MENU

Fabricando OVNIs

A tal da "Onda OVNI Belga": Uma visão crítica

20 de julho de 2009 Comments (20) Views: 5861 Ceticismo, Ufologia

O caso de Billy Meier: Mais provas conclusivas de fraude

Philior, tradução gentilmente autorizada [Original]

Durante anos o caso de Billy Meier motivou muitos debates acalorados na chamada ufologia. Há basicamente duas razões. A primeira é a enorme quantidade de todos os tipos de "evidência" que são oferecidas para apoiar a alegação de que Billy Meier foi supostamente escolhido e contatado por seres humanóides do sistema estelar Pleiadiano. A outra razão é o apoio muito forte que Meier recebe de vários indivíduos, entre os quais "coincidentemente" se incluem proeminentes defensores deste caso com interesses comerciais ou materiais afins para que o caso seja considerado autêntico, devido a seus trabalhos como autores, produtores de vídeos ou afins. […]

Eu estava determinado a não cair nas armadilhas ou desperdiçar tempo com suas estratégias, e mantive meus olhos bem abertos para evidência que simplesmente não deixe nenhum espaço para debate e que não possa ser descartada como "irrelevante" ou "ambígua".
Encontrei a melhor evidência deste tipo em uma série de fotos da chamada "nave bolo de casamento". O que faz estas imagens especiais não é tanto o desenho completamente improvável do modelo usado, mas sim o fato de que ao criar estas fotografias, Meier parece ter estado obcecado em fotografar a nave perto de casas, árvores e carros. Seu objetivo era claramente criar uma foto que enganaria o espectador de alguma maneira a acreditar que o modelo era de um certo tamanho substancial, por exemplo tão grande quanto uma casa ou uma árvore grande, ou maior que um carro.
Muitas pessoas já notaram as discrepâncias observadas em uma foto mostrando o modelo da "nave bolo de casamento" em frente a uma casa. Em particular, pode ser observado que a "nave" tem um foco muito melhor que a casa, indicando um artifício conhecido como técnica de "falsa perspectiva".
Aqui está a imagem e uma análise gráfica da situação real:


Falso OVNI de Billy Meier e prova de fraude


Reconstrução gráfica.

Aqui, nós vemos uma "nave" que está em foco ("nítida") enquanto a casa no fundo está fora de foco ("borrada"). Isto significa que a casa está bem mais distante da máquina fotográfica que a "nave". Nós podemos estimar a partir do tamanho das janelas que a casa está a aproximadamente 25 metros da máquina fotográfica. Considerando que a casa está tão fora de foco, enquanto a nave está em foco, a nave deve estar no máximo a ~2 metros da máquina fotográfica. A nave tem então no máximo em torno de um metro de tamanho! DEVE ser apenas um modelo, embora um relativamente grande. De fato, análise adicional mostra que o modelo tem em realidade aproximadamente 60 centímetros de tamanho. (Note que o link acima leva a uma versão ligeiramente aumentada da foto disponível, que faz com que tudo pareça mais borrado, mas ainda mostra claramente que a "nave" no primeiro plano é muito mais nítida que a casa no fundo, mais algumas outras discrepâncias flagrantes. Você pode encontrar a imagem original aqui).


[Fontes das imagens acima: www.photozone.de e www.luminous-landscape.com]

Acima podemos ver alguns exemplos de como objetos podem estar dentro e fora de foco, e do que uma pessoa pode fazer brincando com lentes, profundidade de campo e comprimento focal de lentes para fazer um objeto pequeno parecer grande.
Para mais exemplos, veja aqui.

Como é típico no caso Meier, observações como essas descritas acima são virulentamente contestadas pelos "representantes" de Meier. Jim Deardorff é um dos auto-declarados "peritos" do lado de Meier que se destaca em análise falaciosa, usando muita pseudociência e argumentos manipulativos para provar que evidência como a fotografia mostrada acima são autênticas. Ele apresenta uma página on-line com sua análise da imagem mostrada acima, afirmando que é autêntica. Na realidade, sua análise não é nada além de uma coleção de argumentos falaciosos que ele adaptou várias vezes para tentar contornar os elementos apresentados neste site. Uma revisão de sua análise falsa e enganadora do modelo de nave "bolo de casamento" pode ser encontrada em meu artigo "The Billy Meier case: review of arguments concerning the ‘weddingcake craft’ pictures and footage".
Uma vez que a fotografia do modelo em frente à casa deixa algum espaço para debate para aqueles que não conseguem notar as anomalias fotográficas que são óbvias ao olho alerta, ela não oferece a prova ideal para encerrar a discussão sobre a questão do modelo usado ser falso ou não.
Felizmente, enganar as pessoas continuamente e acreditar que nunca será pego conduzirá eventualmente a uma negligência fatal. E tem sido assim neste caso também… […]
Conta-se que a ex-esposa de Meier revelou que ele construiu o modelo usando a tampa de uma lata de lixo e utensílios de cozinha. Bem em seu habitual estilo enganador e até mesmo desafiante, na página com a "análise" de Deardorff uma imagem é exibida para ilustrar como seriam as latas de lixo e suas tampas na fazenda de Meier. Tipicamente, a alegação é feita de que enquanto há uma "forte semelhança", seguramente é uma "suposição irracional" que tal tampa de lixo teria sido usada, já que seria "muito difícil" adicionar o que pode ser visto acima e abaixo da tampa… Claramente, Deardorff nunca construiu qualquer modelo em sua vida e não parece saber sobre a existência de colas com as quais uma pessoa pode grudar praticamente qualquer coisa…


Tampa de lixo, como encontrada na fazenda de Meier

Olhando para a lata de lixo no canto inferior esquerdo da imagem podemos ver claramente como suas alças se parecem. Podemos ver nitidamente o mesmo tipo de alça no modelo da nave:


Alça da tampa de lixo, destacada.


Alça da tampa de lixo destacada no modelo de nave.
Uma versão sem destaque pode ser encontrada aqui, e uma versão ligeiramente diferente aqui.

Medindo a distância da alça até as extremidades superior e inferior da tampa, vemos que a combinação é perfeita:


Alça da tampa de lixo comparada com a alça do modelo de nave.


Borda da tampa de lixo realçada.

Isto mostra a borda da tampa de lixo, demonstrando que a ponta da flecha superior da medida vista na imagem anterior, na esquerda, cai exatamente na borda da tampa. Note que ao ver o modelo de um ponto elevado, podemos ver e combinar claramente o lado superior desta beirada. Veja por exemplo a parte inferior direita do modelo nesta imagem.

Ao comparar as imagens mostradas acima, também descobrimos que os perfis combinam, assim como a extremidade inferior da tampa com o tamanho e ângulo do modelo de nave, e pode ser estimado que o comprimento da alça também combina perfeitamente (embora para a extremidade inferior e o comprimento da alça, o ângulo da tampa na imagem esquerda complique relatar as medidas precisas diretamente nestas imagens, o que não é problema para determinar em que altura a alça está).
É quase fútil enfatizar a o fato de que as chances de que tal coincidência ocorra são infinitesimais… Mas temos que enfatizar este ponto, vendo como na página de Deardorff e em outras mensagens, este tipo de evidência flagrante de enganação não detém o clã de Meier em alegar que são apenas "tentativas de negadores" irracionais e viciosas de desacreditar Meier "injustamente"… A propósito, ao contrário do que certos partidários de Meier digam, TODAS as imagens mostrando a "nave bolo de casamento" foram feitas usando o mesmo modelo construído com a tampa da lata de lixo. As únicas diferenças notadas em suas várias imagens são causadas pela iluminação e pelo uso de diferentes configurações resultando em perspectivas diferentes.
A tampa de lixo tem um diâmetro estimado em torno de sessenta centímetros, que é assim quão grande o modelo é.
Considerando que pudemos confirmar a alegação de Kalliope de que o modelo foi criado usando uma tampa de lixo, podemos muito provavelmente assumir com segurança que sua alegação de que utensílios de cozinha foram usados para outras partes do modelo também está correta. As esferas prateadas metálicas são provavelmente algum tipo de tigelas de alumínio pequenas, usadas para cozinhar ou alguma tarefa relacionada. Alguns sugeriram que as esferas pudessem ser bolas de decoração de árvores de Natal, o que também parece uma boa possibilidade. Contudo, os utensílios de cozinha parecem mais prováveis, dando crédito aos comentários de Kalliope.
Kal Korff sugere a origem de várias outras partes do modelo, em seu livro sobre o caso Meier:


Análise do bolo de casamento por Kal Korff

Korff sugere que a "faixa" de metal debaixo das esferas superiores é de fato uma pulseira velha que pertenceu a Kalliope. Mas devido ao ângulo estranho que possui e ao fato de que tem um diâmetro de ~15 centímetros, parece bastante grande e bem improvável para uma pulseira, embora não impossível. Por outro lado, o uso de tachas de carpete parece uma boa possibilidade.
De fato as tachas de carpete oferecem outra indicação devastadora de fraude por Meier, se apenas reparamos bem. Ao olhar como estão colocadas entre as esferas no meio, podemos ver que uma delas está faltando. Ela pode ser encontrada caída na superfície do modelo, aparentemente depois que simplesmente caiu, sem ser notada por Meier, assim como por muitos daqueles que acreditam neste caso!


Bolo de casamento com a tacha perdida

Qualquer que seja a origem precisa de certas partes usadas por Meier, ele deve ter começado montando a base da tampa de lixo e alguns elementos que ele colou abaixo e acima dela, para mudar a aparência das superfícies da tampa. Ele então simplesmente pintou tudo com um spray prateado. Depois disso, finalizou o modelo adicionando os utensílios de cozinha, esferas metálicas, etc…
Em algumas imagens o modelo aparenta ser feito de ouro ou cobre, ao invés de metal prateado, mas isto é o resultado de usar iluminação com filtros de cor, como amarelo, vermelho ou rosa. É por isto que o carro que pode ser visto na imagem com o modelo em sua frente também está amarelado, quando na realidade sua cor original é provavelmente branca ou branco-gelo… Quando nós compararmos as duas imagens seguintes, vemos que a cor do carro muda precisamente da mesma forma que a cor do modelo:


Esquerda: Fotografia feita usando filtros de iluminação amarelos.
Direita: Fotografia feita usando filtros de luz vermelhos.

Além disso, nas imagens desta sessão onde o modelo foi fotografado de noite, podemos ver no reflexo das esferas que em realidade foram usados três spots para iluminar o modelo. Em si mesmo é bem estranho que Meier tivesse três spots disponíveis para uma sessão de fotografia improvisada, ao invés de apenas um flash.


Esferas e reflexos, mostrando o uso de três spots

Tipicamente, depois que os comentários de Kalliope sobre a parte inferior do modelo ter sido feita com a tampa de lixo foram publicados em "UFO Kurier" e "Tages-Anzeiger", Billy Meier sentiu que era necessário oferecer explicações para fazer toda essa história sumir. Em 1997 ele escreveu em seu "Boletim FIGU" sobre o que os Pleiadianos "explicaram" a ele sobre as "semelhanças" entre a tampa de lixo e a parte inferior de um de seus "veículos":

Quando eu [Billy Meier] perguntei a Ptaah sobre este assunto, ele deu a seguinte explicação plausível que parece bastante clara para mim embora soe um pouco estranha de início. Qualquer um familiar com as histórias obscuras e ainda inexplicadas sobre os "Discos Giroscópicos alemães", respectivamente "Discos Voadores", provavelmente concederia que a explicação de Ptaah provê a verdade.
Excerto do 254º Relatório de Contato de terça-feira, 28 de novembro de 1995:

Ptaah: ". . Desde os anos vinte trabalhamos com dispositivos voadores que vocês chamaram de ‘Nave Bolo de Casamento’, mas só estavam disponíveis para operações na Terra no fim dos anos setenta. Este tipo particular de dispositivo voador foi projetado especificamente para a Terra e por isto nós nos dedicamos a transmitir para cientistas terrestres todos os dados necessários relativos à forma dos veículos na forma de impulsos telepáticos, para ajudá-los no desenvolvimento de discos voadores na Terra.
Os impulsos telepáticos foram dirigidos principalmente a tecnólogos da viagem espacial, como eu chamarei estes indivíduos. Este grupo científico consistiu principalmente em engenheiros alemães, para quem nós transmitimos planos precisos sobre a forma da fuselagem, junto com alguns detalhes técnicos que consideramos justificáveis. Estes cientistas alemães na verdade construíram unidade
s experimentais que usam os planos que eventualmente conduziram à construção de discos voadores razoavelmente funcionais. De acordo com nossos motivos naquele momento, estes discos seriam usados para estabelecer uma força aérea que seria instrumental em alcançar uma precoce paz mundial. Porém, maquinações políticas mudaram tudo isto muito depressa em um esforço de guerra que nos incitou a descontinuar a transmissão de qualquer impulso telepático adicional aos cientistas alemães. Além disso, estes desenvolvimentos nos forçaram a abandonar completamente o projeto, e logo depois transmitimos intencionalmente desinformação que faria com que estes discos voadores fossem ineficazes para propósitos de guerra.
Algumas cópias destes planos sobreviveram de alguma maneira já que não pudemos recuperar todas. Porém, isto não apresentou nenhum problema uma vez que os planos restantes estavam extremamente incompletos quando sumiram. Estes últimos resquícios consistiam essencialmente apenas em desenhos que somente descreviam a beirada exterior e subestrutura do objeto voador. Detalhes da parte mais inferior e da estrutura superior já não estavam incluídos. E é precisamente esta beirada exterior com sua subestrutura que sobreviveu em desenhos ao longo de décadas — apenas para reaparecer ao redor de 1965. Esta reaparição aconteceu sem nosso conhecimento, porque tínhamos perdido interesse há muito tempo sobre o que tinham acontecido com desenhos inúteis até onde pensávamos. Até agora, quero dizer. Você informou Florena que alguns de vocês perceberam que esta forma de tampas de grandes recipientes existe, que realmente se parecem exatamente com a beirada e parte inferior de nossos objetos voadores e que tem mais que uma vaga semelhança das mesmas características estruturais. E já que você mesmo forneceu uma destas tampas para clarificar o fato, era muito simples para nós compararmos a tampa de receptáculo com detalhes de construção do dispositivo voador. Também notamos a semelhança atordoante e começamos a focalizar nossa atenção neste assunto. Investigamos toda a situação em profundidade e descobrimos que os desenhos antigos, recentemente reaparecidos estavam sendo usados para o projeto e produção destas tampas de receptáculo. [!!!] As coberturas eram completamente diferentes de qualquer coisa que os desenhistas haviam produzido previamente. Normalmente projetavam tampas com linhas simples e nunca com formas que poderiam ser chamadas futurísticas e complicadas. É então assim que a forma das tampas de recipiente surgiu, as quais, como mencionei mais cedo, se assemelham notavelmente à seção da extremidade inferior e subestrutura de nossos dispositivos voadores."
(Encontre o boletim inteiro de onde esta citação é retirada aqui, em inglês)

Assim de acordo com Billy Meier, a tampa de lixo é de fato um projeto Pleiadiano que miraculosamente acabou usada pelos fabricantes de latas de lixo! É claro que isto não explica como ocorreu que ambas têm exatamente as mesmas dimensões, e seguramente não explica qual utilidade os "Pleiadianos" teriam para alças em suas naves…
No mesmo boletim, Meier também afirma que as tampas de lixo como a usada no modelo só foram produzidas depois de 1986, muito depois que os as imagens foram supostamente criadas. Mas isso claramente não é verdade, uma vez que descobrimos que latas e tampas de lixo com precisamente o mesmo desenho já eram produzidas pela companhia americana Harcostar em 1975, muito antes de 1982, quando Meier supostamente criou suas imagens.
A explicação hilária de Meier para as semelhanças entre a parte mais baixa do modelo e a tampa de lixo lembra muito como ele tentou controlar o dano em outros casos onde fraude indisputável foi revelada, como quando se descobriu que imagens tomadas por ele de "Pleiadianas" retratavam em verdade dançarinas do programa de TV Dean Martin. Ele conseguiu inventar uma história rocambolesca de acordo com a qual as fotografias eram fraudes, feitas pelos assim chamados "Homens de Preto" que as plantaram para desacreditá-lo. Em uma fase, quando a pressão se tornou muito grande, Meier até mesmo afirmou que TODAS as imagens de seus primeiros trabalhos haviam sido trocadas por "falsificações" para desacreditá-lo… Note, por favor, que há várias pessoas que realmente acreditam nestas explicações ridículas.


Alça da tampa de lixo realçada em outra imagem da nave Bolo de Casamento.

Meier distribuiu um número significante de fotos do modelo Bolo de Casamento, afirmando que era uma de muitas "naves Pleiadianas" autênticas que ele fotografou. A implicação de fraude óbvia das imagens anteriores é que não se pode confiar nas palavras de Meier. O fato de que há tantas imagens deste modelo em uma grande variedade de cenários (i.e. em frente a uma casa, um carro, uma árvore, "sobre" um carro de acampamento, etc… veja mais aqui), indica que houve um volume muito significativo, elaborado e deliberado de trabalho árduo dedicado a criar as fotografias. Somado com as explicações ridículas dadas por Meier relativas à tampa de lixo, isto evidentemente não pode ser visto como apenas uma tentativa secundária e sem importância de acrescentar alguma evidência a material prévio "possivelmente autêntico".
Ao contrário, todos estes fatos comprometem seriamente TODAS as afirmações de Meier sobre a autenticidade de outras fotografias, filmes e vários outros tipos de evidência. Mostra que é realmente muito provável que TODOS os outros materiais também sejam falsos, quaisquer que tenham sido as formas pelas quais foram criados. Em outras palavras: considerando a escala e determinação da enganação nas imagens do modelo "Bolo de Casamento", é altamente improvável que qualquer material no caso de Meier seja autêntico
É claro que há muitos argumentos e resultados disponíveis (muitos dos quais publicados) que provam ou indicam para a maioria dos outros materiais que realmente SÃO falsos, apesar das objeções do clã de Meier. Onde este não é o caso, por várias razões, não pode ser provado que a evidência em questão é indisputavelmente autêntica. […]
A análise particular apresentada nesta página também prova que é preciso questionar seriamente as verdadeiras motivações de outras pessoas do campo de Meier como Jim Deardorff, cujo trabalho sobre as fotografias deste modelo obviamente mostra que nenhuma de suas numerosas "análises" pode ser considerada como confirmação válida de qualquer coisa.
Espero que as imagens e análise apresentadas neste artigo sejam uma lembrança constante para qualquer um em dúvida de que o caso de Meier significa enganação e apenas enganação.

– – –

Leia mais no artigo em inglês:
"The Billy Meier case: review of arguments concerning the ‘weddingcake craft’ pictures and footage"
As fontes para as fotografias originais criadas por B. Meier e que são exibidas nesta página são (ultimamente):
* billymeier.com Website oficial de Billy Meier.
* theyfly.com Website de Michael Horn, representante de Billy Meier.

Tags: , , , ,

20 Responses to O caso de Billy Meier: Mais provas conclusivas de fraude

  1. […] Meier também é conhecido por fotografar a ilustração de um dinossauro em um livro e promovê-la como uma foto de suas viagens no tempo, assim como fabricar um dos seus mais famosos discos voadores a partir de uma tampa de lixo. […]

  2. Husen disse:

    Uma das poucas fotos nao pode tirar a credibilidade que uma pessoa como Beier,nem tachalo de louco, pois as demais foram comprovadas de que seria dificil existir tipo de falsificação nas fotografias.Billy meier continua sendo um caso que deve levar a serio.

  3. Guilherme disse:

    O fato de a Internet não ser uma fonte confiável de pesquisa me leva a acreditar que, as fotos originais de meier foram todas recolhidas da rede e substituidas por fotos idênticas porém feitas verdadeiramente com modelos, o que incita esse tipo de análise e mesmo lhe concede crédito. Mas a questão concernente ao caso que me intriga não é tanto as fotos de discos voadores, mas sua visão que há 40 anos previu acertadamente fatos que só nos demos conta há menos de 1 década, como a crescente atividade sísmica, desequilíbrios muito evidentes climáticos, guerras por fontes de energia etc. Claro nada que qualquer pessoa bem informada nos anos 60 não pudesse prever, só me pergunto então como pode passar despercebido para os governantes, os cientistas, ativistas para chegar a tal ponto.

  4. jayme disse:

    eu vou pela lógica.
    é lógico demais as coisas que se leem no Talmud de Jmmanuel para desacreditar. o resto é que parece muita fantasia.de todas s coisas q já lí não ví maior cooerencia como encontrado no Talmud de Jmmanuel.

  5. Samuel Pelegrini disse:

    Não precisava nem de provas… Era só pensar: por que uma civilização supostamente mais evoluída produziria veículos intergalácticos de tão péssimo design assim? Só Billy “Naves de Latões Excêntricos de Fundo de Quintal” Meier mesmo… E o tal Talmud de Jmmanuel é apenas mais um dos textos paranóicos dos malucos religiosos que estão aí prostituindo a mente humana há milênios, nada novo, tampouco que valha alguma coisa.

    • Arimatéia disse:

      Bom analisei as imagens e afirmo como profissional de Photoshop que sou, a foto com a tampa é exatamente a mesma que está com a nave, é uma montagem grosseira, como pode duas fotos batidas em tempo e objetos diferentes estarem incrivelmente na mesma perspectiva, como pode este cidadão provar que Billy Méier é um falsário, sou um estudioso e analiso as coisas antes de esboçar alguma opinião, se tiverem dúvida da fraude desse acusador de Billy, abram as duas fotos e ampilem, verão que é uma montagem. Abraços.

  6. Samuel Pelegrini disse:

    Qualquer maldito que tenha contato com extraterrestres, por que não vem a público com algo decente, claro? Mostra o disco descendo, como poderia ser mostrado um carro na rua, por exemplo. Mostra o[s] extraterrestre[s] descendo da nave, entrevista eles, mostra como é a nave etc. Por que não fazem isso? Porque é tudo fraude, não são ‘contatados’ porra nenhuma. O cara prendia os objetos em árvores, laterais de telhados, entre outros, e ainda tem gente que mesmo com tudo isso exposto acredita no cara. Por isso os charlatas espirituais se dão tão bem no Brasil.

  7. Nanah disse:

    Ora, caros, talvez o Billy Meier até tenha poderes psíquicos para prever eventos futuros, o que não constitui fenômeno tão raro, basta os senhores pesquisarem sobre outras ocorrências no decorrer da História. Talvez, também, nos textos do “Talmud de Jmmanuel” encontrem-se elementos verídicos, porém, outros “manipulados”. Tudo é possível. Só não é possível que indivíduos, que poderiam utilizar sua energia vital para a promoção de ações mais úteis à humanidade, percam tempo questionando se um ser que possui, possivelmente – apesar dos dons que claramente possui – deficiências psicológicas, é o “único” isso ou o “único” aquilo. Por favor, façam um favor a si mesmos, retenham somente o que possibilite o seu aprimoramento espiritual. Estejam certos de que nada além disso corresponde a uma verdade a ser seguida.

  8. Nanah disse:

    Ora, caros, talvez o Billy Meier até tenha poderes psíquicos para prever eventos futuros, o que não constitui fenômeno tão raro, basta os senhores pesquisarem sobre outras ocorrências no decorrer da História. Talvez, também, nos textos do “Talmud de Jmmanuel” encontrem-se elementos verídicos, porém, outros “manipulados”. Tudo é possível. Só não é possível que indivíduos, que poderiam utilizar sua energia vital para a promoção de ações mais úteis à humanidade, percam tempo questionando se um ser que possui, possivelmente – apesar dos dons que claramente possui – deficiências psicológicas, é o “único” isso ou o “único” aquilo. Por favor, façam um favor a si mesmos, retenham somente o que possibilite o seu aprimoramento espiritual. Estejam certos de que nada além disso corresponde a uma verdade a ser seguida.

  9. Igor Pereira disse:

    Esse cara é engraçado demais!!!!!! Adoro ler suas profecias. Me divirto muito.

    Minha filha um dia fez um disco voador muito mais impressionante que esse.

  10. Luiz Soares disse:

    Note que a foto dele segurando a tampa do latão de lixo e a foto dele segurando a “nave” pronta são a mesma foto. Quem editou a foto, removeu a tampa do latão e colocou a nave na mão dele. O trabalho ficou mal feito, ainda por cima. Eu que entendo muito pouco de Photoshop teria feito melhor que isso. Ora, a foto foi adulterada para levar o leitor a crer que tudo é uma farsa. Se a foto foi adulterada, então não é farsa. Entendeu?

  11. Vostok123 disse:

    Meu… quem que é o otario que acredita nisto, somente os New Agers desejosos mesmo.

    • Arimatéia disse:

      Bom analisei as imagens e afirmo como profissional de Photoshop que sou, a foto com a tampa é exatamente a mesma que está com a nave, é uma montagem grosseira, como pode duas fotos batidas em tempo e objetos diferentes estarem incrivelmente na mesma perspectiva, como pode este cidadão provar que Billy Méier é um falsário, sou um estudioso e analiso as coisas antes de esboçar alguma opinião, se tiverem dúvida da fraude desse acusador de Billy, abram as duas fotos e amplie, verão que é uma montagem. Abraços.

  12. Anônimo disse:

    Luiz Soares, descarte essas fotos, considere-as todas manipuladas, pronto. OK. Mas, e todas as demais fotos do Meier? Todas elas, quem entende de fotografia sabe, foram claramente feitas utilizando-se de miniaturas colocadas num plano mais próximo da máquina fotográfica para causar a impressão de serem grandes, você consegue perceber isso em todas as fotos dele se prestar atenção. As supostas naves são objetos pequenos colocados próximos da lente para que pareçam grandes, proporcionais ao tamanho das casas, árvores etc. Não adianta, Jesus e tudo aquilo que o povo crente em Meier detona pode ser tudo fraude também sim, e deve ser mesmo, porém, Meier também é uma tremenda fraude. Esqueça as fotos de segunda mão, pegue todas as próprias do Meier mesmo, originais, você verá que em todas elas as ‘naves’ estão num plano mais próximo da lente do que o cenário no qual Meier tentou fazer parecer que elas estavam. E quando não é fraude utilizando-se desse golpe de vista, ele pendurava os objetos em árvores. Meier enganou todo mundo igualzinho àqueles bastardos que o povo crente nele detona. É tudo farinha do mesmo saco, Meier e aqueles mentirosos todos, tudo uma gangue só.

  13. Yghor disse:

    O cara tem mais de 6000 fotos, gravação de sons, amostras de metal, 12 videos e inúmeras previsões. Tudo investigado e sem fraude além de mais de 90 testemunhas, investigadores que o estudaram por anos e um depoimento de Kal Koff de 2002 admitindo não ter nenhuma evidência de que o caaso Meier (por ele tanto criticado) seja falso…
    Sinceramente, pelo que estudei, pelo que li, tirei minhas próprias conclusões.

    Não se pode julgar um cara com 62 anos de histórias por 5 ou 6 fotos. Ou ele é real ou é de se admirar do mesmo jeito, mesmo que seja por ser o maior e melhor fraudador de todos os tempos.

    • Alexander disse:

      A mídia manipula as informações meu amigo. Já analisei muitas das fotos originais de Meier, e posso afirmar que são um produto muito bem manipulado. Você não deve apenas ler, você deve fazer experiências para comprovar algo.

      Abraço

  14. Luiz Gustavo disse:

    Estou impressionado com o fato de existirem pessoas que ainda defendem esse cara, que é comprovadamente uma fraude, e é uma piada entre os céticos….

  15. Eduardo disse:

    Se imagens e testemunhos (que nada mais é que a observação, isto é, primeira fase do método científico) são inevitavelmente passíveis de engano e falsificação, então elas devem ser abolidas como provas, pois não tem confiabilidade e força de evidência. Em outras palavras, imagens e testemunhos devem ser relegadas às instâncias da recreação e da fantasia, pois não tem condições de ser uma prova confiável. Assim sendo, todas as instituições humanas que usam imagens e testemunhos como prova (religiões, judiciário, jornalismo, pseudociências e…a própria ciência) devem abolir essa conduta incerta, duvidosa e falsificável e procurar provas de outra natureza. Isso vale para todos.

  16. celio sidney vidal disse:

    sou ufologo a mais de quarenta anos e nunca vi fraudes tão grosseiras como as bo Billy Maier, em relação as fotos e os contatos, Maier realmente é um grande charlatão, nossa humanidade vive num mundo de fantasia, até a forma como ele diz que foi contactado é ridicula, a nave chamada “bolo de noiva” é grosseiramente despropocional com relação a casa, até um deficiente visual vê que é uma mniatura, um modelo fantasioso, vamos ter mais respeito com a ufologia, extraterrestres existem, naves existem, mas não as do Billy Maier..

  17. The Eye disse:

    RELIGIÃO DE CULTO:”O mais sórdido pretexto do poder máximo em nome do falso e mentiroso amor que literalmente caminha sobre cadáveres, sem hesitação ou escrúpulos. Apoiada pela falsa doutrina do Novo Testamento, o culto religioso Cristão intromete-se na política de todos os países. E além disso, não se envergonha em interferir na mais íntima vida familiar dos seres humanos – até mesmo na cama de parceiros casados – de modo a atacar até mesmo ali e destruir o derradeiro e mais privado segredo dos seres humanos. Agora chegou a hora em que um basta pode ser dado a todas estas atividades inescrupulosas, se o homem tornar-se sensível o suficiente, revisar os seus pensamentos e devotar a si próprio aos verdadeiros ensinamentos de Jmmanuel. Do mesmíssimo modo, todos aqueles que batem as suas cabeças contra os tijolos das paredes da enganosa loucura dos cultos religiosos e não são, portanto, capazes de um pensamento normal e sensível, irão combater e se oporem contra isso com todos os meios; e ainda assim, a sua luta desesperada será em vão porque a verdade será mais forte do que qualquer mania dos cultos religiosos ou mentiras sujas, embora a mentira esteja em existência por milhares de anos. As escandalosas falsidades dos cultos religiosos serão despedaçadas e destruídas para sempre, não importando o quanto os cultos religiosos e todos os seus seguidores e advogados se rebelem contra isso.

    http://www.scribd.com/doc/20921624/Talmud-de-Immanuel-Evangelho-Proibido-de-Judas-Iscariotes-Completo-Talmud-de-Emanuel-Talmud-de-Imanuel-Talmud-de-Immanuel-Talmud-de-Emmanuel-Evang

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *