MENU

Os ETs deselegantes

Os OVNIs de Sabão

20 de julho de 2009 Comments (30) Views: 4587 Destaques, Ufologia

As Luzes de Phoenix

Kentaro Mori [@], editor CeticismoAberto

"A Maior Manifestação de UFOs já vista na Terra, …  com enormes luzes observadas sobre várias regiões dos Estados Unidos, por mais de 100 mil pessoas. … O caso é considerado o maior acontecimento ufológico de todos os tempos".

É assim que um documentário sobre as chamadas "Luzes de Phoenix" vem sendo vendido no Brasil.

Mas o que aconteceria se descobríssemos que o "maior acontecimento ufológico de todos os tempos" em verdade já foi explicado há vários anos, e não envolveu OVNIs?

Phoenix, no Arizona, EUA, realmente foi palco de um espetáculo OVNI na noite de 13 de março de 1997. Uma série de luzes no céu foi descrita por várias testemunhas, e por volta das dez horas da noite, a "pièce de résistance" OVNI: as luzes em uma formação triangular puderam ser vistas claramente durante vários minutos por milhares e milhares de testemunhas. E, desta vez, várias delas filmaram o evento, entre elas a americana Lynne Kitei, que produziu o documentário "As Luzes de Phoenix: Não estamos sós". Confira o trailer:

Este realmente poderia ser o "maior acontecimento ufológico de todos os tempos". Não fosse o detalhe de que a abundância de evidência física permitiu identificar as luzes.

Quando há vários vídeos de um mesmo objeto tomados de pontos de vista diferentes, é possível estimar sua distância e posição a partir de uma técnica simples chamada "triangulação". É trigonometria simples, ensinada no colegial. Avaliando a direção em que cada um dos observadores apontava, e traçando sua posição exata, constrói-se um triângulo em que uma das pontas indicará onde estava o objeto.

Foi o que fez em 2 de setembro de 1998, pouco mais de um ano depois dos eventos, o físico americano Bruce Maccabee. Maccabee é um ufólogo que defende a existência de OVNIs mas ainda é capaz de realizar algumas análises sérias. Seu trabalho, com base em três vídeos das Luzes, pode ser lido em Report On Phoenix Light Arrays. Disponível há quase dez anos, sua conclusão:

"descobrimos que as luzes estavam muito distantes (muito mais do que se acreditava). Também concluímos que as luzes não permaneceram imóveis. … Medidas cuidadosas das luzes individuais do conjunto de 13 de março mostra um movimento descendente e à esquerda. Além disso, enquanto todo o avistamento tenha durado vários minutos (meia hora, etc.), a duração de cada luz individual estava na faixa de 4 a 5 minutos quando vista em sua ‘duração completa’. As luzes de duração mais curtas no vídeo de Krzysten de 13 de março são provavelmente devidas à obstrução pelos topos das montanhas perto do pico 4512′, uma vez que determinamos que as luzes estavam ligeiramente acima das montanhas enquanto desciam".

A distância das luzes, determinada com base em evidência objetiva múltipla, era de 110 a 130km! Muito distantes, realmente. E como vimos, a triangulação permitiu determinar não apenas a distância, como a posição das luzes. Que estavam justamente sobre uma área militar de treinos, atrás de uma cadeia de montanhas, em particular a de "Estrella". Maccabee conclui ainda:

"Todas as características … são consistentes com sinalizadores militares lançados a grande altitude sobre a área de exercício da Força Aérea e vistos de grandes distâncias sobre as cadeias de montanha. A luminosidade extrema destes sinalizadores em particular não deve ser descartada. Eles irradiam quase 2 milhões de lúmens de luz visível, comparável ao farol de um avião apontado diretamente ao observador de muitos quilômetros de distância. A uma distância em torno de 100 quilômetros a dificuldade de ver a fumaça ou o pára-quedas sustentando o sinalizador seria comparável à de ver um grande planeta próximo de uma estrela brilhante: a radiação refletida seria ofuscada pela radiação direta da fonte de luz".

Sim, as Luzes de Phoenix foram sinalizadores militares, uma espécie mais sofisticada de fogos de artifício fabricada para ser visível a centenas de quilômetros. Não só seu comportamento, aparência e posição foram determinados de forma objetiva, como os próprios militares admitiram sua responsabilidade neste "espetáculo OVNI".

O tenente coronel Ed Jones pilotou um dos quatro aviões A-10 que lançaram os sinalizadores naquela noite. Como contou ao jornal Arizona Republic, ele e seus colegas estavam voando na última noite da "Operação Snowbird", e em seu caminho de volta a Tucson, ele instruiu todos a ejetar os sinalizadores que ainda tinham a bordo. Já que era a última noite de manobras, era mais simples ejetar os sinalizadores do que pousar com eles e armazenar a munição em terra.

"Um de nossos colegas tinha em torno de 10 sobrando, e ele começou a soltá-los, um depois de outro", Jones disse. "Assim, em intervalos de alguns segundos, quando o próximo sinalizador estava pronto para ir, ele apertava o botão e o liberava".

Jones olhou para trás e viu uma série de luzes igualmente espaçadas sobre o deserto, flutuando muito lentamente. Cada uma era extremamente brilhante, alguns milhões de candelas, ele sabia. Eles pareciam flutuar porque o calor do sinalizador subia em direção ao pára-quedas, como se fossem pequenos balões de ar quente. Os aviões se dirigiram à base.

Como se isso não fosse suficiente, outras análises ainda mais gráficas mostraram como o desaparecimento gradual das luzes nos vídeos podia ser mesmo associado às montanhas. Enquanto os sinalizadores caíam, um a um desciam abaixo do nível das montanhas à sua frente. O laboratório Cognitech comparou filmagens dos "OVNIs" à noite com uma filmagem diurna no mesmo local, demonstrando muito claramente como cada ponto de luz desaparece exatamente quando desce abaixo das montanhas:

Não há margem para dúvida razoável. Os múltiplos vídeos, quando analisados, permitem determinar claramente que as luzes estavam atrás da cadeia de montanhas, sobre uma área de treinamento militar. Seu comportamento, registrado fisicamente nos vídeos, é o de pontos de luz extremamente brilhantes caindo lentamente, derivando levemente para os lados. Exatamente como sinalizadores militares, sobre os quais há confirmação de que foram lançados exatamente naquele momento.

Não estamos sós
Mas nem toda essa evidência convence alguns. Entre eles a própria Lynne Kitei, autora e vendedora do documentário sobre as Luzes referido acima. O mais curioso é que os vídeos de Kitei são um dos três vídeos usados por Maccabee em suas análises, e so
bre os quais se pôde determinar conclusivamente serem sinalizadores.

Frente a tal, Kitei tentou argumentar que "ninguém pôde triangular os vídeos … porque os cinegrafistas filmaram em um período de tempo de 30-40 minutos de direções diferentes". Não se entende muito bem o que Kitei quis dizer, mas supondo que ela compreenda o que seja uma triangulação, ela pode ter tentado dizer que não haveria vídeos tomados simultaneamente o que impossibilitaria uma análise.

Isso não é verdade. A própria análise de Maccabee detalha como ele associou os três diferentes vídeos. Não apenas isso, não foi apenas Maccabee que pôde fazer uma triangulação. Ainda em 1998, e mesmo antes de Maccabee, o americano Timothy Printy também pôde efetuar triangulações baseado em dois vídeos, um dos quais também foi usado por Maccabee.

Kitei também diz que "nos dez anos desde este avistamento em massa histórico, ninguém relatou ter visto a formação anômala de luzes atrás da cadeia de montanhas por volta de 10 horas de noite".

Isso também não é verdade. Como Printy nota, Bill Hamilton descreveu inicialmente as luzes "sobre" as montanhas e pouco depois, repetiu que elas estavam "atrás" das montanhas. Um dos cinegrafistas, Tom King, também relatou inicialmente que elas "poderiam ter ido atrás das montanhas" e que estavam "sobre" elas. Posteriormente tanto Hamilton quanto King insistiriam que as luzes estavam à frente das montanhas. Mais alguns anos depois, e King admitiu que o vídeo era de sinalizadores. O ufólogo Bill Hamilton, assim como Lynne Kitei, ainda insistem em negar os fatos.

As verdadeiras Luzes de Phoenix
O mais irônico é que os vídeos que foram os principais responsáveis pela fama das Luzes de Phoenix, e que foram identificados como sendo sinalizadores, acabaram por literalmente encobrir um avistamento de fato inexplicado do que podem ter sido OVNIs naquela mesma noite.

O próprio Bruce Maccabee alerta que "um avistamento anterior, por centenas de pessoas ao redor das 8:30 da noite de um objeto triangular negro que bloqueou as estrelas, era um OVNI".

Isso mesmo, poucas horas antes do espetáculo dos sinalizadores militares, várias testemunhas relataram um enorme OVNI triangular com algumas luzes que teria voado sobre suas cabeças.

Infelizmente, não há muita –se é que há — evidência física segura deste avistamento anterior. Há essencialmente apenas muitos relatos, e nenhum ufólogo esteve interessado em analisá-los seriamente. Como resultado, este "OVNI" permanece inexplicado.

Tim Printy tem, em inglês, uma boa compilação e análise de todo o episódio das "Luzes de Phoenix" em seu sítio: March 13, 1997: The Arizona UFOs. Printy chega a sugerir uma explicação mesmo para este OVNI anterior, mas apesar de prosaica e muito interessante, ela não é conclusiva, justamente pela falta de maior evidência física.

Os verdadeiros OVNIs em Phoenix não são assim muito diferentes de outros casos conhecidos e ainda não resolvidos, baseados quase unicamente em relatos. Já as "Luzes de Phoenix", em vários vídeos e imagens, foram sinalizadores militares.

Nos anos seguintes, outros exercícios militares na região provocaram mais "avistamentos de OVNIs", devidamente explorados por "ufólogos", mesmo quando os militares alertaram de antemão sobre suas peripécias.

Esse é, enfim, "o maior acontecimento ufológico de todos os tempos".

– – –

Tags: , ,

30 Responses to As Luzes de Phoenix

  1. antonio disse:

    Gostaria de sua opinião relativa a analise feita pelos caçadores de ovnis do programa history chanel, em que indicam que não foram sinalizadores, pois eles testaram essa hipotes lançando alguns e verificando que não poderiam ser sinalizadores.

    • ALEXANDRE disse:

      Segundo uma análise do comportamento das luzes em um programa exibido pelo NatGeo, a hipótese de sinalizadores foi descartada, embora nenhuma outra explicação tenha sido proposta. Eu continuo esperando uma explicação convincente. Há alguma novo proposição?

  2. Cláudio disse:

    1º Sinalizadores não disparam (acendem) aquela altura, pois não iluminaria nada no chão, seriam inúteis.
    2º Nenhum calor de sinalizador faz com que ele fique suspenso, eles caem lentamente.
    3º Nenhum militar relatou exercícios na área.

    Não sou entusiasta da Ufologia, mas se vai tentar explicar (prova contraria), argumente melhor.

  3. winston disse:

    A pior argumentação ja feita nesse site.

    Os sinalizadores produzem fumaça, deixando bem visível um rastro pela claridade da luz dos proprios sinalizadores, fora o percurso feito pelo objeto.

    Recomendo aos senhores assistirem o documentário que se encontra no Youtube ” “As luzes de Phoenix”, e posteriormente excluam esse texto ridículo com a pior refutação ja feita aqui.

    abraço !

  4. […] passando pelo OVNI da turbina eólica (todos casos aos quais há em verdade explicação, das Luzes de Phoenix, aos avistamentos Apollo passando pelo OVNI da turbina eólica, o que não impede a apreciação […]

  5. Fabio disse:

    Esse caso das Luzes de Phoenix serem sinalizadores já caiu faz tempo!

    Assisti um documentário no History Channel de 2008 sobre isso e contém a própria palavra do ex-governador que admitiu que havia uma aeronave no céu aquele dia

    É comprovado que houve uma aeronave lá. Só resta saber se é um projeto secreto terrestre ou se ela não é daqui.

  6. Hewerton disse:

    Enquanto ao vídeo, acho que fica mais ou menos claro que são sinalizadores militares mesmo, apesar de terem comportamento não pouco usual (estática e formação perfeita em V), mas o que importa não é isso e sim os relatos das milhares de testemunhas que afirmam até hoje que avistaram um OVNI de 1 km de comprimento, não translúcido, com formato bem definido em V e se deslocando horizontalmente com uma velocidade aproximada de 40 km/h e a baixa atitude. Esses relatos que são importante. O proprio Ex-Governador do Arizona, militares, acadêmicos, pilotos, cientistas e um monte de gente confirma a história. Fora isso esse “bagulho” percorreu centenas de quilômetros e foi visto por muita gente de fora de Phoenix. As perguntas são: Teria utilizando esse sinalizadores para encobrir o fato? Estando claro isso quem foi?

  7. Marcelo disse:

    Desculpe eu não sou entusiasta em ufologia mas essa explicação dos balões sinalizadores é totalmente ridícula além ser uma afronta a inteligência das pessoas, cansei de ver documentários mostrando o funcionamento desse tipo de dispositivo e eles não são em nada semelhantes as luzes de Phoenix, se vcs querem argumentar e rebater devem mostrar provas melhores e mais claras, fica mais facil acreditar que as luzes são aviões comerciais do que os supostos sinalizadores…

  8. wiloson roberto disse:

    eu vi em 2007 as 13 horas em paracambi rio de janeiro um objeto identico ao descrevido eu nao sabia o que era pensei que era uma asa delta mais era enorme e estava parada parecia que estava baixa mais nao estava
    era como eu colocase meus dois dedos no alto eu vi os retangulos feito asulejo eram uma cor tipo grafite e tinha dois riscos em cada asa ele pairava no ceu vi logo que era um ovni ele estava proximo ao paiol de muniçao do exercito

  9. Magno disse:

    Não estou refutando a questão de sinalizadores, até porque é bem provável, mas tem dois detalhes que me chamou a atenção:
    1º – Não entendi a explicação do tenente Ed Jones em relatar que “era mais fácil ejetar os sinalizadores do que pousar com eles e armazenar em terra, já que era a ultima noite de operação”. Aí me pergunto: Seria por preguiça em guarda-los, que ele jogaria fora milhares de dólares em equipamentos? Ou os sinalizadores já estavam progamados para serem acionados naquela noite? E as noites anteriores, gastaram todos, ou retornaram com alguns e foram guardados?
    2º – A fumaça dos sinalizadores tem uma probabilidade muito grande de serem visíveis, já que a luz dos próprios artefato as iluminariam e as tornariam muito mais visíveis a noite até um boa distância. Então por ninguém das redondezas relatou esse detalhe antes?
    Como cético fico na dúvida: Seria a explicação lógica, ou é uma tentativa de explicar esse fato, tirando a atenção da população para uma outra realidade?

  10. antonio disse:

    visto em Paso Fundo – RS 6 pontos brancos a luz do dia por volta das 19:00 um dia antes da materia jornal da globo

  11. Maurício Todeschini disse:

    E o caso do homem que, durante diversas regressões, descreveu seu contato com ETs nesta noite, relatado no filme “O Segredo do Céu” (Night Skies), de 2007?

  12. Desconfiado disse:

    Dá para acreditar que ocorreram dois eventos tão semelhantes totalmente independentes e de origens completamente diferentes no mesmo dia e no mesmo lugar?

    Essa conversa está parecendo uma história mal contada, inventada por quem não consegue unir as peças do quebra-cabeças porque não sabe qual é a explicação verdadeira.

    Vamos trabalhar por um momento com essa hipótese de dois eventos, como querem os caras que acham que têm explicações para tudo.

    Os primeiros relatos ocorreram às 18:55 horas. Cerca de 100.000 pessoas alegaram que viram alguma coisa triangular no céu em algum momento naquela noite, incluindo o governador do Arizona.

    Enquanto ainda havia luz do dia, as testemunhas diziam que era uma imensa nave triangular.

    Agora vem a parte legal: os militares americanos, que durante décadas investigaram os UFOs em segredo no Projeto Livro Azul, esses militares resolveram lançar um bombardeio de sinalizadores justamente naquela noite em que no final da tarde inúmeras testemunhas alegarem ter presenciado um avistamento maciço de OVNIs? Por quê cargas d’água lançariam sinalizadores tão poderosos no céu justamente na noite dos OVNIs? Só para sacanear o povo?

    Agora, que história é essa de sinalizadores, que ficaram no ar quatro ou cinco minutos? Eram quantos mesmo? As luzes foram vistas (e filmadas) até às 22:30. Tem inúmeros vídeos que provam que elas permaneceram cerca de duas horas no céu de Phoenix, em formação estática. Esse é o comportamento que se esperaria de sinalizadores? A história das Luzes de Phoenix ainda não tem uma explicação racional convincente. E ponto final.

  13. se eram senalizadores como as pessoas viram la pelas 8:30 um obijeto negro triangular no céu? essa historia ñ esta terminada

  14. willer disse:

    essa foi boa, sinalizadores? ah para, pode ter sido qq outra coisa, mas usar uma coisa dessas como desculpa é coisa de cego

  15. Rodolfo disse:

    Se foi realmente sinalizadores, porque o ultimo que se acende é o primeiro que se apaga??? Devia ser o contrario…O primeiro que acende, se apaga primeiro…

  16. Paulo6jr disse:

    Explicação patética.

  17. Sam disse:

    Hehehe…. sinalizadores muito bem alinhados, diga-se de passagem. Não descarto a hipótese, mas desacredito nela tanto quanto neste site.

  18. MAIRTON PEREIRA DE LIMA [estudante] disse:

    Eu assisti um documentário da Netdeo ridicularizando o avistamento de ovinis, até começar a matéria sobre as “Luzes de Phoenix”, que o próprio documentário cético acabou admitindo que era um mistério ufológico, essa mesma desculpa sobre os fogos militares foi descartada no documentário. Acho que é muito falha as explicações para esse caso, muitos moradores viram o ovini sobrevoar a cidade e a maioria não engoliu essa explicação que você fez questão de engolir.

  19. Shewton disse:

    Que fogos de artifícil do caramba é esse capaz de ser visto a milhares de quilômetros por causa da força do vento lá em cima não teria como eles ficarem parados ainda mais eles ficarem a uma certa distancia um do outro isso é intriga da oposição ´´eles´´não querem que nós saibamos da existência dos ovnis pois acho que causaria pânico nas pessoas.
    ´´E se´´ os alienigenas existem mesmo?
    ´´E se´´ eles não forem como nós pensamos?
    ´´E se´´ eles só querem avisar de uma crise mundial?
    Perguntas ainda não respondidas ´´mas´´ porque a area 51 é tão sigilosa assim eu vi na net coisas assustadoras sobre asse lugar.
    Anda queremos saber a verdade sobre os alienigenas e ovnis eles existem mesmo? Ou isso é intriga da oposição?

  20. Conforme já mencionei aqui anteriormente, esse site existe apenas com a finalidade de criticar tudo e todos, não importanto qual o assunto e o tema abordado, sendo que irá se posicionar sempre contra, mesmo que a defesa a ser apresentada seja tão ou mais absurda que o tema questionado. A USAF havia reinvidicado para si a autoria dos acontecimentos e, quando intimada a reproduzí-los, somente três anos depois aceitou o desafio mas, adivinhem!, não conseguiu.

  21. João Horacio Garcia disse:

    Ovinis existem sim. aqui vai meu relato.
    Anos atras, quando voltavamos de uma caçada. em São Gabriel Rs.
    Eu e mais tres companheiros (portugueses), me lembro bem,uma noite
    de lua cheia, e algumas nuvens,estava muito frio, pois era inverno aqui
    no sul, muito frio.Paramos para tomar cafe nestes postos de beira de estrada,
    E prosseguimos viagem, bem la pelas tantas, vinhamos escutando musica,
    quando o motorista, avistou uma luz muito forte, vindo em nossa\ direção, ficando a observa la,quando este nos chamou a atenção: olha
    lá aquela luz, vindo em nossa direção, aquilo veio num crescendo, veio
    numa altura mais ou menos de 200 metros, um objeto na forma cilindrica
    com luzes tipo fluorecentes, muito fortes, e piscando, o objeto era silencioso
    nao fazia barulho, era rapido, o motorista nos indagou, voces estão vendo,
    respondi estamos, oque deverá ser, não sei mas é um OVNI.
    Me lembro aquele objeto passou em grande velocidade, com luzes
    piscando, e sumiu entre algumas nuvens. ficamos todos arripiados, e se
    perguntando: sem uma explicação adquada, passou, ficou em nossas
    mentes, para um dia, quem sabe, contar esta historia aos netos.
    ,

  22. Daniel disse:

    É meus queridos eu estava la em 97 e eu posso afirmar nao eram sinalizadores estavamos no quait uns 2 meses antes e vimos eu e mais 4 pilotos do nosso esquadrao um objeto identico ao de fenix no dia 13 estavamos de folga bebendo em um vilareijo proximo a montanha ond tudo começou e isso era em torno de 8;15 da noite e quando foi 21;40 nossos pda deu sinal de alerta e era a base chamando para um exercício de treinamento com bonbardeiros b66 com sinalizadodes q nao c usa em treinamento e todos sabiam q era por causa do objeto mas ninguem podia comentar nada.
    É galera nao estamos sosinho no espaço isso ja é comprovado c algum dia tiverem a chance de entrar na area 51 no sul do colorado observem de longe o angar 42 é pra ser só um angar de estoque mas pra q 4 urutu e mais de 70 soldados sao designados pra aquele angar estranho né mas enfim nao foram sinalizadore.
    Eu estava lá

  23. Leandro Branco disse:

    Se fossem sinalizadores, porque os mesmo militares que disseram isso, não lançaram os supostos sinalizadores de novo com data e horário divulgados anteriormente, só assim seria provado que eles não estão encobrindo a verdade.

  24. Alexandro disse:

    bom eu concordo que existi um civilizaçao mas avançada do que agente,a um planeta que tem agua nao me lembro o nome do planeta onde tem agua tem vida,a nasa esconde isso de todos, porque se o mundo todo descobre que existir extra terrestre todo entraram em panico,o mundo entrara em panico,eles emventam coisas para desfarça,como essa de cinalizadores,boma nasa esconde muita coisa de nos,eu ja vi em paripe no quintal da casa da minha tia a noite a uas 9:30 mais ou menos assim que começou a novela avenida brasil,eu vi umas luzes parecendo estrelas em formato de circulo bem longo ficava parado quando eu virei a cabeça e olhei de novo ja estava em outro local,ele movia- se a cada 8 mminutos aprossimadamente algumas vezes piscava uma a duas luzes,e moviase rapido,explique isso naza,ou qual quer um.

  25. weslem disse:

    kkkkkk, até o governador do Arizona que na época das luzes fez chacota o evento, há pouco já admitiu que era sim um grande OVNI em forma de “V”…rs… aí vem um carinha como o dono dessa bagaça aqui com estes argumentos ridículos…kkkkk, sendo que centenas viram não só as luzes, mais o objeto voador em si, sua fuzelagem e seu imenso tamanho… o dono dessa bagaça aqui é muito fraco

  26. Ederson disse:

    Olá!!

    Hoje a tarde estava assistindo a uma reportagem no discoveri sobre as luzes de Phoenix, não posso dizer que acredito ou não em ovni, na verdade nunca prestei muita atenção no assunto. Mas assistido a reportagem do discoveri me recordei de algo muito parecido que vi nos céus de um cidade do Paraná, não me lembro certo o ano nem o dia, lembro apenas que foi no final da década de 90, estávamos eu e um colega de escola em frente ao colégio esperando para a aula começar, como estudávamos a noite deveria ser próximo as 19:00 horas e já estava escuro. Quando em um determinado momento olhamos para o céu na direção oeste da escola e vimos essa luzes, eram 6 ou 7 luzes em linha que andavam lentamente pelo céu até desaparecerem uma a uma. Depois daquilo nunca ouvi ninguém falar que tivesse visto algo parecido e gostaria de saber se algum frequentador desse site já ouviu falar sobre algo parecido no Brasil?

  27. Ricardo disse:

    Quanta bobagem, so pq as pessoas veem uma luz no ceu, acha q se trata de extraterrestres… isso é uma grande idotice…. so pq vc ve uma luz no ceu e nao sabe a origem nao qer dizer q se trata de uma civilização especifica.. quanta estupidez,,, os ufologos baseiam seus conceitos em luzes no ceu e estorias de pessoas que afirmam ter contato, todas sem prova fisica nenhuma… tudo isso é mera credulidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *