MENU
invasores.jpg

“Invasores” – Histórias reais de extraterrestres na Argentina

A Criatura de Metepec: Autor confessa fraude

10 de março de 2010 Comments (30) Views: 8561 Ceticismo, Destaques, Fortianismo

Einstein sobre a Astrologia: “pseudociência” e “superstição”

393166

Circula entre defensores da astrologia uma citação de Albert Einstein que parece lhes agradar bastante. Pode ser traduzida como:

“A astrologia é uma ciência em si mesma, e contém um corpo esclarecedor de conhecimento. Ensinou-me muitas coisas, e devo muito a ela. As provas geofísicas revelam o poder das estrelas e planetas em relação ao que ocorre na Terra. Por sua vez, a astrologia reforça este poder de certa forma. É por isto que a astrologia é um elixir vitalizador para a humanidade”.

Trechos desta declaração são citados, por exemplo, na divulgação do congresso brasileiro de astrologia e ciências alternativas ou em um artigo do Instituto Paulista de Astrologia, “a melhor e mais antiga escola de astrologia científica do Brasil”. Ela parece ser também a referência para que o mesmo Einstein seja citado como figura a endossar a regulamentação da astrologia, assinada pelas principais instituições da área e enviada ao Congresso Nacional.

Pois a declaração é completamente falsa. Einstein jamais disse tais palavras.

É o veredito de Alice Calaprice, editora sênior da Princeton University Press e do projeto dos arquivos de Einstein nos últimos 20 anos. Como Geoffrey Dean descobriu, o trecho surgiu inicialmente como prefácio de “Manuel d’astrologie” do astrólogo suíço-canadense Werner Hirsig, atribuído a Einstein mas sem qualquer fonte indicada para corroborar a suposta declaração. Desde então tem sido citado sem verificação por astrólogos, que jamais puderam encontrar alguma fonte que comprove aonde Einstein teria defendido a astrologia desta forma.

Ausência de evidência não é evidência de ausência, alguns poderiam retrucar, no que aqui estariam invertendo o ônus da prova. Talvez Einstein tenha feito tal declaração em uma conversa privada com Hirsig? Como provar que ele não o fez?

Bem, não é preciso especular nem partir para desafios lógicos, porque temos sim a presença de evidência sobre a verdadeira opinião do físico sobre a astrologia.

4418469718_801b46df52_o

Em uma breve carta de 1943 endereçada a Eugene Simon e divulgada em Letters of Note, Albert Einstein escreve e assina:

Concordo plenamente com você sobre a pseudociência da astrologia. O que é interessante é que este tipo de superstição seja tão tenaz que tenha persistido por tantos séculos”.

“Pseudociência” e “superstição” que de forma curiosa persiste muito além do que deveria. Não poderia ser mais clara, e seria essa a opinião de Einstein que astrólogos deveriam ter enviado ao Congresso, simplesmente porque era sua verdadeira posição a respeito.

Ao invés, astrólogos divulgam e promovem uma fraude criada por outro astrólogo, perpetuada por astrólogos para promover a astrologia.

Tags: , ,

30 Responses to Einstein sobre a Astrologia: “pseudociência” e “superstição”

  1. Fernando disse:

    Nossa, que absurdo! Esses astrólogos nos surpreendendo com farsas cada vez mais ridiculas! Isso deveria ser crime!

  2. alexsandro disse:

    lendo só o começo desse artigo até me impressionei que einstein diria isto, tudo bem que ele era religioso e tudo, mas ISTO ele nunca diria, a frase veridica é bem mais a cara de einstein

  3. Humberto disse:

    Isso me lembra um apicultor num programa de televisão dizendo que Einstein falou que quando as abelhas se extinguissem a humanidade entraria em processo de extinção (isso num daqueles programas sobre 2012), achei estranha a afirmação e fui pesquisar, tem um site dedicado soh a esclarecer essa falsa atribuição e ele conta uma história muito parecida com essa (um folheto sobre apicultura com uma frase no final, atribuida a Einstein, que subsequentemente foi usada por outros apicultores). Aliás, não lembro se era um apicultor ou um cara especializado na relação entre abelhas e o fim do mundo (o que pode ser mto bem uma profissão hj em dia, né?)

  4. Gabriel disse:

    Aliás, é bem comum utilizarem-se de nomes famosos, como Einstein, Newton, Darwin (dizem que no leito de morte ele negou a evolução etc)… é o famoso “apelar para uma autoridade”, na tentativa de dar crédito às suas maluquices.

  5. Gabriel Cunha disse:

    Excelente texto, é ótimo ver esse tipo de sandice devidamente explicada.

    E aquela babaquice sobre Einstein “dando lição de moral” sobre a existência do bem e do mal e a existência de deus? Tenho ânsia cada vez que me deparo com isso.

    Parabéns pelo novo layout do CeticismoAberto, gostei principalmente do novo widget de compartilhamento, ótimo!

    Abraços!

  6. Iradir disse:

    Eles não se preocupam em verificar a autenticidade da “ciência” que pregam, imagine então a procedência de frases que lhes sejam favoráveis.

  7. Eduardo disse:

    Essa história de Einstein endossando a astrologia é igual aquela que tentam usar uma frase dele para dizer que usamos apenas 10% de nosso cérebro.

  8. Astrônomo amador disse:

    Pra começar astrologia não é nem ciência.

    O próprio ascendente é outra palhaçada que não tem como determinar com precisão. Sim, pq qdo vc nasceu? Foi qdo cortaram o cordão ou qdo a bolsa estourou ou qdo o medico fez a incisão? E se o relógio do médico/hospital estiver errado?

    A astrologia só acerta algumas coisas que ela é bem genérica. Se vc der uma olhadada em todos os signos vai ver que a metade deles tem a ver com vc!

    Se ela funcionasse os astrólogos teriam desconfiado da existencia de netuno e plutão, e isso não aconteceu!

    Existem inúmeros trabalhos científico sérios que provam que ela NÃO funciona!
    http://grandeabobora.com/usando-estatistica-para-desmascarar-a-astrologia.html

    Existe um outro problema tb, as constelações só existem na mente de quem as vê! Povos diferentes vêm figuras diferentes e dão interpretações diferentes pra elas. Oras, como é que os MESMOS astros podem influenciar de forma diferente a mesma pessoa conforme o horóscopo utilizado?
    Taí uma boa prova pra os astrólogos. Fazer o mapa astral da MESMA pessoa segundo horóscopos diferentes (grego, egípcio, chinês, etc!)

    Muoto me espantaria se dessem resultados concordantes!
    Tá ai um bom teste pra desmascarar de vêz os farsantes dos astrólogos!!!

    • Jok disse:

      Vc e muito ignorante, vc precisa conhecer o assunto o suficiente para ser capaz de falar sobre ele. Tenho certeza que o Einstein estudaria o assunto a fundo antes de fazer qualquer julgamento, como todos os cientistas fazem. Voce deveria fazer o mesmo e ter a sua propria opiniao e nao tomar por verdade absoluta sem ao menos verificar as razoes o que outra pessoa diz, mesmo que essa pessoa seja Einstein, afinal ele nao e dono da verdade. Nao e ele que decide o que e e o que nao e. Alem do mais, nessa carta ele nao nos explica o pq que q ele considera astrologia uma supersticao. Ele apenas afirma dizendo que e, portanto nao ha nada para ser concluido a partir disso.

      Dizer que a maioria das pessoas se indentifica com a metade de todos os signos, e pura besteira! Isso e achismo, vc nao fez nenhuma pesquisa pra saber o que as pessoas pensam de verdade.

      Todos nos sabemos que a maioria dos astrologos sao aproveitadores, fazendo previsoes falsas, isso pq eles querem algo que todos nos queremos, que e dinheiro.

      Ainda que vc acha astrologia uma besteira, saiba que gente muita gente importante na historia, tao celebres quanto Einstein, acreditavam nessa besteira. Entao eles sao uns idiotas?

      Ex. Goethe, Shakespeare, JP.Morgan e muitos outros.

      Isso mostra pra vc que no minimo o assunto e interessante o suficiente para ser conhecido mais de perto e so depois disso formar uma opiniao.

      • Rafael disse:

        Sim, os que acreditam ou acreditavam nisso são idiotas. Assim como todos aqueles que acreditam em algo sem evidências!

      • Hummm... disse:

        Eu não diria “idiotas” pois, afinal, as informações naqueles tempos não tinham o volume e a velocidade de divulgação de hoje.
        Talvez, devessemos atribuir a palavra “ingênuos”.
        IDIOTAS, eu diria, são os que hoje, no século 21 e com tantos conhecimentos adiquiridos pela humanidade em todas as áreas da ciência, ainda insistem em acreditar nesta “idiotices”…

    • Wallace disse:

      Não sei como descobriram astrologia e nem se podem explicar como perceberam as características de cada signo, mas sei que se fosse mentira, os perfis de cada signo seriam de fato identificáveis para todos, ou seja, seria a mesma descrição para todos,pois não é o caso. Há muita diferença quando dizem que leoninos querem o centro das atenções, se sobressair em tudo, enquanto virginianos são mais contraídos, escondidos, etc… Basta olhar ao redor e vai ver que as pessoas se encaixam exatamente com a astrologia.

  9. Destruidor de Samurai disse:

    AH meu psuedo amigo Samurai, não seja ignorante também a suposta carta q vc citou, foi mostrada depois de sua morte e vai contra todo o tipo de imagem que o propio einsten tinha sobre a religião…

  10. Pedro Switzchel disse:

    É verdade que em nome da astrologia, 99,9% dos astrólogos blefam. Porém, mais como fruto de um estudo deturpado do que intenção de manusear falsamente os resultados.

    Mesmo assim, diante disto, é incoerente atribuir à toda Astrologia, milenar que é, o julgo de superstição e inconsistência.

    Tanta opinião dos céticos mas sem nenhuma base científica. Controversos!

    Já que o parâmetro é definir uma verdade de acordo com a opinião de alguém que possa ter respeitabilidade científica, pesquisem e vão achar que esse Einstein tão venerável, mesmo ele disse de si, que se soubesse do futuro de suas descobertas como a criação da Bomba Atômica, que vitimou milhares inocentes, como os senhores sabem (presumivelmente), e que se houvesse uma outra vida, ele queria renascer débil mental.

    Pra mim esse foi o discurso mais consciente e racional que ele teve.

  11. Otavio disse:

    Olha, eu sou bem cético. Não acredito em nada até que possa ser provado e definitivamente não creio em astrologia.

    Só que tem uma coisa que me irrita: esta adoração à Einstein.

    Nikola Tesla, que foi mais completo, num ponto de vista intelectual, do que Einstein o chamou-o de mero filósofo, ou metafísico, jamais um cientista. Concordo com Tesla e alias, vou além. Einstein era ordinário.

    • Pry disse:

      Olha Otavio, vai ver que é porque Einstein era psciniano e Nikola de cancer. Normalmente pessoas do signo de peixes gostam de aparecer e do status, enquanto pessoas do signos de cancer são mais introspectivas e trabalham com mais afinco!
      A questão é se astrologia não serve para nada, porque ainda influencia na vida das pessoas? Creio que porque a busca do EU depende muito mais do que resumos, necessita de um estudo amplo sobre todos os assuntos que podem influenciar nossas escolhas e o encontro de nossa personalidade!

    • Hummm... disse:

      Com certeza, você e o Nicola Tesla desconhecem as obras de Einstein.
      Não é adoração, mas sim, adimiração por um personagem da ciência que mudou os rumos da física no seu tempo, assim como Newton.

  12. Leandro Maranghetti Lourenço disse:

    É lastimável quando as fontes não podem ser verificadas e, muitas vezes, são falsas. Em pleno século XXI, temos cientistas acreditando em homeopatia, astrologia e outras pseudociências. O conhecimento sem referência não é nada. A fonte que não pode ser fiável deve ser sepultada e esquecida. Chega de SPAM pseudocientífico!

  13. ogoid disse:

    Na verdade a crença religiosa de Einstein (segundo diversas biografia)se assemelha como o próprio Einstein dizia na concepção de DEUS de Spinoza, que é uma espécie de conciência universal/cósmica.

    Mas como é uma especie de energia que não é antropomorfica fez com que muitos Religiosos o concideracem Ateu. E muitos Céticos o concideracem Religioso.

  14. Papahchristos disse:

    Caro Samurai, o Einstein de forma alguma era ateu. Ele acreditava que havia um Legislador do Universo, palavras que eu posso confirmar quando Einstein em uma converssa com Max Planck disse : “Ele nao joga dados com o Universo”.
    Creiam, ele acreditava em Deus.

  15. Mauro Figueiredo disse:

    Concordo plenamente q a astrolocia n tem nenum embasamento científico e pe diabólicamente perversa;faz com q algumas pessoas como eu com terríveis traumas na primeira infância,segunda e adolescência se sintam predispostas a seguirem pelo menos o q os tais astrólogos afirmam sobre seus sígnos, fazendo-as predispostas a um comportamento préestabelecido pelas definições e com isso se entregando a um suicídio gradativo ao longo dos anos, atrofiando-se emocionalmente, conseguentemente n aprendendo com suas dores e sofrimentos,já q tudo é de acordo com os seus sígnos.

  16. Junior Miranda disse:

    A astrologia é a fraude dos milênios. Mas, como a cada minuto nasce um idiota, ela prospera.

  17. Nuvvem Branka do Laddo disse:

    A astrologia é luz sábia que sempre amparou e iluminou as trevas dos caminhos humanos , e é seguro e correto meio para trilhar o vago futuro de toda gente.

    Porém, quão poucos e raros são aqueles que sabem verdadeiramente construir um mapa astral.

    Creiam… nenhuma mentira se sustenta por milênios. E o que vem sustentando a astrologia são seus inúmeros sucessos (verdades).

    O que ampara a ciência moderna é a experimentação que pode ser reproduzida – e não a assinatura de um cientista como alguns afirmam.

    Contudo, a astrologia não é uma ciência moderna, ela é provavelmente a mais antiga de todas, e se ampara não na experimentação, pura e simplesmente, mas na vivência, sensibilidade e raciocínios lógicos humanos. No final das contas o mesmo método que certas ciências atuais usam sob diversos disfarses experimentais, exemplo: sociologia, psicanálise, administração etc.

    E, qual é o objeto provocador da astrologia? Com o que lida afinal essa antiguíssima ciência?

    Com o magnetismo que perspassa por todo o universo material, por cada ser animado e cada elemento inanimado, tanto a curta como a longa distância.

    E esse magnetismo, como toda energia emanante (irradiante) está sujeito a faixas vibratórias e níveis de intensidade. Ainda não há instrumental feito pelo homem com capacidade para detectá-lo, porém isso é apenas questão de mais algum tempo para surgir. E então não apenas o conhecimento astrológico vai ser amplamente estudado e desenvolvido, mas um vastíssimo novo horizonte de saberes, que vem sendo ignorado pela nossa cegueira material.

    Finalizando, a carta acima, toda escrita em inglês, com a palavra “professor” em português, é a declaração (com todas as letras) de que foi forjada.

  18. Felipe disse:

    E é no fato de ser “tão tenaz que tenha persistido por tantos séculos”, enfrentando tantos desforços, que reside a sua magna significação. Não é necessário o aval da ciência moderna (em forte crise), lacunosa e totalitária, para se verificar a relevância da Astrologia. O conhecimento científica, fragmentado, não é a única fonte de conhecimento possível, bem como não é a mais importante.

  19. Ian disse:

    Eu poderia escrever um livro tendo como material os comentários tecidos aqui, e, para cada capítulo, eu iria esmiuçar as asneiras ditas por muitas pessoas aqui que se dizem céticas e científicas, mas parecem falhar no principal requisito de uma ciência SÉRIA: a PESQUISA, o conhecimento de causa. Por favor, primeiro, vão se informar e tratar de conhecer o objeto de crítica de vocês, antes de tecerem afirmações sem fundamento. Não falem do que não conhecem.

    Apenas por que algo é “científico” é algo idôneo, que não pode ter sido manipulado por seres humanos tendenciosos? Cadê o senso crítico?

  20. igc disse:

    o sujeito tem que ser muito idiota para hoje, em pleno século 21, defender qualquer tipo de astrologia: kabala, astrologoia “serious business” … incluem-se aí cartomancia, numerologia e toda sorte de basbaquice.
    Dizer que Shakespeare acreditou em astrologia e usar isso como argumento é tão falacioso quanto inverter o ônus da prova. Uffa, deus-me-livre dessa gente.

  21. Ali Mohamad disse:

    Acredito sim que Einstein poderia ter dito que não gostava de Astrologia e que esta é pseudociência…
    Assim como ele não achava um ABSURDO as afirmações da Física Quântica.
    Realmente, tudo isso (astrologia, terapias alternativas e outros quesitos) será um grupo de “babaquices” enquanto aceitarmos que o ser humano não passa de um monte de carne, ossos e sangue. E nada mais!!!

  22. Nicolau disse:

    Einstein, o grande Idiota e Plagiador Asiático e Racista Judeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *