MENU
China-Yangtze-Evening-Post-story-about-Stargate-in-Gulf-of-Aden.jpg

Wikileaks, OVNIs e a Conspiração do Golfo de Aden

MIB_JamesNeff.jpg

Homens de Preto: O mistério de Albert Bender

2 de fevereiro de 2011 Comments (147) Views: 18651 Fotos de OVNIs, Ufologia

A História da Batalha de Los Angeles

BatalhadeLosAngeles1941

Artigo de Tim Printy, publicado no SUNlite Vol. 3 N.1
Tradução gentilmente autorizada

Uma das histórias OVNI mais populares pela rede é o infame OVNI da “Batalha de Los Angeles”.

Em sua maior parte ela se baseia na memória de pessoas que dizem ter visto um OVNI, ou uma aeronave exótica, ou uma espaçonave alienígena naquela noite. Mas será mesmo o que aconteceu?

Aquecimento

O dia 7 de dezembro de 1941 é uma data que a maioria dos americanos reconhece com pouco esforço [como o ataque japonês a Pearl Harbor]. No entanto, o que transpirou nos meses seguintes na costa oeste dos EUA não é tão conhecido. No Havaí, havia temores de uma invasão anfíbia logo depois do ataque. Em retrospecto, isso parece muito improvável porque transportar um número suficiente de tropas japonesas teria atrasado a força de ataque em porta-aviões que bombardeou Pearl Harbor.

Enquanto isso, a costa oeste dos Estados Unidos se preparou para a invasão potencial ou um ataque aéreo de porta-aviões japoneses. Unidades de defesa aérea foram ativadas e colocadas em alerta nas maiores cidades e bases aéreas. Cidadãos começaram a olhar para o céu em busca de potenciais aeronaves ofensivas. E eles começaram a vê-las. Apenas um dia depois de Pearl Harbor, San Francisco acreditou ter estado sob ataque de um porta-aviões japonês!

Oaktribune

O general DeWitt, encarregado das defesas da costa oeste, ficou consternado com a resposta da comunidade de San Francisco porque eles não cumpriram o blecaute. Ele declararia no dia seguinte:

“Aqueles aviões estavam sobre esta comunidade por um período de tempo definido. Eles eram aviões inimigos, e eu quero dizer, aviões japoneses. Eles foram detectados e seguidos até o mar… é surpreendente a apatia das pessoas de San Francisco. A noite passada (segunda-feira) provou que há mais tolos em San Francisco que eu jamais pensei que existissem. Apenas por graça de Deus San Francisco foi salva da catástrofe”. [1]

Nunca houve quaisquer aviões reais neste “bombardeio”, mas isto mostra a resposta dos altos escalões às notícias de que estavam em guerra. Depois de Pearl Harbor, era melhor exagerar na resposta do que não reagir.

Cidadãos levaram as declarações de DeWitt a sério e começaram a buscar por potenciais aeronaves ofensivas. O planeta Vênus, que por acaso estava visível de forma destacada a oeste depois do anoitecer, tornou-se motivo para alarme. De acordo com notícias em meados de dezembro, Vênus causou vários relatos de aeronaves inimigas e a polícia precisou assegurar a população de que era apenas um planeta.

1941Venus

Para piorar a situação havia a baixa disponibilidade de inteligência militar. Os criptógrafos estavam ocupados tentando quebrar os códigos japoneses, e os militares estavam assim essencialmente atirando no escuro buscando adivinhar o próximo passo da Marinha Imperial Japonesa. Enquanto isso a inteligência da costa oeste parecia baseada principalmente em rumores na comunidade nipônica:

“Um informante japa em Los Angeles, por exemplo, relatou ao QG do 11º Distrito Naval de que havia um forte rumor entre famílias japonesas, presumivelmente baseado em um relatório de rádio em ondas curtas do Japão, de que em 18 de fevereiro a costa oeste seria bombardeada”. [2]

Começando em 7 de fevereiro, a costa oeste preparou-se para atos potenciais de sabotagem e ataque. Quando nada aconteceu até o dia 18, o alerta foi estendido pelo general DeWitt para 15 de março. No entretempo, um relato veio em 23 de fevereiro de que um ataque ocorreria naquela noite. Não menos que uma hora depois, um submarino japonês emergiu na costa de Ellwood, Califórnia, e disparou atingindo algumas refinarias durante vinte minutos. Nenhum dano significativo foi relatado, mas isto alimentou a preocupação dos locais de que os japoneses planejavam algo maior para a costa oeste.

O cenário estava preparado para a “Batalha de Los Angeles”.

Defesa Aérea

O exército americano possuía várias baterias anti-aéreas em várias instalações de defesa na costa oeste. Também possuía radares para auxiliar na detecção de aeronaves invasoras. No entanto, este radar não é o tipo elaborado de radar com o qual as pessoas estão familiarizadas hoje. Não havia um traço de radar varrendo a tela e exibindo ecos perfeitamente. Ao invés, estas eram maquinarias extremamente complicadas que necessitavam vários operadores para obter os dados relevantes de elevação, alcance e distância. Os dois principais radares usados na Batalha de Los Angeles foram o SCR-270 e o SCR-268.

Radar_A_scope

O SCR-270 (abaixo) era um radar de longo alcance que exibia um sinal para aeronaves no que era conhecido com um A-scope. Ele indicaria o alcance para um dado eco, mas sua direção era geralmente lida ao observar em que direção o radar estava de fato apontando. Desta forma os operadores só podiam notar um alvo à distância em uma dada direção, mas não poderiam determinar com precisão quantos alvos seriam e qual seria sua altitude.

SCR-270-set-up

O SCR-268 (abaixo) era mais complexo na forma como operava. Devia ser combinado com holofotes e baterias anti-aéreas. Era um radar de curto alcance que contava com três operadores monitorando seus osciloscópios e operando seus próprios controles. Entre estes operadores, podiam determinar a distância, altitude e direção. A atividade requeria trabalho de equipe, treinamento e proficiência para que a unidade funcionasse a contento.

scr268a

A noite de 24 a 25 de fevereiro

Na noite de 24 de fevereiro, a inteligência naval esperava um ataque nas próximas dez horas. Provavelmente esperavam uma repetição do incidente do submarino na noite anterior. Depois do alerta de um ataque previsto, o QG da 37 Brigada recebeu vários relatos de flares e “luzes” próximas de instalações de defesa e refinarias. Depois da meia-noite, radares da defesa aérea começaram a relatar contatos. Às 2 da manhã, um contato havia sido detectado a 120 milhas a oeste de Los Angeles e parecia estar se deslocando a 3 milhas de Los Angeles às 2h27. Às 2h21, um blecaute foi ordenado. Neste ponto, as baterias foram preparadas para esperar ver algo e o “ataque” começou. A história do Quarto comando Anti-Aéreo documenta a seguinte sequência de eventos:

  • 02h43 – Aeronaves não-identificadas foram vistas entre Seal e Long Beach.
  • 03h06 – Um balão carregando um flare foi avistado sobre Santa Monica. Ordenou-se que fosse destruído pelo controlador anti-aéreo.
  • 03h28 – Uma bateria próxima da fábrica de aeronaves Douglas em Long Beach relatou 25-30 bombardeiros acima.
  • 03h33 – Baterias em Artesia dispararam em 15 aviões que voaram para o mar sobre Long Beach.
  • 03h55 – Mais munição foi usada sobre Santa Monica no que se relatou ser outro balão.
  • 04h03 – 15 aviões relatados sobre a fábrica Douglas em Long Beach.
  • 04h05 – Baterias em Long Beach relataram disparar contra alvos.
  • 04h09 – Mais 15 aviões relatados sobre a fábrica Douglas.
  • 04h13 – Outros 15 aviões relatados sobre a fábrica Douglas.
  • 04h55 – Um relato foi comunicado de que a fábrica Douglas foi bombardeada mas não atingida.

Baseado nesta informação, parece que a atividade começou em Santa Monica, a oeste do centro de Los Angeles. A mídia noticiou:

“Toda a ação, claramente iluminada por observadores em terra em 20 a 30 holofotes, ocorreu a algumas milhas do oeste de Los Angeles … Baterias anti-aéreas dispararam constantemente por períodos de dois minutos, ficaram em silêncio por em torno de 45 segundos, e continuaram essa rotina por quase meia hora”. [3]

Adicionalmente, baterias próximas da fábrica Douglas em Long Beach parecem ter se somado à confusão. Isto implicava que os aviões voavam de Santa Monica a Long Beach e então para o mar. Considerando que estavam protegendo uma importante instalação de defesa, não é inesperado que teriam “dedos sensíveis no gatilho” assim que a “batalha” houvesse começado.

Saldo final

A mídia fez a festa enquanto o Exército e a Marinha começavam a investigar o que havia acontecido. O exército conduziu uma investigação, entrevistando vários militares que estavam provavelmente muito cansados e confusos sobre o que havia de fato transpirado. Na história do Quarto Comando Anti-Aéreo (disponível no website CUFON) há uma descrição dos relatos prestados. Muitos relataram ter visto aeronaves em vários tipos de formação, mas ninguém mencionou uma aeronave solitária. É importante notar que muitos relatos indicam que os radares SCR-268 usados não apontaram nenhum contato ainda que os observadores estivessem relatando aeronaves.

O testemunho do coronel Henry C. Davis, oficial executivo e oficial comandante em exercício da 37 Brigada, foi muito revelador a respeito das questões de percepção naquela noite. Ele originalmente pensou ter visto 10-15 aviões sobre Inglewood mas então decidiu que era apenas fumaça de explosões anti-aéreas. Ele opinou que provavelmente nunca houve nenhum avião de fato.

A Marinha foi a primeira a divulgar uma declaração. O Secretário da Marinha, Frank Knox, declarou que não havia aviões e que teria sido um falso alarme. A Quarta Força Aérea pensava que não havia aviões sobre Los Angeles e o Comando de Defesa Ocidental opinou que muitos dos relatos eram exageros.

No entanto o Exército olhou para as declarações das testemunhas e sentiu que havia algo nesses relatos. Concluíram que pelo menos um e até cinco aviões estavam sobre a cidade. O Secretário de Guerra, Henry Stimson, declararia que até quinze aviões estavam envolvidos. Suspeitava-se que tivessem decolado com ajuda de sabotadores em bases no deserto ou no México. Também se sugeriu que poderiam ter decolado de submarinos, que possuíam esta capacidade.

A mídia explorou feliz esta “diferença de opinião”. O cartum abaixo, da edição de 9 de março de 1942 da Newsweek representa muito bem a atitude relativa a estas declarações contraditórias.

SAMSUNG

Os relatos na imprensa

Enquanto os militares falavam com várias pessoas em sua estrutura de comando e também com alguns civis, a mídia relatou o que outros viram e recebeu todo o tipo de relatos conflitantes.

Uma vez que os relatos pareciam começar em Santa Monica e se mover para Long Beach, presumiram que poderia ter sido um dirigível dado que levou tanto tempo para atravessar essa distância. Isto pareceu ser confirmado pelo administrador de Gardena que declarou ter visto baterias anti-aéreas destruir “um grande saco que parecia um balão”. [4]

Enquanto este relato descreveu um objeto único, muito mais pessoas pareciam ver formações de aeronaves. Muitos disseram ter visto aeronaves “destruídas” ou “abatidas”.

“Durante o blecaute, os telefones de polícia estavam ocupados com relatos de aeronaves que haviam caído aqui e acolá… Outro relato, descartado por oficiais junto com outros, era que a artilharia havia destruído um grande saco flutuante lembrando um balão alto no céu”. [5]

A polícia de Long Beach teria visto duas ondas de aeronaves dirigirem-se para o mar. Também relataram que muitas explosões de artilharia chegaram próximas dos aviões, mas nenhum foi atingido. Quando foi entrevistado, o chefe de polícia de Long Beach, J.H. McClelland, que observava tudo do alto da prefeitura, declarou:

“Pessoalmente, não vi nenhum avião. Mas jovens que estavam comigo disseram que podiam ver”. [6]

Enquanto alguns viam aeronaves ou blimps, outros não viram absolutamente nada. Minard Fawcett de Redondo Beach contou:

“Minha mulher e eu estávamos seguros de ter observado em torno de 15 aviões presos em um cone de luz das baterias de holofotes. Depois decidimos que as nuvens de fumaça haviam nos confundido e o que vimos eram apenas nuvens de fumaça da artilharia”. [7]

Mesmo binóculos não ajudaram alguns observadores:

Don Black da Douglas Aircraft disse ter seguido as luzes com binóculos mas não pôde observar os aviões”. [8]

lifebattleLA

Fotografia em lapso de tempo do céu nos arredores da periferia de Los Angeles. Fotografia capturada por Al Monteverde e publicada na revista Life em 9 de mar;o de 1942 (página 22). As trilhas de estrelas indicam que a fotografia foi tomada em direção ao sul e mostram as constelações de Lobo e Centauro. Baseado nas posições aparentes das estrelas, o horário foi entre 3h10 e 3h30. (Eu computei 3h19 mas há margem para erro). De acordo com o artigo, a mancha à esquerda do centro é uma explosão de artilharia anti-aérea. Note como os raios tendem a terminar em um ponto brilhante onde eles convergem. O longo tempo de exposição capturou os raios além dos pontos de convergência. Não há OVNIs ou aviões visíveis nesta fotografia.

Somando-se à confusão de explosões anti-aéreas e 20 a 30 holofotes convergindo em pontos no céu, baterias anti-aéreas estavam disparando flares. Byron Box, do comitê de relações públicas da Pacific Coast Petroleum Industry, viu o show de Altadena. Ele relatou,

“Além das explosões de artilharia, parecia haver de 10 a 12 enormes flares vermelhos disparados no ar”. [9]

Ted Gill, correspondente da AP, escreveu:

“Alguns espectadores assustados juraram ter visto formações de aviões, outros argumentavam que o objeto parecia mais um blimp, ainda outros diziam que poderia ser — mas não podiam ver absolutamente nada”. [10]

A Newsweek pareceu tomar este relato e declarou:

“Observadores civis excitados relataram ter visto aviões em vôo em números variando de um a 200… a polícia disse que um grande blimp ou balão havia sido visto se desviando de explosões sobre a cidade. Observadores mais cínicos e calmos não viram absolutamente nada”. [11]

O relato mais interessante veio de Ernie Pyle, que escreveu sobre o tema em sua coluna “Roving Reporter” de 5 de março de 1942. Ele ficou fascinado com as operações dos holofotes e comentou como os raios apareciam no ponto em que eram focalizados:

“Todos eles convergiam em um grande ponto azul no céu. E esse ponto se movia muito lenta mas muito definidamente através do céu, sem falha. De todas as linhas azuis retilíneas se estendendo até aquele ponto, nenhuma jamais se afastou, ou ficou perdida, ou teve que “pescar” ou “procurar” ao redor pelo alvo. Elas se mantiveram firmes e se moveram com ele pelo céu, como uma sanguessuga que não larga a presa. Eu não conseguia ver nada naquele ponto, uma vez que estava a mais de 30km de distância. Mas podia ver as explosões de artilharia anti-aérea explodindo ao seu redor. De vez em quando uma parecia explodir bem no ponto”. [12]

Pyle havia testemunhado os eventos em Londres e estava um tanto familiarizado com a forma como estes tipos de barragens se pareciam. No entanto as equipes dessas baterias e a comunidade civil nunca havia presenciado tal barragem maciça à noite, e iriam se enganar ao identificar o que viram. Escrevendo depois da guerra sobre o incidente, William Goss declararia:

“Provavelmente muito da confusão veio do fato de que explosões de artilharia anti-aérea, iluminadas pelos holofotes, foram elas mesmas confundidas por aviões inimigos. Em todo caso, as próximas três horas produziram alguns dos relatos mais imaginativos da guerra: ‘enxames’ de aviões (ou, por vezes, balões) de todos os tamanhos possíveis, de um a várias centenas, viajando a altitudes indo de alguns milhares de pés a mais de 10.000, e voando a velocidades que variavam de ‘muito lenta’ a mais de 300km/h, todos foram observados desfilando pelos céus”. [13]

É muito interessante que o engano, o mesmo problema associado com relatos OVNI, parece ter desempenhado um papel crítico neste evento.

O Estopim

A mídia noticiou que os disparos começaram por volta das 3h05. Esta é a aproximadamente a mesma hora em que a história do Quarto Comando de Defesa Aérea declara que as baterias em Santa Monica foram ordenadas a abater um balão com um flare.

Balões meteorológicos lançados à noite geralmente possuíam uma lanterna de papel que continha uma vela para que ele pudesse ser acompanhado visualmente.

Wballoon42

Justamente quando as coisas começavam a se acalmar, outro balão foi avistado às 3h55, o que reiniciou os ataques. Quando os disparos cessaram, mais de 1.400 cartuchos de munição parecem ter sido gastos por causa de dois balões meteorológicos.

Em 1949, o coronel John Muprhy, que era parte da equipe de investigação, escreveria:

“No QG da brigada havia muita confusão. Ninguém sabia exatamente o que havia acontecido. O major general Jacob Fickel e o coronel (depois major general) Samuel Kepner vieram de San Francisco e com este autor constituíram um comitê para investigar os disparos. Interrogamos aproximadamente 60 testemunhas – civis e pessoal a serviço e alistado do exército, marinha e força aérea. Aproximadamente metade destas testemunhas estavam seguras de ter visto aviões no céu. Um aviador descreveu vividamente 10 aviões em uma formação em V. A outra metade não viu nada.

O operador de elevação de um diretor anti-aéreo observando por seu telescópio viu muitos aviões. Seu operador de azimute, observando por um telescópio paralelo no mesmo instrumento, não viu nenhum avião. Entre os fatos determinados estava que os disparos haviam sido ordenados pelo jovem controlador da Força Aérea encarregado na sala de operações do Comando de Combate. Alguém relatou um balão no céu. Ele, é claro, visualizou um zepelim alemão ou japonês. Alguém tentou explicar que não era esse tipo de balão, mas ele estava determinado e ordenou que os disparos começassem (uma ordem que ele não possuía autoridade para dar). Uma vez que os disparos começaram, eles criaram todo o tipo de alvos no céu, e todos passaram a disparar também. Bem, depois de todos esses anos, a verdadeira história pode ser contada.

Um dos regimentos AA (ainda possuíamos regimentos) enviou um balão meteorológico por volta das 1 da manhã. Aquele foi o balão que iniciou todos os disparos! Quando as coisas haviam se acalmado na cidade dos anjos “em batalha”, um regimento diferente, sempre alerta e energético, decidiu que alguns dados meteorológicos eram necessários. Acharam que não tinham se saído muito bem na “batalha” e pensaram que algumas correções meteorológicas ajudariam. Assim eles enviaram um balão, e todo o inferno começou novamente. (Nota: os dois balões, como me lembro, flutuaram majestosamente e em segurança). Mas os habitantes de Los Angeles ficaram muito felizes! Eles tiveram o conforto visual e auditivo de que estavam bem protegidos. E os atiradores anti-aéreos estavam felizes! Eles dispararam mais cartuchos do que teriam sido autorizados a disparar em 10 anos de exercícios de prática em tempos de paz”. [15]

Os registros da unidade descrevem esta ordem para abater um balão, assim os fatos básicos descritos pelo coronel Murphy são precisos ainda que eu acredite que o horário de lançamento às 1 da manhã possa estar incorreto.

William Gross também concorda com esta conclusão no Volume 1 de The Army Forces in World War II:

“Um estudo cuidadoso da evidência sugere que balões meteorológicos – que se sabe terem sido lançados sobre Los Angeles – podem bem ter sido a causa do alarme inicial. Esta teoria é apoiada pelo fato de que unidades de artilharia anti-aérea foram oficialmente criticadas por desperdiçar munição em alvos que se moviam muito lentamente para serem aviões. Depois que os disparos começaram, observação cuidadosa era difícil por causa da fumaça à deriva das explosões”. [16]

Uma vez que a primeira bateria iniciou contra o balão, outras se juntaram à “batalha” e tudo se tornou uma festa. O balão pode, ou não, ter sido destruído. O fogo anti-aéreo (AA) em 1942 não era tão preciso. Os registros da marinha americana para disparos AA de 3 polegadas (a maior parte da artilharia deste tipo de armas) indica uma taxa de acerto contra aviões de menos de 1% em 1942 (as equipes da marinha americana em 1942 eram mais experientes e estavam disparando predominantemente à luz do dia). Também é preciso estimar quantas equipes ajustaram os estopins corretamente (se é que os ajustaram) e qual porcentagem destes disparos realmente explodiu.

Em todo caso, não importa realmente se alguém abateu o balão porque uma vez que os disparos começaram, as equipes estavam disparando contra praticamente tudo, incluindo suas próprias explosões.

A Evolução da História OVNI

Nos primórdios da ufologia aparentemente ninguém pensou em interpretar a “Batalha de Los Angeles” como um caso OVNI. O relatório do grupo NICAP de 1964 com sua “melhor evidência” o ignorou.

A primeira menção ao caso como um evento OVNI foi feita em 1966, quando M.A. McCartney escreveu uma carta a NICAP sobre um OVNI vermelho que fez estranhas manobras aéreas em uma noite. No fim da década de 1960, muitos livros incluíram a história de certa forma. Alguns simplesmente repetiram os artigos do LA Times sobre os eventos, enquanto outros adicionaram alguns detalhes extras. Tornou-se realmente parte da cronologia OVNI em fins da década de 1980 quando, em 1987, Paul T. Collins escreveu um artigo para a revista Fate intitulado “Pânico OVNI na Segunda Guerra Mundial”.

Timothy Good também mencionou o caso em seu livro “Above Top Sceret” lançado em 1988, citando um artigo escrito por Collins em 1968. Jerome Clark incluiria o caso em sua enciclopédia OVNI, citando várias fontes da década de 1960.

Em meados da década de 1990, a internet tornou-se a principal fonte de informação enquanto as pessoas buscavam os mínimos detalhes de registros históricos que apoiariam a versão ufológica dos eventos. Estes textos tenderam a omitir o contexto histórico sob o qual tudo aconteceu, e destacavam apenas as partes que apoiavam suas idéias. Isto era óbvio no artigo de 1987 de Collins. Era basicamente uma sinopse dos eventos históricos noticiados pela mídia, com um viés ET.

A parte mais interessante da história foi um parágrafo que pareceu refletir o pensamento ufológico neste caso:

“Quando relatos de milhares testemunhas oculares vasculhando os céus com binóculos sob as luzes intensas da artilharia costeira verificaram a presença de um objeto enorme, não-identificável e indestrutível – mas não a presença de um grande número de aviões – os comunicados de imprensa foram gradualmente reprimidos”. [17]

Isto não é verdade de acordo com o registro histórico. Collins parece ter exagerado a alegação de que “milhares” viram um enorme objeto individual naquela noite. A realidade é que a maior parte das pessoas não viu nenhum objeto, outros viram aviões individuais em formação, e alguns pensaram ter visto um balão ou dirigível. Não há consenso sobre o que estava sendo visto, tornando muito difícil assegurar que uma enorme nave estivesse presente.

Em anos recentes, algumas pessoas vieram à tona com suas próprias histórias pessoas sobre aquela noite. Algumas delas eram muito jovens naquela época, assim a precisão de suas lembranças pode ser suspeita. Estas memórias podem ter sido influenciadas por uma fotografia que se tornou uma peça importante da evidência de que um OVNI real estivesse envolvido.

A Fotografia

battlela1942

Provavelmente a melhor evidência apresentada para a presença de um OVNI “real” (com a implicação de que fosse uma espaçonave alienígena) é a fotografia que apareceu no LA Times, o NY Times e a revista Time. O jornal declara que a imagem mostra holofotes focalizando um objeto sobre a cidade de Culver. Presume-se que esta fotografia foi tomada de Los Angeles apontando em direção a Santa Monica (a mesma direção que Culver City). Santa Monica é onde as baterias começaram a disparar naquele inconveniente balão meteorológico.

O doutor Maccabee realizou uma longa análise da fotografia e determinou que poderia haver um objeto por trás dos fachos de luz. No entanto, não sabemos quais condições existiam no momento da fotografia (i.e. ajustes da câmera, velocidade do filme, etc.) e se o centro dos fachos de luz não estava simplesmente sobre-exposto. Comparada com a fotografia da revista LIFE, parece que esta imagem não era uma exposição tão longa porque nenhuma estrela foi registrada. É possível que o negativo original tenha sido sob-exposto e, para conseguir uma imagem que mostrasse todos os detalhes dos tênues fachos e o horizonte, a tenham impresso de forma que sobre-expusesse a convergência dos fachos de luz. Também há várias explosões AA ao redor da área em que os holofotes convergem. Ou o fotógrafo expôs o filma no “clímax da batalha” ou pode ter havido alguma “licença artística” envolvida para tornar a foto mais excitante.

Como descrito nos registros das unidades, muita fumaça foi produzida pelas explosões AA. Esta fumaça forneceu algo no qual os fachos dos holofotes podiam refletir. Uma vez que os fachos são raios circulares, o raio produziria uma aparência circular contra uma nuvem de fumaça exatamente como nesta fotografia, publicada no “Ufo investigator’s handbook” de Allan Hendry.

hendryspotlight

Fachos de holofotes contra nuvens [18]

Ernie Pyle chegou mesmo a comentar sobre como os holofotes formava círculos no céu, o que confirma que isto é provavelmente o que foi registrado na fotografia. Pode-se ver efeito similar nesta fotografia da revista LIFE tomada em 1939.

searchlights

Exercício de holofotes na zona do canal do Panamá. Foto por Thomas D. Mcavoy para a revista LIFE [19]

A ausência de qualquer OVNI na foto da revista LIFE na página 19 indica que este efeito foi registrado apenas por esta fotografia. Uma fotografia aparecendo na página 8 do Long Beach Independent em 27 de fevereiro também não mostra nenhum OVNI, mas muitos fachos de luz de holofotes. A menos que outras fotografias surjam mostrando este mesmo objeto, não se pode considerar esta imagem como boa evidência de algo além de luzes de holofotes convergindo em um ponto no céu, com a área central provavelmente sobre-exposta.

Um Mito?

O que foi finalmente concluído por oficiais militares e historiadores é que nenhuma aeronave pilotada (por ETs ou humanos) esteve presente nos céus naquela noite, e que a causa dos disparos foi provavelmente a ordem de abater um balão meteorológico.

Ufólogos parecem ter se agarrado a excertos publicados pela mídia que confirmam sua crença de que este foi algum tipo de caso OVNI. A falha dos registros da unidades de combate em mencionar qualquer nave gigante imune ao ataque anti-aéreo é algo que parece ter sido ignorado.

A adição recente de testemunhas que dizem “saber o que viram” apimentou a história. É preciso imaginar quão confiáveis suas memórias podem ser, e por que tais descrições tão vívidas de naves exóticas não apareceram em nenhum relato militar ou de mídia antes. Com algum empurrão de ufólogos, vendo a fotografia, e suas próprias crenças em OVNIs, não deve ser preciso muito para transformar memórias vagas de luzes de holofotes focalizando o céu ou explosões aéreas em um disco voador invulnerável a toda artilharia.

– – –

Notas e referências

  1. “Take shelter or die! Army chief warns”. Oakland Tribune. December 10, 1941 page 15
  2. The History of 4th AA Command, Western Defense Command, Jan 9 1942 to July 1 1945 (extract)). Available WWW: http://www.cufon.org/pdf/BattleOfLosAngeles.pdf page 1
  3. “Enemy blimp on west coast.” Manchester Union Leader. February 25, 1942. Page 20.
  4. “Guns hurl two-hour barrage at planes over Los Angeles”. El-Paso Herald Post February 25, 1942. Page 1.
  5. “Los Angeles fres at unseen foe in reported aircraft invasion”. New York Times. February 26, 1942. Page 3.
  6. “LA slightly of beam on air raid”. Bakersfeld Californian. February 26, 1942. Page 2.
  7. ibid
  8. ibid
  9. “Anti-Aircraft fre looked like ring, Altadena reports”. The Long Beach Independent . February 27, 1942. Page 20.
  10. Gill, Ted. “It was a good show while it lasted, LA reports”. Bakersfeld Californian. February 25, 1942 Page 1
  11. “Mystery alarm at Los Angeles bares Army and Navy confusion” Newsweek. March 9, 1942. Page 22.
  12. Pyle, Ernie. “Roving Reporter” Charleston Gazette March 6, 1942 Page 8.
  13. Craven, Wesley Frank and James Lea Crate ed. The Army Air Forces in World War II. Volume one: Plans and early operations. Ofce of Air Force History. Washington D.C 1983. Pages 283-4
  14. War Department. TM 1-235 The weather observer Washington D. C June 29, 1942. p. 232.
  15. Murphy, Col. John G. “Ninth Army AAA”. Anti-Aircraft Journal. May-June 1949. Page 5.
  16. Craven, Wesley Frank and James Lea Crate ed. The Army Air Forces in World War II. Volume one: Plans and early operations. Ofce of Air Force History. Washington D.C 1983.. P. 285-6
  17. Collins, Paul T. “World War II UFO scare”. Fate. July 1987. Available WWW: http://www.rense.com/ufo/battleofa.htm
  18. Hendry, Allan. The UFO Investigators Handbook. London: Sphere Books Ltd. 1980. p. 48
  19. Mcavoy, Thomas D. LIFE Magazine photo archive hosted by Google 1939. Available WWW: http://images.google.com/hosted/life

Gostaria de agradecer a Peter Brookesmith e a Vincente-Juan Ballester Olmos por seu auxílio em identificar algumas fontes para este artigo.

Tags: , ,

147 Responses to A História da Batalha de Los Angeles

  1. Leandro disse:

    Bom texto! Sobre a fotografia da LA Times parece mesmo se tratar de uma “licença artística”.

  2. Magno disse:

    Gostei! Provalvelmente balões metereológico a 70 anos (de novo?).

    Agora vamos desmistificar “a noite oficial dos OVNIS”.

    Olha lá! Balões metereológicos só valem se forem turbinados.

  3. Felipe disse:

    Magno sobre essa noite oficial dos ovins, eu já perguntei pra minha mãe parentes com mais de 50 anos, e nenhum deles se quer sabiam dessa tal noite oficial dos ovins, então acho que isso ai é um grande hoax…

    Enquanto ao balão meteorológico… só pra constar em que ano foi inventado o balão meteorológico mesmo?

    • Tatiane disse:

      Felipe, não é Hoax não!
      “A noite oficial dos OVNIS” foi um dos acontecimentos mais espantosos e devidamente documentados pela midia e pelos militares que prometeram dar resposta mas nunca divulgaram coisa alguma para o publico. Junto com o Caso Chupa Chupa ou Operação Prato ocorrido no Pará são os mais verídicos ao contrario do ET de Varginha.
      UFOs foram vistos no Brasil em 1986, por testemunhas como Osíres Silva, então presidente da Petrobras e por pilotos de caças e obviamente por radares.
      Este vídeo explica por sí:
      http://www.youtube.com/watch?hl=pt&v=jWwRW9BCU2A&gl=BR

  4. Felipe disse:

    antes da II Guerra Mundial, as pipas foram utilizados para observações meteorológicas de altitude , mas deixava a desejar, pois as Pipas necessitavam de áreas abertas para o lançamento, e punham em risco o tráfego aéreo, por isso foram tirados de serviço na década de 1930, e substituidos por balões meteorológicos não tripulados que também eram utilizados para observação, fixado ao solo e por serem facilmente visíveis não conflitavam com o espaço aéreo destinado a aviação, voando em certas altitudes para fornecer dados como direção do vento, visibilidade, temperatura, e humidade do ar. Até o inicio da II Guerra Mundial, balões latex com instrumentos de informações enviados por rádio transmissores eram bem comuns, para monitorar o clima para apoiar as operações militares, esses fatores levaram ao desenvolvimento do balão meteorológico mais ou menos como a conhecemos hoje…

    É pelo jeito tinha sim balões naquela época.. então retiro o que disse.. catei no google isso.

  5. Fabio disse:

    Excelente artigo!

  6. newton silva disse:

    De novo os céticos. Será possível que o exército americano não saberia distinguir um balão? E um balão à noite? E quem era esse meteorologista que estava interessado em saber as condições do clima, quando a principal preocupação na época era somente a guerra?

  7. Nihil disse:

    ” E quem era esse meteorologista que estava interessado em saber as condições do clima, quando a principal preocupação na época era somente a guerra?”

    Claro que o clima importa! Se o Hitler soubesse as condições do clima na URSS não tentaria invadir. Um erro meteorológico foi decisivo no dia D. Ah, sim! O Napoleão também perdeu para a Rússia por causa do Inverno.

  8. sarthorius disse:

    Realmente a realidade é muito mais interessante que a ficção discóide voadora.

  9. João Santos disse:

    É,e apesar de maciçamente bombardeado, não foi atingido em nenhum momento, vez que reaparecia.

    Os caças também abriram fogo contra o balão e não o derrubou, apesar de atingido.

    Nenhum destroço de balão foi recuperado para apresentar como PROVA à imprensa, ás autoridades (sérias) e principalmente ao público.

    Nos EUA há um acervo de gravações históricas de rádio imagens e filmes que podem ser recuperadas. Semelhante ao MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo, no Rio de Janeiro etc.

    Antes de postarem suas impressões, vejam por si mesmos a série até o final.

    PARTE 1/9: http://www.youtube.com/watch?v=osth_L82l3A

    Esses balões dão um trabalho danado, enganam a todos por séculos!

  10. Magno disse:

    Felipe, faltou voce perguntar aos oficiais e pilotos de caça da Força Aérea.

    Vou mostrar o que eles dizem na reportagem do Fantástico de 1986.

    Reportagem do “FANTÁSTICO” de 25 do 05 de 1986.

    Se não forem fontes confiáveis, não sei mais em que voces confiam, pois são as duas fontes mais pedidas aqui.

  11. Magno disse:

    desculpem, esqueci de colocar o link.

    Mas, aí vai:

    http://www.youtube.com/watch?v=jWwRW9BCU2A

  12. Magno disse:

    E veja o que ainda diz o Brigadeiro e Ex Ministro da Aeronática Otávio moreira lima, 11 anos após:

    http://www.youtube.com/watch?v=Mif_4hT3YN0&feature=related

  13. Magno disse:

    Nihil, sou de uma região em que raios e trovões são coisas corriqueiras, já vi raios e ouvi trovões de todo tipo, mas nunca vi raios em bolas. (Graças a Deus isso nunca aconteceu nas minha. Rsrs)

  14. Magno disse:

    E agora vejam o que diz Hitler sobre a internet e os comentários aqui no C.A.

    http://www.youtube.com/watch?v=8zFYt1_0FUE&feature=related

  15. João Santos disse:

    As estações meteorológicas são dispostas estrategicamente para informar as condições do tempo para fins diversos, principalmente ao tráfego aéreo. Os balões são muito conhecidos por pilotos , e militares em geral. Ao ser liberado, SOBE RAPIDAMENTE, NÃO FICA PLANANDO. É bem frágil, tem um DIÂMETRO PEQUENO e é muito leve.

    No dia do incidente nenhuma unidade meteorológica reportou o lançamento de qualquer PROTÓTIPO DE CARACTERÍSTICAS EXTRAVAGANTES, MUITO MENOS À NOITE, SOBRE UMA BASE MILITAR, A PONTO DE ENGANAR COMANDANTES, PILOTOS E ARTILHEIROS. E AINDA SER INVULNERÁVEL AOS BOMBARDEIOS MACIÇOS DOS AVIÕES E DA ARTILHARIA DE TERRA.

  16. Felipe disse:

    Eu postei o ano da criação do balão de meteorológico de látex, é só procurar no google, tem gente que sempre quer achar que tudo é verdade e nunca procura,ou pensa a respeito.

    Lembrando que na guerra houve enganos, até de tropa americanas atirarem contra os propios aliados, já que naquela época não havia a tecnologia que se tem hoje era tudo passível de erros.

  17. jcelidonio disse:

    a titulo de curiosidade, os raio bolas são quase que invisível, tal a velocidade com que ocorrem!

    não sei se a fonte desse video é confiável, mas em todo caso eu vi uma caixa de metal com a inscrrção da universidade norueguesa! rs

    http://www.youtube.com/watch?v=VVgQ8Vkx3Ug

  18. jcelidonio disse:

    “O SCR-268 (abaixo) era mais complexo na forma como operava. Devia ser combinado com holofotes e baterias anti-aéreas.”
    de qual livro veio essa informação?

  19. Ricardo disse:

    Lanço o desafio para o Sr. Kentaro Mori explicar o Hoax chamado ‘Deus’. Já que se sente tão seguro de si para atacar milagres, espiritismo, ovnis e etc..já que é absolutamente cético em relação a tudo, gostaria que investigasse essa grande mentira.
    E não encare isso como um deboche, eu sou agnóstico..não acredito em deus..mas me dou o benefício da dúvida para não me tornar um pseudocético fanfarrão que a acredita que a única verdade é a negação.

  20. Magno disse:

    Alguém poderia me explicar que raios de linhas são aquelas fomando um anglo de +ou- 90º sobre a junção das luzes?

  21. Thiago disse:

    Mori, pode provar que este “ovni” também é uma fraude?
    http://www.youtube.com/watch?v=gNbe0YWXUuc

  22. João Santos disse:

    Thiago, o vídeo e os relatos devem ter sido analisados pelos peritos daquele país, onde há muitos relatos de OVNIs.

    Ao que parece, esse ET (ou intraterreno etc.), não tinha muito o que fazer no seu mundo e resolveu antecipar o Dia das Bruxas ( Halloween ) para “ZOAR” os incautos policiais mexicanos.

    A astrônoma já deu o parecer que se espera de qualquer acadêmico.
    Como o próprio investigador disse: “TODAS AS POSSIBILIDADES ESTÃO ABERTAS”, então, só nos resta escolher a que melhor convier a cada um.

    Só faltava essa, alienígenas engraçadinhos!

  23. MarcosAugusto disse:

    O mori se alimenta da discordia gerada aqui. . .

  24. Rafhabass disse:

    Um dia terei a inteligência de vocês, autores

  25. Nihil disse:

    Thiago, você acredita nesse vídeo? Pesquise um pouco mais e verá que essa bruxa é falsa. Foi construída!

  26. Thiago disse:

    Nihil, pesquisei sim, dentro de minhas limitações, e tudo que encontrei foram teorias em fóruns de céticos, um fórum aponta o caso como “resolvido” citando que a bruxa é na verdade esta máquina http://www.youtube.com/watch?v=Ssvn2WzhZv4

    A sua pipa em formato de bruxa[?], de longe é a melhor, ainda que isto não explica os relatos dos policiais.

  27. Magno disse:

    Nihil, gostei da explicação em relação a bruxa, provavelmente uma pipa. Quanto aos policiais, achei muito parecido com uma encenação na hora que o suposto médico olha o olho de um deles com uma lanterna, foi muito rápido. E aquele nervosismo do policial, achei meio forçado.

  28. alex disse:

    Nihil acho que você deveria sair desse blog não consegue ver que você perdeu???

  29. João Santos disse:

    Pessoal, o documentário, a seguir, foi elaborado com as gravações das CAIXAS PRETAS das aeronaves e outros registros reais:

    http://www.youtube.com/watch?v=gc0R_rapV68

    Tirem vossas impressões e postem para discussão.

  30. João Santos disse:

    Por que a NASA nunca liberou imagens de alta resolução da lua, principalmente da FACE OCULTA?
    Muitos ex-funcionários declaram publicamente que foram encontradas estruturas artificiais nessa face e que mesmo as imagens liberadas são reeditadas (maquiadas), antes de serem liberadas. Vejam aqui nesse documentário completo com a presença da imprensa norte americana -The Disclosure Project 1 12 legendado PT BR : http://www.youtube.com/watch?v=aVrJTYVLoVc

    E aqui, algumas das imagens reais:
    http://www.youtube.com/watch?v=lMg9E0HGizo&NR=1&feature=fvwp

    Complementem com essa série completa – Moon Rising Brasil Parte 1(são muitas partes): http://www.youtube.com/watch?v=_OPJL7oWTj8&playnext=1&list=PLF01CEE62C1F209D4

    OBS: Há alguns vídeos de ruínas na lua que são VERDADEIROS LIXOS, fraudes grosseiras, “talvez” intencionalmente elaboradas, de tal modo a falsear as verdadeiras abordagens.

    Tirem vossas conclusões.

  31. João Santos disse:

    Caso Thiago Machado, com 160 testemunhas e periciado pela FAB: http://www.youtube.com/watch?v=lj1sDZzkCrY

  32. Felipe disse:

    Enviado por Ricardo em 4 de fevereiro 2011 às 09h42
    Lanço o desafio para o Sr. Kentaro Mori explicar o Hoax chamado ‘Deus’. Já que se sente tão seguro de si para atacar milagres, espiritismo, ovnis e etc..já que é absolutamente cético em relação a tudo, gostaria que investigasse essa grande mentira.
    E não encare isso como um deboche, eu sou agnóstico..não acredito em deus..mas me dou o benefício da dúvida para não me tornar um pseudocético fanfarrão que a acredita que a única verdade é a negação.

    Posso fazer esse mesmo desafio a você tirando o nome deus, para deuses gregos.

  33. João Ferrari disse:

    ——————————
    E agora vejam o que diz Hitler sobre a internet e os comentários aqui no C.A.

    http://www.youtube.com/watch?v=8zFYt1_0FUE&feature=related
    ——————————
    Que me desculpem os companheiros (sem PTismo!) céticos, mas essa foi a melhor resposta de todos os tempos!
    Sempre leio o CA e fico na moita, algumas vezes até posto (raramente), mas com essa não resisti!

  34. paulo6jr disse:

    Nihil
    Raios de bola não apresentam trajetória irregular, brusca e imprevisível.
    Argumentação peremptória, obtusa, linear e cômoda, típica da doutrina cética.
    Obs.: Não sou ufólatra, crente ou “homeopaticófilo” (tarado por homeopáticos).

  35. Magno disse:

    Aí amigos, mais uma turma de “malucos” que acreditam em extraterrestres.

    http://exopoliticabrasil.net/lideres-mundiais-disseram-que-discos-voadores-sao-reais/

    Não esqueçam de assistir o discurso do ex ministro de defesa do Canadá, Paul Hellyer em um vídeo legendado em espanhol (acho) nesse mesmo link.

    Aqui está o link do youtube do mesmo vídeo sem legendas.

    http://www.youtube.com/watch?v=T4zEvCiG_Ow

    Divirtam-se

  36. Nihil disse:

    “A sua pipa em formato de bruxa[?], de longe é a melhor, ainda que isto não explica os relatos dos policiais.”

    Policial incompetente tem em todo lugar. Na Nigéria, por exemplo, chegam a prender bodes achando serem bandidos transformados. Os do México não devem ficar muito longe.

  37. João Santos disse:

    O Caso Thiago Machado, foi autêntico, com 160 testemunhas e periciado pela FAB. Não há como contestar. Não foi ilusão coletiva, raios em bola, pipa, balão etc.
    Semelhantes aos casos seguintes, com ocupantes vistos:

    CASO VORONEJ: http://www.youtube.com/watch?v=OAiuYUQfyUc

    CASO ZIMBABUE: UFO – http://www.youtube.com/watch?v=yESROHHJrj4
    – Contato na África envolvendo 62 crianças (a legenda não está embutida, deve-se clicar na “transcrição interativa”, para acompanhar a tradução).

    Se você é cético e está procurando a verdade, vai ficar satisfeito. Se, ao contrário, apenas tem o ceticismo por dogma, também não há porque ficar zangado porque a verdade será verdade sempre, não vai precisar de credulidade de ninguém.

  38. Magno disse:

    É, até agora ninguém me respondeu que raios de linhas são aquelas sobre a junção das luzes, na primeira foto.

  39. joão Santos disse:

    É, MAGNO, TEM MUITO “MALUCO” POR AÍ, VOCÊ NÃO FAZ IDEIA!

    Se você se der o trabalho de assistir, tenho postado muitos links de matérias interessantes aqui no site, inclusive de AVISTAMENTOS COLETIVOS COM OCUPANTES VISTOS. Além do caso Thiago Machado, postado acima, temos, dentre muitos, SE VOCÊ PUDER EXPLICAR…

    CASO VORONEJ, APARIÇÃO EM PRAÇA PÚBLICA NUMA PEQUENA CIDADE: http://www.youtube.com/watch?v=OAiuYUQfyUc&playnext=1&list=PLF9F393EEFC7BC610

    CASO ZIMBABUE, 62 crianças tiveram contato com seres no pátio de uma escola. Cada criança foi analisada por um famoso psiquiatra de Harvard (para ler a tradução clique em “legenda interativa”): http://www.youtube.com/watch?v=yESROHHJrj4&feature=related

    Num caso famoso aqui no Brasil, o caso VARIG, os pilotos convocaram os passageiros para ver o OVNI. Todos os que viram passaram a crer, exceto um Cardeal que NÃO QUIS VER PARA não CORRER O RISCO DE CRER.

    Muitos querem analisar o fenômeno sob o ponto de vista do conhecimento da física atual, entretanto novas descobertas futuras poderão esclarecer muitos fenômenos inexplicáveis atualmente.

    A física de Newton era imaculada até Einstein e este também assistiu a Mecânica Quântica demolir muitas dos suas crenças. Certamente virão outras, por exemplo: “interação não-local”, que esta sendo estudada.

    O verdadeiro cético busca a verdade e fica satisfeito ao constatar um fato verídico.
    Mas QUEM TEM O CETICISMO POR DOGMA não deve ficar decepcionado quando for acometido pela heresia da credulidade. Pois a verdade se estabelece por si mesma, não pede credo de ninguém.

    Obs: Não sou ufólatra, quero apenas entender o fenômeno como mais um enigma a ser investigado. Não posso ter a mente fechada. O universo, SENDO INFINITO, AUTOCONSCIENTE E ATEMPORAL, não deve ter iniciado processos vitais EXCLUSIVAMENTE nesse PÁLIDO PONTO AZUL CHAMADO TERRA.

  40. joão Santos disse:

    PS: PEÇO DESCULPAS, MAS O SITE AS VEZES DEMORA PARA POSTAR E, QUANDO PENSO QUE HOUVE ALGUMA FALHA, ACABO REPETINDO POSTAGENS DESNECESSARIAMENTE.

  41. Robinson disse:

    Olá gurizada, hoje um amigo meu me passou umas coordenadas, para ver no site:
    http://www.sky-map.org/

    Aqui estão as coordenadas:
    19 25 12 -89 46 03 – o primeiro grande objeto
    16 19 35 -88 43 10 – um objeto cilíndrico
    02 26 39 -89 43 13 – o objeto como um círculo

    Tentei encontrar alguma fonte ciêntifica mas não consegui, gostaria de pedir aos amigos que me ajudem a encontrar alguma resolução sobre isto. Por que não sei se este site do sky-map é um site sério.
    Um grande abraço a todos.

  42. Magno disse:

    João Santos, conheço mais “malucos” do que voce imagina. (Observe que no caso do comentário anterior, coloco maluco entre aspas, já que se trata da elite mundial e do Ex Ministro do Canadá).

    Tenho mais de 22 anos de pesquisas, e pode ter certeza que já me deparei com muitas coisas que não dá pra colocar aqui, pelo simples motivo da maioria da turma não ter conhecimento e nem discernimento pra entender. Mas de vez em quando, coloco alguma coisa pra ver se a turma desperta.

    O assunto OVNIs, Não é uma questão de credulidade, mas de evidências e raciocínio lógico. Agora, cada um se prende no que achar melhor.

    Abs.

  43. Magno disse:

    Oi Robinson! Está sumido meu amigo.

  44. Robinson disse:

    Oi Magno meu irmão, na verdade eu tenho passado por aqui e deixado alguns comentarios, em outros post’s, eu ando estudando um pouco por isso não tenho comentado aqui, mas quando sobra um tempinho apareço. hehehe
    Eu também sei de muita coisa que se eu colocasse aqui muitos não entenderiam. Mas peço ajuda agora sobre aquelas coordenadas que deixei no comentario acima, pois não achei nenhuma fonte confiavel e hoje em dia esta cada vez mais dificil, e seu comentario ali te do todo respaldo e no que precisar para conversar estamos ae, tens meu e-mail se achar alguma coisa interessante pode me enviar, por lá para discutirmos, sei que tu não é muito fã de messengers mas instala algum que ai fica mais facil de trocarmos ideias.
    Um grande abraço.

  45. João Santos disse:

    Valeu! Magno, sei que 95% são fenômenos explicáveis ou fraudes etc. O mesmo não podemos afirmar quando registrado por radares e observado por pilotos veteranos ou ocorrem publicamente, aos olhos de populares.Alguns casos, mesmo individuais, foram considerados autênticos, como o caso Baependi http://www.youtube.com/watch?v=C0jCITv5wjY e muitos outros.

    Razão pela qual considero a questão (e tantas outras) como não elucidada.

    Creio num universo estruturado para um propósito. Impossível ter a pretensão de saber a sua magnitude, mas nada me impede de tentar compreender um pouquinho mais da saga humana no contexto cósmico.

    Abs!

  46. Ulisses Costa disse:

    Robinson e Magno, postei lááááá na discussão do milagre papal as conclusões de Pumapunku que eu tive tempo de catar.

    Bom proveito!

  47. João Santos disse:

    PS: Magno, o navegador Firefox tem uma ferramenta que indica quando o site não tem boa reputação. Para o http://www.sky-map.org/ acusou “excelente”. Particularmente gostei muito dele. Parece especializado em astronomia.Os objetos me parecem naturais, apesar de diferenciados, mas a julgar pela escala devem ser colossais. Por falar em colossal, algumas imagens da NASA sugerem árvores muitos grandes e vegetação em Marte. Pesquise no Google por “trees on Mars”

  48. João Santos disse:

    Como no caso da Lua, o investigador reclama à NASA o porque da “NÃO LIBERAÇÃO DAS IMAGENS A CORES e em ALTA RESOLUÇÃO”, considerando a avançada tecnologia digital das quais dispõe.

    A NASA é financiada pelo contribuinte americano, que sempre questionou o porque dessa postura, já que detém milhares de imagens e mapas em alta resolução.Mesmo as imagens liberadas, PARA DAR UMA CERTA SATISFAÇÃO AO CONTRIBUINTE, ou são RETOCADAS ou não há coisa alguma de surpreendente.

    Mas, alguns feras em edição de vídeo, usando técnicas de coloração artificial (a mesma usada para colorir filmes antigos, em preto e branco) Conseguiram inclusive verificar indícios de estruturas artificiais, como sugere essa parte de um documentário : http://www.youtube.com/watch?v=HE8ZVJLYyT4 (PARTE 7/9)

  49. Magno disse:

    Valeu, João Santos! Vejo que a turma tá começando a despertar.

    Ps. Já tenho conhecimento do que voce postou.

  50. João Santos disse:

    Meu preclaro João Ferrari (meu xará), veja por você mesmo que há muitas variedades de “vegetação” que sugerem variedade, inclusive vegetais semelhantes às nossas coníferas.

    Mais uma evasiva ridícula e esfarrapada da NASA.
    Gostaria que viessem a público desmentir os seus ex-funcionários que afirmam publicamente a “camuflagem” de muitas estruturas artificiais na Lua. Nesse mesmo site acima você poderá constatar estruturas “borradas”, sem contar a “inexplicável ausência de cor e baixa resolução” das imagens liberads.

    Muitos funcionários sabem disso, mas precisam manter seus empregos e zelar por suas famílias, inclusive muitos cientistas, que só abrem o bico quando tem uma certa independência. Um deles foi o astrônomo Allen Hynek, que negava enquanto trabalhava para o Projeto Blue Book, posteriormente admitiu que muitos casos foram encobertos.

  51. João Santos disse:

    PS: Há um sujeito que nunca “CURTE” os vídeos que eu indico.ADIVINHA QUEM ???

    Cara, não tenho culpa, eu só faço garimpar na net e dar o meu parecer. Pelo menos não fico em cima do muro.

  52. João Santos disse:

    GAFE: …variedades de “vegetação” que sugerem variedade (???). ESSA NÃO DÁ PRA CURTIR MESMO!

  53. João Ferrari disse:

    Eu estava aqui tomando meus homeopáticos ao som de Cid Moreira bíblico, depois de conferir meu horóscopo e preparar uma roupa na cor indicada para amanhã, quando li novamente as mensagens.
    Tenho que concordar. Existe vegetação em Marte, e não só a NASA como os demais governos estão escondendo isso do povo… Afinal, a Agência Européia também colocou sonda em Marte…
    Talvez um dia qualquer civil possa ter um telescópio e acesso à tecnologias, tipo câmeras digitais, para derrubarem essas fraudes, né?

  54. João Santos disse:

    Xará, há um “acordo de cavalheiros” entre governos, se você não acredita basta observar o “alinhamento” das nações em conflitos suspeitos, como no caso do Iraque. Mas, para quem quiser ser enganado, não faço objeções.

    Nações (empresas etc.) não divulgam segredos ou assuntos estratégicos que causem comoção, impactos caóticos generalizados, principalmente na economia, assim como nos dogmas necessários para o controle e manipulação das massas. Nem mesmo o CERN divulga tudo o que descobre. Tudo gira em torno de interesses.

    Veja essa conversa com o Dr Henry Deacon (cientista que trabalhou para a NASA ) numa dessas palestras científicas. O “repórter”, por ser latino, fala um inglês com sotaque, mas o que interessa é o seu conteúdo. O Dr Deacon revela que há novas tecnologias disponíveis, inclusive de controle gravitacional, energia livre, etc. indica um site ( http://xxx.lanl.gov/ ) para assuntos científicos”desclassificados”, ou seja, de domínio público .Também revela sutilmente que há outras inteligências além da nossa etc. Parte 1/4: http://www.youtube.com/watch?v=cyF9iwTcOBg

    Agora, há uma foto de uma sonda russa, utilizando uma tecnologia sensível de captura de calor, quc mostra uma metrópole subterrânea em Marte. Sabe o que mais? Esse Dr Deacon confirmou isso! E sabe o que mais? Disse que já esteve lá!

    E aí! Se o cara é um farsante, não sei, mas foi o que ele disse numa dessas palestras. Eu nunca levo tudo a sério, procuro captar algo interessante e me permito o “benefício da dúvida”, como já disse um agnóstico aqui no site.

    PS: Gostei da sua rotina multicultural e diferenciada, faltou o “Big Brother”!

  55. Thiago disse:

    Hahah hAhah.
    João Ferrari, você bem engraçado.
    Pessoal, vamos rir pro palhaço ganhar o salario, HahahHa!!!
    Alguns céticos são uma verdadeira piada, se sentem o Ari Toledo da ciência.

    Quando entro neste site, espero ler matérias e comentários que prove que ufos e paranormalidade são fraudes ou fatos. Caso queira compartilhar suas piadinhas de ets, homeopatias e credulidade, deixarei um link de um site adequado para isso:
    http://www.orapois.com.br/envie_piada.php?tit=op

    Deixe os verdadeiros céticos trabalharem.

  56. João Santos disse:

    Quando comecei trabalhar ainda se faziam cursos de “régua de cálculo”, naquela oportunidade falar em revolução digital era coisa para lunáticos.

    Hoje é coisa tão comum que qualquer criança simplesmente usa, sem se dar conta do que tem em mão.

    Da mesma maneira como os índios vislumbraram as “inacreditáveis caravelas, seus instrumentos avançadíssimos de navegação e depararam com um certo alienígena: o homem branco”

  57. João Santos disse:

    Mas, sabe qual seria a maior revolução na humanidade? Seria uma de cunho filosófico, a saber: O DIA EM QUE ALCANÇAR A CONSCIÊNCIA DE QUE COOPERAR E COMPARTILHAR É MUITÍSSIMO MELHOR QUE COMPETIR.

    Nada de novo, apenas aquilo já dito por alguém há muito tempo,a uns dois mil anos, um certo “farsante” (assim chamado por um internauta aqui no site).

  58. João Santos disse:

    Parece que só eu nÃo tenho o que fazer, então vou postando…
    Deu no JN; olha aí um velhinho que “também” esteve em Marte (segundo ele próprio).
    Repare que O RETRATO FALADO, SEGUNDO O DEPOIMENTO DO VELHINHO À POLÍCIA, DIFERE DO QUE FOI COLOCADO NO LOCAL PELO “MARKETING” DA PREFEITURA: http://www.youtube.com/watch?v=yLLXr6WTKo4
    Vejam também esse, na mesma cidade: http://www.youtube.com/watch?v=uq1WdT2jPxg&feature=related
    http://www.youtube.com/watch?v=Q0eKbzMXIpA&feature=related
    “UM” astrônomo teria uma outra explicação para o fenômeno, MAS DEVE TER DESISTIDO, UMA PENA, POIS GOSTARIA DE OUVI-LO.

  59. João Santos disse:

    O Dr Deacon disse uma coisa importante na entrevista que é a conhecida DEPARTAMENTALIZAÇÃO E NÍVEIS DE CLASSIFICAÇÃO DE INFORMAÇÃO, POR CONSEGUINTE, NÍVEIS DE AUTORIZAÇÃO PARA RESTRINGIR O ACESSO DOS PRÓPRIOS CIENTISTAS E FUNCIONÁRIOS AO QUE NÃO LHES COMPETE.

    Dessa forma cada departamento desenvolve uma tecnologia independente das demais, sem ter autorização de saber da outra. com isso um apenas um grupo restrito tem o privilégio de saber o produto final.

    Aliás, uma característica do processo de industrialização foi justamente essa: o artesão, que dominava todos o processo de elaboração do produto, acabou perdendo essa noção devido ao novo paradigma da divisão de trabalho e especialização.

    Uma outra informação importante é: OS CHEFES DE GOVERNO NÃO TÊM ACESSO A ESSAS INFORMAÇÕES, PORTANTO NÃO SE DEVE ESPERAR QUE AS “AUTORIDADES POLÍTICAS” INFORMEM OU DIVULGUEM ALGO QUE NÃO TEM PARA DAR.

    Houve uma reportagem sobre verbas no congresso americano destinadas a “ENTIDADES VELADAS”, que nem mesmo o presidente tinha a permissão de detalhes a respeito.

    Alguns presidentes e políticos já solicitaram detalhes a respeito de assuntos diversos, incluindo ovnis e coisas do gênero, e foram-lhe negadas, por não fazerem parte da alçada do requerente. E FICOU POR ISSO MESMO!

    ORA, SE AOS PRÓPRIOS LIDERES SÃO NEGADAS DETERMINADAS INFORMAÇÕES, PORQUE RAZÃO A IMPRENSA OU NÓS, SIMPLES MORTAIS TUPINIQUINS, DEVERÍAMOS TÊ-LAS?

    Uma pergunta: vocês acham que o presidente e políticos do Brasil têm conhecimento de tudo o que rola na ABIN (Agência Brasileira de Inteligência)?

    Respondo a vocês que não! Mesmo dentro do próprio órgão um funcionário ou agente só pode ter vista do que lhe compete.
    Trabalhei muitos anos em um certo lugar (não foi na ABIN), sem nunca ter entrado numa seção ao lado, pois nos era vedado.

    Só um silvícola teria a ingenuidade de pensar que entidades, mesmo não estratégicas, teriam a obrigação de informar ao mundo o conteúdo de suas pesquisas. Acho mais sensato ouvir horóscopo, tomar doses homeopáticas, assistir ao Big Brother e esperar pelo Papai Noel.

    Pseudocéticos, tirem o jumentinho da chuva!

  60. Felipe disse:

    João santos…

    Se nem o lula sabia o que acontecia no propio governo acha que esses cara sabem o que ocorre nos campos militares?

    Os militares testam coisas que a gente nem imagina tanto dos EUA, quanto do brasil enquanto os militares dizem ta tudo bem pro governo, o governo nem vai querer saber o que eles tão fazendo.

  61. João Santos disse:

    Fellipe

    Se não sabemos nem o que faz nossas mulheres, imegine o resto…

  62. João Santos disse:

    Em suma, fica evidente que mesmo dentro do próprio órgão há restrições, níveis de autorização e classificação de informações. Então, por que eu, João-ninguém Santos, terei o privilégio de saber?

  63. Thiago disse:

    “Os militares testam coisas que a gente nem imagina tanto dos EUA, quanto do brasil”

    Este seria um dos testes que os militares fazem e não sabemos?
    http://www.youtube.com/watch?v=gUcIMQWx3SQ

  64. João santos disse:

    Thiago, da mesma forma podem espalhar doenças. A AIDS surgiu nos EUA, depois a gripe aviária, depois a gripe do porco. Cada nova epidemia mais aumenta os lucros fabulosos dos fabricantes de vacinas. Imagine quantos milhões de pessoas de vários países não foram vacinados.
    Impressionante é que desenvolveram vacinas rapidinho, mas para a AIDS ainda não desenvolveram, e quer saber?
    Dá muito mais lucro controlar qualquer doença que curá-la, pois se o cara ficar sarado não vai mais consumir remédios, consultar médicos, pagar clínicas etc.
    Não é questão uma questão de conspiração, mas de lógica capitalista inescrupulosa

  65. alex disse:

    Amigos não sei como vocês perdem tempo ainda nesse site que deveria se chamar assim!
    Movimento MORI de desinformação geral para humanidade !!!
    Pois quem mais entra aqui são ainda alguns dos seus amigos, discipulos céticos alienados a desinformação!
    Mais hoje em dia está acontecendo diversas coisas no mundo com uma velocidade impressionante que 99% dos céticos vão perder seus empregos pois mesmo se juntando todos eles juntos não iriam conseguir mais se desdobrar para tentar encobrir certas verdades …

  66. Magno disse:

    Alex, a questão não é tanto a matéria colocada aqui, mas os comentários dos paricipantes, que faz com que eu pesquise cada vez meis.

  67. João Santos disse:

    Pessoal, em todos os relatos de OVNIS, nos quais os ocupantes foram vistos publicamente, há uma coisa perturbadora que é a semelhança conosco.

    Significa dizer que os seres de maior nível de consciência, “conhecidos” até agora, seriam unicamente humanoides. Por analogia, aplicando a teoria evolucionista de Darwin, também teriam evoluído de macacos, nos seus planetas de origem ? Isto é: MACACOS ALIENÍGENAS?

    Outra coisa intrigante é:

    A MAIOR EXPRESSÃO DE CONSCIÊNCIA NA TERRA É O SER HUMANO E,

    SE DE FORMA SEMELHANTE, A MAIOR EXPRESSÃO DE CONSCIÊNCIA NO UNIVERSO ASSUMIR SEMPRE A FORMA HUMANOIDE,

    SERIA SENSATO DIZER QUE TODOS NÓS TAMBÉM “REPRESENTAMOS” ESSA AUTOCONSCIÊNCIA CÓSMICA UNIVERSAL QUE NOS FORMOU?

    Que acham?

  68. João Santos disse:

    Thiago,

    Com relação as epidemias e pandemias, dá uma olhada nessa matéria: http://www.youtube.com/watch?v=IyVUB2y1CYs

    Mais essa: http://www.youtube.com/watch?v=6wd-MgP5l50&feature=related

    e essa série (12 partes): http://www.youtube.com/watch?v=OzerXYBJAhE&playnext=1&list=PL0012599D17A61439

    Sempre analisando sob a ótica do raciocínio lógico do lucro a qualquer preço imposto pelo paradigma capitalista.

    Abs!

  69. João Santos disse:

    O VÍDEO DIZ QUE: A POLÔNIA FOI A ÚNICA NAÇÃO EUROPEIA QUE RECUSOU A VACINA CONTRA A GRIPE SUÍNA

  70. João Santos disse:

    FINALMENTE, PARA ENCERRAR O TEMA, VEJA ESSA SÉRIE DE QUE CERTAS VACINAS TEM EFEITO COLATERAL QUE CAUSA AUTISMO EM CRIANÇAS, ALÉM DE MOLESTAR SUA IMUNIDADE NATURAL (11 VÍDEOS): http://www.youtube.com/watch?v=HteIZb2xutM

    Obs: A legenda em Pt não está embutida. Para acompanhar “clique” em “Transcrição interativa”

  71. Franciscodog disse:

    “A AIDS surgiu nos EUA, depois a gripe aviária, depois a gripe do porco.”
    A AIDS foi descrita originalmente na costa oeste americana, a gripe aviária no Oriente, a pelo H1N1 México

    “Cada nova epidemia mais aumenta os lucros fabulosos dos fabricantes de vacinas.”
    Sim, também dos fabricantes de remediso, medicos, sistema de saude como um todo. por outro lado causa muitos prejuízos a economia com um todo.

    “Impressionante é que desenvolveram vacinas rapidinho, mas para a AIDS ainda não desenvolveram”
    Existem vacinas em desenvolvimento para AIDS, nunca foi criado vacina para Gripe aviária, já existiam vacinas para vírus influenza, o H1N1 é um deles. logo tecnicamente é mais “fácil” produzir esse tipo de vacina.

    “Dá muito mais lucro controlar qualquer doença que curá-la, pois se o cara ficar sarado não vai mais consumir remédios, consultar médicos, pagar clínicas etc.”
    Verdade parcial, grupos diferentes costumam testar a “cura” e o “controle”, infelizmente um grande número de doenças não tem “cura” mesmo. alguams cono a hiperten~sao reterial secundária ficam curadas com procedimentos pontuais, que podem ou não ser caros. Com certeza mais baratos que usar medicação a longo prazo.

  72. Franciscodog disse:

    “Por analogia, aplicando a teoria evolucionista de Darwin, também teriam evoluído de macacos, nos seus planetas de origem ? Isto é: MACACOS ALIENÍGENAS?”

    Aiaiai, vou me arrepender de perguntar mas quem disse que o homem evoluiu do macaco? O coitado do Darwin sei que não foi…

  73. Robinson disse:

    Bom dia gurizada, está muito bom os comentarios, sabemos de longa data que existem top secrets em todos os governos, mas muita coisa é alienação.
    Um fato de que o povo nunca vai saber a não ser que seja inevitavel seria um contato com outro ser extraterreno inteligente, deem uma olhada no projeto SETI e veja a politica que lhes impuzeram.
    Se descobrirem algo primeiro é repassado ao “governo (SS)” e depois decidirão se repassarão a informação ao publico ou não.
    Logo muita coisa jamais saberemos e sim existe muita coisa rolando por baixo dos panos, mas jamais saberemos tudo.
    Um grande a braço.

  74. João Santos disse:

    BAH! BAH! BAH! Franciscodog, ISSO É O QUE TODO MÉDICO DIZ. ENGRAÇADO É QUE ENQUANTO OS ANIMAIS ESTÃO SENDO EXTINTOS, NOVOS VÍRUS E SUPERBACTÉRIAS ESTÃO “SURGINDO DO NADA”, tipo “AUTOGÊNESE”, MUITO COMPLICADO, NÉ?

    Mais uma vez vou ter que repetir alguns links que havia postado para o THIAGO, mas ainda não foram “LIBERADOS” links:

    Com relação as epidemias e pandemias, dá uma olhada nessa matéria: http://www.youtube.com/watch?v=IyVUB2y1CYs

    Mais essa: http://www.youtube.com/watch?v=6wd-MgP5l50&feature=related

    e essa série (12 partes): http://www.youtube.com/watch?v=OzerXYBJAhE&playnext=1&list=PL0012599D17A61439

    Sempre analisando sob a ótica do raciocínio lógico do lucro a qualquer preço imposto pelo paradigma capitalista.

    Por que os doutores combatem tanto a medicina alternativa? E enfiam goela abaixo do povão uma porrada de drogas caras e, muitas das vezes, inócuas?

    Já postei aqui algumas matérias sobre a supressão de curas de doenças, principalmente o câncer (que dá um lucro fabuloso pra essa corja)

    Abs!

  75. João Santos disse:

    Franciscodog

    Era uma vez um sujeito que levou uma pobre moça na conversa mole…e olha eu aqui! Sobrou pra mim!

    Com bons advogados até o pedófilo consegue provar que foi seduzido pela criança.

    Uma trindade perfeita: o médico, o advogado e o corretor de imóveis. Com exceções, é claro!

  76. João Santos disse:

    DESCOBRI QUE OS CÉTICOS SÃO CRÉDULOS NA GENEROSIDADE DOS LABORATÓRIOS E CONGÊNERES. AFINAL FABRICAM REMÉDIOS APENAS PARA SOLUCIONAR OS PROBLEMAS HUMANOS.

    SÃO NOSSOS ANJINHOS DA GUARDA, SÓ QUEREM NOS PROTEGER…

    POR ISSO É QUE USAM A MÍDIA PARA ATACAR TRATAMENTOS ALTERNATIVOS E BARATOS…

    SÓ UM REMEDINHO PARA PSORÍASE CUSTA A BAGATELA DE 500 REAIS…E UM OUTRO, PARA OUTRO DODÓI,CUSTA A PECHINCHA DE 2800 REAIS. MAS NÃO CURA, E O PACIENTE TEM QUE TOMÁ-LO ATÉ A MORTE…BOM, NÉ?

    UMA CONSULTINHA, TIPO: “BOTA A LINGUINHA PRA FORA E FALA “AAAAAH!”, SÓ CUSTA 300 REAIS…

    E ISSO É TUDO POR AMOR, POIS “ELES” NÃO GOSTAM MUITO DE DINHEIRO, SÓ PENSAM NO SEU BEM-ESTAR, NÉ?

    EU É QUE SOU UM VISIONÁRIO ALIENADO E CONSPIRACIONISTA…

  77. Franciscodog disse:

    “Era uma vez um sujeito que levou uma pobre moça na conversa mole…e olha eu aqui! Sobrou pra mim!”
    kkkkkkk

    “Com bons advogados até o pedófilo consegue provar que foi seduzido pela criança.”
    Não duvido nada…

    “Uma trindade perfeita: o médico, o advogado e o corretor de imóveis. Com exceções, é claro!”
    Sabe que apesar de concordar que a uma grande parcela da minha classe profissional (médicos) não tem nem merece defesa, encontro frequentemente bons exemplos. vários colegas trabalham muito mais por prazer em ajudar que pela remuneração, eu mesmo atendo um período da semana sem remuneração nem cobro de quem não tem dinheiro

  78. Franciscodog disse:

    DESCOBRI QUE OS CÉTICOS SÃO CRÉDULOS NA GENEROSIDADE DOS LABORATÓRIOS E CONGÊNERES. AFINAL FABRICAM REMÉDIOS APENAS PARA SOLUCIONAR OS PROBLEMAS HUMANOS.
    Os laboratórios privados, como qualquer empresa privada, visam o lucro. Assim o é em todos os segmentos do sistema capitalista.

    SÃO NOSSOS ANJINHOS DA GUARDA, SÓ QUEREM NOS PROTEGER…
    Nos proteger = proteger os acionistas…

    POR ISSO É QUE USAM A MÍDIA PARA ATACAR TRATAMENTOS ALTERNATIVOS E BARATOS…
    Nunca vi propaganda dos laboratórios para isso, acho que nem precisam tal sua margem de lucro. Quanto a essa campanha do artigo, que não participei, pelo que entendi o questionamento não passa pelo preço ou por ser de fora do mainstream, e sim pela eficácia

    SÓ UM REMEDINHO PARA PSORÍASE CUSTA A BAGATELA DE 500 REAIS…E UM OUTRO, PARA OUTRO DODÓI,CUSTA A PECHINCHA DE 2800 REAIS. MAS NÃO CURA, E O PACIENTE TEM QUE TOMÁ-LO ATÉ A MORTE…BOM, NÉ?
    Infelizmente os tratamentos cada vez são mais caros, a tecnologia na área médica nao costuma baratear as coisas, ao contrário de outras áreas. Uma grande dificuldae é que pelo aumento do espectativa de vida e pela cura de uma série de enfermidades a vida média da população está cada vez maior.

    UMA CONSULTINHA, TIPO: “BOTA A LINGUINHA PRA FORA E FALA “AAAAAH!”, SÓ CUSTA 300 REAIS…
    poucos medicos que conheço cobram esse preço , percentualmente. Tenho um casal de homeopatas amigos que cobram mais caro que isso, estarão sendo argentários? quem determina o preço da consulta se não o mercado? Qual a sugestão, tabelamento?

    E ISSO É TUDO POR AMOR, POIS “ELES” NÃO GOSTAM MUITO DE DINHEIRO, SÓ PENSAM NO SEU BEM-ESTAR, NÉ?
    Falo por mim, o bem estar do meus pacientes SEMPRE está na frente, já perdi muito dinheiro com isso mas não me incomodo em nada, óssos do ofício.

    EU É QUE SOU UM VISIONÁRIO ALIENADO E CONSPIRACIONISTA…
    Não entendi o que é um “visionário alienado”

  79. João santos disse:

    Penso que muitas formas de tratamento vem sendo suprimidas por esses conglomerados, dentre os quais os grandes laboratórios e associados (os que têm interesses correlatos), motivo pelo qual, eu poderia receber o rótulo de conspiracionista – que não é o meu caso, pois procuro associar sempre os evidentes interesses do capital, além de ter provas históricas dessa sabotagem.

    Conspiracionista: adepto das teorias de conspiração, através das quais, grupos diversos estariam trabalhando veladamente para dar cabo a algum plano secreto etc – “sujeito que procura chifres em cabeça de cavalo”.

    Já vi certos programinhas detonando a fitoterapia,e as medicinas alternativas , mas nunca vi atacarem a Coca-Cola, o MacDonald’s etc

    Visionário = Indivíduo que tem ideias extravagantes, irrealizáveis ou utópicas…

    Alienado = indivíduo que perdeu a razão, insensato, demente…

    Há um comentário meu neste site, onde postei alguns links a respeito de uma dessas formas de tratamento.Com resultados eficientes, porém suprimidos pela AMA (Associação Medica Americana) e pela FDA (Food and Drug Administration).

  80. João Santos disse:

    Não concordo que estamos vivendo mais. Estamos,sim, mais doentes por intoxicações diversas que vão desde aquelas provocadas pela comida industrializada quanto às causadas pelo stress da vida nas metrópoles.

    E é aí que entram as drogas pra remediar (controlar) o estrago para que o sujeito não morra, mas que ao mesmo tempo fica refém dos fármacos. Um ciclo vicioso e rentável para as duas faces do mal.

    Por exemplo, no passado os índios não conheciam, obesidade mórbida, gripes, diabetes, hipertensão, câncer etc. Bebiam aquela água barrenta dos rios, cheia de fezes de peixes e seres em decomposição etc. Não contraiam hepatites e tinham longevidade natural.

    Atualmente o indiozinho prefere picolé ao invés da fruta e refrigerante artificial no lugar de sucos naturais e por aí vai.. O resultado pode ser visto nas filas dos postos de saúde da FUNAI.

    Índio não quer mais colar, índio quer apito!

  81. Thiago disse:

    Aproveitando os últimos comentários sobre indústria farmacêuticas vs tratamentos alternativos, quero saber se algum leitor do site CA conhece a história de Royal Raymond Rife e a sua descoberta da “cura de todas as doenças”.
    http://www.squarewaveresearch.com.pa/

    Há alguma matéria que aponta que essa história seja uma fraude?

  82. Franciscodog disse:

    “Penso que muitas formas de tratamento vem sendo suprimidas por esses conglomerados, dentre os quais os grandes laboratórios e associados (os que têm interesses correlatos), motivo pelo qual, eu poderia receber o rótulo de conspiracionista – que não é o meu caso, pois procuro associar sempre os evidentes interesses do capital, além de ter provas históricas dessa sabotagem.”
    Em nenhum momento defendi a idoniedade ou bom mocismo da Indústria Farmacêutica. Sei que os interesses econômicos superam qualquer outra preucupação. Questiono sim tratamentos que não foram ainda comprovados e são “vendidos” como resolutivos, sendo da indùstria farmacêutica ou “alternativos”

    “Conspiracionista: adepto das teorias de conspiração, através das quais, grupos diversos estariam trabalhando veladamente para dar cabo a algum plano secreto etc – “sujeito que procura chifres em cabeça de cavalo”.”
    hehe, sei a definição, tanto que nem comentei a respeito

    “Já vi certos programinhas detonando a fitoterapia,e as medicinas alternativas , mas nunca vi atacarem a Coca-Cola, o MacDonald’s etc”
    No meio médico toda a dieta americana já é atacada há muito tempo, inclusive a própria AMA admite. NO ponto de vista popular programas e filmes como “Supersize me” são corriqueiros.

    “Visionário = Indivíduo que tem ideias extravagantes, irrealizáveis ou utópicas…”
    Acho que ce restringiu muito o conceito de Visionário, pode ser empregado como uma pessoa com visão além do seu tempo

    “Alienado = indivíduo que perdeu a razão, insensato, demente…”
    Não lhe consideto Alienado, embora a palavra também possa ter outro significado

    “Há um comentário meu neste site, onde postei alguns links a respeito de uma dessas formas de tratamento.Com resultados eficientes, porém suprimidos pela AMA (Associação Medica Americana) e pela FDA (Food and Drug Administration).”
    João, você não imagina o rigor e a exigência técnica para a comprovação de eficácia de tratamentos médicos. Volto a falar que não tenho ilusão sobre a idonidade das instituições, o FDA é duramente criticado pelo meio médico americano há algum tempo, todo congresso da AMA nego senta o pau nele,

  83. Franciscodog disse:

    “Não concordo que estamos vivendo mais.”
    É uma verdade estatística, a espectativa de vida da população está crescendo em praticamente todo o mundo

    “Estamos,sim, mais doentes por intoxicações diversas que vão desde aquelas provocadas pela comida industrializada quanto às causadas pelo stress da vida nas metrópoles.”
    Isso é o paradigma moderno, vivemos mais então temos mais tempo para adoecer.

    “E é aí que entram as drogas pra remediar (controlar) o estrago para que o sujeito não morra, mas que ao mesmo tempo fica refém dos fármacos. Um ciclo vicioso e rentável para as duas faces do mal.”
    Desculpe mas você está supersimplificando e generalizando. Minha mãe teve tumos de Tireóide, operou e ficou curada oncológicamente. Vai ter que passar a vida utilizando reposição hormonal. Se não existisse desenvolvimento tecnológico já teria morrido (de câncer) e estaria fadada e viver com hipotiroidismo (se não usasse remédios da indústria farmacêutica).

    “Por exemplo, no passado os índios não conheciam, obesidade mórbida, gripes, diabetes, hipertensão, câncer etc. Bebiam aquela água barrenta dos rios, cheia de fezes de peixes e seres em decomposição etc. Não contraiam hepatites e tinham longevidade natural.”
    Na verdade a espectativa média de vida era em torno de 45/50 anos, assim como vários outros povos pelo mundo. Morte violenta (acidentes) e doenças infecciosas comuns eram e ainda são causa importante de morte. Tem-se muita dificuldade para obtenção de estatísticas sobre os índios aculturados ou isolados, mas as informções do CEntro de Medicina Tropical de Manaus (orgão bem respeitado) eram abaixo dee 50 anos.

    “Atualmente o indiozinho prefere picolé ao invés da fruta e refrigerante artificial no lugar de sucos naturais e por aí vai.. O resultado pode ser visto nas filas dos postos de saúde da FUNAI.”
    O choque de culturas sobre as populações nativas foi na maioria da vezes devastador no geral. Mas só para ter uma idéia, a mortalidade infantil diminuiu muito na população indígena assistida pela FUNAI.

    Índio não quer mais colar, índio quer apito!

  84. João Santos disse:

    Talvez sua mãe não tivesse desenvolvido a doença se, desde útero materno, o ambiente e a alimentação fossem os mais naturais possíveis.

    O que eu estou tentando dizer é que estamos num dilema: geramos os problemas e pagamos caro para remediá-los, consumindo drogas para nos manter vivos às duras penas impostas pelo capital, quando o mais racional seria não contraí-las.

    “…a mortalidade infantil diminuiu muito na população indígena assistida pela FUNAI.”

    Bom mesmo, e salutar, era quando o índio não dependia da FUNAI para coisa alguma.

    “Na verdade a espectativa média de vida era em torno de 45/50 anos, assim como vários outros povos pelo mundo,,,etc”

    Meu pai era de uma comunidade no sul da Bahia. Ao vir para o Rio de Janeiro faleceu em poucos meses. Isso já faz 40 anos, enquanto a maioria do seu povo ainda está viva, inclusive sua 1ª mulher, com 87 anos, e toda aquela velharia, que não conhece cãncer de próstata, nem de mama, nem de útero etc. A cunhada de sua primeira mulher tem atualmente 107 anos.

    Como você pode ver, essas pessoas não precisam da medicina ortodoxa e vivem muito bem à base de galinha caipira, hortaliças e frutas da região. Por essa razão eu discordo dessas “pesquisas”, muito comuns nos meios acadêmicos, do qual já fiz parte.

  85. João Santos disse:

    Francisccodog,

    Seria muita pretensão dizer que sou um “visionário” no sentido de “uma pessoa que pensa além do seu tempo”.

    Mas sou e continuarei sendo crítico. Certamente não posso agradar nem concordar com tudo e todos.

  86. João Santos disse:

    Franciscodog

    Você parece ser um cara equilibrado, um cara legal!

  87. João Santos disse:

    THIAGO, A COISA VAI LONGE. LEIA O COMENTÁRIO DESSE LINK:

    http://www.ceticismoaberto.com/ufologia/5995/wikileaks-ovnis-e-a-conspirao-do-golfo-de-aden/comment-page-4#comments

    A MÁQUINA DE RIFE ORIGINAL FOI “PERDIDA”, MAS OUTROS CIENTISTAS RETOMARAM SEUS ESTUDOS E ATUALMENTE O DR Phd Thomas E. Bearden DIVULGOU NO SEU SITE PARA QUEM QUISER CONSTRUÍ-LA. ELE TEM BUSCADO APOIO DA COMUNIDADE CIENTÍFICA, MAS NÃO SEI SE VAI CONSEGUIR, DEVIDO ÀS “FORÇAS OCULTAS DOS INTERESSES CAPITALISTAS”.

  88. João Santos disse:

    THIAGO,

    VÁ DIRETO NO COMENTARIO: Enviado por João Santos em 28 de janeiro 2011 às 21h01

    “ESQUEÇA A PARTE INICIAL DO MESMO”

  89. Thiago disse:

    João Santos, muito obrigado pelos links indicados.

  90. João santos disse:

    THIAGO

    O MELHOR DE TUDO É QUE HÁ TODO UM EMBASAMENTO CIENTÍFICO NA CONCEPÇÃO DA MÁQUINA.

    SE EU FOSSE FÍSICO FARIA DE TUDO PARA ENTRAR EM CONTATO COM ESSE VELHO CIENTISTA.

    INFELIZMENTE, SE ELE VIER A FALECER, TEMO PELA DESCONTINUIDADE DO APARATO.

    ENTÃO, O MELHOR QUE PODEMOS FAZER É DIVULGAR. NA CERTEZA DE QUE VAI SOFRER ATAQUES DOS GRUPOS AFETADOS DIRETA E INDIRETAMENTE.

  91. João santos disse:

    No início da das redes eletricas usavam o sistema do Thomas A. Edison.

    Posteriormente, Tesla, mesmo demonstrando que seu sistema de distribuição era muito superior, teve muita dificuldade no confronto com os grupos de interesses da época.

    Enfim acabou vencendo e fomos todos favorecidos.

  92. Franciscodog disse:

    “Talvez sua mãe não tivesse desenvolvido a doença se, desde útero materno, o ambiente e a alimentação fossem os mais naturais possíveis.”
    João, sem a medicina ortodóxica essas doenças não tinham diagnóstico, daí a dificuldade de se obter estatísticas de índios aculturados. Várias doenças são associadas ao estilo de vida moderno, o Tumor de Tireóide na grande maioria das vezes não, assim como diversas outras enfermidades que acometem a população mundial como um todo.

    “O que eu estou tentando dizer é que estamos num dilema: geramos os problemas e pagamos caro para remediá-los, consumindo drogas para nos manter vivos às duras penas impostas pelo capital, quando o mais racional seria não contraí-las.”
    João, em nenhum lugar afirmei que o nosso atual modo de vida ocidental-capitalista não era responsável por várias mazelas como obesidade, sedentarismo, etc.. Mas não posso não concordar que o desenvolvimento tecnnológico trouxe uma série de vantagens, entre elas na área méidca. A UERJ tinha um campus acançado em Parintins, onde o pessoal da faculdade tinha contato com a população indígena. Penumonia é uma das causas mais comuns de óbito (sem o uso de antibióticos a mortalidade beira a 40%) entre inígenas. Na época (1991) um nenininho teve meningite e foi tratado pelo Pajé com medicamentos naturais, ficou surdo e cego, coisa que o tratamento antibiótico adequado é bem incomum. Não é um benefício da tecnologia?

    “Bom mesmo, e salutar, era quando o índio não dependia da FUNAI para coisa alguma.”
    A maioria dos índios que tiveram contato com a “civilização” se renderam as tentações do mundo capitalista, isso é fato. Tenho minhas dúvidas se eles hoje em dia preferiam não ter os benefícios da modernidade…

    “Meu pai era de uma comunidade no sul da Bahia. Ao vir para o Rio de Janeiro faleceu em poucos meses. Isso já faz 40 anos, enquanto a maioria do seu povo ainda está viva, inclusive sua 1ª mulher, com 87 anos, e toda aquela velharia, que não conhece cãncer de próstata, nem de mama, nem de útero etc. A cunhada de sua primeira mulher tem atualmente 107 anos.”
    A espectativa de vida é calculada utilizando todos os indivíduos dum determinado grupo. Como era a mortalidade infantil desse grupo? Ninguém nunca teve apendicite? Ou colecistite? Se ninguém vai ao médico e alguém morre de câncer de prostata metastatico como é feito esse diagnóstico? Essas pessoas morrem de velhice?

    “Como você pode ver, essas pessoas não precisam da medicina ortodoxa e vivem muito bem à base de galinha caipira, hortaliças e frutas da região. Por essa razão eu discordo dessas “pesquisas”, muito comuns nos meios acadêmicos, do qual já fiz parte.”
    Viver bem como ou sem a medicina ortodoxica envolve conceitos subjetivos, os objetivos ( como espectativa de vida, taxa de mortalidade infantil, perfil demográfico) ainda são favoráveis a tecnologia. Se possui algum dado estatístico que desconheço favor me informar

  93. Franciscodog disse:

    “Seria muita pretensão dizer que sou um “visionário” no sentido de “uma pessoa que pensa além do seu tempo”.

    Mas sou e continuarei sendo crítico. Certamente não posso agradar nem concordar com tudo e todos.”
    Sua posição cética e investigativa é admirável, só ressaltei alguns pontos que a mim me parecem um pouco simplistas na sua análise. Se você reparar fiz apenas alguns reparos a alguns dados que você colocou sob um assunto que disponho de certo conhecimento

  94. Fabio disse:

    É interessante notar que os fachos não ultrapassam o ponto de convergência. As luzes não continuam seu caminho para além do ponto focal, em direção ao espaço, como seria natural. Para mim, houve retoque.

  95. Franciscodog disse:

    Caro joão, acabei de perceber que aqui se está discutindo outro assunto (Ufologia)
    Passarei a fazer os comentarios no topico correspondente.
    A todos peço desculpas

  96. Fabio disse:

    Há aqui uma discussão paralela interessante e nela quero meter minha modesta colher. A ciência é muito modesta e “nada sabe, apenas desconfia”.Tenho 40 anos e não vi a cura de doença ou distúrbio nenhum. O diabetes anda pegando, assim como a hipertensão e o surto de câncer. Fora a calvície, a depressão, as alergias, as varizes, etc. A panacéia da engenharia genética foi esquecida. O que se faz é investir em tratamento. A filosofia deve estar errada. E mais: pela medicina clássica, jamais um gordinho contumaz chegaria bem aos seus 73 anos, sem ter tido enfarte ou avc, mas temos alguns casos assim, inclusive na televisão brasileira. Creio que as moléstias que nos atacam provém de um misto de fatores ambientais, genéticos e emocionais. Agora, isso de viver na santa ignorância e não tomar conhecimento dos problemas físicos decorrentes do envelhecimento (câncer e de mama/próstata, HBP) é lindo, mas é coisa das gerações passadas e um verdadeiro suicídio. Medicina preventiva é a tônica.

  97. João Santos disse:

    OK, Dr Francisco, respeito os verdadeiros profissionais e seus conhecimentos acadêmicos.

    Mas eu sempre estou com um pé atrás, sabe como é, né?

    PS: Você tem toda razão, os fármacos modernos são excepcionais como o formol. Estes preservam tecidos sem vida, aqueles preservam a vida de corpos deteriorados.

    Abs!

  98. Franciscodog disse:

    “Tenho 40 anos e não vi a cura de doença ou distúrbio nenhum.”
    Fábio, você não tem acesso a muita informação médica, muitas doenças já são curadas e outras bem controladas com as tecnicas modernas.

    “O diabetes anda pegando, assim como a hipertensão e o surto de câncer.”
    O aumento expressivo dos diagnósticos supracitados tem haver com: 1)divulgação do conhecimento medico 2)maior numero de diagnosticos feitos 3)hábitos de vida “modernos” com sedentarismos e dietas hipercalóricas, hiperproteicas, etc.. no caso do Diabetes e da Hipertensão 4)Incremento da espectativa de vida da população – principalmente nas diversas formas de câncer

    “Fora a calvície, a depressão, as alergias, as varizes, etc.”
    Calvice aumentada não sei dizer, tem alguma estatística (exceto o aumento etário)? Depressão sempre foi (e ainda o é )subdiagnosticada. Varizes também nunca li nada a respeito

    “A panacéia da engenharia genética foi esquecida.”
    A quantidade de pesquisa feita nessa área é enorme e cada vez maior

    “O que se faz é investir em tratamento.”
    Se investe mais em tratamento, mas muita coisa se investe em terapias preventivas

    “A filosofia deve estar errada. E mais: pela medicina clássica, jamais um gordinho contumaz chegaria bem aos seus 73 anos, sem ter tido enfarte ou avc, mas temos alguns casos assim, inclusive na televisão brasileira.”
    Inverdade, só no meu consultório tenho mais de 20 pacientes com mais de 80 anos sem ter tido enfarto ou AVC, todos tratados com a “medicina clássica”. Não tem nada a ver com meu expetise médico, grande parte da população chegará em idade avançada sem ter tido nenhum dos dois (se desconsiderarmos a microangiopatia assintomática do idoso)

    “Creio que as moléstias que nos atacam provém de um misto de fatores ambientais, genéticos e emocionais.”
    Fato esse em que os estudos médicos são concordantes

    “Agora, isso de viver na santa ignorância e não tomar conhecimento dos problemas físicos decorrentes do envelhecimento (câncer e de mama/próstata, HBP) é lindo, mas é coisa das gerações passadas e um verdadeiro suicídio.”
    Os benefícios da tecnologia médica são constatadas nos estudos populacionais, grupos bem tratados evoluem melhor que os não tratados, Isso não impede que indivíduos do grupo não tratado tenham boa evolução, nem que quem frequenta a medicina classica (repeti seu termo!) vai necessariamente ter boa evolução

    “Medicina preventiva é a tônica.”
    Concordo em número, gênero e grau

  99. Franciscodog disse:

    “OK, Dr Francisco, respeito os verdadeiros profissionais e seus conhecimentos acadêmicos.

    Mas eu sempre estou com um pé atrás, sabe como é, né?”
    Faz muito bem em ter o pé atrás. Também tenho e bastante, hoje em dia somos bombardeados por informações médicas vinda de bons lugares com nítido interesse mercadológico. A discussão no meio médico é enorme, tanto aqui como lá fora, até porque a maior parte das pesquisas clíncas hoje são financiadas pela Indústria Farmacêutica

    “PS: Você tem toda razão, os fármacos modernos são excepcionais como o formol. Estes preservam tecidos sem vida, aqueles preservam a vida de corpos deteriorados.”
    Hehe, interessante analogia. Acho que aí entramos numa discussão menos técnica e mais filosófica sobre prolongamento da vida, morte, etc…

    Abs!
    Pra vc também

  100. Fabio disse:

    “Os benefícios da tecnologia médica são constatadas nos estudos populacionais, grupos bem tratados evoluem melhor que os não tratados, Isso não impede que indivíduos do grupo não tratado tenham boa evolução, nem que quem frequenta a medicina classica (repeti seu termo!) vai necessariamente ter boa evolução”.

    Em outras palavras, a boa e velha loteria ainda comanda nossas vidas.

    Grato pelo comentário, Franciscodog.
    Abraço.

  101. Franciscodog disse:

    “Em outras palavras, a boa e velha loteria ainda comanda nossas vidas.”
    heheh, sim e não. apesar de haver um grande espaço para o imponderável pessoas que se alimentam bem, não fumam, bebem com moderação, fazem atividade física regular, matém o peso sob controle, evitam o stress, vão ao médico regularmente (fazendo revisõa clinica, vacinações, medicações de controle, etc..) tem uma chance bem menor de quem tem a vida desregrada.
    Digamos que quem se cuida concorre a loteria com uma aposta apenas, quem não se cuida concorre com uma infinidade de boletos: os dois podem ganhar, mas adivinha quem tem mais chance?

  102. João Ferrari disse:

    Na maioria das vezes acompanho as discussões sem postar, inclusive neste tópico, que já perdeu o foco.
    Mas só para ressaltar,
    Na minha família os homens não passavam dos 45 anos. Avô paterno morreu aos 40, tios morreram por volta dos 43 anos, primos com 35… fui criado bebendo, fumando, churrasco gordo quase todo dia, para aproveitar a vida… Meu pai fazia festa por tudo! Seleção ganhou? Churrasco e cervejada! Empatou? Cervejada e churrasco! Perdeu? Cachaça pra aquecer, churrasco e cervejada! Enfarte com 43, AVC com 50, mas, diferente dos demais parentes, foi para os médicos… Hoje está com 70 anos, sofreu três AVCs, dois enfartes… não articula as palavras, mas o pensamento é lúcido.
    Eu acredito na medicina e na ciência!
    Os parentes, ‘baguais dos pampas’, que procuraram benzedeiras e ‘pais de santos’ devem se revirar nos túmulos de raiva :p
    Minha filhota nasceu prematura, ficou 76 dias internada, grandes riscos de não chegar a competar 1 ano. Minha sogra queria ‘deixar nas mãos dos espiritas’ porque era um ‘encosto de vidas passadas’. Mandei ela se catar e confiei nos profissionais do Clicicas (PoA). Hoje tem 3 anos e liberada pelos médicos, fora de perigo (e capeta que só ela).
    Em virtude do que vejo no dia a dia é que me pergunto como alguém ainda duvida dos avanços cientificos, como alguém ainda duvida o modo de vida atual, e fica criando ‘conspirações’ e acreditando em ‘internetês’…
    Dia desses um maluco falou do carro a água, que as grandes montadoras boicotam… e chove de sites falando disso… mas alguém já pesquisou o custo que seria um carro assim, visto a tecnologia nescessária para ‘quebrar’ a molécula d’água?
    Outros citam a ‘Rife’. Já pesquisaram realmente do porque de ela ter sido abandonada? Já viram a data da criação dela? Ou será que ninguém mais no mundo todo, nos ultimos CEM ANOS, tentou algo parecido?
    É mais facil acreditar em ‘conspirações’, né?
    Daqui ha pouco surge alguém falando em Goa Uld vivendo com os humanos…

  103. João Santos disse:

    João Ferrari

    Releia os comentários, acho que você não entendeu mesmo!

    Com relação a Rife (EUA), Antoine Prioré (França),Dr. Pappimi (Grécia) e finalmente Dr Phd Thomas E Bearden (EUA). Poderia lhe dar uma aulinha a respeito, mas pelo que você acaba de escrever, não iria entender mesmo, ainda que tivesse muito boa vontade.

    Tchau, tchau!

  104. Thiago disse:

    Aguardarei pacientemente alguém compartilhar alguma prova ou indicio de fraude sobre as maravilhosas maquinas de Rife, Antoine Prioré, Pappimi e Dr Phd Thomas E Bea.
    Até o momento não encontrei nada.

    “Em virtude do que vejo no dia a dia é que me pergunto como alguém ainda duvida dos avanços cientificos, como alguém ainda duvida o modo de vida atual, e fica criando ‘conspirações’ e acreditando em ‘internetês”
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Pedras_guia_da_Ge%C3%B3rgia
    Eu devo ser muito burro para não entender o real significo da primeira mensagem desse monumento e me faz pensa que realmente a “elite global” está conspirando contra a população.
    Quem sabe o Sr. João Ferrari não tem uma explicação mais lúcida para a 1° mensagem desse monumento: Maintain humanity under 500,000,000 in perpetual balance with nature.

  105. João Santos disse:

    Conspirações recíprocas fazem parte da história humana. As insurreições começaram com conspirações para que houvessem mudanças.

    Não fossem as conspirações o Osni Mubarack ainda estaria no poder.

    A permanência dele por 30 anos também foi resultado de um aparato estatal que suprimia ou sufocava a democracia, no caso, uma conspiração (maquinação) contrária à vontade popular.

    A discussão não é o avanço indiscutível da medicina como um todo. Mas os interesses comerciais que prejudicam a sua evolução para tratamentos mais baratos e menos invasivos.

    Sem prescindir das alternativas “comprovadamente eficazes” e não acadêmicas.

    Esquecendo a pajelança, benzedeiras e o raio que os partam!

    PS: Rife curou 16 casos de câncer terminais, isso nos anos 30. Isso é fato. Se não, convoco a todos para provar que se trata de mais uma fraude.

  106. João Santos disse:

    Há muito na net sobre Rife, Prioré, Thomas Bearden etc. Este site abaixo também fornece um bom dos trabalhos do Dr Raymond Royal Rife. Este sim, um visionário!

    http://www.clinicadoser.com.br/component/content/article/1-modalidades/40-rife

  107. João Santos disse:

    Alguns aparelhos modernos utilizam os princípios pioneiros de Rife. Um deles seria a ressonância magnética nuclear, exceto que apenas é utilizado para diagnóstico e não para a cura (EIS O “X” DA QUESTÃO)

    “Grosseiramente”, diria que através da bio-ressonância podemos aniquilar vírus, bactérias e células neoplásicas, nódulos etc. Desde que seja um frequência modulada e direcionada especificamente para o que queremos “detonar”

  108. João Santos disse:

    E aí! O que os amiguinhos pseudocéticos desconfiam que iria acontecer com o conglomerado dos fármacos?

    Eu respondo que entraria em colapso, pois quem iria submeter-se a internações, cirurgias invasivas e drogas, que podem até serem eficazes, mas são caríssimas e têm os conhecidos efeitos colaterais?

    Não, não, não! Não acredito em conspiração!

  109. João Santos disse:

    PS: Quando fiz referência à pajelança e benzedeiras não os quis excluir, mas ficaria impróprio para este site.

    Entretanto tais costumes não são indignos de existir culturalmente, havendo casos de curas inexplicáveis sob o ponto de vista científico.

  110. João Santos disse:

    PS: Como já disse, a verdadeira máquina de Rife não mais existe. Há no mercado, MUITOS PATIFES FRAUDADORES prometendo “milagres”.

    Os únicos que retomaram seus estudos foram os já mencionados: dr.Antoine Prioré, dr.Pappimi e, por último dr Thomas Bearden (http://www.cheniere.org/).

  111. Magno disse:

    João Santos, voce esta dando tiros n’agua, tudo o que voce disse não vai surtir efeito nenhum. Será que, pelo menos, 20% dos que postam aqui foram pesquisar o que voce indicou?

    No início dessa matéria perguntei que raios de linhas eram aquelas, formando um ângulo de + ou – 90º sobre a junção das luzes, sendo duramente bombardeadas e desde aquele dia (04/02/2011), não obtive nenhuma resposta, nem do Mori e nem dos participantes. Será que aquelas linhas não existem e eu estou vendo coisas?

    Abs.

  112. João Santos disse:

    Não, Magno, você só está vendo o que eu já estou convencido do que foi: UFO sendo maçiçamente bombardeado à luz dos holofotes!

  113. João Santos disse:

    Lavagem cerebral, desinformação, contra-informação, hipnose, dissimulação, boatos, verdades e mentiras. Misture tudo e chame isso de “confusão deliberadamente provocada”.

    Aí você começa a perder a noção do que é real e do que é ficção.

    Essa técnica é tão eficiente que mesmo uma testemunha ocular acaba perdendo a convicção de que vivenciou um fato real.
    Serve tanto para convencer céticos, quanto para infundir a descrença em crédulos

    Procurem na net sobre o PROJETO MK-ULTRA que a CIA e a KGB utilizou (com outro nome) no período da chamada Guerra Fria.

  114. João Santos disse:

    Por exemplo, vi numa entrevista algo sob o astronauta Neil Armstrong, que este tinha ânsia de vômito, toda vez que alguém lhe perguntava algo “censurado” com relação à viagem à lua.
    Ele, algum tempo depois de ter chegado da viagem lunar, entrou em depressão e teria sido internado por 6 meses, porque estava bebendo demasiadamente.

  115. Magno disse:

    João Santos, obrigado pela resposta. Já estava pensando em procurar um psiquiatra, porque achei que estava vendo coisas. (Hêhê.)

  116. João Santos disse:

    Tempos atrás os EUA negavam a existência da Área 51, sabe porquê? Talvez porque, sendo ela uma daquelas secretas “entidades veladas”, nem mesmo o congresso americano ou presidente tivessem conhecimento da sua existência.

    Atualmente qualquer um vai no Goooooogle! E lá está ela, porém apenas a parte superficial. E onde estão as demais instalações? Bom só pode estar la embaixo, né?

    Políticos sabem tanto de coisas secretas quanto você e eu, quer dizer,apenas o que cada qual pesquisa e classifica como confiável ou não.

    Eventualmente aparece uma pessoa idônea e resolve falar sobre um tema polêmico, por um desencargo de consciência. Geralmente quando está velho ou sentindo sua iminente partida.

    Portanto, não esperem o Barack Obama nem a Dilma ou o Tiririca virem a público anunciar conspirações, extraterrestres e o fim do mundo.

    Eles são pagos para outras coisas e têm muito o que fazer.

  117. João Santos disse:

    SENHORES, CONSPIRAÇÕES EXISTEM, DAS MAIS JUSTAS ÀS MAIS PERVERSAS.

    E O QUE FIZERAM COM DR ROYAL RAYMOND RIFE FOI UM CRIME HEDIONDO CONTRA A HUMANIDADE.

    ESPERO QUE TODOS AQUELES PORCOS INFAMES QUEIMEM NO MÁRMORE DO INVERNO!

  118. João Santos disse:

    Uma pergunta: QUEM PATROCINA ESTE SITE?

  119. João Santos disse:

    Prefiro considerar o universo como um ente VIVO, INTELIGENTE, INFINITO e ATEMPORAL, para não adimitir o contrário, isto é: MORTO, BURRO, LIMITADO e DEPENDENTE DO TEMPO.

    De modo que a adotar Terra como o centro universal da vida inteligente seria reduzir o infinito a um único ponto e ter mesma visão geocêntrica de Ptolomeu.

    Um meteorito, que seria de Marte, apelidado de ALH84001 encontrado na Antárdida parece estar fundindo os neurônios dos cientistas da NASA. Uns creem que se trata de contaminação por bactérias terrestres, outros acham pouco provável essa possibilidade. As fotos foram batidas pelos pesquisadores do Centro Espacial Johnson, da Nasa, que mostram formas parecidas com minhocas, ou com chocolate. http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010125061024 e http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=37503&op=all

    Mais fantástica é essa matéria que diz o seguinte: BACTÉRIAS ENCONTRADAS EM METEORITOS VOLTAM À VIDA, divulgada aqui: http://www.madesp.com.br/contaumconto/meteorito.htm

    CONVOCO OS CÉTICOS E PSEUDOCÈTICOS PARA DISCUSSÃO:

    PS: A faixa do terreno delimitada em Marte (link postado num comentário anterior), onde o autor supõe fortes evidências de vegetação, é muito pequena, relativamente ao planeta como um todo, mas se confirmadas as notícias acima, não será uma alegação tão absurda quanto parecia.

  120. João Santos disse:

    PS: Antártica ou Antártida

  121. Robinson disse:

    Olá joão, muito bons links, se quiser o que realmente seria nosso planeta perante ao universo basta olhar os videos comparativos de estrelas e planetas.
    O universo é fantastico inclusive se pensar e ter paciencia, existe 65 planetas a serem confirmados o ano que vem pela NASA, e também ano que vem terá também a confirmação ou não do planeta X chamado de Tyche, cujo os dados enviados pelo WISE estejam completamente verificados e estudados.
    Bem eras isso o universo não é burro, morto, limitado e dependente do tempo, isso é alguns seres humanos que além de burros são cegos e dogmaticos.
    Um grande abraço.

  122. João Santos disse:

    Grato, Robinson! Sempre viveremos sob o domínio de interesses, dogmas e paradigmas, os quais são suplantados com o tempo. Faz parte do processo.

    Um grande abraço para você também!

  123. Otto Pessanha disse:

    Tem gente realmente incomodada com o site.

    Entre dar o benefício da dúvida sobre algo que alguém elucida ou acreditar piamente em algo que nem sequer pode ser provado, a não ser por crentes, que não precisam de comprovação, eu dou ainda sou mais me apegar a dúvida.

    Ao mesmo tempo que “ausência de evidência não é evidência de ausência”, “alegações extraordinárias requerem provas (ou evidências) extraordinárias.” Ou seja: Podem até ser UFOs (OVNIS em portugês) mas precisamos de provas melhores para alegar isso, visto que as fotos nos mostram que muito provavelmente não os são.

  124. João Santos disse:

    O coitado do Julian Assange ousou divulgar os crimes e tramoias dos EUA e quadrilha, e está sendo esmagado…Perdeu a cidadania sueca, arranjaram um crime de estupro pro cara, e o escambau!

    Agora, de heroi passou a ser um tarado sem escrúpulos e indigente sem pátria.

    E isso é só um aviso para quem ousar desafiar as sinistras transações por baixo dos panos.

    Depois ainda temos que aturar ume gentinha comprada pra dizer que não há acordo entre governos de podres poderes, que tudo é claro e cristalino nesse mundinho medíocre..

    Pobre humanidade!

  125. paulo6jr disse:

    Há evidências de UFOs em MEDJOGORJE?

  126. João Santos disse:

    Um apóstolo de Jesus, chamado Thomé, disse aos seus irmãos de fé que só acreditaria na ressurreição do mestre se o visse olho a olho, e ainda queria tocar nos furos dos cravos nas mãos. Caso contrário, nada feito.

    Para um cético como o Thomé, o mesmo valeria para UFOs. Um avistamento, nem mesmo coletivo, é suficiente. Vale lembrar que o próprio Jesus sempre disse que não era deste mundo.

    Talvez, evidência mesmo, só quando alguém conseguir capturar uma nave alienígena com um ET vivo acenando para a plateia, como num espetáculo circense. Então, os humanos, gracinhas e fofinhos que são, poderiam assisti-lo comendo pipoca e tomando Coca-Cola. O incauto ET, por sua vez, ganharia um cachezinho ou uma porção alimentar especial.

    Ah! Vale também exibi-lo numa jaulinha do zoológico local, como fazemos com as espécies terrenas. Sabe como é, tudo por aqui na nossa sociedade tem que dar lucro, como nas romarias para cultuar imagens que andam reluzindo e sangrando por aí…

    Mas, os caçadores de OVNIs conseguiram um material especial, veja nessa série (5 partes): http://www.youtube.com/watch?v=YxynnGK8HZM

    Porém, o mais importante são as testemunhas oculares dos avistamentos das naves, que já estão ficando comuns entre nós.

  127. João Santos disse:

    “SE” ficarem comprovadas as matérias relativas aos dois meteoritos, nos links acima, principalmente o último, estaremos ante um fato surpreendente e inusitado de
    que: se é possível a ressurreição de bactérias, após 4,5 bilhões de anos no interior de rochas duríssimas, como meteoritos, pode-se também admitir que em qualquer corpo celeste haja a possibilidade da vida adormecida para sua posterior vivificação, em algum momento futuro na escala cósmica.
    Por analogia, não seria absurda a perspectiva de que qualquer DNA possa ser reativado, com a conseqüente reconstrução do indivíduo que se queira “ressuscitar”, portanto a possibilidade da ressurreição de mortos e, por conseguinte, a prova final de que a vida pode ser eternizada.

  128. Alka disse:

    Sobre o texto, falou, falou e falou e na realidade não falou nada…

  129. a verdade vos libertará disse:

    eu já estou cansado de declarar, os governos até o próprio vaticano tem milhares de arquivos, que revelam a existência e influencia de OVNIs a ETs em nosso meio. Evitam fazer maiores declarações pois temem uma confusão, que pode ocasionar até mesmo a suicídios coletivos pelo medo da população global, ver a presença alienígena como uma ameaça a humanidade!
    E imaginem como a população do mundo reagiria, a respeito deque tais coisas existem, e que as forças armadas mundiais nada podem fazer contra, nossos visitantes. Abordo também que atualmente as prioridades em nosso planeta estão, mais pra fomentar guerras, vender armas, crescimento econômico etc… enfim resolver alguns problemas que aqui nos assolam doque, se envolver com problemas maiores ainda como a existência de seres e objetos, que ninguém ainda conseguiu comprovar ou então chegar em consenso de onde realmente vem!

  130. João Santos disse:

    Luzes no céu perto de igrejas, imagens que sangram ou que deixam “mensagens aos humanos” rendem romarias lucrativas às paróquias e comerciantes locais.

    Nem tudo que reluz é ouro, nem tudo que brilha no céu é OVNI. Mas, não vejo a necessidade de aprisionar um ET ou esperar cair uma nave alienígena para acreditar no fenômeno.

    Por tudo que já li e vi, por uma questão de raciocínio lógico, o fenômeno OVNI é mais que uma realidade inequívoca.

    Sou estou aqui para me divertir…E CONFUNDIR OS INCAUTOS!

    Para um bom entendedor, meia palavra basta.

  131. Robinson disse:

    Olá a todos, João muita coisa que existe é pouco estudada por que? Por que iria abalar a realidade de muitos dogmaticos, vide a arqueologia, se fosse estudada realmente como deveria ser, e não barrado ou pelo governo do local, e ou os proprios dogmaticos arqueologos, iria mostrar muito mais do que o mundo imagina. Ser humano é um ser limitado, porém muito mais sabio e imprevisivel como se imagina. A “arqueologia ortodoxa” tem a anos determinado que o ser humano a 15 mil anos atraz era um ser ignorante que vivia de paus e pedras, mas a arqueologia contraditoria esta provando o contrario.
    Mas nem vou escrever muito pois tu já deve saber de muitos fatos reais e irrefutaveis.
    Magno responde o e-mail que te enviei meu amigo.
    Um grande abraço a todos.

  132. […] incidente se tornaria conhecido como a “Batalha de Los Angeles”, e recentemente se tornou o mote para um filme de Hollywood sobre uma invasão […]

  133. João Santos disse:

    Na Operação Prato, na cidade de Colares-PA, o chefe da equipe da FAB, Capitão Uirangê Holanda, reportou a grande frustração que é fotografar um OVNI. No seu depoimento, ele diz que toda a aquipe via e fotografava as naves, mas ao revelar não apareciam sequer borrões.

    Posteriormente conseguiram desenvolver uma técnica para, ao menos, registrar as silhetas luminosas. Esse evento foi no ano de 1977.

    Agora imagine nos anos 40, quando as câmeras eram mais rudimentares? Certamente o jornalista pode ter tido a mesma frustraçao ao revelar as fotos. O fato de as fotos serem ou não retocadas não anula o incidente em si.

    Eu morei em São Luís, onde até hoje os mais velhos comentam a morte dos os pescadores que dormiam no convès do barco pesqueiro, próximo à Ilha dos Caranguejos, na mesma época dos incidentes em Colares. Os que ficaram vivos estavam dormindo na parte interna e acordaram com a intensa luz do OVNI, ao subirem depararam com seus companheiros mortos.

    Tentarmos explicar o fenômeno sob a ótica dos nossos conhecimentos é tão frustrante como tentar ensinar física quântica a um canibal.

    Que tal, tentar falsear casos de avistamentos coletivos, inclusive com os ocupantes vistos? Postei alguns links por aqui.

  134. Adriano disse:

    aquele objeto é intrigante (que tem no eposidio 4/5) http://www.youtube.com/watch?v=YxynnGK8HZM

  135. João Santos disse:

    Adriano, o mais importante na minha opinião é que, pelo menos, o depoimento das pessoas, de que viram as naves, bem como do objeto que caiu de uma delas, não foram fraudes.

    Parece que o material analisado é um tipo de alumínio desconhecido. Entretanto o Laboratório Nacional de Los Alamos-EUA tem feito muitas descobertas não divulgadas, pois são classificadas como estratégicas.

    O que quero dizer é o seguinte: se esse material tem origem terrestre, há a “possibilidade” de que as naves observadas também o serem e, nesse caso, um indício de que houve engenharia reversa de naves alienígenas por parte dos humanos. Uma vez que há relatos e documentos de naves alienígenas recuperadas.

    Há uma outra série dos “Caçadores de Ovnis”, onde há evidências de que os triângulos voadores, observados com frequência, sejam na verdade naves secretas avançadas feitas por humanos.

    Essa alegação pode ser fantástica ou fantasiosa, mas possível. O ser humano tem inteligência e capacidade para tal.

  136. Bred disse:

    nao sei eu acho que existem entao porq iria existir os outros planetas
    EU acho que eles vivem nao quele planeta que foi descoberto agora poco
    por uma sonda robotica que se desprendeu de sua rota até mart…
    os cientistas afirmaram que ele é bem semelhamte a terra…

  137. F.Fernandes disse:

    Com bom senso de nossa razão é de se dar crédito que exista  vidas neste Universo ou demais outros s s s, e tantas quais não imaginamos como pode ser suas espécies ; O maior problema é que temos uma grande quantidades de relatos falsos por uma grande maioria  de bestas terrestres ; Estes são o pior dos problemas,a autenticidade!

  138. luis disse:

    seria bom perder um pouco de tempo tentando provar a teoria da evoluçao de darwin, que é que da origem a esse pensamento que impera x aqui. Vc leram a evoluçao das especies? acreditam nisso? Como fica o dna e o genoma? Acreditam na lei do mais forte? Na racionalidade decimononica infalivel? Na ciencia de discovery channel? Este site é como o de ovnis, puxa prum lado pretendendo ter a ciencia do seu. enquanto nao vinculem a informaçao com politica nao descobrirao nada, nem deste seculo nem de outros.
    tudo se apresenta como um sintoma na cultura, mas e a diletica senhor e escravo de hegel? desde quando é aplicada? Vcs acreditam em qqer teoria do passado ate que venha alguem reconhecido como genio pela tv e resolva alterar tudo ? Valter benjamin aponta a longa duração da história e de como deve ser pensada alternadamente com a historia vivida. A realidade se transformará qdo a vista tiver 2 olhos, é um exercicio interessante

  139. Antonio Passos disse:

    Toda suposta”explicação” para fenômenos Ovni difíceis de serem explicados (porque existem os falsos, é claro), são muito engraçadas. Elas sempre partem do princípio de que todas as testemunhas são estúpidas, todos os equipamentos são cheios de falhas, os cientistas lançam balões meteorológicos a todo momento e em todos os lugares e outras baboseiras do tipo. Chegam às vezes a verdadeiros insultos à inteligência, como sugerir que pilotos de aviação não sabem reconhecer a diferença entre a Lua ou o planeta Vênus de um objeto voador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *