra o denunciado? Conspiração contra ele? Qual o interesse dos juízes que julgaram as demandas? Estariam a proteger um “criminoso” e seu “crime”, tornando-se cúmplices dele?

    E, se houve uma conspiração contra este fabuloso caçador de gurus, nos tribunais da Índia, ele poderia ter acionado órgãos (a ONU e outros, por exemplo) e os tribunais internacionais de direitos humanos. Por que não o fez? Simples: não possuía nenhuma prova concreta de que Sai Baba tenha efetivamente praticado abusos sexuais nem ordenado as mortes que ocorreram em seu quarto naquela fatídica madrugada de junho de 1993 (por que quatro homens invadiriam, à noite, a residência de Sai Baba armados de facas? A resposta é óbvia demais…).

    Porém, prossigamos. Observando melhor os fatos, estranhamente, tais “abusos sexuais” nunca passam das seguintes afirmações: “esfregou óleo nas minhas genitais”, “fez um carinho no meu rosto” ou qualquer coisa deste tipo. Nunca, ao que eu saiba, tais “testemunhas” (sempre ex devotos) relataram um ataque sexual propriamente dito: uma penetração, um beijo na boca, um estupro (o que seria muito difícil para a força de um homem de mais de oitenta anos, frente ao vigor de um jovem) etc.

    Além do mais, as supostas vítimas, mesmo supostamente agredidas sexualmente, permaneceram por longos anos no ashran, e somente quando deixaram de ser devotas é que resolveram denunciar. Das duas uma: ou elas estavam afinadas com o agressor, concordando passiva e de livre vontade com seus atos, sexuais ou não e, portanto, não há o que reclamar, ou elas estão mentindo e, nesse caso, desconhece-se o motivo da calúnia, talvez simples vingança por interesse pessoal contrariado, pelo guru.

    Resta apreciar o seguinte fato: Sai Baba é uma sumidade na Índia, tem o respeito permanente das autoridades e do povo, está sempre rodeado por milhões de pessoas (em média, cinco milhões, diariamente), não seria o caso de apresentarem-se milhares de vítimas, todos os dias, e não meia dúzia de ex devotos, como ocorre? Milhões de pessoas estariam sendo manipuladas por tanto tempo sem perceber? Ministros, policiais, intelectuais, juízes, presidentes, todos hipnotizados por um único homem, fazendo vistas grossas para suas supostas patifarias? Não dá para acreditar! E a responsabilidade moral e pública de cada um deles, onde fica?

    E mais: se Sai Baba é hoje um molestador sexual, ele sempre teria sido: por que, então, não aparecem casos dessa natureza desde o ano de 1940 quando, efetivamente, começou seu trabalho espiritual e contato direto com discípulos, inclusive, meninos? Apareceu alguém daquela época para denunciá-lo. Nunca! Nem homem nem mulher.

    O mais correto é considerar que tudo não passa de uma investida do maléfico. O mal grassa na terra como a pior das ervas daninhas, buscando atingir tudo o que é belo, puro e perfeito, por que essas virtudes batem de frente com os interesses diabólicos de muitos poderes invisíveis e de alguns até bem visíveis… Sempre foi assim desde que a humanidade começou a caminhar sobre a crosta terrestre: basta acender-se uma lâmpada para iluminar o caminho dos viajantes, que aparece alguém com um porrete para apagá-la. Aconteceu com a Boa Nova de Jesus e com o Espiritismo: o primeiro, o farisaísmo buscou trucidá-lo, e o segundo, o materialismo histórico tentou desmoralizá-lo. Em ambos os casos, saíram fortalecidos e com um número cada vez maior de seguidores.

    Jesus Cristo, quando começou a pregar, atormentando os interesses putrefatos do judaísmo reinante, não foi acusado de criminoso, de tantas infâmias, morrendo inocente numa cruz mais infamante ainda? E, no entanto, era (hoje sabemos) um Ser Imaculado a serviço da Humanidade e em nome de Deus, esse mesmo Deus que os ateus e racionalistas botam os bofes pela boca tentando provar a inexistência, e acabam de mãos vazias, no fim da vida, sem nada provarem, tendo como prêmio a perda dos melhores anos de juventude e fase adulta, e uma velhice assombrada pela derrota amarga e deprimente.

    Não creio, também, que os seres de luz, muito avançados espiritualmente, os grandes iluminados, necessitam de sexo como a maioria dos habitantes da terra, presa aos instintos primordiais de sobrevivência e perpetuação da espécie. Se Sai Baba é um guia muito avançado na senda espiritual, como aparentemente tudo faz crer, por que teria necessidade de abusar sexualmente dos jovenzinhos do templo, quando sua conexão direta com a Divindade pode suprir, ou melhor, supre, qualquer carência que supostamente possa ter?

    E se não for um ser de luz, mas apenas mais um dos milhões de gurus indianos, que mosqueiam a margem do Ganges (na maioria, falsos), poderia simplesmente ter se casado para todos os fins ao qual o casamento se destina, inclusive, o sexual, sem precisar atacar no núcleo do próprio templo, crianças inocentes.

    Agora uma afirmação que vai ficar no ar para quem ler este comentário:Se Basava Premananda demandou contra Sai Baba junto à Suprema Corte de Andhra Pradesh, pedindo que o governo agisse contra o guru por este materializar ouro a partir de puro ar porque isso violaria a seção 11 do Ato de Controle do Ouro, que tornava mandatória a permissão do Administrador de Controle de Ouro para a fabricação do material, essa ação descaracteriza todo o seu trabalho e o motivo pelo qual saiu pelo mundo a caçar falsos profetas, pois acreditou que Sai Baba materializava ouro e, se fazia isso, então é um verdadeiro AVATAR, um SER ILUMINADO, um VERDADEIRO GURU, haja vista que no Planeta existem mais de seis bilhões de almas e nenhuma consegue materializar uma moedinha de cobre sequer!

    Se ele crê (como ocorreu na ação mencionada) que Sai Baba FABRICA OURO do próprio ar, o que mais que ele quer para ACREDITAR em Sai Baba?!

    Basava Premananda prestou, é indiscutível, inestimáveis serviços à humanidade quando desmascarou os falsos gurus e enganadores de centenas de cidade da Índia, mas, parece, em relação a Sai Baba não soube separar o joio do trigo, e só na colheita do tempo se pode colher os frutos amadurecidos e transparentes da VERDADE.

    Para se construir uma reputação, levam-se anos; para destruí-la, basta um dia. Meditemos nisso, antes de cometermos qualquer injustiça contra quem quer que seja, sem as devidas provas incontestáveis exigidas na mais simples das acusações.

    Carlos Soares

    Obs: Na próxima vez comentarei sobre os médiuns

  3. Elcio disse:

    esse Premanand é um completo maluco. Só pelo fato de dizer qeu Deus não existe dispensa-se quaisquer outros comentários.

  4. Roberto disse:

    Caro Carlos Soares,

    Fico grato pelas informações que você passou em seu comentário.
    Fiquei intrigado quando li, graças à este site ceticismoaberto, alguma notícia sobre Sai Baba relacionadas à Divaldo Pereira Franco.
    Como em minha ignorância nunca havia ouvido falar em Sai Baba e confesso, não procurei, vejo que o seu comentário me esclarece o porquê da perseguição contra ele e, principalmente, do porquê de sua associação tão incriminatória, no contexto que foi apresentado, à Divaldo.
    Esta luta desesperada para negar Deus, Jesus, espiritismo, espiritualismo, mediunidade, reencarnação, etc… é muito bem exemplificada pela vida deste senhor Basava, o qual eu também não conhecia. Alguém que morreu neste estado de espírito vendo seu orgulho sofrer severos golpes da realidade da vida, enfrentando a morte sem se curvar diante do testemunho solene que aguarda à todos no limiar do túmulo como quêm deseja desafia o próprio Criador com sua presunção, merece sinceras orações para que o mesmo se apiade de sua ignorância teimosa.
    Certamente este Sai Baba ofereceu à ele, Basava, mais testemunhos do que ele poderia necessitar para refletir melhor sobre o porque da vida, e, da morte.
    30 anos lutando para, no final da existência, negar tudo o que perseguiu sofregamente por tanto tempo, e atestando isto através de uma ação judicial que confirmou o quanto acreditava no poder de Sai Baba de materializar o ouro, pois caso contrário, para que uma ação?

  5. Vera Lucia disse:

    Por que se preocupar com a materialização de espíritos; se TODOS nós somos espiritos materializados (encarnados é claro)???

  6. […] Vale lembrar que Sai Baba, já pego em fraudes, continua vivo e poderoso, enquanto o racionalista Basava Premanand faleceu lamentavelmente sem conseguir […]

  7. katia silva disse:

    procurem confirmacao, mas creio que li ha anos que Sai Baba nao podia entrar na Inglaterra devido o grande numero de acusacoes que cidadaes britanicos fizeram contra ele por terem sido, em crianca, dos abusos do guru.
    (desculpe falta de acento)

    Pesquisem tbem sobre uma relacao de sai baba c alguns espiritas brasileiros, em viagens organizadas para visitar seu ashram na India.
    (anos atras uma amiga bahiana me disse que ela e um grupo de pessoas, e se nao me engano entre eles estava um grande medium de Salvador, fizeram esta viagem ao asrham e este medium dizia q Sai baba era um grande espirito. Eu fiquei admirada prq na época ja conhecia as inumeras acusacoes, inclusives do governo britanico, contra Sai Baba. Eu me perguntava: se ele, que é um grande medium, respeitado, e com dom de videncia, como pode se misturar c um charlatao destes???? E a videncia, aonde estava?
    Como podem acreditar nesta historia de anel que aparece do nada e ainda por cima achar isso um sinal divino???

    Enfim, parece que indianos e brasileiros sao muito parecidos, em certos assuntos…

  8. katia silva disse:

    Pesquisem em ingles ou frances que acharao inumeros casos de acusacoes contra SB. E isso durante anos. S Baba é pedofilo!!!

    Moro no Canada e ja encontrei ha anos, seguidores indianos de Sai Baba e eles reconhecem que o guru é pedofilo, mas como considerado um “””ser superior”””, eles dizem que ele tem as suas razoes incompreensiveis p comuns mortais!!!!
    Enfim, os indianos sao seguidores serios, tipo como ir em igreja cada semana, eles vao nos lugares dedicados ao guru, fazem cerimonias, etc, e todos sabem que ele é pedofilo. Os indianos dificilmente fariam uma reclamacao contra o guru pois ele é muito poderoso; os estrangeiros fazem prq tem a protecao dos governos (e mesmo assim, nao é facil), mas nao o indiano.

  9. Gere disse:

    Quanto a Puttaparthi Sai baba, qual o destino do ouro supostamente criado a partir do ar? Fica com ele mesmo? Seria isso uma forma dele justificar a aquisição de riquezas que na verdade foram obtidas ilicitamente?

    • Samuel disse:

      Sri Sathya Sai Baba da Índia é um criminoso e devia ser fuzilado! Ele e todos os demais gurus, santos e ‘sábios’ da humanidade, sem exceção, deviam ser todos colocados no mesmo paredão, de uma só vez, e eliminados. As vítimas em potencial agradeceriam.

  10. PAULO MURILLO DE CARVALHO disse:

    Como admirador de Sai Baba, não conhecia esse outro lado que lhe imputam. O que eu sei é que ele influencia todo tipo de pessoas no mundo para o lado bom do ser humano, pregando o Amor e que conseguiu seguidores no mundo todo através dos Centro Sai Baba. Nos anos 80 li o livro Sai Baba,o Homem do Milagres, e frequentei por um tempo o Centro Sai Baba de Vila Isabel, no Rio de Janeiro/RJ, onde cresci como ser humano, já que ali não se ensina doutrina e tem uma caráter ecumênico. Lá assisti palestras com Trigueirinho, Divaldo Pereira Franco, conheci o CVV, onde fui voluntário, visitei asilos e o Hospital de Hanseníase em Jacarepaguá. A minha pergunta é: como pode um ser humano exercer tanto poder espiritual ao longo de tantos anos, estando do outro lado do mundo, sem canal de TV, exportando seus ensinamentos para nós ocidentais, q

  11. PAULO MURILLO DE CARVALHO disse:

    …que temos a pretensão de sermos tão evoluídos?

    • Samuel disse:

      Política, meu caro. Política. Mantenho minha convicção de que Sathya Sai Baba é um criminoso e deveria ser fuzilado, assim como o Dalai Lama, aquele imundo agente da CIA, que ‘nos bastidores’ vive completamente diferente do que prega, do que diz para os outros fazerem, e que ele mesmo nunca faz. Aliás, todos os gurus, médiuns, santos, avatares etc, etc deveriam ser eliminados. Todos, sem exceção. Porque não há um único sequer que não seja falso. Porque a raiz da coisa toda é falsa, então até mesmo Jesus enganou a si mesmo e a todos que também cairam nos mesmos contos de fada que ele. Falo isso com conhecimento de causa, estive na ‘busca’ por 25 anos, e no final realizei que a busca em si é um absurdo, pois não há nada a se buscar, porque tudo aquilo lá é uma fraude. E essas coisas que te levam a duvidar que eles sejam sujos, mentirosos e criminosos de alta periculosidade, são justamente a ‘pele de ovelha’ que aqueles lobos sabem espertamente ostentar, apoiados pelos poderosos políticos aos quais são ligados. O único poder espiritual que aqueles caras têm é a fé que os crédulos depositam neles.

    • Samuel disse:

      PS: Ele está do outro lado do mundo mas tem o apoio de metade daqueles governos lá, vasta divulgação na internet, canal de tv sim, aliás, próprio, do ashram [centro], rádio, também própria, trnasmitindo 24h pro mundo todo, vários autores que publicam livros a respeito dele, ele próprio tem dezenas, ou até mesmo centenas, de livros se sua própria autoria, inclusive a editora também é dele, da Organização, que tem centros em mais de 180 países, e também o sistema educacional em mais de 180 países do mundo, inclusive Brasil, é o sistema desenvolvido por ele e pela Organização, entre outras inúmeras coisas. Por aí você vê o quanto a coisa é política.

    • Samuel disse:

      PPS: A coisa toda é política. Deus é invenção para fins políticos (“Senhor dos exércitos” etc), espiritualidade, religião, são invenções para fins políticos. Você não precisa acatar minha opinião, mas eu a mantenho até mesmo à custa da min ha própria vida, se preciso for, porque tenho plena certeza do que estou afirmando.

  12. rafael disse:

    Desculpem me intrometer nos assuntos desse site…

    Mas não consigo ver coisas erradas e ficar calado…

    Em primeiro lugar:

    Se deus existe mandem ele bater na minha porta e dizer: eu sou deus, estou aqui.

    Caso contrário deus é coisa de gente doente que oferece perigo para as pessoas saudaveis.

    Na minha opinião deveria ser mortos esses humanos criminosos.

    Em segundo lugar:

    Não existe nada paranormal!!!

    Ninguem consegue ler mentes ou coisas do tipo mover objetos com a mente.

    Existe um desafio de 1 milhão de dolares para que conseguir fazer qualquer coisa paranormal…

    Ninguem até hoje guanhou adivinha porque?

    Não falar que pode mover objetos, É MOVER O OBJETO!!!

    em terceiro lugar:

    SE VOCÊ ACREDITA EM QUALQUER COISA QUE NÃO TEM CERTEZA(QUE NÃO TEM PROVA), NÃO ESPALHE SUA DOENÇA POR AI, É SÓ UM FAVOR AOS QUE NÃO SÃO DOENTES COMO VOCÊ.

    E FIQUE SABENDO QUE UM DIA ISSO VAI ACABAR, VOCÊ IRA MORRER E UM FILHO IRA NASCER SAUDAVEL, DIFERENTE DE VOCÊ, AS PESSOAS VÃO TER RAIVA DE VOCÊ ASSIM COMO ELAS TEM DA IGREJA QUE MATAVA AS PESSOAS NO PASSADO.

    IMAGINA SÓ…FICO COM MEDO AGORA?

    VOCÊS SÃO COMO SERES HUMANOS POU EVOLUIDOS, NÃO ENTENDEM A CIENCIA, NÃO ENTENDEM NADA…

    MAIS FIQUEM SABENDO DE UMA COISA, OS MAIS FORTES SEMPRE VENCEM, A CIENCIA É MAIS FORTE QUE TUDO.

    PEÇO AOS ADMINISTRADORES DO SITE EDITEM MEU COMENTARIO RETIRANDO AS LETRAS MAIUSCULAS POIS ESTOU NERVOSO AGORA, E QUE ARRUMEM A ACENTUAÇÃO SE TIVEREM TEMPO É CLARO, E RETIREM ESSA PARTE TAMBEM EM QUE EU FAÇO O PEDIDO A VOCÊS.

    • Samuel disse:

      Você está equivocado quanto ao desafio do Randi. Apesar de no final da minha ‘busca’ de 25 anos, passando por tudo que é religião e seita que você puder imaginar, eu ter concluído que Deus é uma invenção para propósitos políticos e que a espiritualdiade toda é uma fraude, do começo ao fim, sou obrigado a deixar claro que coisas como o que chamam de telecinesia, por exemplo, existem, e variam de nível conforme a pessoa, mas são efeitos provocados por acúmulo de eletricidade estática no corpo, proporcionado por aquelas práticas como yoga e afins, coisas cientificamente comrpováveis, mas nada que sirva pra mudar o mundo, por exemplo. Eu mesmo era capaz de mover objetos sem o uso do contato físico na época em que estava em níveis avançados de Kriya Hatha Yoga, e inclusive, para propósitos científicos, de esclarecimento, me ofereci ao Randi, para ser testado, e inclusive abrindo mão do prêmio de 1 milhão de dólares. Ele sarcasticamente respondeu dizendo pra eu fazer o teste e o milhão seria meu. Eu retornei dizendo que como era renunciante espiritual ele poderia doar o dinheiro então, que eu não queria, só queria mostrar a que níveis essas energias podem ser acumuladas e trabalhadas no corpo, e que são coisas físicas, nada espiritual, mística, e aí eles ficaram de marcar o teste comigo. Estou até hoje esperando o teste ser marcado, e até hoje, sempre que volto a perguntar quando finalmente o farão, a desculpa é sempre a mesma, que Randi está viajando, que no momento não estão com pessoas disponíveis pra controlar os testes etc, etc…

      Há ‘poderes’, mas são gerados por mudanças químicas no corpo, e estão longe de serem aquelas coisas extraordinárias e exageradas e mistificadas que fizeram deles. Este homem têm alguns poderes de fato, e afirma que os adquiriu com meia hora diária de meditação, no mínimo, ao longo de anos e anos:

      http://www.youtube.com/watch?v=dfy2Tn52sxU

  13. Realmente, uma total perda de tempo!
    Quanto tempo desperdiçado para NADA!
    qual o medo de voces? se nao gostam dos tais mestres espirituais, porque simplesmente nao os seguem?

    Tenho milhares de opnioes sobre essa pessoa, e até sobre quem a apoia, mas prefiro guardar pra mim, porque cada um é livre pra fazer oque quiser.

    Vejo todos os dias meu pai procurando coisas na internet, passando horas falando mal de mestres e dos seus dicipulos, e qualquer minima oportunidade de falar disso ele aproveita. PRA QUE?? uma pessoal com tanto potencial, inteligente, bem instruido, morando numa ZONA de casa, sem relacionamento intrapessoal, deixando de ver seus filhos, gastando energia e tempo julgando outros!

    Eu peço, com todas minhas vontades, parem de julgar o proximo, começem a “olhar um pouquinho para seus proprios umbigos”

    Quem sabe um dia, a socidade pare de se matar, pisar uns sob os outros em busca de um papelzinho pintado.

    Tenho 17 anos, sou apaixonado por ciencia, e vou fazer fisica. Pelo simples fato que o bem estar do proximo e desvendar os misterios da natureza, são as coisas que mais me dao prazer nesse mundo, sem contar lindas mulheres, claro! haha

  14. Almeida disse:

    Carlos Soares, parabéns pela sua brilhante exposição.
    Resta-nos lembrar que “somente se enxerga o que se quer ver”! Para aquele que dirige sempre seus esforços para o lado deprimente da vida, sobretudo com muita inveja por não poder se igualar ao suposto oponente que lhe tira o seu brilho, as mais torpes mentiras são construídas com a aparência da verdade. Assim fizeram com Jesus. O que não se fará com aqueles que estão abaixo do Mestre dos mestres?!
    Os seres superiores que trabalham neste nosso Planeta sabem da inferioridade reinante, dos maus sentimentos de milhões de criaturas e não se intimidam, porque a tarefa deles é a de nos ajudar com paciência até que um dia alcancemos a compreensão maior. O perdão sem impor condições é da natureza desses seres. Trabalham e trabalham cada vez mais em prol dos mais necessitados e não perdem seu tempo com as críticas ferinas e desarrazoadas de seus oponentes. Basta ver na História alguns personagens que assim agiram e venceram seus contraditores invejosos: Sócrates – na Grécia, Jesus – na Palestina, Gandhi – na Índia, Chico Xavier – no Brasil, Dom Bosco – na Itália, Pio de Pietrelcina – também na Itália. E inúmeros outros que prestaram inestimáveis serviços aos seus semelhantes, enquanto seus opositores ofereceram a língua ferina e ignorante daqueles que têm olhos mas não querem ver.

  15. Luiz Gustavo disse:

    Impressionante a maioria dos comentários.

    Será que Roberto não entendeu a ironia por trás do processo judicial pela materialização do ouro?

    Estou impressionado com Basava Pramanand, gostaria de saber se alguém sabe onde posso encontrar quaisquer de seus livros em português ou inglês.

    Adoro ler os comentários daqueles que afirmam que feitos paranormais são “fatos”, adoro informações jogadas ao vento sem qualquer embasamento cientifico.

  16. Morei em figueira (trigueirinho) de 1998 a 2000. Eu e outros passamos por hipnotismo, lavagem cerebral, pressão psiquica, trabalhos, jejuns e vigílias forçadas, perseguição e humilhação de várias formas. Comigo ameaças e tentativa de homicídio. Mais informes com [email protected]
    com. br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *