MENU
Jenner.gif

A Histeria da Vacina

6.jpg

Nefelins Gigantes e a Sereia do Taiti: farsas imortais...

1 de abril de 2010 Comments (31) Views: 3367 Ceticismo, Destaques

CeticismoAberto defende Extraterrestres e outras idéias polêmicas

grey

“O Universo é muito imenso, mesmo nossa Galáxia já é muito imensa, e existiu há tanto tempo para que mesmo uma possibilidade ínfima leve a dezenas, talvez centenas de civilizações a existir”, admite o editor e responsável por CeticismoAberto, Kentaro Mori. Em outro artigo surpreendente publicado com destaque no conhecido veículo cético, o doutor Robert A. Freitas Jr, renomado pesquisador na área de nanotecnologia e reconhecido em outros campos, é taxativo:

“Para poder dizer ao certo que não há nenhuma presença extraterrestre no sistema solar, você terá que varrer com cuidado a maior parte deste espaço em busca de artefatos. A superfície da maioria dos corpos no sistema solar foi mapeada somente, se o foi, a uma definição de 10 quilômetros ou acima. Os astrônomos têm mesmo dificuldade em ver asteróides de um quilômetro voando por aí a menos que passem consideravelmente perto da Terra. Assim, quem pode dizer se não há artefatos extraterrestres de 1-100 metros vagando em algum lugar próximo, discretamente executando sua missão?”, argumenta o cientista. “Você vê? Tudo que sabemos ao certo é quão ignorantes nós somos”.

Além de destacar a idéia de que tenhamos companhia no Universo e mesmo que evidências de nossos vizinhos cósmicos possam estar mais próximas do que imaginamos, em mais uma série de afirmações surpreendentes CeticismoAberto publicou ainda outro ensaio redigido por seu próprio editor endossando a idéia de conspirações e destacando como “a História real se relaciona com as teorias ufológicas de conspiração, tirando-lhes os detalhes mais mirabolantes, e ao mesmo tempo que a ufologia, sem constrangimento, se relaciona com a História, que tem sim suas conspirações e encobrimentos governamentais”. Na mesma linha, também divulgou a mirabolante lenda de que a CIA teria operado bordéis com LSD, um rumor inacreditável endossado como verdadeiro.

cia_lsd

Chocando seus leitores, o website também teria publicado artigos sobre a suposta descoberta de um computador de mais de dois milênios de idade, afirmando ser este um achado autêntico – e não um embuste! – e se nada disso o surpreendeu, teria chegado ao cúmulo do absurdo ao promover uma análise com ares de seriedade da idéia de que a Terra seria oca!

f386d4d4-80dc-40d7-b128-17000c25380c

Esta série de declarações impressionantes se soma a outros artigos divulgados pelo suposto veículo promovendo “ceticismo”, como o do matemático Volker Runde, que inicia – pasmem – por uma citação bíblica e termina pela conclusão discutível de que:

“Ao invés de elevar a alimentação dos cinco mil de um assunto de fé a uma conseqüência de um irrefutável teorema matemático, o paradoxo de Banach-Tarski exige que você aceite outro assunto de fé – o axioma da escolha – antes que possa aceitar o teorema. No final das contas, o paradoxo de Banach-Tarski não está assim tão distante da alimentação dos cinco mil [na Bíblia]…”

Se todas estas idéias e afirmações polêmicas parecem minar o movimento cético, talvez seja porque CeticismoAberto ainda teria publicado um artigo atacando duramente um grupo “cético” argentino, e ultrapassado os limites ao traduzir ao português o ensaio de Marcelo Truzzi criticando o “pseudo-ceticismo”, aderindo à retórica daqueles que criticam os esforços céticos.

Ou não. Ou sim.

Neste primeiro de abril, nada do que pode ser lido acima é mentira, ou pelo menos, as afirmações e idéias curiosas e surpreendentes, que à primeira vista podem soar mesmo contrárias a uma análise crítica, foram todas realmente publicadas em CeticismoAberto ao longo de seus mais de oito anos de existência – clique nos links para conferi-los. Os adjetivos e o tom de que pretenderíamos destruir o movimento cético e talvez sair vendendo capacetes de alumínio são parte da brincadeira, claro.

Além de expor e denunciar fraudes, embustes e enganações, o que é sem dúvida a principal ênfase de CeticismoAberto – a tag “fraudes” tem 166 textos – estas idéias diferentes, abertas a novas possibilidades e pontos de vista, fazem parte essencial do que buscamos com este trabalho. O casamento entre o ceticismo e a admiração já era o equilíbrio defendido por Carl Sagan, que também lembrava como o movimento cético deveria evitar o posicionamento “nós x eles”, como se céticos estivessem em algum patamar superior.

É com isto em mente que também estamos abertos não apenas a novas idéias, como também a críticas – através de inúmeras formas de contato, áreas de comentários e fóruns livres – que são mesmo destacadas em artigos como a crítica ao “pseudo-ceticismo” redigida por Truzzi.

Afinal, desde o início lembramos como o nome “CeticismoAberto” pretende deixar claro que o ceticismo defende a dúvida inquiridora, não a certeza dogmática, estando aberto a novas idéias e possibilidades, mas exigindo sempre provas rigorosas para a aceitação de qualquer alegação. Todo ceticismo é, ou deveria ser aberto, e todos os dias do ano nos esforçamos para cumprir com este objetivo.

Nem sempre conseguimos, mas a verdade é que tentamos!

Tags:

31 Responses to CeticismoAberto defende Extraterrestres e outras idéias polêmicas

  1. Karlos Junior disse:

    Quase tomei um susto com o título, mas lembrei que era o tradicional 1º de Abril. Parabéns por abordar de forma coerente e racional os temas mais loucos e absurdos que a mente humana possa conceber. O ceticismo precisa mesmo estar aberto a tudo na busca do que realmente é a verdade. :)

  2. Wagner disse:

    O problema, Kentaro, é que, para um significativo número de frequentadores deste site, você está sempre, a todo momento e em todo artigo, a fazer brincadeiras de 1º de abril (ou seja, mentindo, ludibriando…).

    Não estou entre eles, fique avisado…

    • Mori disse:

      Bem, se acham (ou se “sabem”) que estou mentindo, que se demonstre. Deve ser fácil se faço isso em todo artigo.

      Eu sei que não minto, isto é, não estou engajado em algo que sei que é falso. Posso sim me enganar, óbvio, mas não muito humildemente acredito que não erre em tudo que publico. E no que erro, agradeceria mesmo que demonstrem onde errei. Simples.

      O que não posso fazer é com que todos gostem do que publico aqui. É impossível, e nem é meu objetivo.

  3. Luís Brudna disse:

    :-)
    Perfeito
    ´ceticismo defende a dúvida inquiridora, não a certeza dogmática, estando aberto a novas idéias e possibilidades, mas exigindo sempre provas rigorosas para a aceitação de qualquer alegação. ´

  4. Kleber disse:

    Gostei …

  5. NASDA disse:

    TEXTO E POSTADO EM 1º DE ABRIL, COMECEI A LER JÁ NOTEI QUE ERA 1º DE ABRIL

  6. Tomaz disse:

    Bem bolado.

  7. renato sartori disse:

    legal, gostei muito.

  8. Felipe disse:

    Não vejo graça ou mérito em ser sarcástico… até eu consigo (as vezes), mas tiro o chapéu pela redação. Fico na espera dos artigos menos “brincalhões” (que por sinal estão ficando raros por aqui), aqueles artigos que desmascaram as fraudes de forma inquestionável e que me fizeram virar um frequentador deste site.

  9. Gilberto disse:

    O humano é leviano ao afirmar o universo seja “infinito”, creio que finita sim, seja a capacidade do homem por fazer tal leitura! NÂO HÀ capacidade mental muito menos tecnológica. Em minha concepção talvez a nossa “bolinha” ou planeta terra popularmente conhecido, seja comparável à uma bactéria, um verme, com zilhões de formas de vida ao redor !

  10. Ahuro disse:

    O ser humano eh pura arrogancia… um ser tão insignificante acha que sabe tudo.
    De tão infinito que é o universo como vcs tem tanta certeza?
    Vcs apenas especulam as “provas”, quase sempre vcs, céticos, somente questionam os fatos por serem incriveis demais, muita fantasia, até um tempo atras falar q existia um macaco gigante nas montanhas da africa era um absurdo, mais tarde foi provado q gorilas existem. Não eh pq um fato nao eh levado a serio q ele n seja real.
    Menos arrogancia e sarcasmo.

  11. Claudio disse:

    Aquele que considera a vida extraterrestre um tema polêmico não tem um neurônio científico no seu desafortunado cérebro. Desculpe os céticos extremistas de plantão, mas a questão extraterrestre não é polêmica e sim fato! Se, mesmo considerando toda a vastidão do espaço e seus infinitos planetas que possam abrigar vida, o cético pretende considerar o homem o ápice da criação universal… acho que ele precisa se atualizar mesmo!

    • Karlos Junior disse:

      ” Se, mesmo considerando toda a vastidão do espaço e seus infinitos planetas que possam abrigar vida, o cético pretende considerar o homem o ápice da criação universal”

      Nada a ver. Que cético acredita nisso?

  12. Claudio disse:

    Olá Karlos Junior! Eu gostaria de te informar que muitos céticos acreditam nisso sim, é claro que não são necessariamente céticos militantes. Existem cientistas que são bastante cautelosos quanto a possibilidade de vida extraterrestre, mesmo que seja apenas a nível bem primitivo e microscópico. A algum tempo atrás publicou-se um livro inteiro defendendo que a vida extraterrestre, mesmo a mais elementar, é uma impossibilidade. Então muitos acreditam sim que essa nossa humanidade tão cansadinha de guerras é um acidente raro em todo o universo. Tão raro que dificilmente aconteceria em qualquer canto do cosmos. É uma posição retrógrada e que com certeza não deve encontrar muito eco mesmo dentre os cientistas mais cautelosos. Da minha parte eu posso dizer que com certeza somos únicos como raça, como espécie e como humanidade. É quase como uma impressão digital: com certeza não existe nada exatamente igual no universo. Mesmo seguindo os passos evolucionistas, mesmo que todas as espécies do cosmo obrigatoriamente sigam esses princípios, não existe um único planeta no universo que abrigue vida exatamente igual ao nosso. Nesse sentido, somos únicos sim. É claro que isso não é motivo de grande orgulho. No entanto, a quantidade de vida que abriga os planetas que ainda estão por se descobrir é gigantesca e formidável. E algumas delas são tão avançadas que podem estar nos visitando nesse momento.

    • Karlos Junior disse:

      Claudio,

      Nenhum cético de verdade pode considerar que o homem seja “o ápice da criação universal”. Como se nós conhecêssemos todo o universo e tudo que existe nele.

      “algum tempo atrás publicou-se um livro inteiro defendendo que a vida extraterrestre, mesmo a mais elementar, é uma impossibilidade”

      Seria interessante saber que postulado científico defende tal impossibilidade. A questão se é possível ou não depende de muitos fatores como zona habitável, atmosfera, reações químicas elementares que propiciem o surgimento da vida e etc. Improbabilidade é algo bem diferente.

      “Da minha parte eu posso dizer que com certeza somos únicos como raça, como espécie e como humanidade. É quase como uma impressão digital: com certeza não existe nada exatamente igual no universo.”

      Eu não afirmo tal coisa. Como você pode ter certeza? Há evidência científica suficiente para teorizar isso?

      “Mesmo seguindo os passos evolucionistas, mesmo que todas as espécies do cosmo obrigatoriamente sigam esses princípios, não existe um único planeta no universo que abrigue vida exatamente igual ao nosso. Nesse sentido, somos únicos sim.”

      E como você tem certeza que não existe um planeta exatamente como o nosso?

      “É claro que isso não é motivo de grande orgulho.”

      Concordo plenamente!!

      “No entanto, a quantidade de vida que abriga os planetas que ainda estão por se descobrir é gigantesca e formidável”

      Nem sabemos se existe vida em outros planetas, como saber se ela é gigantesca e formidável?

      ” E algumas delas são tão avançadas que podem estar nos visitando nesse momento.”

      Primeiro você diz que não existe vida como a nossa em nenhum lugar do universo, depois você diz que há vidas tão avançadas que podem estar aqui a passeio. Isso me parece meio contraditório amigo.

      Creio, ceticamente falando, que ainda não estamos em plena condição de afirmar nem uma coisa nem outra.

      • James Gondim disse:

        CAro amigo,

        A idéias de que somos único no Universo não passe de uma manifestação do “EGO”, que, tambem, criou um Deus egocentrico e tão a imagem e semelhaça de seus criadores.

        A idéia de sermos o ser supremo da “criação, ao meu ver, não passa disto.

        Abraço

        James Gondim

  13. Claudio disse:

    Olá mais uma vez caro Karlos Junior! Na verdade o que eu disse não é uma contradição se você tomar como exemplo a espécie humana: existe alguém exatamente igual a você? Claro que não!Existem diversos humanos como você que guardam uma identidade comum em diversos níveis, como o genético. Então ampliando essa visão para o universo,podemos fazer o mesmo exercício intelectual ou raciocínio lógico: espécie como a nossa não existe em nenhum planeta do universo. É claro que existem outras espécies até mais evoluídas que a nossa, dentro do meu entendimento, que de acordo com inúmeras evidências recolhidas pela UFOLOGIA, estão nos visitando. Podem até ser humanóides, porém jamais humanos. Não sei se fui claro, mas com certeza, não escrevi algo contraditório.
    Respeito sua opinião como cético e descrente das evidências ufológicas. Mesmo que não se dê importância a essas evidências, sabemos que essa vida evoluída deve existir sim ou, como disse, Carl Sagan, o universo seria um tremendo disperdício de espaço. Abraço!

  14. paulo6jr disse:

    Ceticismo aberto é aberto mas…nem tanto.

  15. APODman disse:

    “Para poder dizer ao certo que não há nenhuma presença extraterrestre no sistema solar, você terá que varrer com cuidado a maior parte deste espaço em busca de artefatos.”
    .
    Curiosamente a busca por artefatos alienígenas é hoje uma possibilidade que está sendo defendida em pesquisas acadêmicas que apontam este caminho como um alternativa viável ao SETI convencional.
    .
    Tal busca por sinais “materiais” de outras civilizações tem recebido o nome de “Arqueologia Interstelar” e já foi capa da NATURE em 2004:
    http://www.nature.com/index.html?file=/nature/journal/v431/n7004/index.html#af
    .
    O princípio básico da idéia está exposto no artigo de Christopher Rose: uma eventual civilização extraterrena que deliberadamente tentasse se comunicar com outras deveria escolher enviar mensagens em meios materiais ( como o disco de ouro da Voyager ) do que através de sinais de rádio pois seria energeticamente mais eficiente.
    .
    Ainda outros trabalhos tem tentado demonstrar que artefatos alienígenas de fato podem chegar até nós e que deveriamos estar atentos:
    http://arxiv.org/abs/1001.5455
    http://articles.adsabs.harvard.edu//full/1996Obs…116..175A/0000175.000.html
    http://www.springerlink.com/content/l26775387l0430g1/
    http://spsr.utsi.edu/articles/
    .
    Atentos, não crédulos !
    .
    [ ]´s

  16. Andre disse:

    “Ate um tempo atras falar que existia um macaco gigante nas montanhas da África era um absurdo, mais tarde foi provado que gorilas existem” .
    Eu acho que essa frase define de forma inequívoca a fronteira entre ciência e esoterismo. Não é função, nem pretensão da verdadeira ciência obscurecer a verdade. No entanto, um tratado científico merecedor de crédito, tem de possuir embasamento em experimentações ou observações válidas e comprováveis, ou em provas materiais que resistam a uma análise criteriosa e independente.

  17. Claudio Cunha disse:

    Eu costumo dizer que sou tão cético que duvido até do meu ceticismo. Certezas e verdades absolutas criam dogmas e dogmas criam religiões. Nada contra. Cada um com suas escolhas e opiniões. Uma coisa que me inquieta é que, basicamente, o pensamento científico é produzido através de experimentos que podem e devem ser replicados em qualquer situação. Não que seja ruim, pois sem ele nada de automóvel, avião, gravidade, medicina, engenharia, agricultura etc. O problema é que algumas destas verdades acabam sendo contextualizadas. Exemplificando, no meu entendimento o poder da mente não existe. Por outro lado, e se, por exemplo, daqui a 100 anos for descoberto o papel importante da glândula pineal em processos interativos mentais? O inconsciente coletivo existe. A sincronicidade já foi bastante estudada etc. Outro exemplo, a mecânica quântica e a teoria clássica ainda não tem um ponto em comum. Um dia chegaremos lá. Logo, a ciência deve ser um instrumento a mais para nos fazer entender o universo e suas inter-relações. Se fechar a outras explicações pode comprometer a observação. Afinal, temos que nos afastar para compreender. Chegaremos lá, sem dúvida, somente se formos desprovidos de preconceitos e verdades absolutas. Afinal, tudo é relativo…

  18. Roberto disse:

    É isso aí, mente aberta.

  19. david disse:

    quem acredita que nao existe vida no universo fora da terra, simplesmente ou é louco ou um burro ingenuo

    • Costa disse:

      Mas quem acredita que existe, também é louco, burro ou ingênuo.
      Acreditar em uma afirmação qualquer sem que tenha evidências que a suportem, pode ser loucura pela incapacidade da pessoa crente em discernir realidade da ficção, pode ser burrice por o crente não ter acesso à informação verificada e validável, e pode ser ingenuidade por acreditar em afirmações de autoridades sem questiona-las.
      Então por isso que muitos dizem que 95% da população sofre de algum tipo de delírio coletivo, já que elas se enquadram como crentes, e não como céticos.

  20. Roberto A. disse:

    Provavelmente a vida fora da Terra, mas ainda não é uma verdade absoluta.

  21. Drapy disse:

    se perguntar qe seres de outra galáxia existem seria o mesmo qe perguntar se o ser humano aguenta mais de 10 minutos sem respirar debaixo d’água ou seja será possível ?

    não posso afirmar q alienígenas realmente existem não posso dizer que e um FATO como não também não posso dizer se é fato que o ser humano pode ficar sem respirar debaixo d’agua . porque fato não deixa espaço para possibilidades.

    Então será possível ?

    • Antonio Marcos Souza disse:

      Eu acredito na individualidade do ser. Você seria por exemplo capaz de entortar um vergalhão no pescoço ? Partir um tábua a uma distância de uma polegada ? Quantos pessoas você conhece que são capazes de fazer isso ?
      Acredito também que não sabemos muita coisa ainda. Como podemos dizer que não existe vida em outro planeta se nem sabemos nossa origem ( digo, origem não evolução ). Já pensou se formos “filhos”
      deles ? ou talvez até um experimento ?
      Só para encerrar, a nossa ciência, não é absoluta. Basta ver os erros e limitações de cada época….

  22. Marcos C. disse:

    Esferas luminosas inteligentes en Taxco Guerrero – Hector García
    http://www.youtube.com/watch?v=MO3rGUEen6U&feature=related

  23. Marcos C. disse:

    Esferas luminosas inteligentes en Taxco Guerrero – Hector García
    http://www.youtube.com/watch?v=QZkcxfPrW_I&feature=player_embedded#!

  24. Luiz disse:

    Drapy,
    So para constar, o recorde de apneia estatica e de 18 minutos, portanto e possivel um ser humano ficar sem respirar mais de 10 minutos… e isso e fato e nao boato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *