MENU

“Cientistas” búlgaros dizem que aliens estão na Terra

Uma Espiral Azul nos céus da Noruega: Stargate?

2 de dezembro de 2009 Comments (37) Views: 6329 Ceticismo, Destaques, Fortianismo

Círculos ingleses e o bom velhinho

No vídeo acima, parte de um programa inglês de 1994, o “velhinho” Doug Bower cria em frente às câmeras um círculo na plantação “perfeito” (ou tão perfeito quanto qualquer outro) em alguns minutos.

Vilipendiado por aqueles que acreditam no “mistério” dos círculos nas plantações, Doug, em companhia de seu amigo Dave Chorley, são reconhecidos como os pioneiros na arte de amassar plantações pelos maiores fabricantes de círculos da atualidade. O que só irrita ainda mais os crentes.

“São apenas dois velhinhos, é ridículo imaginar que tenham criado todos os círculos”!”, pensam alguns.

Como o próprio Doug reconhece, é óbvio que eles não foram responsáveis por todos os círculos nas plantações: o que realmente lhes dá o título de pioneiros na área é o fato de que foram os primeiros. Há registros fotográficos de criações dos “dois velhinhos” – que não eram tão velhos assim quando começaram a brincadeira, há 40 anos atrás – muito antes que qualquer um, seja a mídia, sejam os “especialistas em círculos” que surgiram depois, sequer imaginassem que existisse algum mistério nas plantações. Por anos a dupla criou círculos na calada da noite, até que finalmente os jornais passaram a noticiar o caso no início dos anos 1980.

crop-circled

“Os círculos criados pelos velhinhos são ridículos! Incluindo esse do vídeo!”, diriam.

Hoje, comparadas às criações mais espetaculares, talvez o sejam. Mas em 1994, e principalmente, nos primórdios da área, os círculos dos dois velhinhos enganaram os mais famosos “especialistas” da área. Um deles, então muito famoso, Pat Delgado, chegou mesmo a afastar-se da área depois de declarar “autêntico” um círculo criado em frente às câmeras pelos supostamente incompetentes dois velhinhos.

PatDelgado_Whiteparish_1991-425x359

Mesmo o meteorologista Terence Meaden, muito citado ainda hoje por sua idéia de “vórtices de plasma” chegou a ser enganado pelas criações de Doug e Dave.

mowingdevil

“Mas círculos ocorrem desde a Idade Média”, retrucariam outros.

Sim e não. Não porque a evidência mais comumente citada da antiguidade do fenômeno, uma história a respeito de um “demônio ceifador”, é em verdade uma lição de moral que, ainda que fosse tomada literalmente como um acontecimento… envolveria plantas ceifadas. Muito diferente das plantas amassadas que conhecemos.

E sim porque círculos de plantas amassadas são sim um fenômeno antigo. No livro “The Field Guide”, de autoria dos circlemakers Rob Irving e John Lundberg, a mais adorável história retirada de um diário antigo – anterior à febre de círculos – conta sobre como um casal costumava fazer seu literal ninho de amor em meio às plantações. Para evitar que os círculos no meio da plantação os denunciassem, o cavalheiro ainda criava vários círculos em diferentes pontos. Exatamente como, décadas depois, os dois velhinhos fariam, com conotação alienígena ao invés de sexual.

Além de seres muito humanos amassando plantações, presumivelmente não só na Inglaterra, já há muito tempo, fenômenos meteorológicos, bem como relacionados a plantas e fungos, também podem criar imagens geométricas.

mudmanrobbertmudmand

“Há estudos científicos publicados sobre anomalias biológicas e físicas associadas aos círculos”, finalmente responderiam mais alguns.

A verdade é que os estudos “científicos” publicados e circulados sobre supostas anomalias são derivados da “equipe BLT”, um grupo envolvendo John Burke, William Levengood e Nacy Talbott. São pesquisas muito duvidosas. Levengood, o único com formação científica no grupo, viria posteriormente a declarar anômalo um lençol queimado associado à figura ainda mais duvidosa do brasileiro Urandir Oliveira, no que vários ufólogos concordam ter sido uma fraude tosca.

burntbed

Talbott promove ainda o médium holandês Robbert van den Broeke, conhecido por fotografar recortes de revistas e vendê-los como fotos de extraterrestres.

Nada disso significa necessariamente uma falha em seus estudos sobre círculos nas plantações, não fosse o fato de que Broeke é uma das principais testemunhas em vários destes estudos.

Além destes problemas, o francês Patrick Gross aponta diversos problemas metodológicos nos mesmos (em inglês). Em discussão com Nancy Talbott, este que escreve aqui também confirmou com a pesquisadora que não existe um critério objetivo para estabelecer se um círculo é autêntico ou não. Como conseguem ainda assim conduzir estudos sobre as anomalias presentes em círculos é uma questão central que Talbott não pôde responder – ou não pareceu sequer entender como um problema fundamental.

Aos interessados na história e em provas concretas sobre círculos ingleses, recomendo a leitura do já mencionado livro The Field Guide, escrito pela geração atual de circlemakers, com toda a história, as evidências, fotos e mesmo dicas de como se podem criar círculos.

Em português, temos mais detalhes da história de Doug e Dave: Fabricantes de círculos. [via Francesco Grassi]

Tags: , , ,

37 Responses to Círculos ingleses e o bom velhinho

  1. Tati Nahas disse:

    Muito bom o post!
    Um pouco offtopic, mas ainda dentro das figuras, vc sabe alguma coisa sobre as linhas de Nazca, no Peru?

  2. Eduardo disse:

    continuo com a minha opinião de que vários círculos não são feitos pelos homens da terra, pois as cimetrias de alguns círculos são muito complexo e humano nenhum teria capacidade para tal.Na minha opinião esse dois bebados não fizeram nada demais para comprovarem que os circulos são fake.

    existe vários desenhos dicílimos (para não dizer impossível)de ser reproduzido; tanto é que se fosse facíl de se fazer, pesquisadores já teriam comprovado com fatos copiando essas gravuras.

  3. Douglas disse:

    Eduardo,

    Como assim “pois as cimetrias de alguns círculos são muito complexo e humano nenhum teria capacidade para tal”?. Então fale só por si se você não se acha capaz pra fazer uma coisa simples dessa. Com dois bastões ligados por uma corda, imitando um compasso, paciência e uma dose de criatividade, dá pra fazer muita coisa nesses casos.
    Mas uma pessoa que escreve simetria com “C” realmente deve ter o intelecto bem limitado pra compreender isso.

  4. Carlos Magno disse:

    Esse vídeo é fajuto, é incompleto e logicamente está manipulado.

    A questão dos círculos tão ingenuamente contada, como essa do velhinho com cara de vampíro, só serve mesmo para crianças e QIs primários. Ou para satisfazer o orgulho de quem não tem coisa melhor para apresentar na presunção de que não céticos vão tudo aceitar como cordeirinhos adestrados.

    Os círculos, na sua maioria, são feitos da madrugada para a manhã, quando são descobertos. Por que jamais alguém viu um velhinho doido como esse se mexendo pelos trigais sem lanternas, e não denunciou? E há círculos fantásticos por todo o planeta com perfeitas simetrias que desafiam a lógica circense dessa ingênua montagem. Claro que não foram feitos por mentecaptos, pois os círculos são muito mais complexos na sua elaboração!

    Aceitar gente como esse velhinho e outros “artistas” fazendo todos os círculos no planeta é nivelar-se com a mediocrídade mental e desejar tapar o Sol com a peneira.

    E há relatos e vídeos de quem surpreendeu seres e luzes fazendo os círculos. Já li e vi em sites especializados. A questão é provar que são falsos! Ficaria satisfeito se realmente conseguissem provar que todos foram feitos por humanos. É mais honesto assim. Detesto farsas, bem como farsas para provar farsas.

  5. Luís disse:

    Parabéns por nos trazer mais um ótimo texto Mori, deve ser muito divertido fazer um desses, vou ver se um dia consigo o sítio de uns parentes para tentar fazer um XD!
    Fora isso vc teria algum texto sobre multilação animal por aqui? Se não é um tema legal para abordar.
    E só mais uma coisa, o widget “You might also like” fica meio bugado no IE8…
    Falow e continue com o bom trabalho!

  6. Odamir disse:

    Parabéns pela tentativa de desacreditar os círculos, relamente entrei nesse site e fui direto nesse artigo esperando ver confirmado que os tais círculos eram uma fraude humana ou outra explicação mais razoável e fiquei decepcionado com esse “remendo” tosco.
    São conhecidos de longa data por mágicos e ilusionistas, a possibilidade de “imitar’ os fenômenos científicos, sem que isso prove que eles sejam falsos.
    Do ponto de vista científico, para se contrapor a teorias, hipóteses, é necessário apresentar outras teorias e/ou hipóteses, sendo que essas devem responder a todas questões implícitas no fenômeno em estudo.
    Ciência não é crer nem não crer!!
    ESTUDEMOS MAIS!!!

  7. EDUARDO disse:

    Douglas,

    primeiramente não estou aqui para lhe dar aula de português e nem vc para me corrigir.Suas palavras não descreve em nada sua intelectualidade ou entendimento que vc quis passar, vc é só mais um que pela falta de argumentos e conhecimentos no assunto, apela para os erros de caligrafia e ainda se acha o maxímo por tal descoberta rsrsr

    Todos na vida erram, mas muitos tentam se passar por quem não é.E vc é um desses, mas eu compreendo sua dita “perfeição” afinal para apontar erros tem que ser perfeito!

    E que fique claro, assuntos tem que ser tratados sobre o tema proposto e não à caligrafia alheia.

  8. mari disse:

    e ridiculo estes velhinos, querem aparicer inpocivel tanta belesa ter cido feito pelo burros humanos

  9. West disse:

    Engraçado como seres detentores de uma tecnologia tão avançada e que supostamente estariam tentando se comunicar com a humanidade, são incapazes de usar os meios modernos de comunicação, se limitando a fazer desenhos toscos e ininteligíveis em plantações nos cafundós-do-judas que até uma dupla de velhos bêbados é capazes de reproduzir.

    De fato, céticos têm a mente muito fechada.
    Mas crentes a tem tão aberta que chega a feder!
    ___________

    “O que um homem deseja, ele
    também imagina ser verdade”.
    <>

    “A luz da fé faz com que vejamos
    aquilo em que acreditamos”.
    <>

  10. Eduardo Real disse:

    Os que acreditam nos circulos de plantação alienígena pode não acreditar que os desenhos mais complexos foram feitos por dois velinhos (que quando começaram, ainda eram jovens). Mas existem grupos de “circlemakers” que fazem diversas figuras geométricas nos campos de cereais, bem complexas por sinal.

  11. Stela disse:

    Em tempo pergunto, foram os velhinhos, ou o velhinho, que fizeram as figuras de Nazca também????e o que eles utilizaram para tais feitos????????????????????????????????????????????????????????????????????

  12. cibeli disse:

    Será que só eu axo isso um desperdício de comida que anda faltando no planeta?
    Sejam seres de outros planetas (por que não eu não entendo a raiva contra isso) ou seres humanos desocupados, façam algo mais produtivo, ao invés de ficar amassando comida.

  13. kiabbo disse:

    Ceticismo Aberto por favor, esse fenomeno é observados a anos seculos talvez,
    derrepente aparece um velhinho com cara de interiorano para explicar, é no minimo ridiculo isso, faz um desenho tosco e mesmo que fosse complexo para dizer que isso é feito por qualquer um, isso sim é motivo de ceticismo!!!!!!!
    Desconfie do velhinho,da rede de TV que quer mostrar isso,qual é sua intensão,ja que as televisões sempre querem criar polemica em cima de tudo, ai aparece como boa samaritana, quer exclarecer que tudo é uma farça assim porque sim e ponto final!Estranho não é?
    Um abraço!!!!

    • Mori disse:

      O fenômeno não ocorre há séculos… o “demônio ceifador” ceifava as plantas, e as áreas de plantação amassada registradas anteriormente não formavam pictogramas complexos como os que surgiram depois que os velhinhos iniciaram sua obra. Os próprios velhinhos foram inspirados por um caso australiano, que pode bem ter sido causado por um redemoinho, mas os “círculos ingleses” como os conhecemos hoje são um fenômeno novo e claramente humano, iniciado, como os velhinhos provam — com fotos de 1980 — por eles.

  14. Roberto disse:

    Olha, é de impressionar a cegueira deste site e seus mantenedores!
    Dizem que não acreditam em Bíblias, papai-noel, coelhinho da páscoa, ETs, UFOs, crop circles, espíritos, bem, por fim, não acreditam em nada além das suas mentes limitadas.
    Tudo é tratado no mesmo critério: Papai Noel e UFOs; Colhinho da Páscoa e Crop Circles; Mula sem Cabeça e Nibiru; etc…
    São crianças brincando de dar explicações.
    Não fizeram NENHUM trabalho científico para comprovar que os tais círculos podem ser feitos por humanos no tempo em que eles são feitos. Buscam explicações ridículas, patéticas, feitas por estes senhores fanfarrões para servir de base de seu anúncio e argumentação.
    Mas que baita desserviços vocês prestam a sociedade. Nada provam, só defendem teses e as suas teses são a única possível VERDADE.
    Depois de nada dizerem de realmente científico além destas citações coletadas de forma tendenciosa (que possam justificar uma negação e de preferência, ridicularização dos fatos) dão um veredito e deixam alguns comentarem.
    Quanto mais comentários tiverem, mas se sentirão bem pois, afinal, seus “posts” estão procurados, prestigiados, visitados.
    Não importa o que seja dito, à favor ou contra suas alegações, pois o que eles estão procurando é preencher os seus vazios com esta fama virtual. Carência, insegurança e outras fragilidades que acabam os levando para os caminhos da má fé.
    Sim meus caros, sonegar a verdade é usar de má fé, e se os senhores tivessem realmente esta inteligência toda para negar e negar, poderiam usar uma parcela maior dela para negar com provas e não com teses, com estudos científicos e não com arremedos de desmentidos.
    Vocês estão se comprometendo com suas consciências. Isto é lamentável.

    Pega tu uns pedaços de pau, distribui para uma turma de devotados desmascaradores das mentiras dos cículos em plantações, documenta os métodos usados, apresenta aqui neste blog/post/site toda a comprovação de que tu ou alguém fizeram imagens tão elaboradas da noite para o dia, e mais, em instantes conforme alguns vídeos demonstram o acontecimento.

    Enquanto tu não fizeres isto, por favor, cale-se para não te comprometer mais e mais, pois muitos que buscam entender algo mais poderão acreditar em tuas palavras e adiarem indefinidamente a busca que os poderia iluminar a mente.

    Tu e os teus amigos “céticos” terão de responder por todo o mal que vocês causaram à sociedade. Ninguém fica impune.

    Ainda bem que pessoas sinceras fazem algum contraponto às tuas afirmações vazias e isto pode amenizar o estrago que vocês procuram fazer, ainda que seja na ignorância de que assim estão agindo.

    Acordem amigos.

  15. rosangela de noronha disse:

    Os circulos foram criados pelos os humanos?! fica mais difícil de acreditar, porque na época em que foram descobertos muuuitos cientistas não conseguiram respostas cabíveis pelas magníficas artes dos circulos e sua precisão, não tem aparelho” aqui na terra que faça isso em uma noite, no escuro, sem que ninguem veja ou ousa,a meu amigo ! estas de brincadeira!com a capacidade de pensar dos irmãos terreno !!!… pula essa, vamos pra pròxima.

  16. […] supostas anomalias nas plantas de círculos “autênticos” – anomalias evidenciadas por uma equipe e por estudos duvidosos, que reconhecem eles mesmos que as mesmas “anomalias” também surgem em plantas amassadas […]

  17. Lubarck disse:

    Assuntos desse tipo não são mesmo compreensível pelas mentes dedutivas e lógicas.
    Precisamos abandonar essa idéia de ter que provar e comprovar as coisas.
    Não é mais tempo disso!
    É tempo de “Crer sem Ver!
    Não veem “os sinais”?

  18. Rasta Man disse:

    Esse vídeo é da década de 90, e até hoje nunca foi desmentido ou considerado armação..

    Apenas não tem explicação.

    E ridiculo esses dois velinhos..
    haha
    .
    http://www.youtube.com/watch?v=6M6vP8-SbU0

  19. apizona disse:

    acho que o povo quer mt que seja ”anomalias” queria so saber o motivo desse povo todo duvidar, qual eles fazem a mais de 40 anos isso, ai vem uns cara de pau e estraga o trabalho dos coitado dizendo que são forças incomuns .Amei o trabalho deles ta de parabéns mesmo!

  20. antonio m. disse:

    Esses céticos conseguem ser mais irracionais do que os crentes !
    Porque não usar o bom e velho método científico e elaborar um experimento que prove ser possível fazer os círculos em algumas horas? Filmem o experimento e apresentem aqui. Seria bem mais coerente com o verdadeiro ceticismo, não acham?

  21. […] e a metodologia conduzidas pela equipe BLT. Já se sabia que várias dessas pesquisas contavam com um pregador de peças holandês como testemunha – e um que continua sendo apoiado em evidência muito duvidosa por Talbott. Também se […]

  22. Felipe Cesar disse:

    Sem dúvida, são obras de arte

  23. Pedro Fernandes disse:

    Eu fico parvo com a malta que vem para aqui comentar… Quererem misturar crença com ciência e etc… Como é que é possível que acreditem que seja algo de sobrenatural a fazer desenhos que toda a minha turma de visual fazia no 5º ano de escolaridade usando papel recortado e moedas? Estas pessoas simplesmente passam isso para a realidade…

    Quem afirma que é feito por ET’s e afins que prove… Já existe tanta documentação sobre como se pode fazer isto facilmente, mas nenhuma em como são ET’s…

    E lá por ser bonito não pode ser humano? Lá que vocês tenham baixa auto-estima é com vocês, mas se vão tanto pela fé, larguem o computador onde escrevem essas baboseiras e vão viver sem nada daquilo que a ciência nos providenciou…

    E depois falaremos… Esta gente não tem noção mesmo… Com tanta coisa bonita na vida e andam asfixiados com deus e estas crenças… É mesmo coisa de quem tem a vida mesmo muito vazia e sem sentido…

  24. Adriano Moraes disse:

    Conheço vários tipos de céticos, existem até o tipo crente/cético, mas o ponto em comum entre todos é se acharem mais inteligentes que os outros, e terem a “crença” de que ser cético os coloca num lugar seguro, lugar este somente ocupado por pessoas sérias, normais e claro com uma inteligência acima da média. É claro que tudo isso não passa de uma anomalia mental provocada pelo orgulho e vaidade em demasia. O mais interessante disso tudo, é que na ãnsia de desmascararem tais fatos aceitam qualquer imbecilidade mentirosa que colocam dentro dessa “internet porca”, demonstrando assim que não passam de falsos intelectuais.

  25. João Santos disse:

    OS “CROP CIRCLES” MAIS “BEM ELABORADOS” FEITOS POR HUMANOS LEVAM HORAS E NECESSITAM DE UMA SUPER PRODUÇÃO, ENQUANTO AQUELES CONSIDERADOS COMPLEXOS E INEXPLICÁVEIS APARECEM EM POUCOS MINUTOS. OS CÉTICOS CIENTISTAS NÃO ENCONTRAM SEQUER PEGADAS HUMANAS, FOLHAS OU CAULES FERIDOS OU QUEBRADOS ETC. VEJAM ESSA ENTREVISTA COM O CÉTICO E “SABE-TUDO” JÓ SOARES.
    (PARTE 1): http://www.youtube.com/watch?v=2LEQdUsDOvI

    COMO O CETICISMO EXPLICA TUDO, CONTO COM VOCÊS!

    O ASTRÔNOMO ALLEN HYNEK TRABALHOU PARA O “BLUE BOOK”, CUJO OBJETIVO ERA DESMISTIFICAR E RIDICULARIZAR OS FENÔMENOS UFOLÓGICOS. ENTRETANTO O PRÓPRIO HYNEK CONFESSOU, ANOS MAIS TARDE, QUE HOUVE CASOS ENCOBERTOS E NÃO DIVULGADOS PARA A IMPRENSA E O PÚBLICO. POSTERIORMENTE PUBLICOU UM LIVRO COM ALGUNS DOS CASOS CONSIDERADOS AUTÊNTICOS.

  26. Rudolf A. Hondiare disse:

    Tantas idiotices e tantos embustes são armados sobre estes tais círculos…
    E ainda aparecem céticos que acreditam nas peripécias do Popeye, er… quero dizer do velhote Doug Bower e do seu amigo, que não aparece no vídeo!
    Mas, o que há de verdadeiramente fantástico nisto tudo, é que deve haver uma mega-empresa por trás desta produção imensa de círculos, pois dizem que ao longo desta história, já são mais de 15.000…!
    E ninguém fica rico ?!!…
    Somente gastos e despesas e muito trabalho de centenas (ou milhares) de indivíduos, sem um devido e justo retorno de milhões de dólares ao ano ?!!…
    E ainda por cima trabalhando arduamente na calada da noite?!!…
    Kkkkkkkkkk…!!
    É…, é necessário que seja criada uma força tarefa pra se desvendar este medonho imbróglio, que é o que deve estar arrasando e economia do Reino Unido…!!! Heheheheheh…!

  27. Gisele disse:

    Vcs já ouviram falar em Lewis “Lee” Wallace? E Judah Ben-Hur?

    “”Lewis Wallace era conhecido por ser precisamente um homem ateu. Certa vez, viajando de trem com um grande amigo, comentavam a respeito da quantidade de torres de igrejas que havia na cidade de Saint Louis, capital do Missouri, acrescentando que não podiam entender como tanta gente culta acreditava nas Escrituras. Naquele momento, o amigo sugeriu-lhe que escrevesse um livro provando ao mundo que Jesus Cristo nunca existiu e que muito menos, Deus tinha inspirado os autores dos Evangelhos ou dos outros livros do Novo Testamento. Tal livro por certo o tornaria célebre e derrubaria o “mito” de que Jesus é o Salvador do mundo. Concordando com o amigo, Lewis revelou o plano à sua esposa. Por mais de dois anos, Lewis coletou dados e pesquisou a vida de Jesus ao pormenor, em diversas bibliotecas dos Estados Unidos. Por fim, encontrou-se em uma situação bem difícil. Disse ele: “Comecei a escrever um livro para provar que Jesus Cristo nunca existiu e quando me dei conta estava provando que Ele de fato existiu. Tal convicção tornou-se em mim certeza absoluta. Ao estudar seu caráter, não tive mais dúvidas ser ele o Filho de Deus, e assim abri totalmente o meu coração a Ele.”
    O livro, Ben Hur, que é uma apologia das lutas do Cristianismo primitivo, foi escrito em 1880[1] e transformado, várias vezes, em filmes de grande sucesso.””

    Bom, não estou dizendo que acredito que os círculos tenham origens extraordinárias. Estou apenas dizendo que quando estudamos com afinco, sem nos deixar levar por pequenas ou levianas afirmações, acabamos, por vezes, encontrando algo inesperado por nós.

    Ser cético não significa “não crer”; significar “provar para crer”. Não posso afirmar que algo existe ou inexiste se não posso provar a mim mesma e a outrem por meio de um método que outros podem usar.

    Que os círculos são belos, isso o são. Que se tratam de desperdício tanto de alimento como financeiro, também o são. Que os ditos seres excepcionais teriam formas melhores de se comunicarem, certamente o teriam.

    Ao invés que se perguntar de onde vem, ou quem os fazem, deveríamos nos perguntar que benefício isso nos traz.

    Nenhum, eu diria.

    A não ser o de aterrorizar alguns. Ou promover a discórdia entre outros.

  28. Jorge disse:

    Me parece que é de 1989 o primeiro registro de 01 crop circle e dessa forma já temos aí 22 anos de aparições. A idéia original não é fruto da invencionice humana. O marketing sobre esse assunto não canaliza riqueza financeira para uma pessoa, ou pelo menos alguém que pudesse ser identificado. Existe sim o interesse de editoras, escritores, pesquisadores e de uma certa forma da mídia em geral também, os comentários oficiais no entanto são no sentido de ridicularizar esses sinais(?). Em sendo invencionice humana, estaria seu criador ainda oculto por qual motivo? Se tivesse começado a fazer esses sinais(?) com 20 ou 30 anos, estaria agora com 42 ou 52 anos. Qual ser humano manteria oculto um projeto desses por tão longo tempo? O ser humano (sem exceção) busca reconhecimento em tudo o que faz, dessa forma não faz sentido não se valer do dinheiro e fama que viriam se alguém reproduzisse um crop circle com as características dos mais intrigantes.
    Por exemplo, todos eles são feitos da noite para o dia, ninguém nunca foi pego fazendo um deles, não existem evidencias de método humano utilizado, as dimensões de muitos deles elimina eventuais métodos ou técnicas possíveis de serem aplicados pelo homem (porém sem conseguir segredo).

    Imaginem o dinheiro que seria movimentado se alguém convocasse a imprensa e dissesse:

    Vou fazer um crop circle com área equivalente a 04 campos de futebol na madrugada do dia “X” e ele será tão complexo quanto o mais complexo já visto até hoje.

    Se fosse possível de ser feito por mãos humanas, o fraudador não saberia disso e não se adiantaria em se apresentar como o pai da criança, antes que alguém o fizesse?

    Em uma análise mais superficial, devemos desejar conhecer o autor dessa proeza, pois seja ele humano ou não, temos que aceitar o fato de ser muito inteligente e a humanidade não pode se dar ao luxo de ignorá-lo. Ou será que estamos com essa bola toda?

  29. Evandro disse:

    Nossa! Que video esclarecedor! Agora tudo em que eu acreditava sobre OVNIs/crops circles caiu por terra!
    Quanto será que os ‘senhores do mundo’ pagaram pra essa emissorazinha vagabunda e essa galera fundo-de-quintal aí pra fazerem essa atuação toda? Deve ter sido uma merreca, porque ficou extremamente mal feito.
    A maioria que vem dizer que ‘TÁ EXPLICADO OS CROPS AGORA’ são esses crentezinhos aí que se acham donos da verdade, mas seguem à risca tudo que um pastorzinho pedófilo ou que a Globo diz. E se acham os seres mais puros do planeta, os donos da verdade, os superiores no quesito religião. Quem vai descer lá de cima é ‘Jesus mesmo acompanhado de seus anjos’… vai sonhando com as estorinhas da Biblia vai. É de dar risada…
    Um desafio a quem acredita em Jesus: pesquise sobre ‘HÓRUS’ no Google, por exemplo. Conheçam a história dele, que foi escrita 3 mil anos ANTES da Biblia, e conta praticamente a mesma historinha sobre Jesus… Hórus também nasceu dia 25 de dezembro, depois teve os 12 seguidores, incluindo um ‘Judas’ pelo qual também foi traido. Depois também crucificado, depois de 3 dias ressucitou…. e foi escrito 3 mil anos ANTES da Biblia. O que acham, meus irmãos cristãos? Hahahahahahahaha
    Uma coisa é a desinformação. Agora querer ser cego assim por opção? Ah faça-me o favor… agora esses desocupados/fracassados aí querem levar os créditos pelos crops, e a mídia apoiando… incrível hahahahahah…
    Acho que o maior presente divino que recebi foi não nascer tão BITOLADO assim como a maioria dos seres humanos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *